WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Ato XVI - Narrativa de Pietra: Under The Grey Sky

    Compartilhe
    avatar
    Jess

    Mensagens : 1185
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 25
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XVI - Narrativa de Pietra: Under The Grey Sky

    Mensagem por Jess em 29/8/2016, 22:59

    O toque suave de Hans no tecido do vestido fez com que Pietra sorrisse delicadamente, mas durante a pequena e hesitante pausa deste antes de seu nome ser trocado pela palavra finalmente escolhida, o simples mencionar daquela palavra tocou profundamente Pietra, porque dentro do coração da mesma Hans a figura de um irmão.

    - Cuide para que ela tenha um bom fim de noite mio fratello...

    O sorriso da cainita se alargou enquanto este se despedia, fazendo uma pequena mensura Pietra acompanhou com os olhos a partida de Hans. Enfim sozinha Pietra sentiu seu coração tremer e apertar-se, pela primeira vez em muitos anos a cainita não tinha a sua volta nada que lhe pertencesse, longe da Espada e muito mais ainda de seus companheiros...

    “Esse medo... Então é assim que se sente quando se está só?! Lembrava-me vagamente deste sentimento, mas na realidade nunca realmente estive sozinha... Mio Friederich... O que terá acontecido a ti mio amato... A tudo que construímos?!”

    Em silencio a cainita procurou um lugar para se sentar, não queria que seu vestido molhado acabasse por estragar ou molhar o quarto, seus dedos discaram o número de Lorenz enquanto seus olhos se fechavam numa vã tentativa de se acalmar.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2195
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Ato XVI - Narrativa de Pietra: Under The Grey Sky

    Mensagem por Danto em 29/8/2016, 23:10

    Você aguardava ansiosamente no silêncio do quarto, era impressionante como nenhum único som parecia prevalecer naquele ambiente e foi em meio a tantas ausências que seus ouvidos notaram um pequeno ruído,era algo estranho, baixo e ao mesmo tempo suave... Sua própria respiração, seus pulmões agiam naturalmente, como se você estivesse viva e o ato de inspirar e expirar se intensificavam quando você os notava. Algo muito profundo havia mudado em você, sua humanidade estava muito mais aflorada e forte... A voz de Lorenz então adentrou seus ouvidos, provocando um susto pequeno, porem forte o suficiente para romper a sua própria contemplação.

    -Signora! Desculpe a demora em responde-la ou até mesmo para atender essa ligação, a noite está terminando e eu jamais queria amargurar o seu adormecer com as notícias que possuo. Os membros da Espada retornaram, mas existem muitas baixas, muitas! E várias acusações foram atiradas contra o seu nome, nenhum deles a encontrou na batalha... A Priscus liderou uma espécie de movimento de repúdio a você, eles disseram que você fugiu com os membros da Camarilla... Signora, está tudo fora de controle! Artur está desmaiado, me parece morto, mas me disseram que ele está empalado. Saabir está morto, Rahel não retornou. Evangeline me aconselhou a sair bem rápido para não ser notado pelos que apoiavam a Priscus... Estou na casa de Luannah, não sei exatamente o que fazer minha Signora!

    A voz do jovem era agitada, temerosa e cansada.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 1185
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 25
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XVI - Narrativa de Pietra: Under The Grey Sky

    Mensagem por Jess em 29/8/2016, 23:28

    O eterno silencio havia sido quebrado, levou algum tempo para que Pietra o percebesse e quando descobriu a origem do som, seu próprio peito parecia vivo, seus pulmões se enchiam de ar naturalmente sem haver a necessidade de quere-lo, Pietra sentiu seus olhos lacrimejarem ao perceber que uma parte sua há muito perdida parecia retornar.

    “Hans?! Terá sido sua presença?!”

    Fechando os olhos quando a voz de Lorenz respondeu na linha a cainita interrompeu qualquer pensamento que pudesse ter, as palavras e o tons de sua amada criança eram preocupantes, ainda mais quando tudo pareceu desabar em cima dos ombros de Pietra.

    “Friederich empalado?! Como isso foi acontecer?!”

    - Acalme-se Lorenz!


    As primeiras palavras de Pietra saíram mais ríspidas do que a cainita realmente desejaria, respirando fundo está voltou a falar com um tom mais suave e pausado.

    - Me perdoe mio amato... São coisas demais a se pensar... Fico grata que tenhas me atendido, e mais ainda em saber do que aconteceu... Ouça-me mio amato... Fique onde estás... Luannah lhe protegerá, diga-lhe que eu pedi que ela o fizesse... Sinto que as coisas tenham chegado a esse ponto... Mas tudo aconteceu tão rápido... Terei eu mesma que lidar com Althea e seu levante na próxima noite... Não posso fugir de minhas responsabilidades e não o farei... Por isso lhe peço que na próxima noite espere que eu ou Eva lhe chamemos a Galeria... Não ouse faze-lo por conta própria... Se tenho que enfrentar a Espada farei sozinha, não quero que um erro meu recaia sobre seus ombros...
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2195
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Ato XVI - Narrativa de Pietra: Under The Grey Sky

    Mensagem por Danto em 29/8/2016, 23:35

    Lorenz respirava afoito no fundo da ligação enquanto você estava no telefone, mas a sua voz parecia acalma-lo como nada nesse mundo. Instantes depois da sua fala, ele se esforçava para responder.

    -Eu não deveria permitir isso, não deveria concordar com as suas palavras. Aquela galeria é a minha casa a muitos anos, eu servi a todos os membros que lá encontraram refúgio por muitos anos, é ultrajante uma desconhecida me fazer fugir de minha própria casa. Espero sinceramente que eles não estejam depredando o lugar, pois se eles o fizerem...Enfim... perdoe-me meu destempero, por favor, eu farei como me pede, exatamente como me pede e outra coisa...

    Um som estranho na ligação interrompia a fala de Lorenz, alguém havia tomado o telefone de sua mão. Em seguida uma breve discussão a fundo se passava e a voz que agora falava era a voz de Luannah que falava em sua língua natural, o holandês.

    -Pietra! Pelos céus, eu não pude deixar de ter certeza que você está viva, diga alguma coisa! Por favor! Lorenz está agitado de mais, ele mal consegue ficar de pé, ele teve que correr da fúria de Althea... Alfred permanece na galeria, aparentemente ele está nas graças da Priscus e Evangeline quase se atirou no pescoço da mesma quando ela olhou para Alfred... Mas Lorenz é uma representação imediata da sua imagem... Eu nunca vi tanta raiva...
    avatar
    Jess

    Mensagens : 1185
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 25
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XVI - Narrativa de Pietra: Under The Grey Sky

    Mensagem por Jess em 29/8/2016, 23:47

    Pietra prendeu a respiração sem ao menos se dar conta do que o fazia, a resposta de Lorenz lhe doía no coração, mais do que ninguém a cainita sabia o que era ter de correr de sua própria casa, aquilo era algo que a mesma nunca desejara para Lorenz, não quando o mesmo a havia aceitado como senhora.

    Mais aliviada Pietra quase sorriu, ouvindo a mudança de telefone a cainita suspirou de leve em resposta ao holandês de Luannah, deixando que seu corpo pesasse Pietra respondeu por fim a filha da lua na língua natal desta.

    - Minha pequenina... Não sabes como fico aliviada de que Lorenz esteja contigo... Peço-lhe perdão por essa noite... Sei que Eva protegerá Albert, ela não deixará que Althea ou alguém faça mal a ele... Lhe agradeço por cuidares de Lorenz agora, sinto medo por ele... Por favor faça com que o mesmo permaneça em sua casa na próxima noite... Não me perdoaria se algo o ferisse... Tu também deve se manter afastada, para sua segurança e minha calma pequenina... Lorenz irá se acalmar e a primeira coisa que farei será tentar concertar as coisas... Mas preciso de vocês dois bem para isso... Me entendes Luannah?

    “Será um teste enfrentar a fúria de Althea... Mas ninguém deverá tomar minhas dores... Não quando o erro foi meu...”
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2195
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Ato XVI - Narrativa de Pietra: Under The Grey Sky

    Mensagem por Danto em 29/8/2016, 23:59

    Lunnah parecia feliz e calma, ao contrário de Lorenz ela não reagia com tanta intensidade aos fatos, provavelmente a jovem tinha uma perspectiva diferente dos fatos, ou apenas o fato de ser uma filha da lua a fazia muito mais resistente a situações de perda de controle. Ela respondia logo em seguida, sempre em holandes por claramente detestar o alemão.

    -Eu não posso perdoa-la, seria incoerente. Não cometestes nenhum erro ou nenhum crime, eu sinto que suas ações foram todas necessárias, eu sinto que seu coração nunca se distanciou de nós, independente onde você está ou na companhia de quem for. Você é um Bispo, você é Pietra Rafaldini e você jamais estará sozinha. Eu ouço suas palavras, Lorenz permanecerá em segurança. Mas não pense, nem um segundo sequer, que a Espada de Berlim virará suas costas para você. Existem aqueles que estão revoltados, mas existem aqueles que sabem quem é Pietra Rafaldini e farão de tudo para que nada acontece a ela, pois ela fez de tudo para que nada acontecesse a nós! Você irá retornar amanha a galeria, minha senhora, e nós estaremos lá contigo. Todos nós. Rebeka, Caroline, Sebastian, Evangeline, Erik, Priya e Nikolayevna. Elizabeth também! Descanse essa noite e retorne para nós... Precisamos de você...
    avatar
    Jess

    Mensagens : 1185
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 25
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XVI - Narrativa de Pietra: Under The Grey Sky

    Mensagem por Jess em 30/8/2016, 00:09

    As palavras de Luannah fizeram que as lagrimas mal seguradas de Pietra escorressem sem pudor, sorrindo do outro lado da linha a cainita sentiu-se segura mesmo estando longe de sua casa, e mais do que nunca longe daqueles que amava e prezava.

    - Minha pequenina... Eram destas palavras que eu precisava... Muito obrigada... Estarei adentrando na Galeria assim que o anoitecer se fizer, deixe os outros avisados minha pequena, farei o que for necessário para concertar as coisas... Podes me passar agora para Lorenz, acredito que ele ainda tem algo a me falar antes que o sono me tombe... Fique em segurança Luannah e mantenha Lorenz também...

    “Tantos nomes citados... Eu consegui provar a eles meu valor?! Demonstrar minha lealdade?! Elizabeth... Como estará seu coração sem Narses?!”


    Esperando que Luannah retornasse a ligação para Lorenz, Pietra se pôs de pé andando até o banheiro do quarto, mais do que nunca a cainita queria tomar um banho antes de se deitar, não haveria tempo a ser perdido no começo da próxima noite, não quando tudo que a mesma havia criado parecia ruir sem sua presença.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2195
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Ato XVI - Narrativa de Pietra: Under The Grey Sky

    Mensagem por Danto em 30/8/2016, 00:17

    -Estaremos lá minha senhora, de pé, segurando a porta para que você entre na sua casa. Até amanha, meu sinceros sentimentos...

    Despedia-se Luannha que enfim passava novamente o telefone para as mãos de Lorenz, o seu vassalo que seria futuramente a sua primeira prole, seu primeiro e eterno filho, falava com uma voz mais calma agora.

    -Edgard me pediu para deixar uma mensagem a você, minha Signora, ele me pediu para que você olhe para a jovem Tremere que ficará na cidade. E disse que está a caminho de Madri, ele se encontrará com a Grande Rainha... Os acontecimentos de Berlim, segundo ele, estão ecoando ferozmente por todo mundo conhecido... Eu queria tanto estar ao seu lado nesse instante minha Signora, desculpe-me por ser tão emocional nessa situação, prometo que manterei a calma e que ficarei seguro.

    [Off: Ultima ação para o final do ato]
    avatar
    Jess

    Mensagens : 1185
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 25
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XVI - Narrativa de Pietra: Under The Grey Sky

    Mensagem por Jess em 30/8/2016, 00:28

    - Eu a agradeço minha pequenina... Não sabes o quanto...

    Ouvindo novamente a voz inconfundível de Lorenz, Pietra sorriu ao sentir que este já estava mais calmo, ouvindo atentamente as palavras deste a cainita concordou com um leve menear de cabeça.

    - Entendo... Se Edgard deixou Cassandra é porque ele pretende retornar... Eu cuidarei bem da criança de Edgard... Conheço bem meu irmão para saber que ele não o partiria se não houvesse necessidade... Esperemos que Melinda escute suas palavras e encontre uma resposta adequada... Il mio amato figlio... Me fara bem saber que tu estará em segurança... A próxima noite promete ser tormentosa demais e eu preciso estar forte... Saber que tu está bem me ajudara... E cada detalhe a minha volta me fara lembrar de sua figura mio amato... Agora descanse...

    Esperando Lorenz desligar o telefone Pietra então se concentraria em um bom e rápido banho antes do alvorecer.

    “ Qual sera o tamanho da mudança provocada por esta batalha em Berlim?”

      Data/hora atual: 28/6/2017, 12:58