WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Ato IX - Até Logo, parte II

    Compartilhe
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Jess em 9/7/2017, 18:36

    Ali abraçada debaixo da água com Eva, Pietra não precisava olhar para sua musa para entende-la, amava Evangeline pelo simples ato de amar, amava-a porque seu coração o pedia e com o tempo cada pequeno gesto dela foi incorporado no grande amor que sentia por esta.

    – Se isso lhe ajuda acho que deveria fazer Bela, mas não se preocupe estás aprendendo a amar de forma mais solta. Leva tempo para se desprender da velha forma, e logo teremos a mente ocupada com a mudança então os pensamentos ciumentos vão desaparecer.

    Deixando-se ficar ali Pietra beijou de leve os lábios de Eva, era um beijo suave a carinhoso, um beijo que demonstrava todo o querer da italiana pela francesa, as palavras ali sussurradas trouxeram um sorriso amoroso aos lábios da italiana, apertando sua musa em seus braços Pietra para responde-la em francês.

    – Evangeline Bousilier! Eu nunca vou te abandonar, fazer isso me destruiria mia belezza! Então não se preocupe eu sempre estarei em seus braços.

    Concordando com um aceno ao fim do banho, Pietra riu ao ver Eva correr primeiro para sair do box, enxugando-se com cuidado a italiana enrolou uma das toalhas em seu cabelo enquanto observava com cuidado sua musa se secar.

    “Eu ficaria cinza no momento que a abandonasse, não posso fazer isso! Ela é meu suspiro de vida e seria terrível perde-la.”

    Se enrolando na toalha para ir se vestir em seu próprio quarto, Pietra concordou com um breve aceno ao incentivo de Eva.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Danto em 9/7/2017, 21:25

    Evangeline nada mais disse, apenas contentou-se em beijar os lábios de Pietra e sorrir. Para então gentilmente tocar-lhe as costas em um incentivo ao "vamos logo", rapidamente ela buscou por uma sapatilha enquanto a italiana retornava ao próprio quarto.

    Não tardou para que Pietra chegasse ao seu quarto e lá encontrasse a ansiosa figura de Alfonsus, o enorme homem andava de um lado para o outro e esfregava as mãos. Uma postura seguida de ações que carregavam uma nostalgia inesperada aos olhos de Pietra, era sempre assim que o gigante ficava quando as ultimas horas da estadia dele em Roma chegavam! O homem sorriu para sua amada e seguiu a esperar por Eva. Assim que ela chegava o homem dizia enquanto Pietra realizava a ação de vestir-se novamente:

    -Vamos!


    Imagens referênciais:
    O Coração Dourado:
    Quarto de Alfonsus:
    Local: Berlim, Auguststraße.  
    Data: 20 de Março de 2002: A Última Noite.

    Não havia porque fazer maiores delongas, assim os três cainitas seguiam até o carro do italiano para finalmente tomarem a direção ao antigo "lado ocidental" da cidade de Berlim. Dessa vez, o carro adentrava a garagem do hotel e estacionava em uma vaga previamente separada e destinada ao mesmo. O percurso feito foi deveras rápido, Alfonsus cantarolava uma suave melodia que encantava os ouvidos de Evangeline, mas que tinham um charmoso significado à Pietra: Ele estava realmente compondo algo!

    Enfim, vocês saiam do veículo e tomavam o elevador para o terceiro andar. Havia um notório alívio no elevador, o quadro trágico de um girassol apodrecido já não habitava mais o ambiente, no local do quadro havia apenas o espelho e nada além disso. As portas do elevador se abriam e a figura de Francesco os recebia:

    -Boa noite Alfonsus! Vejo que trouxe louváveis companhias, uma excelente noite as senhoritas!

    O homem trocava um abraço com Alfie e enquanto o gigante seguia ao quarto, Francesco aproximava-se de Pietra, fazendo uma reverência galanteadora e tomando a mão esquerda da mesma, depositando nela um beijo.

    -Boa noite senhorita Rafaldini! Será uma honra servi-la aqui em Berlim!

    Em seguida, o talentoso vassalo ia à Evangeline e prontamente a abraçava, era claramente algo que os dois já haviam combinado!

    -Minha inspiração, Eva! Bem vinda, seus brincos foram encontrados! Mas devo dizer que o estado da sua calça é deplorável, sinto muito.

    Dizia o homem em francês. Eva adorando o tratamento, respondia:

    -Ah sim, obrigada por achá-los querido! E veja só, foi o desajuizado do Alfonsus que avariou minha calça favorita! Por isso vim de vestido, alias, o que achou dele?

    Indagava a francesa, fazendo um breve girar a frente de Francesco. O homem batia algumas palmas em forma de elogio e a respondia:

    -Tão lindo quanto teus olhos!

    A voz de Alfonsus então ecoava pelo corredor, ele parecia obviamente apressado mas se esforçava para não soar mal educado ou inconveniente.

    -Eva... você o terá todas as noites, por favor...

    Evangeline sorria e beijava a face de Francesco, despedindo-se do mesmo e correndo para dentro do quarto 304.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Jess em 9/7/2017, 21:57

    Terminando de se enxugar e vendo sua musa e amada, Pietra sorria com carinho, a beleza de Eva era magnifica e a italiana nunca se cansava de observa-la com amor, respondendo com um beijo atirado ao incentivo de Eva, a italiana não demorou a chegar em seu quarto.

    A figura ansiosa de Alfonsus a fez rir com carinho, depois de tantos anos o gigante ainda agia como se estivesse em Roma pronto para se despedir a qualquer instante, rindo com isso Pietra andou até o closet indo escolher uma roupa para se vestir.

    Modelo da roupa:

    “ Alfie não mudou nada, como era t0riste ve-lo tão ansioso. Dessa vez quando ele voltar, não precisará mais partir. “

    Sem demoras ou explicações os três cainitas seguiram para o carro de Alfonsus, a breve viagem até o hotel foi feita em silencio, salvo pelo cantarolar do gigante indicando para a italiana que ele estava compondo algo.

    “A música dele voltou! Isso é maravilhoso!”

    Um suspiro aliviado foi solto por Pietra ao entrar no elevador simples com espelhos ao invez do quadro, apertando de leve o braço de seu amado gigante, Pietra não conseguiu conter o sorriso ao ser recebida pela figura de Francesco.

    – Ah mio amato, será muito bom te-lo sobre meus cuidados! Já pensei em varias telas e esculturas para criar ao seu lado. Então por favor não se canse de nós mio Francesco!

    Comentava a italiana ao simplesmente abraçar seu querido amigo após o belo e galenteador beijo deste, rindo com a intimidade de Francesco e Eva, Pietra tomou as mãos do homem beijando-as com carinho quando Alfonsus as chamou.

    – Conversamos mais amanhã mio amato.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Danto em 10/7/2017, 00:16

    -Será uma maravilha! A vejo amanha senhorita Rafaldini, até breve!

    Despedia-se a gentil e educado vassalo que outrora servira o próprio Elonzo e agora parecia funcionar como um grande amigo de Alfonsus. Enfim, os três cainitas estavam naquele quarto luxuoso de tons exóticos e uma mobília reposta, o gigante estava sentado na cama e olhando as próprias mãos. Eva já estava ao lado do mesmo, com uma mão em seu ombro.

    -Fico aliviado por já ter caído em torpor por longos anos, porque eu tenho certeza que se já não o tivesse feito... Eu não acordaria amanha... Sei que é um drama, deveria me silenciar e apenas aproveitar a chance que tenho, mas há o anseio de lhes contar tudo! Absolutamente tudo!

    Evangeline olhava na direção de Pietra, com um sorriso confiante na face a loira tomava uma das mãos de Alfonsus e apertando-a com as próprias mãos ela murmurou:

    -Alfie, nós entendemos o que você sente. É medo... não há nenhuma vergonha em sentir medo da ideia de nos deixar. Eu me lembro perfeitamente a sensação que foi acordar a primeira noite em minha prisão em Paris, sem saber o que havia acontecido com Pietra! Sem saber o que iria acontecer comigo! É algo que eu nunca precisei compartilhar, porque graças a intervenção de Melinda, nós nunca mais precisamos sentir medo... Mas naquelas noites, eu só conseguia sentir essa dor inexplicável em minha garganta, minhas mãos tremiam constantemente e minhas presas pareciam incapaz de sumirem. Ficavam expostas, apavoradas e prontas para me defender de um possível executor... O pânico só diminuiu quando pelos corredores eu vi a chegada de um homem. De cabelos castanhos escuros, vários cachos e uma barba perfeitamente alinha. Ele não usava nada além de um manto escuro, faltavam-lhe a coroa, o cetro e toda a pompa que o Imortal Rei da França, Villon, costumava carregar e exibir com orgulho.

    Eva fazia uma breve pausa, apenas para olhar no fundo dos olhos de Pietra. Era uma informação nova, inesperada e gigantesca! E antes de qualquer pergunta, ela retomava a fala:

    -Ele se aproximou das barras, buscou minha face com os olhos e disse que sentia muito que as disputas entre os próprios filhos poderiam ter causado tamanho desespero e sofrimentos. Villon se disse cansado, mas prometeu fazer algo para recompensar o que o próprio vitae dele havia causado... Ele prometeu a mim que quando eu fosse forte o suficiente, eu deveria retornar à Paris ao lado de meu amor e viver a felicidade que aquela cidade outrora havia nos proporcionado. Assim ele se despediu com a promessa de que haveria um lugar para mim na minha cidade! E foi tomar as providencias para me libertar e permitir a nossa fuga da cidade... Afirmando que nosso destino seria em Madrid! Entendes o que eu digo Alfie? Eu sei que você tem medo querido, mas eu prometo. Há um lugar para ti nessa cidade! Eu não sou Villon, sequer tenho a metade de sua força! Mas eu irei mover céus e montanhas se o Senhor não voltar na data prevista!

    O homem olhava embasbacado para tudo que Evangeline havia dito. Para enfim respirar fundo e concordar positivamente com a cabeça, levantando-se para começar a tirar a camisa. Enquanto a dobrava ele afirmava com calma:

    -Você tem razão Eva... Eu estava apavorado, mas eu confio em suas palavras com a minha vida!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Jess em 10/7/2017, 14:05

    Se despedindo de Francesco com um sorriso, Pietra adentrou no quarto para suspirar diante da bela decoração do quarto, exótica é bem arrumada a italiana sorriu em aprovação. Mas seus olhos observaram curiosa as reações de seu gigante.

    " Ele ainda tem medo, ah mio amato eu não lhe culpo. Não posso culpar seu medo, eu também estaria.

    Andando para perto de seus dois amores, parando a frente de Alfonsus a italiana escutou atentamente as palavras de Eva, a estranha revelação sobre Villon a fez sorrir com carinho.

    " Então ele nos ajudou mais do que eu sabia!"

    Com carinho Pietra tomou as mãos de Alfonsus, colocando-as sobre suas faces a italiana sorria ao fim das palavras de sua musa.

    - Eu gostava do grande Villon, ele foi um bom homem, mas caiu sobre o peso da obsessão que sentia por Violetta, no fim isso foi sua queda. Olhe para nós duas Alfie, olhe para nossos corações e neles tu encontrará a vontade de ama-lo! Neles encontrarás nosso amor por você. Não tenha medo, quando voltares estaremos aqui a te esperar. Faço das palavras de Eva as minhas, se te atrasares colocarei toda a Espada de Berlim a sua procura!

    Comentava a italiana ao beijar de leve os lábios de seu amado.

    - Podemos te pedir uma camisa emprestada para dormir? Porque eu não trouxe um pijama e eu adoraria usar uma camisa sua!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Danto em 10/7/2017, 20:44

    -A Espada inteira!

    Afirmava Evangeline, reforçando a ideia que as palavras de Pietra buscavam alcançar, enquanto os italianos presentes no quarto trocavam um breve e amoroso beijo. Alfonsus então fazia uma pequena caminhada em direção ao armário, virando-se antes de chegar até o mesmo para olhar as duas mulheres e exibir um confiante sorriso.

    -É melhor eu voltar bem rápido então não é mesmo!?

    O tom mais debochado demonstrava que enfim, um conforto havia sido alcançado para que o coração do gigante não mais demonstrasse inseguranças. Eva cruzava as pernas e olhava o quarto, parando os olhos no Cello que agora repousava sobre o sofá do quarto. Alfonsus abria enfim as portas do armário e removia de dentro do mesmo, duas camisas.

    -Nenhuma de vocês lembrou de trazer pijamas! Espero que essas camisas resolvam, devem ficar um pouco largas...

    Eva se divertia em dizer:

    -Vai ser quase um vestido pra Pita, nosso girassol é baixinho!

    Alfonsus disfarçava a vontade de rir, mas não escondia o sorriso na face. Assim ele se aproximava, vestindo apenas a calça e as meias, para entregar à Pietra duas camisas para que ela pudesse escolher uma delas.

    Camisas de Alfonsus:
    Primeira Opção:
    Segunda Opção:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Jess em 10/7/2017, 21:33

    O beijo suave e apaixonado arrancou um suspiro de Pietra, a cainita riu diante da ênfase de sua amada concordando com um aceno positivo a Eva, sentando-se na cama ao lado de Eva a italiana começou a se despir, tirando os sapatos e meias primeiro.

    – Não seria nada seguro você se atrasar Alfie. Melinda não é conhecida por sua paciência com atrasos! Não é mesmo Bela?!

    Comentava Pietra de forma brincalhona, a pequena amostra de bom humor de Alfonsus era um sinal de que seu coração havia encontrado paz diante de seu medo, que as duvidas já não o atrapalhariam em sua missão.

    Rindo diante da brincadeira sobre o pijama, Pietra claramente escolheu a bela camisa azulada que fora estendida, tirando a própria camisa e sutiã a italiana vestiu a roupa de Alfonsus mostrando a língua para os dois grandes cainitas ali.

    – Seus bobos! Eu tenho o plano maligno de roubar essa camisa! Mas como sou boa, deixo você copiar Bela!

    Sem esperar por respostas a italiana Abraçou o corpo de Alfonsus sorrindo de forma carinhosa para seu amado gigante.

    “ Vamos te esperar Alfonsus, seu lugar já está guardado e é ao nosso lado meu amor.”
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Danto em 10/7/2017, 22:23

    -Ela não sabe mesmo! Fica possessa!

    Brincava Evangeline de maneira bastante divertida, concordando com Pietra sobre a ausência de paciência da Regente do Sabá. Então houve uma pequena oportunidade para todos se despirem sem muita pressa, Eva removia o cinto do vestido para então livrar-se totalmente do mesmo. Adorando a ideia proposta por Pietra e já vestindo-se com a camisa branca.

    Alfonsus não resistia e soltava algumas gargalhadas ao ouvir o plano maligno de Pietra. Abrindo os braços para segurar a italiana e beijar-lhe a testa com carinho.

    -Um plano realmente muito cruel Pita, mas devo dizer, ficastes magnífica com essa camisa!

    Eva subia na cama e colocava as mãos na cintura, exigindo um pouco de atenção.

    -Ela não é a única tá?!

    Alfonsus ria e concordava positivamente com a cabeça, para soltar o cinto da calça e remover a mesma, ficando apenas com a box escura que usava. Para enfim correr na direção da cama e atacar a francesa, derrubando-a contra o colchão. Ambos caiam em uma gostosa gargalhada.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Jess em 10/7/2017, 22:34

    Rindo com o beijo em sua testa e o elogio a cainita apertou o troco de Alfonsus com carinho para então solta-lo e dar pequenos pulos alegres no mesmo lugar, contente com as brincadeiras Pietra tirou a própria calça para ver Alfonsus pular em cima de Eva e derruba-la na cama.

    – Se continuarmos nessa bagunça Lucinde vai arrancar nossas orelhas!

    Comentava a cainita ao se deitar sobre as costas de Alfonsus e beijar-lhe a nuca com carinho, ainda rindo a cainita abraçou as largas costas de seu gigante fazendo peso contra Eva abaixo deste.

    “ Mal posso esperar para ver Friedrich brincando dessa maneira também! Vou amar morde-lo e provoca-lo.”

    – Então como vai ser a divisão da cama? Alfie no meio e nós duas nas pontas?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Danto em 10/7/2017, 22:41

    -Não queria gritar, mas olha o tamanho desse sujeito que me atacou!

    Respondia Evangeline com a voz abafada pelos corpos dos dois cainitas que agora estavam por cima do dela. Alfonsus ainda ria um pouco e respondia primeiramente a Eva, depois de morder o pescoço da mesma e arrancar dela um gemido baixo.

    -Engraçado... Você não parecia incomodada com o tamanho!

    Eva ria da piada maliciosa da Alfonsus enquanto o homem seguia falando.

    -Acredito que sim, não sei... Não me recordo de já ter dividido a cama com duas mulheres antes!

    A francesa provocava:

    -O gigante tá ficando caduco! Tadinho! A idade chega pra todos né?

    Alfonsus não segurava os risos com a piada, afinal, de fato ele já estava a alcançar uma avançadíssima idade de abraço!

    -E pita, eu gosto do cantinho! Melhor deixar o Alfie no meio, afinal prometemos que iríamos abraça-lo a noite toda! Ou você tá com coisinhas nessa sua cabeça criativa eim?!

    [Ultima ação para o final do ato]
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Jess em 10/7/2017, 23:01

    Rindo com a brincadeira de Eva e Alfonsus, Pietra não fazia questão nenhuma de sair do lugar, havia encontrado um lugar confortável e alegre, mesmo que Eva não concordasse com isso.

    “Acho que ela não ficaria feliz dormindo esmagada. Não que seja uma má ideia, mas não acho que ela gostaria.”

    Enterrando sua cabeça nos ombros de seu gigante a italiana mordia de leve os ombros deste, enquanto ouvia sobre as escolhas dos lados, rindo Pietra balançou a cabeça de forma negativa respondendo sua musa.

    – Voce ama o canto, mas no meio da noite rouba a cama toda! Bom eu gostei da ideia do Alfie no meio, assim podemos ficar abraçadas e deixamos nosso gigante feliz! Afinal somos muito lindas para fazê-lo triste.

    Comentava a italiana ao sair de cima das costas de Alfonsus para deixar que todos ali se ajeitassem.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Ato IX - Até Logo, parte II

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 25/9/2018, 02:59