WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Compartilhe
    avatar
    Miac

    Mensagens : 505
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Miac em 21/8/2017, 16:19

    - Esse é o pensamento Cat! Vamos conseguir sim mudar isso.

    Falo de uma forma carismática e empolgada, olho para Joseph enquanto ele falava e me levantando enquanto olhava para ele de maneira curiosa e um pouco preocupada com o sentimento que ele estava nutrindo dentro de si.

    - Venha cá primeiro linda!

    Com os braços estendidos dava um forte abraço em Caterine seguido de um gentil e delicado beijo no rosto, fico a olhar para ele enquanto saia e me jogava no sofá ao lado de Joseph com um largo sorriso no rosto, acaricio seu rosto de maneira carinhosa e lhe dava um beijo na testa.

    " Coitado, mesmo que eu viva a sorrir ainda sim ele está preocupado comigo, mesmo que demonstre estar ainda mais viva que nunca ele ainda se importa, seu tolo, bobo e atencioso. Dessa vez eu que irei lhe acalmar Jô!"

    Minha mão direita toca seu nariz como um chamativo para que ele mudasse aquela expressão e com um largo sorriso no rosto falo normalmente.

    - Ela é um doce de pessoa não é? Adorei! Agora trate de mudar essa carinha de garoto perdido, estou bem Jô. Aqui, deite-se no meu colo e me conte o que está remoendo dentro desse corãozinho preocupado e gigantesco!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3114
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Danto em 23/8/2017, 17:16

    Depois do carinho abraço da neta da Arauto e um sorriso bem alegre da mesma, vocês dois ficavam sozinhos. Jo seguia com uma expressão triste e preocupada, algo que ia caindo aos poucos com as suas ações e o mesmo primeiramente te puxava para um abraço longo, bem quente e cheio de sentimentos sinceros, ele era seu amigo, seu confidente, seu vassalo e quase um filho!

    -Se eu pudesse, juro, eu teria ido a pé lhe buscar naquele final de noite! Eu daria tudo!

    Beijando a sua face, para posteriormente deitar no seu colo, colocando a cabeça ali e respirando fundo.

    -Sabe Gab, eu estou me sentindo muito culpado! Eu acreditei que havia acontecido enfim algo entre você e o Ulisses, por isso você não tinha voltado pra casa, mas quando ele adentrou o apartamento afoito, perguntando de ti... Foi horrível, eu me senti tão ridículo! Jamais, e isso é serio! Jamais vou deixar você me mandar só uma mensagem, a partir de hoje agente se liga sempre! Nada de sumir de novo, nunca mais! E trate de me dar um pouco desse seu vitae antes que eu caia duro de fome!

    Ele tinha uma voz irritada, mas os olhos estavam cheios de lágrimas. Esse era o Jo, sempre tentando se mostrar forte e exigente, mesmo a beira de uma crise de choro.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 505
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Miac em 23/8/2017, 17:51

    Surpresa com o abraço de Joseph fico a olhar para ele com ternura em meus olhos, ouço sua fala com total atenção e lhe apertava carinhosamente no fim da frase, lhe acariciava o rosto e falo de maneira gentil.

    - Eu sei que o faria!

    O ajeitando em meu colo fico a lhe acariciando os cabelos, fico com o semblante pensativo em tudo que ele falava para mim. Com um sorriso feliz abaixo a cabeça o olhando diretamente nos olhos, minhas mãos naquele momento paravam de acariciar seus cabelos e se moviam para seu rosto o segurando com carinho, me abaixo lentamente lhe dando um leve beijo na testa, não havia motivos para falar mais nada ali, ambos compreendíamos o que sentíamos um pelo outro, tal laço era mais forte que mil palavras bonitas.

    Levanto minha cabeça e volto a acariciar seus cabelos com a mão direita, meu olhar era fixo para a janela, ele havia amadurecido bastante enquanto estive fora ou só havia percebido isso agora. Meu pulso lentamente ia em direção a minha boca, minhas presas aumentavam de tamanho e as cravava em meu próprio corpo, não mudo em nenhum momento a serenidade que sentia naquele momento, por fim levando meu pulso na direção da boca de Jô.

    - És mais forte do que pensa meu querido! Agora esqueça isso e vamos seguir em frente, sempre juntos, como uma família!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3114
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Danto em 25/8/2017, 10:55

    -Sempre juntos!

    Ele afirmava com convicção enquanto esticava as duas mãos para buscar o seu pulso, no primeiro momento ele beijava com sutileza as feridas abertas pelas suas presas, para só posteriormente realização a ação de se alimentar. Algo breve, mas incrivelmente íntimo e que lhe causava uma sensação muito positiva. Enfim, a alimentação acabava e o rapaz limpava os lábios antes de falar:

    -Agora me conta Gab, ce tirou o atraso né?! Eu já tava ficando preocupado contigo! Juro!

    Ele comentava em um tom divertido já se encolhendo caso você resolvesse bater nele por causa do assunto tão intimo quanto o que ele havia escolhido para recomeçar a conversa.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 505
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Miac em 25/8/2017, 14:02

    Um sorriso largo em meu rosto retribuía o lindo gesto de beijar minha ferida, como um guardião que estaria ali para sempre me levantar e estar ao meu lado independente da situação. Ao sentir ele se alimentar de minha vitae me vinha algo diferente, único e cuidadoso.

    Fecho meus olhos me lembrando de quando tinha tempo para cuidar dos animais de minha clinica, alimentar, cuidar e dar carinho, não havia comparação entre Joseph e um animal, afinal, ele estava acima do amor que tinha construído pelos animais, naquele instante tive a certeza de compreender o amor de Marie por sua família, e assim falo comigo mesma para a outra eu.

    " Sempre lutei contra você em minha consciência, não deveria ser assim, creio que possamos caminhar juntas, lado a lado, não sei se pode me ouvir e muito menos me compreender, só queria compartilhar esse momento com você, ele é muito importante e se é para mim creio que sinta algo por ele, se um dia você voltar a superfície não o faça nenhum mal, ele também vai estar ao seu lado!"

    Respiro profundamente com meu próprio pensamento e passo a linguá na minha ferida para que ela se fechasse, sorrio de forma divertida e dava uma leve apertada no nariz de Jô lhe fazendo uma careta divertida e lhe permitindo brincar daquela forma, na verdade queria ficar muito mais com ele ali em meu colo e poder lhe confortar o máximo que pudesse naquele curto período de tempo.

    - Atraso que você diz é sexo? Se for o caso sim Jô. Eu e Ulisses tivemos uma noite maravilhosa, ele cuidou de mim como um bom amigo faria, ficou ao meu lado como um verdadeiro companheiro e por fim me fez mulher como jamais alguém o fez! Ficar reclusa esse tempo teve suas vantagens não é? E compreendo sua preocupação, guardar tais desejos pode ser perigoso, afinal, quando eles se manifestam é como se não fossemos nós mesmos.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3114
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Danto em 28/8/2017, 11:12

    Joseph fazia uma pequena careta quando tinha o nariz apertado, mas sorria com as suas palavras. Ajeitando-se no seu colo, o mesmo então aguardava com paciência o final da sua fala para dizer:

    -Eu fico feliz que tenha enfim encontrado alguém. Sabia que inicialmente eu tinha uma quedinha por ti? Até em Berlim, eu pensava que um dia seriamos um casal, mas as coisas mudaram e eu fico feliz que ela tenham de fato se modificado. É difícil lidar com o laço de sangue, acredito que agora consigo entender o que é um instinto que vem dele, e o que eu realmente sinto. Você é tipo, minha melhor amiga, minha família... Eu faria de tudo para mantê-la segura e feliz, tudo. E isso é o que eu sinto.

    O rapaz então esticava uma mão na direção da sua face e tocava na mesma com carinho e admiração.

    -Eu senti sua falta Gab, sei que tens suas urgências. Mas não me deixe ficar distante de ti ou sem ter algo para fazer, arrependo-me de tudo que fiz nesses dias porque não fiz nada de útil!

    Enquanto o rapaz falava, você era capaz de sentir uma sensação inesperada de calmaria. Era a primeira vez dês do incidente que você sentia a sua besta realmente, adormecer.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 505
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Miac em 28/8/2017, 14:25

    Com um sorriso tímido e até mesmo inocente no rosto olho diretamente para os olhos de Joseph, meu rosto descia lentamente e lhe dava um beijo no canto da boca, não de forma maliciosa e nem desejando realizar provocações, era uma prova da intimidade que havíamos adquirido, como mãe e filho ali, com os olhos a brilhar falo de maneira calma.

    - Quando lhe dei meu sangue eu fiquei apaixonada por você Joseph, você estava lá tão seguro de si mesmo e determinado a conseguir o que queria que não tinha como eu não lhe perceber, só que com o laço as coisas mudaram, por mais que ele seja aflorado em ti e muito menos afetivo para mim eu nutri um novo sentimento. Era como se você fosse uma extensão minha, sangue do meu sangue, carne da minha carne, um pedaço da minha alma que anda livremente por ai.

    Fecho os olhos de maneira calma, sentindo o calor daquela mão, e por fim conseguia sentir aquela paz de espirito que a tempos procurava, uma lagrima de felicidade brotava de meu olho direito, minha mão acariciava o rosto dele com carinho e por alguns segundos eu fiquei assim.

    " Ele sempre estará conosco. Deve estar cansada também, pode dormir tranquila minha amiga, eu cuido da coisas por aqui e quando acordar novamente estarei lhe esperando de braços abertos!"

    Abro os olhos de forma letárgica e com uma serenidade única, a paz de espirito que ele me trazia era algo único para ambas, lhe ajeitava seus óculos e arrumava seus cabelos com tamanho cuidado como se quisesse redesenha-ló.

    - Nunca esteve longe de mim e devo discordar de você! Fez muito mais do que imagina, me conforta de maneira única, me trás paz e devo acrescentar que até mesmo minha besta que irei dizer minha outra metade se acalma ao seu lado. Só que agora você querendo ou não vai ter muito mais trabalho, afinal, Marie não vai mais me deixar ficar sozinha por um tempo.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3114
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Danto em 30/8/2017, 19:56

    -Você se apaixonou por mim! Caramba como eu sou cabeça de vento! Ia ser tão bonitinho, eu e você, numa lambretinha pelas ruas de Berlim!

    Ele comentava sorridente após receber o beijo, ele claramente se divertia em imaginar esse cenário. O mesmo então levantava do seu colo para tomar a iniciativa de lhe roubar um abraço bem apertado. Fazendo força suficiente para tirar o ar dos seus pulmões e beijando sua face.

    -Somos uma família Gab, não tem problema nossas paixões terem se desencontrado. Porque eu sei que somos bem mais do que isso, eu só preciso que você nunca se esqueça tá? Sou sangue do seu sangue, carne da sua carne, um pedaço de ti existe em mim e um de mim em ti. Nosso laço é maior do que qualquer outro, até te chamaria de mãe se você não tivesse essa carinha de menina!

    Comentava Joseph rindo e já se encolhendo para se proteger de um possível tapa.

    -Que tal irmãos?! Eim? Já não te chamo de Senhora mesmo!
    avatar
    Miac

    Mensagens : 505
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Miac em 30/8/2017, 20:33

    - Né! Com um cachecol bem longo e um óculos escuro. Ia ser super lindo!

    Fico a rir da minha própria piada, até o momento do abraço forte de Joseph, soltava um leve gemido como se estivesse procurando o ar e o mesmo não viesse, levantava a mão em um claro sinal para que ele ficasse longe por um tempinho e começava a me abanar enquanto o ouvia.

    - Menina é teu cu! Sou uma Lady, uma dama, e eu tenho cara de mulher tá! Daquelas bem gostosonas, sabe com uns peitão tudo gigante, aquela bunda que parece um travesseiro de tão grande...ahmmmm...quem eu tó tentando enganar, tenho nem tamanho direito!

    Em meio a minha frase faço uma atuação segurando meus peitos de maneira divertida e rindo comigo mesmo, pegando até mesmo uma almofada e colocando na bunda insinuando que fazia parte de mim, olho para ele de maneira a estranhar o fato dele se encolher todo e comento de maneira debochada e rindo.

    - Cê ta devendo alguma coisa? Entre nós dois você pode me chamar de qualquer coisa seu besta, só presta atenção no que vai falar se não te taco pela janela, e outra, sempre te falei para manter a formalidade quando tivermos com terceiros, fora isso, sabe muito bem que sou a mais tranquila de todas as "Senhoras".
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3114
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Danto em 3/9/2017, 12:15

    Joseph não conseguia deixar de rir bastante das suas reações, eram risadas compartilhadas que acalmavam o seu interior como nada nesse mundo conseguiria fazer. Aos poucos era possível, não apenas ver, mas especialmente sentir o quanto a presença dele era essencial, para as suas duas facetas.

    -Talvez esteja devendo algo, quem sabe?!

    Comentava o rapaz ainda rindo e se ajeitando no sofá para então respirar bem fundo, tirando os óculos temporariamente para limpá-los e voltando depois a falar.

    -Sim na frente dos outros nós fazemos o que a formalidade da ocasião pede, mas tenho que admitir Gab. Eu senti muito a sua falta... E como eu fui imbecil em considerar retornar à Berlim! Acho que no fundo eu fiquei bem mordido de ciúmes dessa história toda com o Ulisses, afinal, ele tem muito a oferecer e é mais experiente e mais forte. Quando ele confessou eu fiquei muito inseguro e comecei a me isolar... Mas vou aprender a lidar com isso, prometo Gab!

    Revelava enfim o jovem que havia demonstrado em público e diante dos demais uma postura bem tranquila e segura, mas que diante dos seus olhos se abria com total sinceridade.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 505
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Miac em 4/9/2017, 11:52

    - Então é só isso ou tem mais? Uhm!

    Comento de maneira calma e voltando a sentar no sofá ao lado de Joseph, fico a olhar para ele com cara de boba e ao mesmo tempo admirando a coragem e sinceridade por compartilhar aquilo comigo, algumas coisas eram difíceis de serem ditas e ele havia superado essas comigo.

    - Ai que fofo esse ciumes! Agora me escute Jô, é claro que na sua cabeça Ulisses irá ter mais a me oferecer do que você, pois, somos amantes um do outro, serei mais boba quando estiver ao lado dele, me encantarei com coisas que na sua cabeça são normais, pois eu o amo como um homem.

    Vendo que ele havia terminado de limpar os óculos pego suas mãos as juntando as minhas e apoiando em meu peito e voltando a falar.

    - Ele pode ou não ser tudo que falou, só que ainda sim o que sinto por você não pode ser medido ou muito menos colocado em uma balança com ele ou qualquer outro, você tem meu carinho nas boas e más ocasiões e até mesmo minha outra metade sente isso por você querido! Você já esta lidando com tudo isso muito bem, o que lhe peço por nós duas é que não se isole mais e se sentir desconfortável com algo que compartilhe sua angustia e todas as outras coisas para que não reste dúvidas que mesmo sendo errado mataríamos o mundo por ti.

    No final de minha frase minha voz soava um pouco mais fria, meus olhos demonstravam a verdade do que tinha dito, não era apenas eu falando ali, estávamos juntas naquele momento e me forçava a ficar completamente relaxada e desejando compartilhar tudo aquilo com minha besta.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3114
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Danto em 6/9/2017, 13:02

    -Gabrielle, obrigado.

    Respondia Joseph com um tom sério na voz, os olhos do rapaz não desviavam dos seus e ele demonstrava uma nítida sensação de felicidade por estar ouvindo aquelas palavras de ti. Era de fato a primeira vez que vocês tinham a chance de trocar essas palavras mais íntimas, afinal, vocês dois sempre mantiveram uma relação extremamente informal e leve. Todavia, ali vocês se encontravam e aparavam as últimas arestas que poderiam haver, tudo parecia muito mais claro e sua besta deixava bem claro o quanto ela amava e precisava de Joseph por perto.

    -Não precisaremos matar ninguém, não por enquanto né?! Fique tranquila, eu vou me ajustar dentro dessa insegura normal, é coisa besta de homem no fim das contas. Pra ser sincero eu queria poder colocá-la num lugar extremamente seguro para toda minha vida, mas sei que isso não é possível... Enfim, fico realmente muito feliz por poder falar tudo isso. Mas agora, acho que devemos encontrar com aquela moça que estava falando conosco né? O clima na cidade não tá nada bom e precisamos saber o que está para ocorrer!

    [off: Ultima ação para o final do ato]
    avatar
    Miac

    Mensagens : 505
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Miac em 6/9/2017, 17:23

    - Se precisar de algo sabe meu telefone gato!

    Com um largo sorriso no rosto e um riso ao alegre no final de minha frase me levanto de maneira calma e segura, abria a janela daquele quarto e sentia a brisa bater em meu rosto. Me sinto mais forte comigo mesma, segura e sabendo finalmente que havia feito a melhor escolha para ambos em dar minha vitae para Joseph.

    Apoio a mão em meu peito de maneira leve como uma forma de agradecer a ela por sentir o mesmo que sentia pelo sangue de meu sangue. Olho para Jô um pouco mais seria e falo como um desabafo.

    - As coisas podem mudar em um piscar de olhos, já estou ciente de que alguns possam a ser mortos para ambos os lados...

    Dando um passo mais firme para frente começo a andar na direção da porta dando um leve tapa na cabeça de Joseph e depois pegando seu braço para que me acompanha-se e falo em um tom humorado e meio briguento como de costume.

    - Moça...vou te dar um moça na orelha e você vai aprender a se lembrar das mulheres, o nome dela é Caterina D'Aquila e não moça, se fosse as suas negas por ai já teria o nome na ponta da linguá né? Uma mulher tão linda como aquela e você nem mesmo se lembra do seu nome, ahhhhhhhhhhhhhh Joseph, só gosta de quem não presta! Vou falar para ela que você não se lembra dela viu, vai tomar um pau dela...

    Conteúdo patrocinado

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato V - Verdades

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 23/11/2017, 01:41