WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Compartilhe
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Seg 20 Fev 2017 - 14:40


    Hotel Leon Bianco:
    Local: San Gimignano,  Piazza Cisterna, N 13.
    Data: 15 de Abril de 2016: Início da Narrativa

    O Hotel que lhe fora apresentado anos atrás era construído em torno dos escombros de uma das famosas torres locais, a Torre de Rognosa, que ainda se mantinha de pé apesar de tantos séculos já terem se passado. O hotel todavia era um ambiente em comum entre humanos e cainitas, sendo os primeiros pisos dedicados exclusivamente aos mortais e os superiores as criaturas da noite. Costumeiramente abrigando viajantes e visitantes, um dos quartos havia se transformado gradativamente na sua casa dentro da cidade de San Gimignano, era inicialmente apenas um quarto, mas hoje estendia-se por dois quartos inteiros interligados por portas. O primeiro ainda era seu quarto, com cama e tudo necessário para acomoda-la em seu sono, enquanto o segundo havia evoluído para uma sala de estar algo mais próximo a uma casa.

    San Gimignano não era a sua casa, Berlim era. Mas o desafio de Katarina ainda se fazia presente todas as noites, a experiência que você alcançava durante seus estudos e reuniões com os Ventrue locais eram reveladores, verdadeiramente importante e valiosas. Seu vassalo enfrentou uma longa dificuldade de adaptação, demorando alguns anos até finalmente parar de reclamar toda vez que ouvia o idioma italiano sendo pronunciado muito rápido. Joseph morava em um dos quartos dos andares mais baixos e havia transformado a praça logo a frente do hotel em sua principal "morada", fazendo alguns amigos e passando grande parte dos dias ali, a ler ou conversar.

    Você já estava acordada a alguns minutos, na a esperada da ligação diária feita pelo vassalo de Marie, Ulisses. O homem era o vassalo mais antigo da anciã e arauto da Camarilla local, sendo atuando como intermediador entre você e a importantíssima anciã Ventrue. Nessa noite Marie faria uma visita formal ao Elísio e havia enviado um convite a você, assim, seria necessário ouvir de Ulisses as confirmações e formalidades necessárias... Enfim o telefone tocava.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Seg 20 Fev 2017 - 19:30

    Permanecia sentada com as pernas cruzadas, o convite estava aberto na escrivaninha ao meu lado direito, me mantinha com um roupão largo e muito confortável, o mesmo estava mais solto em meus ombros, ainda estava um pouco sonolenta o que me fazia refletir sobre todos os anos ali.

    " Eu me fiz presente nessa cidade, apenas como uma espectadora até o momento...mas algo me diz que as coisas irão mudar daqui em diante, tudo que aprendi é graças a todos a minha volta, uns me desejam o bem e outros não, só que de suas maneiras eu consigo absorver experiencias, aprendi que não devo me jogar aos leões de maneira corajosa, isso nunca ganhou batalhas grandes, mas aprender com os demais..."

    Ao ouvir o som do telefone do hotel eu o olho brevemente esperando mais um toque e por fim esticando a mão e atendendo o mesmo de maneira calma e educada, falando em um tom italiano suave.

    - Boa noite. Pugliese falando!

    Abaixei a cabeça de maneira sutil e sorri para mim mesma. Estava me moldando aos poucos, caso não fosse Ulisses eu já estava me apresentando e faria com que a conversa fosse mais rápida, e caso fosse o mesmo que eu esperava estava sendo gentil, em minha cabeça um homem com tal cargo deveria e deve ser tratado de maneira educada e franca, afinal, ele assume um cargo de grande confiança do Arauto.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Qua 22 Fev 2017 - 18:11

    -Boa noite Senhorita.

    Respondeu do outro lado da linha a voz forte e típica de Ulisses, um homem muito educado e sempre silencioso. Analítico e inteligente como poucos, Ulisses era o mais antigo e experiente vassalo de Marie e isso fazia do mesmo uma peça importantíssima para tua missão, pois a confiança de Marie em seu vassalo era inabalável.

    -Iremos hoje a uma importantíssima visita diplomática ao Elísio, foram convidados vários membros importantes dos Clãs. Não há necessidade de trajes de gala, mas há sim necessidade da formalidade necessária da ocasião, por tanto, irei busca-la em torno de dez minutos para auxilia-la da melhor forma possível. A senhorita possui alguma necessidade eminente?
    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Qua 22 Fev 2017 - 20:32

    - Adoro sua calma Ulisses!

    Falo prontamente após reconhecer a voz do mesmo e receber sua saudação. Minha mão esquerda brincava com os fios de meus cabelos os enrolando nos dedos e soltando os deixando cair com um falso encaracolamento dos mesmo.

    " Graças a Deus não irei precisar me vestir de maneira formal...ainda me sinto estranha ao usar esse tipo de roupa...sei lá posso errar!"

    De uma forma mais pensativa meus olhos se voltavam para meu próprio quarto. Falando de maneira calma.

    - Uhm...Ah sim. Senhor Ulisses, gostaria da relação dos convidados se não for lhe atrapalhar. Assim consigo já ir me preparando psicologicamente para esse encontro inevitável, pode ser dito assim que chegar aqui.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Ter 28 Fev 2017 - 2:36

    -Será mais seguro para a situação informá-la pessoalmente sobre os presentes... Nos vemos em breve Senhorita, com sua licença.

    Respondia Ulisses que desligaria gentilmente após a sua resposta, sempre atento e com a guarda alta, o homem era uma fortaleza que gerenciava a vida de Marie. O vassalo perfeito, sempre impecável e fiel em níveis jamais vistos por você. E não demorava muito para que o interfone tocasse, com a voz de uma das jovens da recepção notificando a subia de Ulisses. E após o som do elevador chegando ao seu andar, seus ouvidos captavam duas batidas secas na porta.

    -Boa noite Senhorita... Desejas começar pelos convidados ou por tuas vestimentas?!

    Dizia Ulisses assim que você atendesse a porta, trajando seu típico terno clássico azul, ele prontamente fazia uma reverência breve em reconhecimento a tua condição superior dentro da hierarquia do clã.
    Ulisses:

    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Ter 28 Fev 2017 - 11:28

    Não falavam mais nada após as palavras de Ulisses, com um sorriso no rosto ando até meu guarda roupa e pego duas peças de roupas as deixando em cima da minha cama, meus dedos brincavam com meus cabelos enquanto ainda permanecia olhando para outras roupas.

    " Ulisses é tão meticuloso em tudo que faz! Será que ele tem quantos anos?...Ele nunca fala muito, apenas o necessário, de certa forma ele está certo. Me imagino como foi que Vossa Senhoria Marie o encontrou! Ela é imponente comigo e demonstra a hierarquia que nos divide sem bajulações...será que ela o trata bem? Ele é tão bonzinho...uhm...já?"

    Batia as mãos na cintura e atendia o interfone aceitando positivamente a subida de Ulisses, arrumando o roupão e ajeitando o cabelo de forma rápida o deixando preso com um coque alto. Ando até a porta ao ouvir as batidas e abro a mesma com um sorriso no rosto.

    Vendo o gesto do mesmo, de maneira natural eu respondia o gesto, me abaixando levemente com a mão direita no peito.

    - Boa noite Senhor Ulisses. Por gentileza, entre!

    De maneira sutil eu fecho a porta e seguro seu antebraço, mais como um toque, deixando minha mão apenas repousada nele, conduzindo-nós até meu quarto, parando assim com de frente para a cama e o guarda-roupas aberto.

    - Vamos começar pelos problemas mais simples se assim posso dizer! Gosto do Jeans e as roupas mais confortáveis e menos formais como esse Jeans e a Blusa, ainda acho que é bem lindo essa combinação! Agora aquele terninho é muito bonito e de certa forma formal, ainda sim bem elegante mesmo sendo meio informal. Ahhhhh....tenho outras peças caro Ulisses, aceito opiniões e gostaria muito da sua excelente experiencia! Pois olha, com todo respeito você está um gato nesse terno.

    Soltando o antebraço do mesmo de maneira calma, ando até as roupas que falava e pegava as peças colando na frente de meu corpo, com um sorriso sincero e um olhar brilhante sem demonstrar qualquer maldade em minhas ultimas palavras.

    Jeans:

    Terno:
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Sab 4 Mar 2017 - 12:30

    Ulisses observava as suas ações espontâneas com um sorriso simpático no rosto, ele era sem dúvida alguma um homem centrado e versado nas tradições do clã Ventrue, vez ou outra o homem ainda exibia comportamentos medievos de uma etiqueta monárquica, mas a rotina do homem era em sua grande maioria moderna.

    -Bom, acreditando que o termo gato é um elogio. Eu agradeço, preocupo-me des da minha adolescência com meu vestuário e devo assumir que esse é um dos meus favoritos ternos... Agora, sobre as possibilidades apresentadas, eu recomendo o terno. Não imagino a Senhora reagindo positivamente a uma calça em farrapos.

    Dizia Ulisses tocando brevemente em cada peça com a mão direita e mantendo um tom de voz calmo e simpático.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Sab 4 Mar 2017 - 14:50

    Solto um olhar breve para o jeans e faço uma cara de dúvida com as mãos levemente levantada com as palmas para cima.

    - Eu paguei muito caro nesse conjunto Ulisses! Não são farrapos, isso é tendencia...eu acho que é, afinal todas as grandes modelos estão usando.

    De maneira calma eu ia até o jeans e a blusa as pegando cuidadosamente e guardando no guarda-roupas. Fechando a porta do mesmo me viro e me encosto na porta do mesmo com os braços cruzados.

    - Me chame de Senhora quando estivermos acompanhados, sua educação é impecável e seu conhecimento diante de nosso clã é assustadoramente perfeita. Ainda sim, eu o vejo como um bom conselheiro e indiscutivelmente mais experiente que eu! Por esse motivo quando estivermos a sós me chame pelo nome por favor, meu respeito á você supera as honrarias.

    Após o pequeno discurso minhas maças ficam um pouco avermelhada em um sinal de vergonha, fazendo um gesto rápido com a mão para que ele se virasse e depois colocando a mão na boca de maneira tímida.

    - Agora vire-se...e virado fique de olhos fechadinhos Ulisses.

    Esperando Ulisses se virar solto um sorriso sincero no rosto e começo a me trocar de maneira calma, falando de uma forma simpática e natural.

    - Elogio não. Gato quer disser que você está muito bonito, já passou do elogio. Sabe meu pai era um homem bonito, gato é como se eu encontrasse o Tom Cruise...desde sempre a cobrança por sua postura e aparência foram cobradas Ulisses?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Ter 7 Mar 2017 - 2:25

    Ulisses se virava sem sequer exitar e como você pedia, fechava os olhos e cruzava os braços em um sinal bem sólido de firmeza, juntando os calcanhares e mantendo-se dessa forma durante toda a sua ação de trocar de roupa. O homem respondia com uma voz clara e um pouco menos formal, todavia, a educação de Ulisses certamente jamais deixaria de ser notória:

    -Gabrielle, eu não faço a menor ideia de quem seja esse Senhor Cruise... E desculpe-me pelo termo pejorativo, mas a imagem criada pela moda atual não representa diretamente o que as tradições do nosso clã exigem ou esperam. E provavelmente eu nunca irei entender a razão por trás de pagar caro em algo rasgado...

    Ele fazia uma breve pausa para enfim responder a tua última questão de maneira bem direta e sincera:

    - Não sempre, mas durante toda minha vida adulta sim. Servi durante minha juventude como valete e posteriormente fui promovido a mordomo e durante todos esses longos anos eu sempre fui sim exigido a agir dessa maneira, quando transformado em vassalo da Senhora Marie, as exigências aumentaram consideravelmente.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Ter 7 Mar 2017 - 3:13

    Eu me vestia de uma maneira alegre, nunca havia usado aquele tipo de roupa e me esforço ao máximo em me arrumar da melhor forma, amarro meu cabelo com um coque mais abaixo deixando algumas mexas a mostra.

    - Deus! Ele é um ator muito famoso, já fez diversos filmes de ação! faz alguns anos que não consigo ver um filme...e imagino que sua rotina o impeça de ter esse luxo. Ah...eu achei bonitinho...mesmo faltando uns pedaços.

    Me olho no espelho e coloco ambas as mãos nos bolsos da calça, de maneira mais seria fico a me olhar no espelho, havia chegado até ali, eu tinha que ser a melhor em tudo que fizesse, não esperando algo em troca, não desejando chegar a algum lugar, mas sim, por mim mesma.

    - Acreditar em si mesmo leva a um destino infinito...uhm...como estou?

    Me viro lentamente ainda com a mesma postura, meu olhar estava mais pensativo assim como minha expressão.

    - Compreendo nossos deveres com o clã! Desejo harmonia entre os cainitas e que possamos conviver de maneira civilizada com os humanos. Sei de meu posto e juventude que corre por onde ando, já deve até mesmo ter boatos sobre minha personalidade. Aos meus olhos estou adquirindo uma percepção que nunca antes tive.

    Reto a mão direita do bolso e arrumo uma mexa atrás da orelha e volto a falar com um pequeno sorriso.

    - Uma coisa eu aprendi Ulisses, se somos cobrados de forma demasiada é por quê esperam algo de nós, viram algo que os demais não perceberam. No momento todos lhe veêm como um Vassalo, eu vejo um promissor Aediles.

    " Talvez ele nunca tenha ouvido algum Ventrue falar assim com ele, não consigo vê-ló apenas como um simples Vassalo, sua postura, educação e forma de se apresentar, são únicas. Seus serviços e lealdade com a Senhora Marie são inquestionáveis. Seu futuro será grandioso!"
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Qui 9 Mar 2017 - 13:41

    -Permita-me....

    Diz Ulisses em resposta a sua pergunta referente a tua aparência, o homem então dava um passo a frente e enquanto você falava ele gentilmente e com toques breves, começava a fazer pequenos ajustes no seu terno, alinhando-o perfeitamente e fazendo retoques precisos para evitar dobras ou possíveis amassados nos tecidos.

    -São palavras muito bonitas, Senhorita Gabrielle, eu fico particularmente grato por sua consideração. Todavia meu orgulho me deixa feliz em servir, não o faço por obrigação ou apequenamentos, faço porque eu sei que ninguém nesse mundo pode ser melhor do que eu. Se um dia, Minhas Senhora for Príncipe, irei comemorar como se fosse uma vitória minha, porque será. Sempre digo que a hierarquia existe por razões importantes, sem elas o mérito soa vazio, compreende o que eu digo?!
    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Qui 9 Mar 2017 - 14:52

    Meus olhos seguiam os ajustes feito por Ulisses, permanecia imoveu e completamente prestativa as palavras ditas.

    - Cada um tem um dom, cada um é um individuo único, nem todos nasceram para governar. Lhe entendo perfeitamente Ulisses. Também penso assim.

    Ao termino dos ajustes dou uma leve volta com as mãos abaixadas me olhando diretamente no espelho, revirava os olhos por todo o terno e pato as duas mãos de maneira feliz.

    - Às vezes não há da próxima vez, sem segundas chances, às vezes, é agora ou nunca. Você é assim, da o seu melhor em tudo que faz. Isso ninguém pode disser o contrario...você tem o sangue de Marie em ti, e as vitorias de Vossa Senhoria é também destinada a você que é seu braço direito e que Deus nos ajude que ela se torne Príncipe antes das famílias declararem guerra abertamente.

    Aproximo-me de Ulisses e lhe pego as mãos carinhosamente e beijo cada uma em agradecimento a ajuda oferecida, lhe indico o sofá que ficava de frente para a cama e me sento na beira da cama com as pernas cruzadas e um ar mais serio.

    - Eu poderia passar semanas assim Ulisses, conversando com você e lhe conhecendo. É um homem de grande carácter, mas infelizmente não é hora para tal. Temos que nós manter atentos agora. Com relação aos convidados agora, toda informação é bem vinda.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Seg 13 Mar 2017 - 20:19

    Ulisses tinha sua maneira particular de demonstrar afeto, sempre silencioso e direto em seus assuntos o vassalo da poderosa Arauto retribuía as suas ações com um sorriso simples, algo que já valia na realidade mais do que o ouro, era um largo sorriso feliz. Um acontecimento quase milagroso vindo de um homem tão sério e ausente de emoções muito fluídas. Ainda em silêncio ele concordava com a sua fala e sentava-se no sofá, ajeitando o terno para enfim começar a falar.

    -Obrigado pelas palavras minha cara. És pura em tuas emoções e isso é raríssimo, espero sinceramente que você não seja devorada pelo caótico e ganancioso cenário local... Agora, permita-me lhe falar sobre os convidados. Estarão presentes os principais aliados de Marie na cidade, ou seja, espere pelos maiores postos da Camarilla local, a Matriarca da família Francesco e o patriarca Verrocchio. Não é nada além de um breve jantar e um pronunciamento, é um evento fechado e recomendo que fique atenta aos mínimos detalhes...
    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Seg 13 Mar 2017 - 22:27

    Me perco em minha felicidade por poder ver um sorriso no rosto daquele dedicado e cuidadoso homem, repouso as mãos em cima de meu joelho com leveza.

    " Para muitos é difícil expressar esse sorriso meu caro, aprendi nesses anos que não os fazemos por dois motivos medo de demonstrar nossas fraqueza e desconfiança pelos demais a nossa volta. Nosso clã deve ser solido como uma rocha e não devemos nos deixar cair diante de nossos inimigos...mas as vezes, são esses pequenos momentos que valem todo um esforço!"

    Reajo de maneira preocupada com a primeira família citada, respiro de maneira lenta e cruzo as pernas para o outro lado.

    - Me esforçarei Ulisses. Não tenho intimidade com Vossa Senhoria Marie para lhe falar abertamente, mas me desagrada a Família Francesco ser administrada por alguém que virou as costas para sua linhagem. Fora quê...é puramente desejo de vingança, isso irá consumi-los de maneira brutal.

    Respiro novamente com um olhar triste e uma expressão deveras chateada, minhas mãos se acariciavam com movimentos curtos de dedo em dedo.

    - A família Verrocchio é uma grande aliada e com uma visão única, sobre a preservação deles mesmos e da cidade. Não quero julgar ninguém sem provas concretas, mas me basei nas pesquisas que fiz, é historia, os Francescos podem ser de uma linhagem forte e livre, desejando se livrar dos grilhões que lhes atormentou, só que eu só consigo ve-lós como aproveitadores da situação atual para assim jogar aqueles que não tem culpa ou envolvimento em cima de seus inimigos.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Qui 16 Mar 2017 - 1:31

    -Entenda que, inicialmente a nossa missão essencial é evitar o conflito aberto e direto entre as famílias. Se isso falhar estaremos mergulhados em uma guerra de dimensões perigosas e atitudes drásticas terão de ser tomadas. Eu sinceramente não confio em nenhuma dessas famílias, são claros resquícios dos tempos mais tenebrosos e horríveis da história Cainita... Mas é difícil encontrar as suas raízes para que pudessem cortá-las definitivamente...

    Dizia Ulisses de maneira calma, direta e sincera. Ele então se colocava de pé e ajustava o terno mais uma vez e checava o horário, para dizer logo em seguida.

    -Como suspeitei. Devemos partir senhorita Gabrielle, devemos chegar ao Elísio em exatos nove minutos... Tudo pronto para partirmos?
    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Qui 16 Mar 2017 - 8:05

    Faço um gesto positivo com a cabeça em resposta a partida, vou caminhando até a porta de maneira calma.

    - Isso levaria anos e é um tempo que não temos, teríamos que remodelar todos os envolvidos e alguns eu creio que seriam indobráveis em seu carácter.

    Abro a porta e aguardo a saída de Ulisses fechando a porta em seguida, calmamente apoio minha mão no antebraço de Ulisses o deixando um pouco a minha frente. Me fazia um pouco mais cautelosa ao sair de meu quarto, assumo uma postura mais formal.

    " Fora da minha casa eu devo ser mais formal, posso passar um ar de frágil e no momento não é isso que eu desejo, devo me focar, ser a mais centrada, consciente e neutra nesse jantar. Estou aqui para minimizar os ânimos dessas famílias com relação ao ódio nutrido entre eles."

    - Espero que o trânsito esteja calmo. Obrigada por vir me buscar.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Qui 16 Mar 2017 - 17:16

    Elísio de San Gimignano:
    Local: San Gimignano,  Galeria Gagliardi, Elísio.
    Data: 15 de Abril de 2016: Ato I

    O caminho até o Elísio foi simples e rápido, demorando menos de oito minutos. A cidade de San Gimignano era muito pequena se comparada a cosmopolita Berlim e o transito dela era infinitamente menor. Assim vocês chegavam até a galeria Gagliardi, local usado como faixada para os mortais, era também uma galeria de arte para os Toreadores locais e seus vassalos. Assim, cruzando os corredores da galeria, lado a lado com Ulisses, você alcançava uma das duas entradas laterais que davam acesso ao corredor real. Esse corredor circundava a galeria inteira como uma espécie de grande anel retangular que só era usado pelos cainitas e seus vassalos. Enfim, no final do corredor havia uma enorme porta dupla de madeira e abrindo-a, Ulisses já se colocava no interior do grande Hall que era o Elísio. O local mudava constante de mobílias e decorações, hoje ele estava preparadíssimo para comportar a reunião que aconteceria.

    Três grandes mesas retangulares eram colocadas em um desenho em formato de "u", decoradas de maneira belíssima e com cestas de frutas sobre as mesmas, era uma espécie de jantar que estaria para acontecer, apesar de ser óbvia a incapacidade Cainita de ingerir alimentos, o costume local exigia tais cerimonias.

    -Veja bem, existem dois lados maiores correto? Você se sentará na esquerda direita da mesa menor, a central. São exatas cinco cadeiras, os mais importantes Ventrue locais estarão sentados na sua mesa e os convidados serão acomodados nas laterais. Tens alguma dúvida Senhorita?

    Indagava Ulisses.
    Mesa:
    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Qui 16 Mar 2017 - 19:46

    " Essa cidade é demasiadamente muito menor que Berlim, ainda sim adquiri uma visão agradável por ela. Estou aqui para conseguir minha volta para minha cidade, mas não devo pensar dessa forma, devo pensar que estou aqui para auxiliar na evolução da Camarilla, demonstrar que os métodos arcaicos não são mais eficientes. Devo ajudar Marie a se erguer e assumir o controle do principado, este que só vê homens em seus tronos..."

    Meu olhar vaga pelas ruas até a chegada ao local do Elísio, seguindo Ulisses de maneira calma e com um olhar atento as decorações do local me dirijo até o local indicado na carta.

    Adentro no grande salão e vendo a grande mesa posta com as cestas de frutas contorço o nariz de maneira tristonha por não poder comer as belas frutas que pareciam todas doces e suculentas. Minha atenção se volta para Ulisses e com um sorriso no rosto falo educadamente.

    - Compreendi caro Ulisses, não, sem nenhuma dúvida com relação ao meu local á mesa.

    Olho para o relógio do mesmo e caminho em direção ao meu lugar sem sentar nele, apoio minha mão esquerda no apoio de pescoço e volto meu olhar para ele.

    - Chegamos na hora certa!

    " Eu gostaria de perguntar para ele sobre os membros notórios de nossa casa aqui, mas não há mais tempo para perguntas, isso me dará a oportunidade de demonstrar meus conhecimentos adquiridos sobre meu clã. Se todos os que são importantes na cidade estarão ao meu lado eu devo acreditar que sou citada como tal?"
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Sab 18 Mar 2017 - 13:41

    Ulisses olhou na sua direção e ensaiou uma breve resposta, todavia o som da porta oposta a qual vocês haviam utilizado para adentrarem o local, se fazia presente. Prontamente o homem se virava para a porta e fazia uma reverência enorme, permanecendo com os olhos no chão e uma postura totalmente submissa. Ele sentia a chegada dela, antes mesmo que ela realmente adentrasse o Elísio. E assim ocorria, Ela chegava com passos lentos e precisos, com uma postura perfeita e uma presença autoritária. Todos seus encontros com ela resultavam na mesma impressão: Ela havia nascido para ser gigantesca.

    -Boa Noite.

    Dizia Marie de Medici que vestia um belíssimo terno feminino, a anciã que ocupava o maior de todos os cargos da Camarilla da região caminhava na direção da mesa e apenas com um gesto breve da mão esquerda, dispensava a presença de Ulisses. O vassalo prontamente obedecia a ordem e saia sem tirar os olhos do chão e também sem virar-se de costas, e somente quando ele saia e deixava vocês duas sozinhas a mulher voltava a falar.

    -Esta noite será importante para o teu aprendizado, jovem Gabrielle. Mas antes disso eu preciso que você tenha algo em mente, o propósito dessa reunião é simples e direto: Preciso de aliados para me tornar Príncipe de todo o nosso território. E isso me colocará diretamente contra os Ulfilia e vários outros...

    Com seus poderosos olhos azuis ela lia cada pequena reação da sua face ou seu corpo, havia muito em comum entre ela e a Rainha de Berlim, mas a principal diferença era a gana que cobria todas as ações de Marie, ela não tinha o que a Rainha de Berlim tem e almejava isso com todas as forças que possuía, forças essas que eram surrealmente sobrenaturais.
    O Arauto:
    Marie di Medici
    Imagem:

    Conhecimento Popular:
    Geração: 6ª
    Senhor: Gaius Marcellus
    Informações: Arauto de Florença. Responsável pela fundação da Camarilla na região e herdeira de uma fortuna gigantesca, sendo uma parente mortal da famosa família Medici. A antiga e poderosa anciã foi escolhida pelo Circulo Interno para representar a coroa de Florença na região e gerenciar as famílias antigas enraizadas no local. Uma líder impecável, forte e de força inabalável, Marie se apresenta como a maior força dentro da Camarilla, rivalizando com o próprio Príncipe de Florença.
    Roupas:
    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Sab 18 Mar 2017 - 14:21

    Me viro de maneira calma ao ouvir o som da porta, meus olhos se voltam brevemente para Ulisses, aquilo queria disser que Marie estava vindo, arrumo levemente o terno e mantenho-me mais reta.

    Logo sua presença se faz no local, minha atenção era focada unicamente para ela, não lhe encarava diretamente, após ela me saudar inclino meu corpo para frente com a mão esquerda em meu peito, e o braço direto curvado enquanto me abaixo lentamente deixando o joelho flexionado ao ponto de descer 5 centimilímetros e depois subir novamente.

    " Sua presença é única!"

    Fico em silencio a vendo realizar o gesto após a saudação, permaneço assim até que seja iniciado o dialogo, em meio as palavras da Arauto coloco minhas mãos para trás e demonstro em pequenos gestos que estava a pensar sobre tudo ali, só após o fim das palavras dela que inicio as minhas de maneira calma e segura.

    - Boa noite e é uma honra estar ao seu lado Vossa Eminencia. Compreendo tais palavras, estava a imaginar que cedo ou tarde isso iria ocorrer, já possuímos duas famílias ao seu lado, o que indica que para cada aliança que fizermos uma outra família se manifestara contra caso sejam rivais por de baixo dos falsos sorrisos. Me esforçarei ao máximo para passar uma imagem limpa e segura para com seus aliados e os membros convidados para este evento.

    Fecho os olhos de maneira calma com um leve sorriso no rosto, sem me exaltar ao ponto de parecer uma menina, inclino levemente minha cabeça para o lado abrindo os olhos e após voltando a manter minha postura anterior.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Seg 20 Mar 2017 - 19:33

    -Fico feliz em ouvir isso, Senhorita Pugliese. Todavia, irei alertá-la de imediato, será necessário que a tua humanidade me auxilie durante a reunião inicial. Iremos começar nossas conversas com a família Verrochio e eles são fieis defensores dos caminhos e da ética humanista a qual você também compartilha e segue. Infelizmente para o Caminho dos Reis a ótica humana dos fatos sofre e é deposta de sua devida importância, eles irão usá-la para me contrapor e eu precisarei da tua sensibilidade. Agora, peço para que sente-se diretamente ao meu lado esquerdo. Estamos apenas a aguardar a Primogena Ventrue para darmos inicio as reuniões dessa noite.

    Dizia o Arauto que já se encaminhava para a cadeira principal e sentava-se na mesma sem muitas cerimônias. Ela se apresentava com bastante calma e se comunicava contigo de modo direito e preciso, deixando sempre explícito a superioridade mas em hipótese alguma, minimizando-a como uma vassala ou qualquer tipo de posição ofensiva de inferioridade. Para ela a hierarquia era uma moral santificada e digna de orgulho.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Seg 20 Mar 2017 - 21:22

    Ouço as palavras de Marie com atenção e calma, não fico sorrindo igual fazia antes de me aprofundar nos conhecimentos de minha casa, no fundo eu estava radiantemente feliz com minha conduta e grata por tudo que aprendi até o momento.

    Mas ao termino da frase da Arauto meus olhos se arregalaram de maneira natural ao saber que me sentaria do lado dela, em questões de segundo ela mudou todo o cronograma e as coisas que estava pensando em fazer, minha postura relaxa por alguns instantes e me volto para a cadeira a esquerda dela sentando apenas após ela já estar acomodada.

    " Ai meu Deus...isso não estava nos planos, será que é um teste ou ela viu algo que não vi, será que depois dessa família eu irei para meu lugar destinado inicialmente? Respira Gabrielle, se controla, lembre-se de Viktoria e Heide!"

    Me sento ao lado de Marie e me arrumo na cadeira, viro levemente o rosto e volto a falar calmamente.

    - Agradeço Vossa confiança. Admiro o caminho que segue, compreendo que este percurso requer sacrifícios, mas age de forma racional, como um verdadeiro Rei deve ser...

    Faço uma pequena pausa e coloco minhas mãos em cima da mesa entrelaçando os dedos com os dedões da mão fechando-os, deixando o interior da mão livre.

    - Vossa Eminencia está e deve ser sobre a humanidade, sua razão e vontade devem estar acima disso, para que assim possa julgar e compreender seu domínio e aqueles que nele residem. Sou uma jovem de coração bondoso e reconheço isso, mas diante de sua presença e para sempre quando meus serviços forem solicitados usarei de meu bom-senso para os conselhos que virão. Desejo a prosperidade para Vossa Eminencia, nossa casa e seita!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Qua 22 Mar 2017 - 15:36

    A figura de máxima liderança da Camarilla local não lhe respondeu verbalmente, apenas com um breve movimento com a cabeça ela demonstrava que havia compreendido a sua fala e positivamente agradecia suas palavras. Ainda de pé a poderosa anciã de sangue potente caminhou então até a cadeira central, ao seu lado e se sentou ali pacientemente a aguardar. Poucos instantes se passaram, o silêncio nem sequer teve seu tempo necessário para se estabelecer, a porta pela qual você tinha passado anteriormente se abria novamente e imediatamente seus olhos reconheciam a figura de Lorena Pontarelli, a Primogênita Ventrue e prole de Marie. De estatura pequena e sempre muito bem vestida, a anciã líder dos patrícios locais sorria ao acompanhar o homem que atendia pelo nome de Angelo Verrochio. O velho italiano carregava um rosa vermelha em seu terno e demonstrava uma expressão bastante calma e tranquila, fazendo uma reverência ao deparar-se com a presença de Marie. Atrás dos dois, vinha a mulher conhecida como Salomè Verrochio, eram esses dois os líderes de uma das tradicionais famílias locais. Salomè parecia ter sido abraçada muito jovem, talvez mais jovem do que você mesma tinha sido e isso ficava bem claro na face inocente e doce que ela exibia.

    -Boa noite, meus caros Verrochio. Por favor, tomem seus lugares para que possamos dar inicio a nossa reunião de urgência.

    Lorena contornava a mesa para sentar-se em seu devido lugar, sempre a direita de Marie. A relação entre as duas era definida pelo mais profundo respeito e a troca de olhares das duas dizia isso a qualquer um sensível o suficiente para notar. Os membros da família Verrochio então se sentavam à esquerda e o Patriarca dizia:

    -Boa noite a Senhoritas e especialmente a Vossa Eminencia, Lady Medici. Permita-me adiantar-lhe que nosso posicionamento aqui é de total confiança e aliança, desejamos o fortalecimento da Camarilla e compreendemos suas decisões.

    Salomè prontamente se pronunciava.

    -Todavia, nossa preocupação é como a Camarilla local irá lidar com os dramas mortais. Sabemos que muitos sofrem a séculos com as ações pervertidas dos membros virulentos das famílias sujas que os devora e os trata como gado. Sem uma humanidade segura e saudável, não há arte e sem arte não há o nosso apoio.

    Npcs:

    Lorena Pontarelli:
    Angelo Verrochio:
    Salomè Verrochio:
    avatar
    Miac

    Mensagens : 468
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Miac em Qua 22 Mar 2017 - 21:57

    Permaneço em minha posição com um leve sorriso no rosto agradecendo silenciosamente, ao ouvir a porta se abrir me levanto calmamente me virando para os membros que ali adentravam. Com um leve gesto inclino-me para frente saudando os convidados.

    Observo há todos mas minha atenção se voltava para Lorena, era uma mulher de classe, igualmente retirada dos filmes, mas sem delongas aguardo a Arauto se sentar para que assim eu pudesse fazer o mesmo.

    " Ai meu Deus! Ah Salomé me parece um homem...sem nenhum preconceito mas nunca conheci ninguém pessoalmente assim. É diferente..."

    Ao ouvir o Patriarca da família Verrochio solto um sorriso limpo com os olhos a brilhar de alegria, aquele homem era elegante e educado, aquela rosa lhe dava um ar especial, alguém apreciador das coisas vivas da vida. Volto minha atenção para Salomè e fico um pouco seria e sem falar nada movimento a cabeça positivamente com um sim, prestando total atenção nas coisas ditas.

    - Vossa Eminencia Marie e Vossa Excelência Lorena se me permitem!

    Falo calmamente para Marie e Lorena com a mesma postura respeitosa, e após a confirmação me volto para a família Verrochio, apoio uma mão na outra e volto a falar de maneira contente em italiano, assim gesticulando com as mãos.

    - É uma honra finalmente lhes conhecer Signore Angelo Verrochio e Signorina Salomè Verochio, sou Gabriele Pugliese, prole da Senhora Heidi Adam Ismar. Me alegra muito em saber desta preocupação que sua família tem. É por este motivo que estou aqui, nenhum humano deveria ser tratado desta maneira ou intenção. Ainda somos poucos e creio que com a ajuda de vocês possamos traçar um plano e realiza-lo para que possamos mudar essa situação triste na cidade.

    Faço uma pequena pausa para que anotar a reação dos presentes ali em minha cabeça e volto a falar.

    - Podemos juntamente com Vossa Eminencia e com a Camarilla verificar a possibilidade de um registro de todos os humanos que tendem a trabalhar para cainitas, assim, conseguiríamos um controle sobre estes números e de tempos em tempos realizar uma reunião ou evento a modo de conversarmos com eles para saber como estão sendo tratados. Mas caso já tenham algo em mente eu gostaria muito de ouvi-las.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato I - O Caminho da Nobreza

    Mensagem por Danto em Sex 24 Mar 2017 - 21:02

    O Patriarca da família Toreador cerra o cenho em uma reação similar a uma torcida de nariz ao que ouvia você dizer, Lorena se ajeitava na cadeira e ajustava o terno. Pelo visto você tinha tocado em algum assunto delicado para as tradições Cainitas, todavia, Marie e Salomè não reagiam de maneira negativa. Enquanto o Arauto não demonstrava nenhuma reação, Salomè parecia ter gostado muito do que havia ouvido de sua boca.

    -Eu sinceramente não vejo como isso poderia funcionar, é dever dos Senhores olhar e censurar seus Vassalos. Acredito entretanto que possamos trabalhar com algumas limitações e controle demográfico desses Vassalos...

    Dizia o Patriarca que era imediatamente interrompido por Salomè, a jovem andrógena falava com empolgação e idealismo.

    -É de fato uma ideia excelente minha cara! Tem meu apoio e já me disponho a trabalhar contigo para que isso se torne uma realidade para nós, os humanos aqui foram submetidos a enormes abusos e ainda são, tratados como gados ou simples reprodutores para a geração de proles perfeitas ou servos acéfalos.

      Data/hora atual: Ter 22 Ago 2017 - 15:44