WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Ato X - Reencontros

    Compartilhe
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 10/7/2017, 23:47


    Local: Berlim, Auguststraße.  
    Data: 21 de Março de 2002: O coração dourado.

    Imagens referenciais:
    O Coração Dourado:
    Quarto de Alfonsus:

    O perfeito final de noite chegou, abraçadas ao homem dormiram as mais lindas mulheres da Espada de Berlim. Um compartilhamento inesquecível de puros sentimentos que não precisavam mais serem ditos, apenas expostos dentro de um silencioso "Boa noite". Os olhos de fecharam e os corpos se aproximaram sobre a cama, a respiração de Pietra era a musica de ninar para os cainitas ali presentes.

    Um suave perfume brincava junto das narinas de Pietra, acordando-a para uma nova noite na cidade alemã. O perfume marcante e cítrico de Alfonsus que solidificava a constatação de de fato, era real! Aquele poderoso ancião que a viu dar os primeiros passos, que cuidou de sua família e foi o mais próximo de uma figura de Senhor que você já teve em toda sua vida. O mesmo dormia tranquilamente dentro do abraço que era dado por Pietra e Evangeline, a loira também irradiava uma poderosa felicidade.

    Aos poucos os olhos da italiana conseguiam observar o quarto por inteiro, notando que havia um pequeno bilhete na mesa central, justaposto há três taças de sangue já preparados para o desjejum. Mas se Francesco havia dormido, quem poderia ter preparado esse pequeno mimo?! Após beijar seus queridos amados que ainda demorariam a acordar, Pietra ia de encontro ao bilhete.

    Mensagem do Bilhete:
    Boa Noite Senhora Rafaldini.

    Peço perdão pela ausência de educação, mas apresento-me diante a vossa eminencia por este bilhete. Ocupo o cargo de primeiro vassalo da Senhora Moineau. Instruído por ela, preparei vossa alimentação. Assim como a dos demais que a acompanham nessa bela noite.

    Também há a necessidade de informar-lhe que estarei a sua disposição, basta usar o interfone do quarto e digitar 401. Tenho que levá-la ao encontro de Francesco que só poderá acordar com a ingestão do vitae cainita.

    Atenciosamente: Gabriel Lefeuvre.

    Terminando a leitura, Pietra era capaz de entender que já havia tido algum tipo de combinado entre Alfonsus e Lucinde a cerca do começo dessa específica noite, afinal, seria a italiana a responsável pelo despertar de Francesco e isso já daria inicio a laço de sangue entre ela e o antigo aprendiz de Elonzo. Assim como a lembrava que pela ordem natural das coisas, Lucinde não demoraria pra se levantar da cama!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 11/7/2017, 00:18

    O sono chegou de maneira cálida e suave, ali abraçada a Alfonsus e Eva a italiana se entregou aos dons de Morfeus sem nenhum medo ou agonia, um sorriso suave marcou os lábios de Pietra durante todo o dia que ali permaneceu.

    Os olhos castanhos se abriram devagar, conforme o perfume cítrico e suave de Alfonsus invadiam as narinas de Pietra, ali a cainita sorriu feliz ao ver seus dois amores adormecidos, a suavidade das expressões de seu gigante e a felicidade exultante de Eva derramaram uma lagrima dos olhos da cainita.

    “Um presente antes da despedida. O tempo vai passar e vai nos juntar novamente, até lá me lembrarei desse despertar com carinho e amor.”

    Passando os olhos pelo quarto a cainita ficou surpresa pelo recado em cima da mesa central, levantando-se com cuidado para não acordar seus amados a italiana se vestiu para ir até a mesa.

    Lendo o breve bilhete Pietra sorriu com os cuidados ali cedidos, terminando de se arrumar a italiana bebericou de sua taça alimentando-se sem nenhuma presa, logo Lucinde estaria acordada e já era tempo de acordar Francesco, confirmando o suave laço de sangue que aos poucos seria criado com o querido amigo de um passado antigo.

    Andando com cuidado até o interfone digitando o número indicado por Gabriel no educado bilhete. Assim que fosse atendida a italiana diria por fim.

    - Buonanotte Gabriel.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 11/7/2017, 08:55

    -Buonanotte signora Rafaldini.

    Afirmava a polida e jovial voz masculina que vinha do outro lado da linha do telefone interno do quarto que era localizado ao lado do abajur mais próximo a poltrona, posteriormente a voz retomava a fala, usando entretanto um fluente francês.

    -Madame Moineau realmente estava certa sobre o vosso cedíssimo despertar, uma fascinante característica! Signora, estou a terminar as preparações para o desjejum de Francesco, existe algo que possa ainda fazer por ti?! Ah sim claro, o quarto dele é o 405. A encontro na saída do elevador em cinco minutos? Até breve.

    Assim a conversa foi feita, com um tom formal mas não totalmente velado por uma etiqueta distante ou fria, Gabriel soava como um jovem de alma viva e vibrante, mas usava da etiqueta esperada para alguém acostumado a servir um patrício exigente. Pietra enfim aguardou os instantes indicados pelo vassalo de Lucinde para adentrar o elevador e surpreender-se com o que via no andar superior.

    A figura jovem de um rapaz de olhos azuis claros e um cabelo levemente avermelhado, a presença de algumas sardas encaixavam junto de uma barba ainda fina, para formar uma linda face masculina eternizada na flor de sua idade. Esse trazia consigo um carrinho de médio porte muito bem equipado e moderno, incluindo até mesmo uma máquina de expresso e várias opções de frutas, geleias e as famosas conservas de morango francesas.

    -Olá! Perdoe-me a indelicadeza mas a madame havia me dito sobre vossa beleza, mas Signora Rafaldini, és dona de uma beleza inefável!

    Assim o jovem aproximava-se de Pietra, para gentilmente tomar sua mão esquerda e beijá-la com carinho e educação. Para enfim sorrir e indicar o caminho breve pelo corredor, para abrir a porta e permitir que a italiana adentrasse primeiro. Assim ambos adentravam o quarto de Francesco, era notório o estado de sono profundo do italiano ali deitado, coberto e com um protetor para os olhos, inclusive usando tampões nos ouvidos.

    -O sono de Francesco é similar ao dos membros, mas não exatamente igual. Ele ainda pode acordar para ir ao banheiro ou ainda pior, pode ser acordado pela iluminação ou os barulhos da rua, por isso tantas precauções...

    Imagens referenciais:
    Gabriel Lefeuvre:

    Roupas:
    Quarto de Francesco:
    Carrinho:
    Carrinho já posicionado dentro do quarto:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 11/7/2017, 11:11

    Um sorriso gentil nasceu nos lábios de Pietra diante daquele cumprimento, a cainita riu diante dos elogios feitos por Gabriel ainda pelo interfone.

    – Ainda estou me acostumando com esse despertar tão cedo mio amato, então não se preocupe muito com isso sim?! Por enquanto não tenho nenhum pedido mio amato, nos encontramos daqui a pouco. Até breve.

    Respondia Pietra antes de desligar o interfone, tomando o cuidado para não fazer barulho demais a italiana deu um breve beijo nas testas de seus amados durante os momentos de espera, Pietra sorria ao ver a felicidade que ambos irradiavam ainda dormindo nos braços um do outro.

    “ Isso daria uma bela tela, tenho que me lembrar de esboçar isso quando tiver tempo e calma. Meus amores.”

    Fazendo o pequeno percurso até o elevador, Pietra não conteve o suspiro ao ver Gabriel pessoalmente no andar superior, sorrindo diante das palavras do jovem a cainita tomou a mão deste para beija-la de forma carinhosa depois do pequeno elogio e cumprimento.

    – Não foi indelicadeza nenhuma, afinal toda mulher gosta de ouvir elogios, quanto mais velha mais se apega a isso mio amato.

    Comentava a italiana em francês, deixando que o rapaz educado a guiasse Pietra escutava atentamente as palavras deste sobre a condição de Francesco, dentro do quarto a italiana sorriu ao ver seu amado amigo adormecido.

    “Lucinde soube escolher bem seu vassalo, Gabriel sabe bem como agradar e não ser polido ao ponto de aparentar descaso.”

    Sorrindo para o jovem ruivo, Pietra se sentou na cama de Francesco com cuidado, tomando cuidadosamente a mão do adormecido a italiana a beijou com carinho antes de voltar seus olhos a Gabriel.

    – Sei que irei tomar esses cuidados, mesmo assim agradeço por ajudar Francesco durante todo esse tempo. Devo ser informada de mais alguma coisa mio amato Gabriel?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 11/7/2017, 11:52

    O toque dos lábios de Pietra na mão de Francesco revelou algo interessante, a temperatura corporal do mesmo era baixa naquele estado de sono profundo, claro que não se aproximava a sensação gélida de um cainita, mas sim de um humano que estava a passear sem camisa por uma chuva fraca. Contudo, ele não reagia como se estivesse a de fato sentir frio.

    -Obrigado pelas palavras gentis Signora Rafaldini, mas eu devo assumir que faço tudo isso por realmente me importar com Francesco. Ele sempre me foi uma espécie de figura paterna, me ajudou com muito em minhas primeiras noites... Bem, recomendo que remova as vendas e os protetores auriculares antes de despertá-lo. Ah sim, ele sempre acorda faminto! E basta apenas uma gota do seu vitae.

    Dizia o jovem ruivo já em movimento pelo quarto, indo até o frigobar para verificar se havia algo ali dentro, sorrindo brevemente e fechando o mesmo, para enfim regressar ao carrinho e dar inicio a preparação da alimentação de Francesco. Uma ação que preenchia o quarto com um maravilhoso perfume de café.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 11/7/2017, 12:14

    O toque gelado, mas vivo de Francesco deixou Pietra curiosa, o vassalo a sua frente era velho o suficiente para ultrapassar seu irmão mais novo em idade, algo de certa forma raro já que os cuidados se revelavam serem delicados.

    – Eu entendo o que dizes mio amato, Francesco é sempre foi um homem de bom coração. Fico feliz que isso tenha se extendido aos que estão ao seu lado.

    Sentindo o cheiro do café invadir o quarto a besta correu para ver o que acontecia na mesa, o cheiro de comida despertava seu lado faminto e ela queria provar aquilo que soltava aquele maravilhoso cheiro, além é claro de sua adorada maçã noturna.

    Rindo com isto a italiana retirou com delicadeza os protetores de ouvidos de Francesco assim como o protetor de seus olhos, com cuidado Pietra abriu seu pulso com as próprias presas para depositar a ferida nos lábios de Francesco.

    – Cesco meu querido, está na hora de levantar.

    Sussurrava Pietra em um tom delicado e baixo, a besta abandonou a mesa do café para correr até a cama e pular nesta incentivando o despertar de Francesco, assim ela poderia claramente comer e experimentar o que fazia aquele delicioso cheiro.

    “ Será que ele consegue ver essa pequena? Se conseguir ela será a coisinha mais feliz e abusada que eu conheço, tenho total certeza disso!”
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 11/7/2017, 12:43

    Gabriel se concentrava agora em preparar a comida, picotando algumas maçãs e iniciando um charmoso processo de flambá-las junto de manteiga e canela. Já organizando um prato bem generoso desse doce ao lado de torradas e pequenas fatias de queijo, assim como já servia um grande copo de suco de laranja, preparando enfim uma bandeja com todos os alimentos.

    Enquanto as ações de Gabriel ocorriam, o vitae de Pietra tocava os lábios de Francesco e era prontamente sorvido pelos lábios do homem. Instintivamente a mão dele buscava por Pietra, segurando com firmeza o pulso da mesma, assim, gradativamente o tato dele ia aquecendo até um ponto saudável. Os olhos do homem enfim se abrem e ele procurava pelos arredores, para ainda sonolento falar no idioma nativo que vocês compartilhavam:

    -Que sonho estranho Alfie... Tive a impressão de ver duas Pietras... Espere!

    O homem ria sozinho da situação, enfim despertando e sentando-se na cama revelando estar vestido com um pijama bem confortável e quente. O homem olha primeiramente para Pietra e em seguida diretamente para a besta da mesma e comentava:

    -Agora entendo precisamente como o encontro entre vocês deu tão certo! Bem, boa noite querida! Espero não ter deixando-a preocupada com o meu estado exótico de sono. Ah sim, Gabriel! Obrigado meu caro!

    Gabriel o respondia em francês:

    -Não há de que! Alias Pietra, desejas algo?

    Francesco:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 11/7/2017, 14:10

    O som do preparo cuidadoso de Gabriel a comida de Francesco fez Pietra sorrir, o vitae escorreu pelos lábios do homem começando a aquece-lo dando-lhe novamente um toque quente, a pressão sobre o pulso da italiana não a assustou em nada.

    A besta sossegou na cama quando Francesco acordou chamando por Alfonsus, ao perceber que o homem a via está não pensou duas vezes em se atirar em seus braços e beijar-lhe inúmeras vezes as faces. Rindo com isso Pietra fechou a ferida de seu pulso.

    – Bom acho que você descobriu meu segredo! Não se preocupe Cesco, eu só achei curioso seu estado de sono, não sabia ao certo o que deveria ocorrer, mas de certa forma é interessante.

    Dando espaço para que sua besta continuasse a abraçar Francesco, Pietra buscou um lugar para se sentar observando com cuidado as ações dos dois vassalos ali.

    “ Até que ponto o sangue potente de Elonzo influenciou os poderes de Francesco? Ele não é um cainita mas tem um grande controle do Auspicios, isso é interessante!”

    Sorrindo ao ouvir a pergunta de Gabriel, Pietra concordou com um aceno breve ao fazer seu pedido.

    – Eu aceitaria um pouco dessa salada de fruta e uma xícara de café com leite bem doce mio amato.

    A besta ouvindo isso mordeu de leve o nariz de Francesco para correr até Pietra sabendo que ganharia sua parte de tudo que a cainita comesse.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 11/7/2017, 14:44

    -Fico feliz em não tê-la...

    A frase de Francesco era interrompida pela efusiva ação da besta de Pietra, a pequena e espevitada criatura se atirava contra Francesco, fazendo-o sorrir com a cena, era claro que o mesmo controlava a vontade de rir para não causar desconforto à Gabriel, já que o mesmo, sequer demonstrava suspeitar da existência da mesma.

    O francês de cabelos ruivos prontamente atendeu ao pedido de Pietra após entregar a bandeja do café à Francesco. E o homem imediatamente colocava-se a comer como se não fizesse essa simples ação a anos! Assim, Gabriel dizia enquanto servia Pietra:

    -Prontinho querida, aqui está o vosso pedido. Permita-me a intromissão, mas eu poderia perguntar a Signora algo de cunho pessoal?

    Francesco provocava o jovem vassalo:

    -Que indelicadeza Gabriel, o que eu lhe disse sobre isso?!

    O jovem balançava as mãos ao vento de maneira nervosa, negando a situação.

    -Por favor, perdoe-me eu me expressei mal! Eu não, er... Não sobre a vossa pessoa Signora Rafaldini, mas sim sobre mim. Ontem ao final da noite Madame me ofereceu o título de prole e eu... não sei exatamente o que pensar a respeito!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 11/7/2017, 15:20

    Um riso tímido escapou de Pietra ao ver a forma que sua besta atacava Francesco, está claramente queria toda a atenção possível de seu adorado amigo e agora vassalo.

    Vendo Gabriel servi-los com tanto cuidado a italiana não pode deixar de rir diante da pequena brincadeira de Francesco com esse, o nervosismo do rapaz apenas acentuou mais ainda a graça da cena. Convidando-o a se sentar Pietra sorriu diante deste com carinho.

    “ Então ela fez a proposta a Gabriel! Fico feliz que ela tenha escutado meu conselho, eles serão tão fofos juntos.”

    Bebericando do café com cuidado e comendo um pouco da salada para então deixa-la em cima da mesinha, Pietra sorriu ao beijar as mãos de Gabriel respondendo-o.

    - Veja mio amato, Lucinde é bem exigente e tenho certeza de que se ela lhe propôs isso é porque ela não tem dúvidas de seus serviços. A grande questão é se você quer ou não. Não acredito que Lucinde o forçaria, então pense com calma sobre.

    Comentava a italiana em francês ao jovem ruivo, a besta aproveitava sua deixa para comer as frutas e beber o café adocicado com felicidade.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 11/7/2017, 16:21

    Gabriel se sentava na poltrona mais próxima da janela, sorrindo simpaticamente ao ter as mãos beijadas pelos lábios de Pietra, o jovem a escutava atentamente. Assim ele fechava os olhos e parecia meditar brevemente no assunto, enquanto o fazia, a italiana podia aproveitar para sentir o doce sabor das frutas da salada de frutas e especialmente, do café. Dessa vez, ela foi capaz de saber exatamente o quanto poderia comer, o que era pouquíssimo, mas ainda era uma experiência fantástica.

    -Sabe, eu prole de Lucinde?! Deus, eu não sei se sou capaz!

    Francesco respondia ao jovem de maneira coesa e direta.

    -Tu nasceu para isso rapaz, aceite teu destino de uma vez por todas. Você é e sempre foi um bom vassalo, mas será um magnífico e essencial Patrício.

    Gabriel concordava com um aceno positivo de cabeça e tomava as mãos de Pietra para retribuir os beijos que havia recebido.

    -Irei agora mesmo esperar pelo acordar dela para dar-lhe a minha resposta positiva! Serei filho de Lucinde! Uau!

    O rapaz se levantava agitado e despedia-se rapidamente dos italianos, para enfim deixá-los a sós. Francesco respirava fundo e finalmente saia da cama, bem mais confortável agora que a fome havia desaparecido, ele se aproximava de Pietra e esticava a mão esquerda para ela:

    -Pita, me dê cá um abraço e me diga querida. É mesmo verdade tudo que eu consigo perceber que finalmente ocorreu? Seus corações enfim se encontraram?!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 11/7/2017, 18:59

    Tendo Gabriel sentado ao seu lado, Pietra soube exatamente quando parar de comer, afinal mesmo que pudesse aquele ato já não lhe pertencia por completo e força-lo mais não lhe faria bem, quem aproveitava isso era a besta que comia tudo o que sua cainita não podia.

    O medo do jovem ruivo fez Pietra sorrir para este, sempre parecia haver o medo de não estar à altura do abraço, era algo de fato preocupante para aqueles que deveriam responder o pequeno impasse, mas a forma como Francesco defendeu Gabriel fez Pietra sorrir e ter certeza de que o medo do jovem era apenas um medo.

    –Fui eu que aconselhei Lucinde a ter uma prole, se ela o escolheu mio amato é porque acredita em você.

    Comentava a italiana durante a pequena despedida do jovem, a besta viu Francesco se levantar e correu para abraça-lo, instantes depois a besta não perdeu tempo para correr até o carrinho para comer as frutas dali, sorrindo para o homem Pietra o abraçou escondendo seu rosto no peito de Francesco com um breve aceno.

    – Nos abrimos um com o outro, o medo foi superado pelo amor e a imagem de irmão ficou para atrás. Isso inclui Eva e Friedrich, eles o aceitaram e meu coração se desprendeu do passado. Estou tão feliz Cesco!

    Encarando os olhos azulados de seu mais velho amigo Pietra sorria com alegria por poder se abrir com o homem sem medo nenhum.

    “Ele foi meu senhor quando Elonzo não cumpriu esse papel, acho que foi um dos pontos que dificultou enxerga-lo da forma que ele queria ser visto, mas agora já não há como ignorar Alfonsus!”
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 11/7/2017, 19:18

    Gabriel deixava o quarto em um estado quase eufórico de felicidade, ofegante o jovem fechava a porta e os passos da corrida dele em direção ao elevador eram fáceis de serem ouvidos pelos velhos amigos que se abraçavam carinhosamente agora no interior do quarto.

    -Fico muitíssimo feliz com essa notícia! Ainda não tive a honra de conhecer Friederich, mas devo admitir que já estou a amar a figura de Eva, curioso que ela me lembra muito Lucinde! Os corações de vocês buscaram por coisas similares, o quão romântico isso não é?!

    Comentava Francesco que beijava a cabeça de Pita, a diferença de altura entre os dois era quase mínima, mas mesmo assim o italiano se mostrava ligeiramente maior. Apertando a amiga no final do abraço, para enfim soltá-la, o empolgado e alegre homem dava um passo para trás e questionava:

    -Pita! Certamente deve se lembrar de mim ainda no auge da minha juventude! Por favor, não seja muito cruel com a resposta, diga-me envelheci bem? Infelizmente a minha decisão de abandonar a vassalagem de Elonzo me custou alguns anos e um pouco do meu vigor físico. Mas por sorte Alfonsus me acolheu e evitou o pior!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 11/7/2017, 20:02

    Rindo feliz em meio ao abraço de Francesco, Pietra ouviu os passos eufóricos de Grabiel se afastar pelo corredor, permanecendo naquele abraço a italiana aproveitava o carinho que sentia e era retribuído pelo antigo amigo.

    – Não se preocupe, tenho certeza de que gostarás de Friedrich, ele é um pouco fechado mas é um bom homem. Sim Lucinde e Eva parecem irmãs, ambas são francesas, loiras e lobinhas em pele de cordeiro, eu as amo profundamente por isso Cesco!.

    Comentava a italiana antes do beijo em sua testa, rindo com isso Pietra deu um leve pulo alegre ao ser solta por Francesco, ouvindo as palavras deste a italiana riu ao dar uma volta completa em torno deste.

    – Eu não sabia que você tinha deixado a vassalagem de Elonzo, não o culpo por isso mio amato. Você envelheceu bem, muito bem eu diria, ganhou o charme dos homens mais velhos e perdeu aquele ar inocente de menino que você tinha. Eu vivia a te mostrar a língua por culpa disso.

    Respondia a italiana com um sorriso suave nos lábios, está apontou para a besta que se divertia em experimentar todo e qualquer quitute que havia na mesa.

    – E você o que acha dessa pequenina gulosa?

    “ Ele não se parece em nada com o jovem que eu conheci, ficou muito mais atraente assim. Espero que Eva se comporte com ele por perto.”
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 11/7/2017, 21:38

    Um sorriso satisfeito estampava a face de Francesco enquanto o mesmo abria os braços e permita ser analisado por Pietra. Alegremente ele fazia uma careta ao lembrar das incontáveis vezes que a italiana o havia provocado no passado.

    -Eu lembro bem dessa história de mostrar a língua! Eu ficava feito um bobo tentando chamar a sua atenção e não dava muito certo, porque eu morria de nervosismos e fazia algo bobo... E lá vinha a famosa língua de Pietra!

    Confortável e contente com a presença da antiga amiga, o homem virava-se para olhar a figura da besta. A pequena expressão de Pietra estava a devorar o segundo pote de salada de frutas, fazendo a ação claramente por gula.

    -É um alívio que ela seja tão doce e divertida, lembro-me quando Alfonsus despertou a dele. Foi exaustivo, porque a criatura era egoísta ao extremo! Como se fosse algo que Alfie havia perdido à séculos! Enfim, ele conseguiu conectar-se e controlá-la, mas a sua se comporta de maneira diferente é como se ela fosse independente de ti. Já pensou em usá-la para executar pequenas tarefas?

    Dizia Francesco com tranquilidade, andando na direção da mesma e ajudando-a a manusear o pote de conversa de morangos que ela enfrentava dificuldade para abrir.

    -É fascinante como o caminho da iluminação pode causar tamanhas modificações. Ainda sinto um pouco de pena por Alfonsus ter regressado a mais pura forma da humanidade, mas é compreensível. Quando os rumores de que você estaria em Berlim cresceram, ele não pode mais seguir onde estávamos e como estávamos... Alias, enquanto a Bash?! Ele já foi informado?!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 11/7/2017, 21:59

    Rindo das palavras de Francesco, Pietra não escondia a felicidade de poder conversar com o italiano em sua língua natal e com tamanha naturalidade, afinal ambos se conheciam muito bem.

    – Voce fazia um rostinho tão fofo e perdido que era inevitável eu mostrar a língua só para ver de novo! Eu senti muita falta disso quando estava em Roma, lá tudo era entediante e chato sem meu Cesco por perto.

    Comentava a italiana ainda rindo de forma suave, escolhendo um lugar para se sentar Pietra escutou atentamente Francesco, o homem charmoso havia estado durante longos anos ao lado de Alfonsus, conhecendo-o muito bem devido a convivência e amizade criadas.

    “ Ele abandonou a iluminação por causa da besta. Entendo os motivos de Alfie, talvez agora ele possa retornar a iluminação, sua besta não seria mais egoísta, seria ela mesma.”

    Concordando com um leve aceno Pietra viu Francesco abrir o pote de morangos para a besta, esta deu pequenos saltinhos alegres antes de tomar o pote das mãos do homem e começar a devorar os morangos dali.

    – Eu andei tentando, a usei como escuta diante da conversa de Alfie e Friedrich, mas digamos que impressões como, ele está com cara de quem chupou limão, e garanto que se ele tivesse uma pera estaria feliz. São bem complexas de se entender fora do contexto, no mais essa pequena parece ter um talento nato para desarmar qualquer um que a veja, o que é um perigo. Embora eu tenha certeza que Madame Guil adorou passar o baile inteiro brincando com ela. Yer me ligou na noite passada, ele vem pro natal! Mal posso esperar Cesco! Quero tanto abraça-lo!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 12/7/2017, 07:57

    -A Madame Guil, brincou? Você entende que essas duas coisas não se conectam muito bem correto?!

    Comentava Francesco com um tom informal e divertido em sua fala, o mesmo fazia um gentil carinho nos cabelos da besta de Pietra para então caminhar na direção da cainita. Parando na frente da mesma, o homem dizia:

    -Acredito que a falta de referências dela seja justamente por ela ter pouco conhecimento além do próprio, lembro que Alfie fazia desenhos das coisas que ele desejava que a própria besta encontrasse. Mantendo-a ocupada para evitar que ela bem, fosse efusiva...

    Flexionando os joelhos para abaixar-se e esticando uma mão na direção dos joelhos de Pietra. Francesco fechava os olhos por alguns instantes, em uma complexa ação de apenas sentir-se aliviado por de fato, poder tocar outra vez em uma pessoa muito querida. Abrindo os olhos o homem sorria antes de retomar a fala:

    -Yer... Sabias que és a única a realmente chamá-lo assim? Ainda me lembro de como o rapaz era triste nos primeiros anos de abraço. Mas em nosso último encontro com ele, o mesmo parecia radiante, dizendo que havia escolhido uma prole perfeita que traria alegria a todos! Ainda não a conhecemos, afinal Bash a levou à Inglaterra logo em seguida... Enfim, Pietra... Ah Pietra...

    O homem fazia uma pausa na própria frase e respirava fundo:

    -Preciso que saiba, afinal é o mais justo a se fazer. Que Sebastian sempre soube onde você esteve, ele foi o único que não foi pego pela espiral caótica da época, nós dois trocávamos cartas constantemente e discutíamos o assunto. Eu tinha que esconder meus desenhos de ti, afinal não queria esquecer vossa face e ao mesmo tempo, não queria enfurecer Elonzo ou Alfonsus. Foram momentos difíceis que felizmente acabaram! Que alívio querida!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 12/7/2017, 17:55

    Pietra não escondeu o riso diante de Francesco e as palavras direcionadas a Madame Guil, conhecida por seu temperamento a Rosa não era considerada a mais doce de todas.

    – Sei sim meu querido, mas essa pequena chegou a dormir no colo dela sem medo nenhum. Acho até que ela ficou feliz, Violetta foi dormir e sempre nos disseram que éramos bem parecidas, isso deve ter diminuído um pouco a tristeza dela. Aliás Madame Guil me convidou a conhecer o ateliê dela, em troca ela quer conhecer o meu! Mal posso acreditar nisso Cesco!

    Vendo seu mais querido e velho amigo se abaixar a sua frente Pietra sorriu com carinho escutando atentamente o homem, colocando as mãos sobre as de Francesco a italiana fechou os olhos suspirando por alguns instantes.

    “Não é um sonho Rita, ele está aqui, está conversando com você, só está mais velho e charmoso e não é mais um menino que se surpreende com o brilho de uma vela. Francesco cresceu enormemente e isso é lindo, meu querido amigo está aqui, meu querido Cesco!”

    Abrindo os olhos castanhos para encarar os olhos azulados do homem, Pietra tomou as faces deste com suas mãos para beija-lo na testa com ternura e carinho.

    – Yer sempre teve o coração mais puro entre nós, fico feliz que ele nunca tenha caído nas falácias que foram espalhadas a meu respeito. Eu tive medo de ir atrás dele e lhe causar algum mal, Elonzo o faria sem pensar se soubesse disso. Ah Cesco como eu senti sua falta, como chorei por não ter você ao meu lado em Roma. Paris só melhorou quando encontrei Eva, mesmo assim antes disso era tão morta e entediante quanto Roma.

    Abraçando o pescoço de Francesco, Pietra depositou sua cabeça de encontro ao ombro deste beijando-o com carinho ali.

    – Obrigada por não esquecer de mim e por cuidar de Alfonsus, por muito tempo eu tive medo de encontra-lo, medo do reflexo de Elonzo que sempre se sobressaia ao de Alfie. Agora sei que era apenas medo, que a verdade é que nos amamos e que meus amores o aceitaram, sei que você está ao meu lado e isso é magnifico! Preciso tanto te apresentar meus filhos Cesco, você vai ama-los tenho certeza disso!

    Ali em meio ao abraço a besta ronronou ao deixar o pote de morangos sobre o carrinho e pular sobre as costas de Francesco, deixando claro que ela também havia sentido falta do amigo carinhoso.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 12/7/2017, 18:30

    Pietra teve a linda oportunidade de ver os olhos de Francesco brilharem com a presença de lágrimas que quase escapavam. Tomando por uma poderosa alegria e muitas emoções, o grande amigo que por muitos anos, parecia que nunca mais retornaria a vida de Pita, o homem fechava os lábios e os empurrava suavemente para o interior da boca, mantendo-os ali por breves segundos. Já que os beijos da italiana o fariam sorrir feliz. Esticando os braços, Francesco convidava o corpo da italiana para se aproximar ainda mais e parcialmente, abraça-la. As risadas finalmente escapavam quando a besta saltava nas costas do homem e esse enfim ganhava forças para responder:

    -Deus, como foi difícil não chorar! Ah querida Pita! Agora é minha hora de cuidar de ti! Finalmente, que alegria! Quando Alfie me disse que eu ficaria aqui contigo, eu tive que me segurar para não comemorar feito um garoto na frente de meu amigo, sabe seria falta de educação não acha? Fiz o meu melhor para bancar a classe, ele não acreditou, mas isso não vem ao caso!

    Sorridente, Francesco tirava uma mão das costas de Pietra para levá-la em contato com a besta da mesma, deixando claro que haveria carinho para ambas.

    -Por favor, me apresente a elas! Me apresente a todos que puder! Será uma honra maravilhosa cuidar de seus filhos, que felicidade querida!

    E inesperadamente, como se uma ficha tivesse finalmente caído, ou uma luz tivesse sido acesa na mente do brilhante artista ajoelhado ali na frente de Pietra, o mesmo afirmava:

    -Se teu ateliê será conectado ao de Madame, precisamos imediatamente nos atentar ao mesmo! Expandi-lo, reformá-lo e estruturá-lo aos mais exigentes padrões mundiais da corte das rosas! Minha mente já está a ferver com maravilhosas ideias! Que notícia linda querida!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 12/7/2017, 20:04

    Ver as quase lagrimas de Francesco e todo o carinho que este exalava, arrancou um sorriso grandioso de Pietra, a cianita não escondia o amor e carinho que sentia por seu mais velho amigo, até a besta o mostrava claramente mordiscando o pescoço deste e ronronando de forma continua e alta.

    “Meu querido Francesco, como eu senti tanto sua falta. Como eu temi que você tivesse tombado pelo tempo. Graças a deus que você está aqui, cuidando de mim e pronto para cuidar dos meus filhos.

    Tomando as mãos de Francesco para beija-las, Pietra riu ao ver que este acariciava a besta, rindo diante das palavras deste a cainita concordou com um leve aceno a este beijando-o novamente na testa de forma carinhosa.

    - Alfie é um implicante, ele sabe o quanto gostávamos um do outro. Ele nem se fez de rogado quando pedi para que deixasse você comigo meu querido, não que ele resista quando eu faço bico e manha ao pedir alguma coisa!

    Comentava a italiana rindo, a felicidade de Francesco ao querer conhecer seu jardim e ainda mais a animação por uma reforma em seu ateliê, sem conter sua felicidade Pietra sorria sem medo nenhum.

    - Você vai amar Lorenz, ele foi meu primeiro vassalo e agora é minha rosa branca, Lotte é uma cópia exata de Eva, só que mais baixa e de cabelos negros, é minha amada rosa negra. Ainda temos Yalin que é prole de Friedrich, ela teria sido uma rosa esplêndida, temos nossa minj kleine Luana, ela é minha aprendiz e uma filha da lua fofa, Erika que é uma sereia como Bela e é claro, Theresa e Aylena minhas mais novas vassalas. Sinto que todos vão ama-lo Cesco. Aliás você não ficaria triste em montar um ateliê novo no castelo de Friedrich? Ficaria?!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 12/7/2017, 20:46

    -Quem resiste a sua manha Pita? Quem?!

    Questionava o alegre homem ao receber os carinhos de Pietra e de sua besta, restava então ao homem a oportunidade de admirar Pietra falar sobre seu jardim. Havia uma sincera e positiva expressão na face do italiano, claramente ele estava a ouvir não só com atenção, mas com ternura e candura. Mas a parte final da frase da Toreador arrancou um suspiro do homem, esse prontamente virou-se para segurar a face da besta, beijando-lhe a testa e se levantando rapidamente, para puxar Pietra para um abraço. Sem se importar se essa estava pronta para isso ou não!

    -É a melhor noite de toda minha vida!

    Apertando Pietra com força e beijando a face da mesma consecutivamente, Francesco não se aguentava de tanta alegria! Chegando a fazer inclusive um breve rodopio com a rosa em seus braços.

    -Farei o meu melhor! O Ateliê de Pietra Rafaldini será o maior! O mais famoso e belo! Será perfeito! Obrigado! Muito obrigado!

    O homem então soltava Pietra, para tomar sua face e beijá-la carinhosamente nas duas bochechas e em meio aquela maravilhosa euforia alegre, afirmar:

    -Estou muitíssimo ansioso para conhecer todos! Irei imediatamente após a despedida de Alfonsus correr para teu refúgio! Alias não, é minha vez de ficar ao teu lado! Ele vai me entender! Estou tão feliz!

    Agora era a vez da besta receber um forte abraço do homem que fazia a mesma ação feita com a cainita instantes atrás.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 12/7/2017, 21:03

    Surpresa com a felicidade de Francesco, Pietra gargalhou quando foi abraçada com tanta força e carinho, rindo feliz a italiana não conteve as lagrimas que escorriam por seus olhos nem mesmo quando foi beijada inúmeras vezes pelo charmoso amigo que tinha.

    A besta riu diante disso e nem tentou escapar do abraço quando Francesco a pegou nos braços, brincando a besta o abraçou com força enquanto sua cainita se recuperava da onda de felicidade que a havia invadido.

    – Meu jardim e eu teremos o ateliê mais lindo de toda e Europa! Ainda mais se depender de você e Lorenz! Vocês dois se darão tão bem Cesco, ele é tão detalhista!

    Aproveitando-se da animação de Francesco a besta tomou as faces do homem para roubar um leve beijo de seus lábios, depois disso está se soltou para se esconder atrás de Pietra que continuava a sorrir enxugando as lagrimas de alegria.

    “Sua boba isso vai deixar ele envergonhado! Mas é isso que você queria não é? Ver aquele olhar perdido dele?!”
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 12/7/2017, 21:41

    -Uma rosa branca detalhista! Já estou verdadeiramente ansioso para...

    A frase do homem era interrompida pela impulsiva ação da pequena e sapeca besta de Pietra, essa agora escondida nas costas de sua dona, fazia uma pequena movimentação para espiar a reação de Francesco. O homem ficava imediatamente avermelhado e levava a mão esquerda até os lábios, exibindo uma nostálgica e perfeita reação abobalhada. Era como um sonho perfeito, como se nunca houvesse passado sequer uma noite dês da separação entre os italianos ali presentes, a exata reação era protagonizada. Até o suspirar seguido de um balançar de cabeça e uma risada nervosa!

    -Pita! Isso é injusto, eu... senti tanta falta disso...

    Finalmente ele se entregava totalmente a profunda alegria que estava a experimentar. Deixando com que as lágrimas finalmente lhe escorressem pelos olhos, ele murmurava.

    -E você agora ainda é capaz de chorar verdadeiramente, como podes ter ficado ainda mais perfeita querida? Como!? Essa felicidade não acaba, que deliciosa vontade de gritar ao mundo que sempre estive certo, que você está realmente aqui! Pobrezinho do meu velho coração!

    Comentava em meio a gostosos sorrisos o alegre homem.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2509
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Jess em 12/7/2017, 22:05

    As lagrimas pararam de escorrer quando a besta beijou Francesco, a besta gemeu de alegria ao ver que o homem perdia por completo a ação e fazia a tão adorada face perdida de sua juventude.

    “ Ele não mudou nada, continua tão encantador como era quando jovem e inexperiente!”

    Andando para abraçar Francesco a italiana riu ao beijar-lhe as faces enxugando as lagrimas deste com carinho.

    – Vê essa pequena é impossível, eu a amo muito por isso. De agora em diante todas as nossas noites serão alegres e boas meu querido, estaremos lado a lado nos apoiando e crescendo.

    Respondia a italiana simplesmente aproveitando aquele abraço, mostrando a língua de forma brincalhona Pietra apertou Francesco com carinho para dar leves tapinhas em suas costas.

    – Agora nós dois precisamos nos controlar, caso contrário será Lucinde e Eva a nos puxar as orelhas! Além do mais quero sua ajuda para preparar um presente para Alfonsus, eu estou roubando uma das camisas dele e em troca pensei em dar uma trança de meu cabelo. O que você acha Cesco ele irá gostar?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Danto em 13/7/2017, 09:39

    O homem estava totalmente entregue aos carinhos oferecidos por Pietra, assim, de olhos fechados ele recebia os beijos que enxugavam-lhe as lágrimas, para voltar a olhar a cainita apenas quando essa dava inicio a própria fala. Sorrindo ele então concordava:

    -Tens razão, não é do meu feitio tamanho descontrole. Fora que Lucinde estava uma pilha de nervos, gosto de minhas orelhas onde elas estão!

    Atentando-se ao questionamento de Pietra, Francesco finalizava o abraço apenas para tomar a mão direita da Italiana e levá-la na direção da cama. Convidando ela a sentar, ele diz.

    -Será um presente inesquecível! Imaginá-lo dormindo todas as noites com a mecha fechada em seu punho direito não chega a ser uma ficção! Posso ajudá-la nisso?

    Afirmava o alegre homem que aproveitava a situação para olhar brevemente para a besta de Pietra e mostrar a língua para a mesma, afim de "censurar" a mesma pela ação feita. Voltando os olhos para a face de Pietra, ainda com o tom avermelhado na face.

    -Acredito que tenho uma tesoura no banheiro, me acompanha?!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Ato X - Reencontros

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 25/9/2018, 03:00