WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Compartilhe
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 6/4/2017, 17:27

    Elísio de San Gimignano:
    Closet:
    Local: San Gimignano, Galeria Gagliardi, Elísio.
    Data: 15 de Abril de 2016: A Segunda Reunião

    Você saia da sala de reunião ao lado de Lorena. Mas ao contrário de você, a anciã apenas virou-se e saiu da sala, sem demonstrar tanta formalidade assim. E Marie nem sequer se preocupava a atentar a saída de vocês, ela parecia pensativa e distante naquele momento.

    Enfim, vocês duas caminhavam lado a lado, Lorena seguia puxando-a pela mão e conduzindo o breve caminho que vocês traçavam no interior do Elísio, até adentrarem um closet na área reservada a Marie. As portas do local eram marcadas pelo brasão da família Medici e seguidas pelas marcações do título de arauto. Lorena adentrava as portas e com naturalidade começava a escolher as roupas.

    -Aqui termos liberdade total e descrição necessária. Só pessoas autorizadas por Marie podem adentrar, logo, são pouquíssimas... Escolha algo moderno, informal e bonito. Vamos encontrar uma pessoa diferente, bem despojada. Você é boa com gírias?

    Indagava a mulher enquanto mexia nas roupas, tirando um conjunto específico e verificando se as peças a serviam, colocando-as sobre o corpo de frente ao espelho e sorrindo ao ver o resultado.

    Roupa escolhida por Lorena:
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 6/4/2017, 19:43

    Não me importei em não ser percebida por minha retirada, até mesmo gostei da informalidade e até mesmo confiança me dada para isso, se assim eu pudesse chamar tudo aquilo. Meus passos ao lado de Lorena eram do mesmo ritmo, ainda estava um pouco envergonhada com aquilo, só que agora mais leve.

    Chego no local destinado ao closet exclusivo de Marie e aperto levemente a mão de Lorena, pensava que utilizaríamos um que fosse de Ulisses e não diretamente da Arauto, mas sou conduzida para dentro sem nenhum esforço de minha parte quando Lorena solta minha mão eu dou um leve giro olhando de maneira contente aquele imenso closet.

    " Nossa esse lugar é um sonho! Ulisses deve sentir um orgulho sem igual ao entrar aqui..."

    Vou até a cadeira e a viro para o espelho olhando para Lorena enquanto a mesma falava e escolhia suas roupas, ao termino da escolha dela sorrio de maneira natural e bato as mãos de maneira leve , minha voz soava calma e confortável com tudo aquilo enquanto me levantava e começava a olhar as peças.

    - Compreendo Vossa Excelência, a posição que Sua Eminencia deseja é de grande valor e agora mais do que nunca ela deve e tem que se manter cautelosa com novas aproximações de membros. E infelizmente sim...até mesmo chamei o Ulisses de gato e ele não entendeu nada! Mas foi com todo o respeito e sem pretensões.

    Termino com uma risada leve, cubro minha boca com a mão e olho para Lorena com os olhos complemente abertos e brilhantes, logo escolho meu conjunto e me olho no espelho fazendo algumas posições, com caras e bocas imagino algumas situações em minha cabeça para me adequar a roupa antes de usa-lá.

    Roupa escolhida com os acessórios.:
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 7/4/2017, 16:02

    -Por favor querida, me chama por Lorena quando estivermos em particular!

    Respondia quase que de imediato a anciã que depositava as roupas sobre a bancada central do closet enquanto soltava uma risada descontraída em reação a sua história, para aos poucos começar a despir-se sem nenhuma cerimonia ou vergonha, começando pela parte superior do terno que usava, revelando o tronco nu e uma pele muito branca e pálida.

    -Ulisses é um homem realmente bonito, lembro de ser perdidamente apaixonada por ele em minha juventude, tivemos nossos momentos. Mas não era apropriado, sabíamos disso e aproveitamos o máximo que pudemos... Sabe?!

    Ela então seguia a despir-se até ficar totalmente nua e começar a vestir o novo jogo de roupas que havia sido escolhido pela própria anciã. Com bastante naturalidade ela comentava:

    -A nossa reunião será com a matriarca Francesco... O que você sabe deles?!
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 7/4/2017, 17:38

    Um sorriso radiante brotava em meu rosto ao ouvir a primeira frase de Lorena, eu lhe olho nu do torso para cima e fico a lhe observar por alguns instantes, ela tinha a aparência de uma mulher madura, seu corpo era magro na medida certa e o tom pálido de sua pele lhe dava uma luz diferente, acho lindo aquilo.

    " Ela é muito linda mesmo, é tão fofa, simpática e elegante como só ela poderia ser!"

    Começo a retirar também a parte de cima de minha roupa, mas ao contrario de Lorena eu ainda não tinha toda essa confiança e por esse motivo cobria meus seios com o antebraço direito, mas minha surpresa era tanta com a revelação dela que coloco a mão esquerda na boca com os olhos arregalados de curiosidade e falo de uma maneira até mesmo intima.

    - Não acredito nisso Lorena, você e Ulisses...meu Deus menina! Desculpe pelo menina, saiu sem querer.

    Fico um pouco envergonhada e começo a vestir a parte de cima de minha roupa e volto a falar de maneira feliz.

    -Eu posso até imaginar vocês dois juntos! Ai que casal mais fofo! Que bom que puderam ter um ao outro mesmo que por pouco tempo, o amor é algo único e não deve ser retirado de nossos corações ou reprimido.

    Continuando a me despir do restante da roupa e depois colocar as novas que escolhi eu a olho de uma maneira pensativa.

    - Uhm...Francesco...Senhora Letizia di Francesco! Ela é a matriarca dessa família, e sei que voltou para cá a pedido direto da Camarilla, em partes isso é algo bom já que Sua Eminencia lhe deu um voto de confiança, mas em si essa é uma família que não me agrada muito Lorena, pelo fato deles estarem tão ligados com a igreja, sabe religião é algo complexo aos meus olhos, talvez eu esteja errada, mas por outro lado eu admiro o fato deles sempre escolherem uma mulher como representante, me lembra algo materno e carinhoso! São inimigos declarados da Família Ulfillia e Giovannis, tudo bem um clã desejar se estabilizar, mas foi com muito sangue envolvido, sinto que o ódio é latente entre eles ainda...podem ser aliados valiosos e inimigos extraordinários.

    A tristeza pairava sobre meu rosto, era triste imaginar que por poder uma família fosse tão castigada assim, onde apenas o nome era maior que a própria vida em si.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 7/4/2017, 22:09

    -Você se desculpa demais querida, tente ser mais confiante. Não foi nada demais, estamos só nós duas aqui... Podemos nos dar ao luxo de sermos sinceras, ninguém é polido e educado o tempo todo!

    Vestida apenas com a calça escura, ainda com o tronco nu e sem nenhuma vergonha disso a anciã de pele alva soltava a própria camisa sobre o móvel central e andava na sua direção, sorrindo.

    -Amor? Bem você tem razão, é um sentimento especial. Mas eu nunca amei o Ulisses, nós eramos jovens e nossa carne cheia de desejos. Ele me fazia mulher e eu o fazia homem, simples. Nada disso de amor não querida! Vai me dizer que nunca teve isso? Afinal és jovem e na flor de sua idade!

    Parando bem perto de você ela analisava seus traços e seu corpo, para então botão uma mão na sua cintura, subindo pela sua lateral lentamente, a mão fria dela tocava no seu braço que ainda encobria os seus seios e o puxava para baixo lentamente, para falar com calma.

    -A Matriarca dos Francesco é uma incógnita. Não sabemos exatamente qual peça vamos ter que mover para conquistar a aliança dela, por isso temos que remover as formalidades e investigar a situação no campo dela. Se nos mantivermos no nosso, a distancia nunca será separada e podermos sair como inimigos... Não é esse o objetivo, entende?
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 7/4/2017, 23:03

    - Ainda é um pouco diferente de quando eu era mortal, o respeito e as formalidades que tenho que seguir, mas sempre fui assim, mais passiva e até mesmo educada de mais. Estou melhorando a cada noite, pode não parecer, mas estou bem mais confiante se formos ver meu eu do passado.

    Falo em tom normal arrumando as roupas, em cima da cadeira que antes estava sentada, me viro para Lorena de uma forma curiosa, e meus olhos demonstravam minha surpresa, inclino levemente o corpo para trás colocando a mão esquerda no rosto com um sorriso natural.

    " Nossa, não sabia que ela era tão aberta com esse assunto assim, ou talvez eu que seja muita quadrada para essas coisas, nem mesmo consegui notar nenhum homem depois de meu abraço..."

    - Nossa...eu não imaginava que era apenas casual, sempre fui mais passiva Lorena, eu sentia sim desejo por alguns homens, sabe, se tinha as características que me atraiam eu até olhava, mas só, nunca tive a coragem para tentar algo a mais, mesmo que por uma noite ou ocasião que fosse. E depois que tive o "beijo" eu não senti isso por ninguém...na verdade não tive tempo de pensar sobre, fiquei mais focada em estudar e entender meu novo mundo...

    Meu corpo enrije-se com o toque dela, não de uma maneira tímida ou desgostosa com a situação, fico reta e deixo que minha mão seja abaixada, olho para a mão dela enquanto essa descia com meu braço e pela primeira vez lhe olho diretamente nos olhos, minha cabeça balança duas vezes positivamente de maneira sutil colocando as duas mãos em sua cintura, fico quase que na ponta dos pés já que ela era mais alta, minha fala era suave e baixa.

    " Seu toque é gélido, só que tão delicado, faz tempo que não tenho essa intimidade com alguém...só que é diferente, é um jeito diferente de me tocar, sinto como se tivesse borboletas em meu estomago, não sei ao certo o que é, uma mistura de admiração e até mesmo vontade de toca-lá mais, ouvi-lá falar mais nesse mesmo tom e poder retribuir cada gesto, não é como estar com um homem é algo mais delicado e agradável, mesmo sendo meio estranho para mim...e se ela não gostar? Será que ela pode se ofender de alguma forma?"

    - Entendo. Não temos relatos sobre á época em que ela ficou com os anarquistas, se realmente ficou com eles, e nesse tempo que fiquei aqui ela me pareceu mais reservada não deixando seu nome circular por ai de maneira aberta. Esse não é o momento de ser passiva, não é!

    Termino minha fala com um largo sorriso.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 8/4/2017, 15:57

    Lorena mantinha um pequeno sorriso na face, apenas seus lábios expressavam esse sorriso suave e discreto. Ela calmamente abaixava a tua mão e olhava o seu corpo, analisando suas curvas e os pequenos detalhes, sem nenhuma vergonha ela subia a mão pelas suas costas e a trazia para mais perto, olhando direto nos seus olhos e com a mão livre, ela tocava com a ponta do dedo a ponta do seu mamilo direito, empurrando-o suavemente para cima.

    -Você está certa querida, não é hora de ser passiva. E descubra um jeito para libertar essa torrente de sentimentos e desejos. Se você apenas guardá-los eles sairão e saiba que as torrentes de exceções de sentimentos são expressadas pela sua besta... Essa foi a mais valiosa lição que aprendi com Marie. Extravase e sacie-se, o quanto for necessário, pois quando lhe for requisitado o máximo de pudor e controle, tu não podes ter esqueletos em demasia em teu armário... E agora eu lhe deixo uma dica, o corpo cainita é dotado de uma resistência sobrenatural, podemos nos deliciar por horas e horas afinco. Experimente um dia...

    Em seguida ela soltava o seu corpo e lhe dava um breve beijo na testa, libertando o sorriso preso nos lábios e comentando.

    -A Matriarca precisará ver a sua sensualidade, a sua modernidade e a tua face mais sincera. Lembre-se precisamos jogar o jogo dela, Marie não ficará presente por muito tempo e eu sinceramente não sei o ocorrerá após a saída dela... Estaremos à improvisar, você está confortável o suficiente para isso?
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 8/4/2017, 16:49

    Mordo de maneira sutil meu lábio inferior e solto um sorriso demonstrando minha excitação, era um brilho diferente, ardente e puramente carnal, limpo e sincero ao mesmo tempo. Já com os corpos muito mais próximos subo minhas mãos lentamente pelas laterais do corpo de Lorena, encosto minha cabeça sutilmente em seu peito e falo de maneira baixa com minha respiração um pouco acelerada.

    " É como sentir o calor do sol novamente em minha pele, me sinto muito mais quente, na minha cabeça eu sei que não preciso mais respirar, mas meu corpo não responde a esses pensamentos, é bom e me faz sentir viva...muito obrigado Katerina por me proporcionar isso, todos os tutores e até mesmo os conselhos estão me ajudando a me entender melhor"

    - Não os guardarei mais...horas e horas, uhm...!

    Fecho os olhos ao sentir o beijo em minha testa e inclino meu corpo um pouco para frente com as mãos se segurando nas costas, fico indo e vindo na ponta dos pés com o rosto inclinado para a direita e os cabelos que cobriam parte de meus olhos e boca, falo de uma maneira mais intima.

    - Não me batendo de verdade, o que vier é uma nova experiencia. E espero que ela goste de mim assim...mesmo sendo o jogo dela as regras são minhas!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 9/4/2017, 19:52

    Lorena não recuava diante o seu toque, mantendo apenas o mesmo sorriso ela simplesmente se virava e voltava onde havia deixado o restante da roupa e enquanto se vestia, de maneira bastante natural, a mulher comentava.

    -Bom, acredito que já tomamos tempo de mais. Gostei dessa mordida nos lábios, use-a com a Matriarca como uma ferramenta de provocação... E escute a voz da experiência, tire alguma noite para se descobrir. É melhor que você saiba seus limites e fraquezas do que seus inimigos saibam e acredite, há formas de saber tudo sobre uma pessoa.

    Ela enfim se arrumava por completo, de maneira simples e aguardava você também se arrumar, olhando descaradamente para o seu corpo e de certa forma, admirando o mesmo. Quando você finalmente estava pronta ela sorria e chegava até você, tomando seu braço e já se direcionando à saída.

    -Está pronta? Tem alguma questão? É sua última chance eim! Saindo daquela porta temos que colocar nossas facetas de novo e jogar um jogo perigoso e estranho.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 9/4/2017, 20:34

    Me viro para pegar as novas roupas e por fim vesti-las, minha atenção se voltava entre me ver no espelho e as palavras de Lorena, já não me incomodava mais ser observada e até mesmo estava gostando daquilo, lhe olhava de maneira calma e sorria a cada vez de maneira discreta, nos preparativos finais eu falo de maneira calma.

    - Farei assim que tiver oportunidade. Imagino que quando se esta na posição que se está as artimanhas sejam mais pesadas...por hora eu terei que me contentar com a teoria. Em breve eu irei fazer isso, já que deu até calor.

    Sorrio de maneira agradável e dou uma volta por completo, olho novamente no espelho, estava mais seria e procurando as respostas para as questões feitas anteriormente,levantava a cabeça e tentava enxergar em meus próprios olhos quais eram meus limites e minhas fraquezas.

    " Não me senti diferente com o que acabei de fazer, muito menos diminuída femininamente, sinto que para alcançar aquilo que desejo eu devo primeiramente me entender, assim poderei entender os demais e poder lhes ajudar quando for necessário. "


    Me viro para Lorena apoiando de maneira sutil a testa no ombro e depois voltando ao normal, a observava pelo espelho e voltava a falar.

    - Estou pronta. Nenhuma com relação a mim. Apenas voltando a questão, onde Vossa Eminencia irá?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 11/4/2017, 11:27

    Lorena notava que você finalmente ficava pronta e chegando por de trás de ti, tomava teu braço com leveza e sorria de maneira leve, ajeitando seu cabelo com a outra mão e em silêncio ela apenas tomava a liberdade de conduzir você de volta a sala de reunião do Elísio. Vocês duas caminhavam lado a lado e ao adentrarem o Elísio já notavam uma clara diferença, a mesa da reunião com os Verrochio ainda estava ali, todavia, uma espécie de sala havia sido preparada ao fundo do local, sobre o pequeno palco. Havia um sofá charmoso e a frente desse duas poltronas confortáveis e elegantes. A figura de Marie já não estava mais presente e nesse momento Lorena falou bem baixinho:

    -Minha Senhora está em uma reunião separada com o outro líder da família. O Senhor Omero, eu ficarei contigo apenas durante as apresentações e depois irei me retirar...

    Logo em seguida, Lorena se encaminhou contigo até a sala improvisada sobre o palco, olhando os móveis e sentando-se em uma das poltronas com bastante calma e conforto. Quase que imediatamente após ela se sentar, a porta do salão de reuniões do Elísio se abria novamente e uma linda mulher de cabelos loiros adentrava o local. Usando uma calça de tecido fino e preto de cintura alta, um blazer da mesma tonalidade, todavia o blazer estava totalmente aberto o que revelava o tronco daquela lindíssima mulher, um top preto também se fazia presente e seus olhos também encontravam vários detalhes modernos, como os brincos, os vários anéis pelas mãos e o cabelo curtíssimo, com dois tons diferentes de cores. Havia uma leve maquiagem para cobrir a palidez natural de um antigo, era estranho e ao mesmo tempo admirável ver o quão fascinada aquela anciã poderia ser com a modernidade. Com um sorriso largo ela se direcionava a vocês:

    -Boa noite queridas! Desculpem o atraso, tive que fazer as apresentações entre Omero e Marie. Meu irmão é um querido, só que ele saí do museu mas o museu não sai dele! Impressionante! E veja só temos uma face nova aqui Lorena!

    A anciã Ventrue sorria de maneira simpática e dizia:

    -Letízia, essa é Gabrielle. Gabrielle essa é Letízia di Francesco, matriarca da família. Venha, sente-se aqui conosco Letizia... Eu não poderei ficar muito tempo, é uma pena, mas acredito que você e a jovem Gabrielle possam conversar tranquilamente sobre o assunto, não é?

    Letizia se aproxima a passos largos, escolhendo saltar sobre o palco ao invés de usar as escadas e andando até se sentar no sofá e cruzar as pernas. Olhando diretamente para você a matriarca diz:

    -Claro, fique tranquila eu cuidarei bem dessa jovem. Pode ir resolver seus outros problemas, sei que vocês estão correndo atrás para garantir a paz dessa região, é louvável e eu não serei um estorvo... Não por hora...

    O tom descontraído e brincalhão de Letizia te pegava de surpresa, principalmente o final da frase dela que poderia ser considerado uma ameaça, mas era feito com um piscar singelo de olhos o que transformava uma possível ameaça em uma brincadeira. Lorena sorria e prontamente se colocava de pé e se despedia de Letizia com um beijo no rosto, para então fazer o mesmo contigo e finalmente se retirar, deixando apenas vocês duas naquele enorme e luxuoso ambiente.
    Objetos e npcs em cena:
    Sofá e Poltronas:

    Letizia di Francesco:
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 11/4/2017, 12:08

    Sentindo meu cabelo ser ajeitado simplesmente sorrio agradecendo o gesto, me deixo ser conduzida novamente até o sala onde a reunião anterior foi feita, olho para o que seria uma ala isolada aos fundo e inclino minha cabeça para mais perto de Lorena para lhe ouvir melhor e aceno positivamente com a cabeça.

    " De fato a desconfiança com Letízia é algo que preocupa os Lasombras, ou pelo visto todas as famílias aqui tem mais de um representante, Salóme e agora Omero. Só que compreendo ela não estava aqui quando essa família passou por momentos difíceis e agora que a Camarilla lhe convocou a desconfiança é muito maior. Afinal Marie é a figura imponente responsável por isso."

    Vejo os moveis ali e passo a mão calmamente na madeira do sofá e me sento no mesmo cruzando as pernas, as poltronas me pareciam um local destinado a pessoas com um maior status já que ninguém estaria ao seu lado, mas logo olho para a entrada do local e me levanto com calma, sorrio de maneira natural vendo a Matriarca Di Francesco chegar.

    Observo a mulher que caminhava em nossa direção com atenção, suas roupas, joias, cabelo e a maquiagem demonstravam uma mulher realmente moderna e com uma autoconfiança sem igual. Só que meus olhos prestavam mais atenção no estilo de se usar aquele blazer, com aquele top, realmente era de uma sexualidade e confiança incríveis.


    " Nossa, ela é realmente muito bonita e confiante em si mesma, agora compreendo perfeitamente o do por quê trocarmos de roupa, se eu estivesse com aquele terno ser até difícil iniciar uma conversa. Se moldar aos eventos que irei, tenho que me atentar sempre a isso daqui em frente!"

    Permaneço em silencio enquanto Di Francesco e Lorena falam, apenas sorrindo e acenando com a cabeça quando sou mencionada, sorrio para a maneira que a mulher chegava naquele "palco", não como um deboche ou de forma ofensiva e sim de uma maneira descontraída. Ainda de pé faço uma leve reverencia para Lorena quando a mesma se retira para assim poder me sentar no sofá, sento de lado com as pernas cruzadas e minha atenção voltada para Letízia eu falo de maneira calma com um sorriso naturalmente contente.

    - É uma honra poder lhe conhecer Senhora Di Francesco, se me permite e lhe garanto que não é bajulação, adorei o seu corte de cabelo e o modo que utilizou o contrastes das cores, ficou muito bonito com o conjunto e o top.


    " Ela me parece mais extrovertida, só que ainda sim tem um jeito dominador em suas palavras, pode ter sido apenas uma brincadeira por parte dela, mas isso lhe monstra um pouco de sua personalidade, devo deixa-lá dar o primeiro sinal que se interessou por mim e agir em cima disso"
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 11/4/2017, 17:47

    Agora dentro daquele enorme salão e sobre o "palco", estavam você e a matriarca da família Lasombra local. Sentadas no mesmo sofá a uma proximidade notável e considerável. A loira descruzava as pernas e virava para olhar na sua direção, apoiando a parte inferior das costas no pequeno braço do sofá e deixando uma perna dobrada sobre o mesmo enquanto a outra se apoiava com leveza no chão.

    -Gostou mesmo?! Obrigada! Eu passei muitos anos com o mesmo corte, sei que tenho que enfrentar um enorme trabalho para cortar e tingir no começo de toda a noite, mas faço com bastante animação sempre. Alias, eu vou te chamar de Gabi e você me chamará por Letízia. Tá?!

    Dizia a anciã, agora apoiando o braço esquerdo nas costas do sofá, o que a fazia exibir praticamente o tronco inteiro para seus olhos, nesse instante você notava que ela não estava a lhe seduzir, ela estava simplesmente a vontade na sua frente e era natural, por ser uma linda mulher, as ações delas soarem como uma constante sedução.

    -Vamos Gabi, me convença. Porque eu devo brincar de casinha com vocês?!
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 11/4/2017, 18:54

    Minha postura relaxava ao ouvir que poderia parar com a cordialidade, mesmo que fosse uma ação simples era sempre melhor esperar a autorização do que deduzir por si mesma e acabar com tudo. Falo com naturalidade e de maneira calma.

    - De verdade mesmo, achei lindo. Realmente deve ser um grande esforço realizar tal tarefa todas as noites ao acordar, o resultado é compreendido logo, como eu diria, você está um arraso mulher! E pode me chamar de Gabi sim Letízia, as vezes é bom quebrarmos um pouco as formalidades e ver quem são de verdade aqueles que estão a nossa volta.

    Apoio meu braço acima do encosto do sofá na parte de madeira me virando por completo para ver Letízia, nunca a encarando diretamente nos olhos, sorrio de uma maneira descontraída vendo a natureza sedutora dela.

    " Existem varias maneiras de dominar, ela utiliza da sedução ao seu favor, mesmo que seja algo fora de malicias é como se ela sempre e sempre testaste as pessoas que lhe rodeiam, devo tomar cuidado com isso, alguém assim não gostaria de alguém muito fácil e tão pouco muito difícil, ela quer algo sincero...e atual."

    Meu olhar mesmo que involuntário reparam no busco da matriarca, só que me vejo a notar mais o desenho de seu pescoço, aquele top lhe comprimia o colo o que me dava a leve impressão de ressaltar os desenhos de seu pescoço e peito expostos.

    Respiro de maneira calma e mordo o lábio inferior com uma expressão pensativa.

    - De um modo natural você é uma mulher sedutora Letízia, eu uma simples criança que deseja se conhecer da melhor maneira que conseguir. Deve encontrar diversas como eu por ai, mas que tenham malicia em suas ações, no momento não procuramos amores, desejamos nós saciar, testar nossos limites e ver para qual lado nossos corações tentem a balançar.Se for bom continuamos com aquilo que nós agrada. Não é uma questão de convencer e sim conquistar.

    Meu olhar era sincero e de maneira lenta e calma minha mão caminhava até o braço dela para que no fim das minhas palavras a ponta de meu dedo encostasse nós dela.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 13/4/2017, 18:29

    -Então... me conquiste.

    Respondia imediatamente a mulher que estava a sua frente, a voz dela saia com gentileza mas era imposta com voracidade, chegando a pegar você desprevenida. Não era normal receber uma resposta tão forte de modo tão instantâneo, a Matriarca buscava olhar no seus olhos e desenhava um sorriso estranho na face, um sorriso que fazia seu corpo inteiro tremer. Se seu coração fosse capaz de bater, ele estaria agora a se desesperar em uma injeção absurda de adrenalina. Era um sorriso malicioso e um olhar sedutor, até mesmo convidativo. E em silêncio ela aguardava a sua reação.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 13/4/2017, 19:45

    Realmente aquelas palavras me pegaram de surpresa, fico imoveu com cara de paisagem por alguns instantes, estava processando aquilo ali, foi tão direto que parecia que meu cérebro se recusava a raciocinar direito .

    " Uhm? Ela disse aquilo mesmo!...ai meu Deus o que faço agora? Acalme-se Gabriele, você deve mostrar sua verdadeira face e sensualidade, já que moderna ela tá vendo que eu sou."

    Da mesma forma que inicio meus pensamentos os mesmos se vão, minha mão que já estava a tocar a ponta dos dedos da matriarca agora ficavam sobre sua mão, pisco os dois olhos de forma lenta virando meu rosto levemente para o lado, sem perder o foco nela, era um olhar mais confiante, sensual e provocativo.

    Mordo a ponta direita do lábio inferior, a ponta dos dedos da minha mão direita deslizavam pelo meu pescoço, avanço lentamente para cima dela, como um felino faz ao atacar, meio inclinado e com os olhos fixos nos dela. Minha mão direita agora tocava de maneira firme o pescoço dela mas sem lhe machucar enquanto minha mão direita deslizava pelo seu braço até encontrar seu delicado rosto e ali repousando, minha face parava a poucos centímetros da dela, meus olhos brilhavam e minha respiração era lenta, fazendo um som baixo de satisfação.

    " Agora já não tem volta!"

    Avanço em direção a orelha da mesma, lhe dando um leve beijo abaixo dela, mordisco sua hélice levemente, e falando de forma baixa e pausada

    - LE-TÍ-ZIA!

    Minha mão que estava em seu rosto desliza até a boca dela fazendo o desenho de sua boca com a ponta dos meus dedos, me posiciono quase que sentada no colo dela lambendo seu batom que agora estava em meus dedos enquanto eu a olhava inclinando minhas costas para trás.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 14/4/2017, 12:57

    -Uma tentativa curiosa...

    Responde a Matriarca que apenas observava todas as suas ações com o mesmo sorriso sedutor na face, mas após terminar a frase ela fecha o rosto em uma expressão mais séria. Ela então levava a mão esquerda ao encontro do seu pescoço, para logo depois exibir uma força surreal! Era como se ela fosse capaz de mover montanhas com uma só mão! Primeiro ela fixava os pés não chão e agarrava seu pescoço, para numa só ação, colocar-se de pé e mantê-la pendendo no ar. Ela não te machucava, mas deixava bem claro que se desejasse ela teria partido ali o seu pescoço em dois. Em seguida, ela calmamente colocava os seus pés no chão e dava um beijo em sua testa.

    -Olhe bem para mim, decore o meu rosto. Eu sou a sua primeira falha, você irá sofrer por isso eu sei. Eu não sinto pena, mas eu recomendo que você pegue as suas malas e vá embora, porque a próxima vez que a minha mão segurar o teu pescoço, será para ceifar a tua vida... Eu não vim aqui para ser tocada por uma neófita, não confunda nunca mais sensualidade com sexo. Sua inocência não tem espaço aqui e ela me é enfadonha. Agora, sente-se e mergulhe na sua própria falha. Pois eu não irei ser uma aliada de vocês e o sangue irá sim escorrer, fuja antes que ele suja a tua mão garotinha.

    A Matriarca então simplesmente se virava e saia andando do local, sem sequer parar para te ouvir ou fazer mais qualquer ação, ela ia embora, passava pela porta e a deixava agora sozinha dentro daquela enorme e luxuosa sala. Você havia falhado e a vergonha escalava ferozmente em seu corpo.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 15/4/2017, 12:34

    Respondo o sorriso da mesma forma, mas algo saiu errado, minha expressão ficava mais seria e quando senti sua mão em meu pescoço a me suspender, o medo e a insegurança tomavam meu corpo, minhas mãos seguravam o braço dela na tentativa de me apoiar mas de maneira em vão, eu era fraca fisicamente.

    " Por favor me solta...me solta!"

    Era unica coisa que vinha em minha cabeça, com os olhos marejados por causa do mesmo eu me mantinha imoveu olhando a matriarca, meus olhos estavam arregalados e minha mão esquerda em meu pescoço enquanto meu braço direito abraçava minha cintura. Me sento como ordenado, por puro medo de se não o fazer ser pega novamente daquele jeito, me encolho no sofá abraçando meus próprios joelhos e tentando segurar o choro.

    " É culpa minha...ela vai matar muitas pessoas por quê eu falhei, fui uma idiota em ter aceitado isso, não sou assim, não sou sensual e muito menos desse jeito...me forcei a algo que não era e agora isso irá gerar mortes, não...não...não...não quero ser culpada por isso, não por isso!"
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 16/4/2017, 16:51


    Sentada sozinha no interior daquela enorme e grandiosa sala, um local onde grandes eventos ocorriam e os maiores bailes da cidade ocorriam. Era de fato um local destinado a memoráveis situações, a sua tristeza e seu choro contigo eram para você a sua primeira e dolorosa falha, algo que ficara eternizado dentro da sua mente, algo que ocorria por ironia do destino, naquele poderoso e famoso salão.

    A sua solidão se postergou por um longo tempo, mas o tempo era algo fugidio que lhe era complexo demais agora para ser prontamente compreendido. Todavia, todo sofrimento tinha que ser intercalado por pequenos respiros e o som da porta se abrindo foi o seu primeiro suspirar. Quem entrava era Ulisses, gentilmente o vassalo de Marie chegava até você. Estendendo-lhe um lenço e com uma voz suave, o homem diz:

    -Gabrielle, me escute por favor. Fui designado a levá-la de volta a sua residência, acredito que hoje teus serviços se darão por encerrado, todavia, eu ainda estou aqui para olhar por ti. Por isso, diga-me quando estiveres pronta e eu a levarei onde desejares...
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 16/4/2017, 19:06

    Não era normal o sentimento de incapacidade que sentia, era um peso maior, eu já fui incapaz de realizar algumas coisas em minha "vida" mas agora era diferente, era como estar em um mar negro, mergulhando mais e mais fundo, era frio e solitário, mesmo esses sentimentos sendo apenas coisas de minha cabeça, agarro com firmeza em meus joelhos e ali permanecia imóvel, indefesa, conseguia ver com clareza o rosto de Letízia, sensual, porém, estava distante agora, abaixando a cabeça em silencio eu me fecho nesse mundo.

    " Será que eu deveria desistir de tudo mesmo?...algumas coisas em nossa vida é tão cruel e devastadora que nós faz repensar sobre nosso caminho, quando começou e para onde estamos indo! Foram minhas ações ou meu intimo que me deixou assim? Me sinto culpada pelo sangue que nem ao menos caiu, me sinto culpada pela tristeza que esta por vir..."

    Com os olhos fechados fico me imaginando no meio de tudo, mas o silencio e partes do que penso se quebravam com o som da porta que abria. Levanto minha cabeça de maneira lenta, meus cabelos cobriam meu rosto e podia ver Ulisses e assim abaixava novamente a cabeça e segurava mais forte meus joelhos me encolhendo um pouco mais.

    Lhe ouvia sem conseguir olhar para ele, pego o lenço meio tremula, e limpo meu rosto, não queria que ele me visse assim, quando ele terminava coloco o lenço na boca e lhe abraço de maneira forte, a voz soava baixa e com medo, era medo de mim mesma.

    - Só me dê mais cinco minutos...e-eu, estou me sentindo péssima, só preciso de um tempo e estarei pronta, vocês são uns amores, vamos ficar bem, todos vamos!

    Forçava um sorriso na voz ao final da frase, mas um soluço pulsa em meu peito, aperto ainda mais Ulisses em meus braços desejando que ele e nem ninguém se machucasse por minha culpa e começava a chorar como quando descobri que não poderia mais ver meu pai ou mãe.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 18/4/2017, 11:37

    Foi dentro daquele delicado momento de tristeza e fraqueza que uma simples ação de Ulisses a pegou desprevenida, o vassalo do Arauto de Florença, gentilmente se desvencilhou parcialmente do seu abraço para em seguida pegá-la no colo. Carregando-a para uma das saídas laterais, os passos dele eram rápidos,bem mais rápidos do que qualquer humano era capaz de dar. Ele também evitava que qualquer outra pessoa, seja ela vassala ou não, pudessem repousar seus olhos sobre você naquele instante.

    De maneira ágil o mesmo chegava a um estacionamento exclusivo dentro da propriedade do Elísio, lá havia apenas um carro, Ulisses então abria a porta do mesmo, demonstrando também uma força acima do normal para mantê-la erguida como uma princesa, para enfim colocá-la no banco do carona, fechar a porta e dar a volta, enfim sentando-se atrás do volante. Esse não era o mesmo carro que o homem havia utilizado no começo da noite, era um carro pessoal, isso ficava fácil de se notar por causa do cheiro de eucalipto que vinha de uma arvore miniatura pendurada no vidro interno central.

    -Me avise quando estiver melhor, infelizmente eu não poderia deixá-la exposta aos olhos de terceiros.

    Ulisses abria o porta luvas, o qual era abarrotado de papéis e aparelhos telefônicos descartáveis. Para de lá tirar uma caixa de lenços, entregando à você.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 18/4/2017, 16:02

    Não ofereci qualquer resistência, sutilmente apoiei minha cabeça em seu peito e ali permaneci, abraçada e frágil, conseguia sentir o mesmo se deslocar de maneira rápida, as coisas se moverem a minha volta e o cuidado que aquele homem demonstrava em ter no caminho. Ali eu percebia que de algum modo eu estava protegida e que tinha feito a escolha certa.

    " Você realmente não é mais um humano, fisicamente o sangue cainita lhe nutre agora, é mais forte e intelectualmente superior aos demais. Ainda sim demonstra essa empatia que é linda e acolhedora, fico feliz que seja assim Ulisses e peço a Deus que Marie e todo seu sangue sejam eternizados por tamanha bondade..."

    Não estava confusa, só que ao me colocar no banco do carro minhas mãos deslizaram calmamente pelos braços dele, eu o olhava de baixo para cima, meus olhos ainda estavam úmidos, aperto o lenço que já estava em minhas mãos agora com força e viro meu rosto enquanto olhava para o nada.

    " Eles me protegem e ao mesmo tempo insistem que eu continue em meu caminho, não existe preço e muito menos modos de um dia poder retribuir isso, no fim sou privilegiada de ter todos eles ao meu lado."

    Respiro fundo olhando para a arvore artificial com cheiro de eucalipto e pego a caixa de lenços e limpo meu rosto com calma, me viro para olhar Ulisses e de maneira gentil lhe dou um beijo demorado no rosto e falo com um leve e tímido sorriso no rosto.

    - Por vezes me pego a pensar que eu deveria proteger você e a todos, só que agradeço a Deus por perceber que as vezes é o contrario, obrigado por cuidarem de mim, nunca mude Ulisses, é um homem de verdade, gentil, doce e determinado em suas ações...você é um fofo!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 19/4/2017, 16:38

    Ulisses não sabia reagir com muita clareza aos seus movimentos, o homem ajeitava o próprio terno e respirava fundo, ajeitando-se na própria cadeira atrás do voltante do veículo. Em seguida ele levava os olhos na sua direção e passando os dedos pelos seus cabelos, tirando as meches que escondiam a sua face, colocando-as para trás de sua orelha.

    -Eu vi muitas quedas ao longo dos meus anos, nenhuma delas escapou do mesmo destino que hoje lhe pune com tanta severidade. E lá eu sempre estive por elas e hoje eu estou aqui por ti, não precisa se preocupar em me proteger, essa é a minha função. Encontre tua força e cresça, isso me fará feliz... Certo Gabrielle?

    A pergunta era feita apenas quando os olhos dele encontravam com os seus, ele estava ali por você para ser seu porto seguro dentro daquela tempestade que havia virado a sua moral e a sua vida naquele momento. E ele não pedia por nada além do seu sucesso.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 493
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Miac em 19/4/2017, 21:51

    " Que inveja boa que estou tendo da Marie, ele é um achado no mundo! Agora entendo por que Lorena o desejou por um tempo, é incrível como ele consegue mudar tudo, e seu jeito serio de ficar sem graça...você é lindo de mais Ulisses, também deve ser muito difícil para você sempre ver essas coisas...!"

    - Own Ulisses!

    Com um sorriso largo no rosto confirmo que sim com a cabeça o olhando diretamente nos olhos, mudo meu semblante na hora para um ar feliz e contente, aquele homem sabia como elevar o animo de uma mulher, como uma menina eu bato na ponta do nariz dele com meu dedo indicador e falo de uma maneira descontraída.

    - Ainda estou triste por ter falhado comigo mesmo, mas você me faz rever as coisas. Se continuar a me tratar assim vou pedir para Marie que me empreste você, e vou lhe forçar a ficar falando essas coisas lindas por horas...ei seu lindo, se um dia precisar de alguma coisa não exite em me procurar vou mover o mundo para te ver bem!

    Mudo o tom da minha fala para algo mais serio no final, eu realmente desejava o bem de Ulisses, ele merecia coisas boas por ser essa pessoa incrível que era, por fim me ajeito no banco olhando para o porta luvas e aponto para o mesmo enquanto me viro novamente para Ulisses e falo agora de uma maneira normal.

    - Pode me emprestar um? Quero mandar uma mensagem para o Jô, vocês deveriam se conhecer um dia, ele é um amor de pessoa, e com relação a onde eu quero ir...gostaria de ver a Salomè Verrochio, tenho que voltar ao trabalho e ocupar um pouco a cabeça com outras coisas, tudo ao seu tempo né!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2944
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato II - Entre Os Grandiosos

    Mensagem por Danto em 20/4/2017, 12:43

    O experiente vassalo demonstrava mais uma vez uma certa dificuldade em acompanhar as suas ações, ele reagia com um sorriso acanhado ao toque no nariz e em seguida fazia um sinal de positivo, dando a você a permissão para pegar um dos celulares, posteriormente, o homem ligava o veículo e já o colocava em movimento.

    -Fico grato por você ser uma jovem com uma personalidade mais delicada, lembro-me de Lorena na sua idade e sinceramente, ela não entendia o significado de limite ou pudor. Enfim, fique a vontade Gabrielle, use qualquer um deles. Irei levá-la até a Salomè, certamente ela estará no ateliê dela...

    Comentava o homem que agora dirigia o carro sem muita pressa e bastante atenção a via e ao transito. Era curioso ouvir como Ulisses se referia ao passado da anciã que hoje era a Primogenita do clã Ventrue da região, afinal, o quão antigo era esse homem? E o quão íntimos realmente foram Ulisses e Lorena?!

      Data/hora atual: 20/10/2017, 01:07