WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Ato XV - O Retorno

    Compartilhe
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 21/8/2017, 19:16


    O Quarto:
    Local: Berlim, Köpenick.
    Data: 22 de dezembro de 1992: A Chegada.

    O relógio marcava exatamente, vinte horas e doze minutos. Todos já estavam acordados, você já havia inclusive acordado Cesco, sua pequena se alimentara de frutas leves, evitando maçãs e peras e dedicando-se a uvas e framboesas. Fredy terminava de ajustar o terno diante do espelho e Eva corria feito uma louca de um lado para o outro no banheiro, maquiando-se enquanto se via incapaz de decidir quais brincos usaria. Você havia acabado de sair do banho, mas já sentia que toda a extensão do palácio vibrava dentro da mesma sintonia: Ansiedade.

    Suas vassalas estavam inquietas, Luana não havia conseguido dormir. Eva passara a noite inteira a gemer na cama e Fredy dormiu de olhos abertos! Felizmente durante os vinte e um dias de espera, a presença de Maria acalmou o espírito de Evangeline enquanto os brinquedinhos que Enzo havia comprado acalmavam o corpo dela, hora sendo manuseados por ti, hora por Fredy ou quando não por vocês dois ao mesmo tempo, ou em vocês! Enfim, ela se mostrava mais controlada, só extremamente ansiosa!

    Lotte e Yalin eram as que mais conseguiam manter a calma e organizavam todos os preparativos com louvor. Junto dos vassalos de Eva e Albert, o quinteto havia realmente preparado absolutamente tudo para a festa de recepção que ocorreria nos jardim do palácio, na praça que separava os dois prédios. Uma mensagem então chegava no seu celular e imediatamente, os dois cainitas presentes no quarto olhavam na sua direção, ansioso.

    Mensagem de Lucinde:
    -Chegamos em Berlim, estamos indo direto pro Palácio querida! Estaremos ai em dez minutos!

    Beijos, da sua pequena musa.

    -Eles estão bem? Estão vindo?!

    Perguntava Fredy, já Eva saia de toalha do banheiro e perguntava quase saltitante:

    -Eles chegaram? Minha irmã e meu gigante? Eles chegaram? Eram eles né Pita? Eu estou tão aflita!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 21/8/2017, 21:48

    Cada respiração era seguida por uma onda de angustia e ansiedade, nem mesmo a água quente do banho parecia ter ajudado, ainda mais quando passara boa parte do dia despertando a cada novo gemido de Eva. Não havia como culpar ninguém, estávamos todos ansiosos e as últimas horas eram sempre as piores.

    Sentada na cama sinto meu corpo suspirar só com a simples lembrança de que a espera estava finalmente acabando, minha pequena se enrolava no meio da cama esperando, afinal ela havia saciado sua fome, mas ainda esperava receber um pera de Alfonsus.

    “O gigante de todos, ele vai amar essa cama. Fredy ficou tão orgulhoso de tê-la achado.”

    A pequena foi a primeira a reagir a mensagem, sentada sobre os joelhos antes mesmo do telefone tocar, eu posso sentir meu corpo estremecer diante da mensagem de Lucinde, o sorriso que se arma em meu rosto só é superado pela imagem de Eva e Friedrich ansiosos.

    – Sim, são eles! Vamos nos vestir Bela, nosso Gigante já está chegando!

    Animada eu não me contenho ao correr até Evangeline e roubar-lhe um beijo apenas para apertar de leve sua nadega e sair correndo até Friedrich para abraça-lo.

    – Finalmente a espera acabou Fredy, seremos nós quatro agora.

    Beijando com carinho os lábios de meu amado antes de ir me vestir para esperar Alfonsus e Lucinde.

    Modelo da roupa:
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 21/8/2017, 23:41

    Eva dava um pequeno pulinho quando tinha a nádega tocada pelas suas mãos, exibindo um sorriso brincalhão e divertido, ela comentava bem rápido:

    -Já sei o que vou vestir! Vou usar o que pedi pra nosso filho fazer!

    Ela afirmava correndo para o armário enquanto Fredy a abraçava com carinho e olhava com bastante amor nos seus olhos castanhos.

    -Finalmente, nessa noite dormiremos os quatro nessa cama! É quase um sonho!

    Dizia o homem sorridente, deixando-a ter o espaço para se arrumar. Era divertido poder olhar para o lado e ver Eva também se trocando e ao mesmo tempo ouvir Fredy logo ao fundo ajustando o relógio de pulso. O nível de intimidade mesmo no silêncio era extremamente prazeroso e único.

    Assim, prontos vocês três seguiam para o lado de fora do quarto, Fredy colocava-se entre as duas e dava os braços para vocês. Eva a direita, você à esquerda. Descendo juntos as escadas decoradas por flores brancas e amarelas, até a área externa. Mas antes de vocês saírem, era possível ver pela janela da sala de estar, um veículo adentrando a propriedade. Naquela instante, Eva travava.

    -E se ele não veio? Quem mandou a mensagem foi Lucinde... E se ele se esqueceu de mim? E se ele e Lucinde viram um casal? Eu... estou apavorada! Vocês são claramente suficientes, mas eu... Eu não sei! O que devo fazer? Meu deus!

    Roupas:
    Eva:
    Fredy:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 22/8/2017, 00:00

    Não escondo o riso ao ver o pulinho de Eva quando toco sua nadega, minha pequena pula na cama rindo e mostrando os dentes em profunda aprovação, mas é claro a pequena adoraria ter uma pera antes de qualquer diversão.

    Nos braços de Fredy não contenho o sorriso carinhoso, ainda mais quando suas palavras são tão simples e bonitas, o desejo de meu querido Friedrich era compartilhado por todos nós e tanto Eva quanto eu não escondíamos isso.

    – Se é um sonho ele está prestes a virar realidade mio amore.

    Solta para me vestir o faço com cuidado, eu adoraria colocar um vestido, mas o frio de Berlim me impedia, embora eu torcesse para que Alfonsus não se importasse com isso. A cumplicidade criada entre nós três me fez sorrir, ali logo estaria também inserido nosso Gigante e ele ocuparia todo o espaço que sobrava do quarto.

    “Alfonsus é assim como sua estatura espaçoso, isso é bom, ele vai completar nós três!

    Terminando de me vestir eu observo Eva e Fredy por alguns instantes, no momento em que minha Bellezza e meu Lorde estão prontos me junto a eles. O caminho breve pela escada me fez sorrir, Friedrich no meio guiava Eva e eu, mas o simples estacionar do carro foi o suficiente para fazer minha Musa entrar em pânico e medo.

    Com carinho eu me coloco ao seu lado só para puxar sua face e beijar seus lábios, não posso negar que dou uma pequena mordida nos lábios de Eva ou sorrio depois disso.

    – Evangeline Cosette Bouseiller, durante esse tempo todo você ameaçou Alfonsus de se ele não chegasse no dia marcado você colocaria toda a Espada no encalço dele! Achas mesmo que ele não faria isso por você? Pois saiba Evangeline, que se você não ir saudá-lo e beija-lo, ele vai colocar toda a Torre atrás de você Bela!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 22/8/2017, 12:10

    Evangeline ouvia suas palavras e fechava os olhos, concordando positivamente para então respirar fundo e roubar um beijo dos seus lábios e afirmar:

    -Você tem razão mon amour! Tens muita razão!

    A musa parecia se reencontrar com a sua ajuda e bem animada puxava a face de Fredy, fazendo a mesma ação que havia feito em seus lábios, um beijo rápido, estalado e breve. Para então rir animada e literalmente correr para a saída. A sua pequena prontamente corria junto de Eva e você seguia ao lado de Fredy para o local externo.

    -É curioso como Eva tem se tornado cada vez mais humana não é mesmo querida? Ansiosa, amorosa, insegura, corajosa...

    A fala de Fredy era interrompida pelo grito empolgadíssimo de Luana. Não era nenhuma frase, só um grito alto e fino, ela apontava para o carro pois de dentro do mesmo saiam as figuras de Lucinde, Alfonsus e Gabriel, o filho de Lucinde. Seus olhos tinham uma enorme dificuldade de notar os arredores, seu coração palpitava forte e acelerava a circulação, deixando sua face avermelhada e forçando sua respiração quente, o que causava um efeito inesperado no ar em torno da sua face. Ali do lado de fora estavam todos os membros que moravam no palácio: Seus filhos, Lorenz e Lotte; Suas aprendizes, Yalin e Luana; Seu irmão Eddie e todos os vassalos da propriedade; Assim como os queridos de sua musa, Albert e Erika.

    A primeira a chegar no trio, foi a sua pequena. Alfonsus prontamente a abraçava e entregava a ela uma pera lindíssima, enorme e cheirosa. A mesma chorava de alegria, abraçando bem forte o homem e largando o mesmo apenas para comer a pera e dar espaço para a cena de Evangeline. A loira havia parado de correr a uma curta distância, paralisada, tremendo e chorando  como você nunca a vira antes chorar. Não era um choro de dor ou tristeza, mas de uma pura felicidade que a deixava sem ação! Antes que ela pudesse cair de joelhos, era Lucinde que a segurava em um abraço carinhoso. Alfonsus olhava na direção de todos, com os olhos marejados e caminhava lentamente até você e Fredy.


    Os Npcs que retornaram:
    Alfonsus:

    Roupas:
    Lucinde:

    Roupas:
    Gabriel:

    Roupas:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 22/8/2017, 12:56

    O beijo estralado de Eva me fez sorrir com carinho, ainda mais quando minha tempestade o repetia em Friedrich claramente mais calma e controlada, o sorriso se transformou em um riso ao vê-la correr com minha pequena porta a fora.

    – Sim, ela está aprendendo a lidar com seus sentimentos, por isso a vemos melhor agora, ela já não se esconde como antes. E sabe ela fica mais bela ainda a cada instante.

    Eu respondia as palavras de Friedrich com carinho e um beijo em seus lábios, enquanto entrelaçava meus braços com o de meu Lorde, acompanhando os movimentos de Fredy eu respiro fundo sentindo cada vez mais a ansiedade de minha pequena e a minha crescerem.

    “Obrigada Edgard, estas fazendo um bem maravilhoso a Eva. Só espero que estejamos fazendo o mesmo por você meu irmão.”

    Eu não sei explicar o calor que sinto, Berlim é fria, mas o simples estacionar do carro de Alfonsus me provoca reações estranhas, estou quente o suficiente para ver minha respiração criar o vapor. Lagrimas de alegria e silenciosas tomam meu rosto diante da reação de Eva e minha pequena, posso sentir o gosto da pera em minha boca e o toque de Alfonsus em minha pele.

    O abraço de Lucinde em Eva me fez rir, ainda mais porque era em nossa direção que Alfonsus se dirigia, haviam lagrimas nos olhos de meu Gigante e de meu Lorde, lagrimas que marcavam o fim de uma espera dolorida.

    – Finalmente completos.

    Eu sussurrava ao apertar com delicadeza o braço de Friedrich enquanto com a outra mão pedia por Alfonsus.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 22/8/2017, 15:42

    Fredy tocava com gentileza na sua mão fazendo um breve carinho enquanto mantinha a face fechada, bem séria e com os olhos a beira de um choro. Por outro lado, a distância ia sumindo a cada passada larga de Alfonsus, uma figura que outrora poderia causar medo ou até desconforto, agora carregava um significado especial e amoroso. Parando na frente de vocês dois, o gigante esticava uma mão na direção da face de cada um, abrindo um sorriso na face ao falar:

    -Promessa cumprida, estou em casa.

    A voz de Alfie causava um tremor em Fredy, o mesmo fechava os olhos e dizia:

    -Finalmente. Existe muito para lhe mostrar meu caro, muito!

    O gigante então desfazia o toque entre você e Fredy para puxar o homem para um abraço amável, ali os dois tomavam o tempo que era necessário, até que finalmente, o italiano seguia até você. Beijando seus lábios com paixão e posteriormente puxando-a para um abraço e murmurar no seu ouvido:

    -Eu senti tanta falta desses seus lindos olhos Pita...

    No fundo era possível ouvir o francês das suas duas musas, elas estavam conversando algo e rindo juntas, enquanto se aproximavam de vocês. Já o filho de Lucinde estava sendo abraçado por Cesco.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 22/8/2017, 16:45

    As passadas largas de Alfonsus um dia me causaram medo, hoje porem meu coração pulsava a cada uma delas e meu sorriso apenas aumentava, o toque de sua mão em minha face me fez suspirar com força, toda a dor da espera havia finalmente sumido.

    “Finalmente a dor se foi!”

    A troca singela de palavras entre Alfonsus e Friedrich me fez rir, é com paciência e carinho que vejo os dois se abraçando, ali no toque do Gigante e o Lorde haviam diversos significados dos quais eu compartilhava, sem nenhuma vergonha lagrimas desciam por meu rosto e eu as enxugava com a manga do casaco.

    O beijo me fez estremecer, eu o respondo com carinho e sem nenhum medo, ao ser tomada pelos braços de Alfonsus o aperto com força enterrando meu rosto em seu peito e ali sorrindo diante de suas palavras.

    – Senti falta desse abraço Alfie. De você.

    O som das duas loiras francesas rindo e conversando acalmou meu coração com força, Eva já havia se recuperado e logo viria reinvidicar sua parcela de Alfonsus.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 22/8/2017, 18:14

    Alfonsus dava um beijo em sua cabeça enquanto o abraço durava, um forte abraço dado por dois corações que sentiram saudades dolorosas, mas que enfim se reencontravam. Suavemente o abraço começava a acabar quando a voz de Evangeline se fez presente:

    -Eu não acredito que você se esqueceu de mim!

    Dizia a francesa em seu idioma natal, puxando a roupa de Alfonsus. O mesmo ria com a fala de Eva e virava para olhar diretamente nos olhos dela, totalmente em silêncio e puxando-a para um beijo lascivo e intenso. O corpo de Eva tremia inteiro, ela se derretia e se entregava totalmente à ele. Fredy ria baixo, afinal, você e ele sabiam o quanto ela estava precisando disso! Foi nesse intervalo que Lucinde se aproximou de ti, com um sorriso acanhado.

    -Oi Pita, tudo bem?!

    Ela dizia olhando para você, falando em italiano e colocando as mãos nos bolsos. Havia algo diferente nela, um ar mais jovem, até mais inocente e leve. O cabelo dourado penteado em rabo de cavalo ajudava a deixar clara a juventude que ela possuía quando fora abraçada, mas ela parecia mais viva, feliz e um pouco desajeitada sem saber se deveria lhe abraçar ou beijar, uma confusão sincera de alguém que não era acostumada com a o sentimento de saudades.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 22/8/2017, 19:04

    Ali em meio ao abraço de Alfonsus eu sentia meu corpo inteiro relaxar alegre, nada mais doía ou reclamava e essa era uma sensação maravilhosa e única, quando o abraço tornou-se fraco a voz Eva se fazia presente.

    – Cuide bem dela Alfie!

    Comentava antes de soltar o Gigante e ver a cena que se passava entre os dois, o beijo ardente me fez sorrir afinal Eva havia sofrido continuamente com a falta de Alfie e sua promessa.

    “ É bom Alfie ter folego, porque estamos todos animados com a cama!”

    Minha atenção se volta para Lucinde quando está se dirigia a mim, a clara falta de costume me fez rir com carinho, já que a primeira coisa que eu faço é literalmente puxa-la para um abraço apertado.

    - Sua boba! Voce me tras o Alfie inteiro e ainda me pergunta se eu estou bem! É claro que estou!

    Apertando-a o suficiente para tirar Lucinde do chão, me delicio em beijar sua face em um claro acesso de alegria.

    – Me diga o que você andou aprontando para estar assim tão diferente?!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 22/8/2017, 19:20

    Lucinde notava a sua ação de abraço e se embolava de maneira divertida com as mãos, conseguindo passar apenas um braço por cima do seu ombro enquanto o outro ficava para baixo. Ela ria quando era tirada do chão e assim que era recolocada neste, a loira sorria com enorme leveza como se todo o peso que você via nela tivesse enfim sumido.

    -Sabe, a missão pode ter sido de fato difícil e tensa nessas últimas noites. Mas Alfie foi bem próximo, mais do que ele jamais havia sido e eu acabei passando por mudanças, várias! A principal foi...

    Ela levantava a mão esquerda, pedindo um instante. Enquanto acionava novamente os reflexos humanos! Respiração, face corada, até o toque quente se fazia presente quando ela esticava a mão e encostava na sua face bem de leve.

    -Estou caminhando pela humanidade agora, não mais na trilha antiga que seguia. E o mundo me parece tão mais vivo!

    Fredy observava com carinho a cena, especialmente as palavras ditas por Lucinde. Eva e Alfie terminavam o beijo e a loira parecia enfim mais calma, ela corria brevemente e na pontinha dos pés até vocês duas e comentava sorridente:

    -Vamos, vamos! Temos que compartilhá-los com todos e eu quero conhecer aquele rapaizinho lindo que você trouxe irmã! É o Gabriel certo? Acho que conheci ele!

    Lucinde concordava positivamente:

    -É ele mesmo!

    Alfie se aproximava tocando no ombro das duas francesas com bastante carinho:

    -Queridas, onde está a tulipa?!

    E de fato, a pequenina tulipa dourada havia sumido! Os jovens começavam então a se aproximarem um pouco de vocês, eram de fato muitas pessoas para serem abraçadas e amadas pelos que haviam retornado!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 22/8/2017, 20:34

    Meu abraço com Lucinde me faz rir de alegria, simplesmente acho lindo o modo como ela se embola e termina com um braço em cima e outro em baixo, ao depositar Lucinde no chão posso sentir a leveza da mesma com a questão resolvida.

    Ouvindo suas palavras não posso evitar de sorrir, ainda mais quando Lucinde revelava estar seguindo a Trilha da humanidade, meu sorriso aumentava enquanto eu a beijava na testa e com carinho.

    “Alfie fez bem os deveres que eu passei pra ele! Isso é maravilhoso.”

    - Fico feliz em saber que ele cuidou das feridas que tinha aberto em ti, mais ainda por saber que você mudou para uma trilha que lhe fará bem!

    Comentava ao olhar de leve para Fredy e sorrir de volta, ver Eva mais calma me deixava aliviada, é maravilhoso ter todos de volta ainda mais quando tudo estava calmo e bem, a pergunta de Alfonsus me fez olhar em volta a procura de Luana, até bem pouco tempo a pequena estava por perto, seu sumiço só podia ter um significado e eu o entendia bem.

    – Ela estava aqui Alfie, não sei onde se escondeu.

    Eu abria espaço para que todos pudessem saldar Lucinde e Alfonsus, indo me colocar ao lado de Friedrich e entrelaçar meus braços ao de meu Lorde.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 22/8/2017, 23:44

    -Não foi fácil sabe?! Mas estou ajustando as coisinhas e acredito que conseguirei ficar mais confortável com essas novas sensações!

    Afirmava Lucinde com um lindo sorriso na face antes de você se direcionar à Fredy que sem maiores delongas já lhe oferecia o braço e acompanhava com um olhar muito alegre a linda cena que ocorria. Seus filhos corriam para abraçarem Alfonsus, haviam risadas, beijos, abraços e carinhos. O jardim inteiro alegre a saudar aqueles que tanta falta fizeram, enquanto essa cena ocorria, Evangeline tomava o outro braço de Fredy e também acompanhava tudo, sorridente.

    -Estava aqui a pensar... Nós realmente criamos algo lindo não é?

    Fredy balançava a cabeça positivamente:

    -Sem dúvida alguma queridas!

    Um dos abraços mais bonitos de serem assistidos ali foi o que ocorreu entre Cesco e Alfie, um aperto forte e palavras sussurradas, era algo muito íntimo e próximo, grandes amigos de longuíssima data. O gigante tirava do bolso um papel e entregava a Cesco, dando um tapa no ombro do mesmo e enfim retornando até vocês, enquanto isso Lucinde conversava de maneira bem animada com Yalin e Lotte. Já Lorenz tomava a iniciativa de ir apresentando todos que Gabriel ainda não conhecia ao mesmo.

    -Bem, quais são os planos Fredy?

    O Lorde então respondia.

    -A pequena lua preparou uma surpresa, seria generoso de nossa parte entrar para testemunhar esse carinho correto?

    Eva e Alfie acenavam praticamente juntos as cabeças de forma positiva.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 23/8/2017, 00:15

    Ao lado de Friedrich eu encostava minha cabeça em seu ombro apenas para observar a bela cena que se seguia, um sorriso largo permanecia em meu rosto sem nenhuma culpa ou vontade de se esconder, minha pequena corria animada por entre todos feliz, volta e meia é claro ela corria até Alfonsus apenas para lhe morder e correr novamente.

    Ver Eva se juntar a nós dois e ouvir suas palavras me arrancaram um suspiro longo e feliz.

    – Nossa maior obra de arte!

    Comentava feliz aos meus dois amores, acompanhando os movimentos de reencontro de todos eu tive que me segurar ao ver o abraço entre Cesco e Alfie, os dois velhos amigos finalmente se reencontravam e eu podia sentir o alivio de Cesco.

    “Uma família bem grande! Espero que a felicidade seja proporcional, não os problemas.

    Quando por fim Alfonsus se aproximava eu sorria curiosa a Friedrich, beijando a face de Fredy eu mordo de leve apenas para responder Alfonsus com carinho.

    – A tulipa faria um beiço enorme se não víssemos a surpresa.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 23/8/2017, 10:47

    Sala de Estar:

    Um sorriso simpático de Alfonsus indicava que ele concordava com a sua fala sobre a pequena tulipa dourada, já Fredy ria com as suas mordidas e ajustava o braço que estava cruzado com o teu para logo adiantar-se para dentro da sala. Eva sem mais delongas, se direcionava até Alfie e tomava o braço direito do gigante, caminhando bem juntinha dele. Assim vocês quatro eram os primeiros a adentrar a sala e logo após vinham todos os demais, faces curiosas que observavam os arredores esperando a apresentação de Luana.

    Os móveis estavam todos juntos e no canto esquerdo da sala, deixando uma área bem grande e livre, provavelmente seria esse o palco que Luana usaria para sua dança que parecia a cada instante mais eminente! Todavia, dessa vez as luzes não se apagaram, mas a música sim se fazia presente.


    Com bastante agilidade, a figura pequena da filha da lua. Com um sorriso gigantesco na face, realizando lindos giros no topo da escada, logo ela começava a descer os degraus dançando! Era de uma dificuldade surreal, mas ela fazia tudo com naturalidade e leveza, indo e vindo pela escada, usando o corrimão para apoiar os pés ou as mãos em algumas ações e até mesmo saltando na parte central, sem nenhum apoio! Inesperadamente ela interrompia a apresentação para correr bem rápido até a figura de Fredy, puxando-o das suas mãos e dizendo sorridente:

    -Peguem seus pares! Esse é o nosso baile! Vamos, vamos! Eu já roubei o meu!

    Friederich ria e se colocava junto de Luana, iniciando uma dança muito bem ensaiada e executada! Eva aplaudia animada, para posteriormente cochichar algo no ouvido de Alfonsus e correr na direção do Cesco, escolhendo-o como par. O gigante então vinha até você, fazendo uma reverência formal e estendendo-lhe a mão com um lindo galanteio.

    -Senhorita Rafaldini, me concedes a honra desta dança?

    Ele questionava enquanto você via os pares se formarem. Yalin e Eddie, Lotte e Lorenz, Gabriel e Erika, Eva e Cesco, Albert e Thesa. Já Lena puxava os dois vassalos de Eva!

    Roupas de Luana:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 23/8/2017, 12:01

    Era impossível esconder a felicidade que eu sentia, o riso de Friedrich parecia concordar plenamente comigo afinal não era sempre que ele ria assim, sendo guiada por meu Lorde eu sorrio ao ver que Eva se colocava ao lado de Alfie.

    “Espero que Bella divida o Alfie, tanto eu quanto Fredy estamos ansiosos.”

    Adentrar na sala me faz sorrir, ainda mais quando ela estava claramente preparada para uma bela apresentação de Luana, algo que sempre era um encanto especial, olho em volta a procura da tulipa quando a música começa, vê-la descer as escadas enquanto dança me maravilha, o talento natural de Luana havia ganhando novos contornos junto de Eva, até mesmo Bella havia aprendido um ou dois truques novos.

    “Linda e perfeita! Ainda me alegro por ver como as duas se encaixaram.

    Minha surpresa apenas aumenta quando a pequena me rouba Friedrich, nesse instante não seguro o riso alegre ao ver meu amado dançar, com os casais formados eu sorria a Alfonsus, Eva e Cesco formavam um bom par fazendo que fosse impossível recusar Alfie.

    – É uma honra dançar com você senhor Matarazzi.

    Respondia de forma suave ao usar meu casaco para fazer uma pequena mensura e aceitar o convite de Alfonsus.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 23/8/2017, 12:28

    Alfonsus não segurava o sorriso e a alegria em poder segurar gentilmente a sua mão e levá-la para dançar, vocês se viam cercados por todas aquelas faces felizes, faces que agora eram a família de vocês e ficava ainda melhor quando Alfie comentava:

    -Me alegra em saber que nossa família é ainda maior!

    E era verdade, ainda haviam os irmãos de Fredy, assim como Soyer, a filha de Alfonsus e várias outras figuras do passado que retornariam no natal que se aproximava! A dança só de vocês dois então seguia por mais alguns instantes até que o gigante notou algo:

    -Pita, eu sei que nós esperamos muito por isso... Mas a Luh está um pouquinho delicada e confusa, sequer está dançando. Você se importaria se eu a chamasse para dançar conosco?

    Realmente, agora você procurava pela figura de Lucinde e via a mesma indo discretamente na direção dos sofás, esfregando as mãos e um pouco deslocada naquela situação tão alegre e familiar.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 23/8/2017, 13:06

    É sorrindo que começo a dançar com Alfonsus, não posso evitar de ver minha família ali reunida e dançando feliz, era um sonho realizado a duras penas, mas que enfim fazia tudo valer a pena.

    – Sim, temos uma enorme família e sinceramente eu gosto disso.

    A expectativa de conhecer a filha de Alfonsus se fazia presente, afinal no natal estaríamos reunidos e o tempo logo cuidaria dessa mágica.

    “Quero ama-la como se fosse minha, espero ser dela também.”

    As palavras de Alfie fizeram com que eu olhasse para Lucinde, sorrindo com carinho eu olho para o gigante comentando.

    – Eu me importaria se não a chamássemos para dançar! Vamos cuidar dela Alfie, ela merece.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 23/8/2017, 19:46

    Alfonsus parava um pouco a dança após a sua fala e a puxava com as mãos que se firmava na sua cintura, para um beijo curto e profundamente conduzido pelo amor dele por ti. E a resposta então vinha:

    -Perfeito, retorno bem rápido!

    Alfie então exibia um largo sorriso e corria na direção de Lucinde, pegando-a por trás antes mesmo que ela pudesse se sentar, girando ela no alto e arrancando um grito de susto da mesma. O gigante então colocava a pequena no chão e comentava algo com ela, a mesma concordava e em poucos instantes os dois se aproximavam.

    -Sabe eu não queria atrapalhar esse momento de vocês!

    Dizia a francesa olhando na sua direção, já Alfie prontamente balançava a cabeça negativamente, deixando claro que não seria nada de mais, todavia ele deixava a resposta ser dada por ti assim como já esticava as duas mãos, indicando que dançaria com as duas! Lucinde logo se animava, mas ainda aguardava a sua reação.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 23/8/2017, 20:38

    O pequeno parar acompanhado do beijo me faz rir e ronronar de leve, não que eu consiga controlar o ronronar que escapa, eu simplesmente não consigo, as palavras de Alfonsus me fazem sorrir concordando com o mesmo.

    “Não posso descuidar da Luh, ela cuidou do Alfie quando ele estava ferido e sozinho, agora preciso cuidar dela como retruibuição!”

    Enquanto Alfonsus corria até Lucinde, dou alguns passos na direção do canto afim de não atrapalhar a dança de ninguém, a cena que se segue entre os dois velhos amigos me faz rir, ainda mais quando Alfie trazia Lucinde de volta.

    – Sua boba, essa é uma noite feliz, ninguém pode ficar amuada no sofá!

    Respondia a deixa de Alfonsus para me juntar a Lu naquela dança em trio.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 23/8/2017, 21:15

    Era algo divertido para ser vivenciado, todos dançavam de acordo com a música de baile que Luana havia determinado. Vocês três dançavam alegres, sem nenhuma preocupação com acertar o tempo ou qualquer técnica mais específica, afinal não era uma apresentação e sim uma celebração! Era essa a surpresa que Luana havia preparado. Alguns minutos se passavam e os pares iam naturalmente trocando, ali você dançava com seu filho, com a pequena Yalin, com Eddie e finalmente com Eva.

    -Mon amour! Eu finalmente te encontrei de novo, quase morri de saudades!

    Afirmava Eva com um largo sorriso na face, vocês compartilhavam a dança até a música acabar e Luana afirmar:

    -Pronto! Agora sim, sejam bem vindos de volta pra casa!

    Um grupo de mordomos então começava a se posicionar no interior da sala, trazendo consigo bandejas de prata e sobre elas, taças de sangue para serem servidas. Era um costume de Fredy, uma manutenção de vassalos temporários, que seriam futuramente designados à servir a espada.

    -Pita, você tem razão essa é a nossa maior obra de arte!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 23/8/2017, 22:10

    Ali dançando sem nenhuma técnica ou sentimento de preocupação eu ria, afinal estávamos entre amigos e familiares, não havia sentido em seguir protocolos com os quais não nos divertiríamos.

    “Luana fez um dos bailes mais divertidos de que já participei!”

    A cada novo em que eu dançava fazia questão de beijar e morder meu parceiro, uma brincadeira que deixava claro o quão feliz eu estava, ao me juntar com Eva a puxo para um breve beijo.

    – Nossa obra e de ninguém menos!

    Respondia a minha Musa antes de Luana declarar enfim o retorno de Alfonsus, Lucinde e Gabriel. Sorrio feliz ao ver que os mordomos traziam taças de sangue, era um costume de Friedrich movimentar com frequências seus vassalos, afim de manter a Espada bem resguardada.

    Enquanto éramos servidas puxo com leveza Eva para sussurrar-lhe em seu ouvido uma ideia que havia acabado se apresentar a minha mente, uma ideia que Bela adoraria.

    – Que tal nós sairmos de fininho e irmos esquentando a cama?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 24/8/2017, 10:42

    Eva recebia uma das taças quando ouvia a sua fala, ela prontamente bebia a taça inteira e olhava na sua direção com um sorriso enorme na face, puxando seu corpo para mais perto e falando baixinho, apenas para você ouvir:

    -Adorei a ideia Pita! Vamos, só me deixe criar uma distração!

    Eva devolvia a taça e de uma maneira bem esperta, falava em voz alta para todos ouvirem:

    -Eu sei que você não podem dizer muito, mas Lu e Alfie você poderia ao menos nos contar algo sobre a viagem?!

    Todos os olhos se voltaram para os dois, Alfie coçava a nunca sem saber exatamente como começar e buscava por Lucinde com os olhos. A Ventrue exibia uma expressão confiante e logo começava a falar, todavia, Eva olhava na direção das escadas e entrelaçava os dedos das suas mãos para puxá-la bem discretamente lá para cima.

    Quarto:

    No exato momento em que vocês duas entravam no quarto, Eva suspirava. Parando para fechar a porta e se certificar de que a mesma não ficaria trancada. A sua musa fechava os olhos e comentava:

    -Pita, estou me sentindo tão jovem! É algo que eu não sentia dês de Paris sabe? A sensação de casa, família... As vezes eu me pergunto como ficaram as coisas lá, mas essas preocupações somem quando eu vejo o seu sorriso.

    Abrindo os olhos, Eva não tardava para tomar a sua face com as mãos e beijar com todo o amor que possuía, os seus lábios. Era interessante ver como ela havia conseguido diferenciar as formas de beijá-la, os lascivos vinham juntos de mordias e uma língua mais ativa e rápida, já este, era gentil e de longa duração.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Jess em 24/8/2017, 11:32

    A clara empolgação de Eva com a ideia me faz rir, beberico da taça com cuidado só para mostrar a língua a minha musa.

    – Eu tinha certeza de que você gostaria!

    Comentava de forma brincalhona antes de Eva se afastar para distrair a todos, aproveito esse tempo para terminar minha taça e calmamente esperar por minha musa, eu sorria de maneira travessa e alegre, afinal ninguém nos julgaria.

    Com delicadeza acompanho Eva em nossa retirada estratégica, minha pequena permanece para não chamar tanto a atenção, já no corredor não posso segurar o riso, ainda mais quando nossos passos são rápidos.

    “Até parece a época em que nos escondíamos para namorar! Só que dessa vez vamos ter convidados.

    A entrada suave no quarto me fez sorrir com carinho, abraçando com calma Evangeline recebo seu beijo amoroso de olhos fechados, passando de leve a mão sobre o mar dourado de seus cabelos a encaro por alguns segundos, sempre amei os beijos de Eva, mas aquele era diferente.

    – Sei que demoramos a construir nossa família, mas agora ela está formada. Nunca vão conseguir nos tirar isso, Berlim é nossa casa e nela sempre estaremos seguras.

    Puxando de leve Eva para a cama a deito ali antes de tirar-lhe os sapatos e despir minha própria roupa, deitando-me por cima do corpo de minha musa, beijo seu pescoço com carinho apenas para perguntar de forma marota.

    – Então, como você quer esquentar a cama?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Danto em 24/8/2017, 12:51

    Havia uma enorme admiração de Eva pela sua beleza, a mesma sentava na cama e começava a tirar os sapatos enquanto sorria ao olhar a sua ação de tirar a própria roupa. A mesma aproveitava-se da própria rapidez sobrenatural para tirar a roupa e deitar-se primeiro na cama, abrindo os braços para recebê-la em um abraço.

    -O divertido é que você realmente é quentinha agora e podemos literalmente esquentar a cama!

    Ela ria baixinho, mostrando a língua e descendo as mãos pela suas costas levando a direita até a sua nádega e dando um tapinha na mesma.

    -Tenho umas ideias, mas antes deixa eu te mostrar uma coisinha!

    Eva te abraçava bem forte e e começava a aquecer o próprio corpo com o uso do vitae, o corpo dela que sempre foi frio dês da mudança dela de trilha, retomava o calor mais natural e vívido.

    -Funcionou?! Sim! Tenho que agradecer o Cesco depois!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Ato XV - O Retorno

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 18/6/2018, 23:43