WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Compartilhe
    avatar
    Miac

    Mensagens : 527
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Miac em 4/12/2017, 17:58

    Minha cintura se movia de um lado para o outro para assim poder sentir o corpo da anciã roçar no meu, sua fala e seus toques me faziam apertar os dedos dos pés na tentativa de conter todo aquele desejo que ali aumentava cada vez mais, virando o rosto após o beijo falo de maneira ofegante e com as mãos a procura-lá em minhas costas.

    - Já está sendo inesquecível...uhm...

    Interrompo minha fala com um gemido abafado, minhas mãos apertavam agora o próprio colchão com força, todo meu corpo se arrepia quando as presas dela caminham por minhas costas e descem mais ainda, um tremor encontrável subia por todo meu corpo, era um orgasmo que estava sentindo, minhas mãos se apoiam no colchão e inclino minha cabeça para cima, olhando para o alto com a boca aberta como se desejasse gritar de prazer mas era como se minha garganta estivesse fechada.

    " Estou perdendo o chão...é muito gostoso, que delicia!Mas como ela está falando comigo enquanto sua boca está ocupada..."


    Não conseguia raciocinar direito naquela situação, quando meu corpo é virado tento me sentar e volto com força a me deitar voltando a me contorcer de prazer, mas naquele momento minhas presas não estavam a mostra mesmo sentindo tamanho prazer, sorrio de forma alegre e realizada enquanto mordia meu próprio lábio. Abrindo ainda mais as pernas me posiciono sentada, olhando as costas dela completamente nuas a me satisfazer, minhas mãos iam até as costas de Lorena e começam a lhe arranhar com força por vezes indo até sua nuca e lhe massageando a região.

    Minha voz soa baixo por tentar controlar minha respiração e os espasmos que meu corpo davam, minha cabeça fica a girar enquanto fico com os olhos fechados e os baixos gemidos que tentava conter.


    - Continua assim Lore, me morde de novo!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3527
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Danto em 6/12/2017, 14:58

    -Seu pedido é uma ordem Gabrielle!

    Respondia a mulher que logo mordia outra vez a parte interna da sua coxa, afim de alimentar-se diretamente do seu vitae por longos minutos enquanto a mão livre dela ainda explorava a sua intimidade com maestria, o conjunto da cena fazia seu corpo ferver dentro de um prazer novo e sufocante. Uma breve lambida era dada ali então para fechar a ferida e a mulher se movimentava rapidamente sobre a cama, como uma serpente que expandia seu alcance para um bote em uma fração de segundos, esta se colocava por cima de ti e tomava sua face com força, segurando com firmeza o teu queixo e o empurrando para o lado, para em seguida cravar as presas no seu pescoço, dominando-a completamente! Outra mão ia até seus seios afim de acariciá-los, sempre mantendo o delicioso contrastes. Ali você aprendia algo novo, o verdadeiro prazer máximo da intimidade entre os cainitas era encontrado com suas presas! Porque teu corpo atingia orgasmos únicos e incomparáveis por causa das mordidas sequenciais que a mulher aplicava em seu pescoço.

    -Gab, você quer um pouquinho de mim?

    Questionava Lorena que enfim, lhe dava algum espaço. Espaço que era usado por ela para realizar uma ação de se deitar ao teu lado e puxar a sua mão até o meio das penas dela, onde já havia uma umidificação surpreendente e empolgante.

    -Vem querida, me faça sua!

    O convite era muito difícil de ser ignorado, especialmente porque o seu corpo já iniciava movimentos antes mesmo que a sua mente pudesse raciocinar.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 527
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Miac em 6/12/2017, 22:58

    Meu corpo se contorcia e reagia de forma individual aos meus desejos quando sentia a segunda mordida, minhas mãos se fecham um pouco e minha perna se dobrava a ficar nas costas dela a forçando para ficar ali, mas no momento que a ferida era fechada lhe dava espaço para se movimentar livremente. Mas quando ela me dominava novamente meus olhos brilham de uma forma vulgar e ao sentir a terceira mordida minhas pernas se entrelaçam na cintura de Lorena com força, minhas seguram suas nádegas com extrema forma as apertando e soltando com a mesma intensidade que era dominada.

    - Ein...quero!

    Minha fala era completamente confusa enquanto fico com a boca aberta e expressão completamente desnorteada devido aos múltiplos orgasmos que aquela mulher havia me proporcionado. Só que algo ali dentro de mim já parecia estar vindo e renega-lá seria imprudente e injusto.

    " Só mais um pouco e ela será completamente sua, só quero sentir seu delicioso gosto antes!"

    Minhas mãos lhe acariciavam enquanto ainda estava ao seu lado, respiro profundamente e salto rapidamente para cima dela, meus cabelos ficam em meu rosto, minhas unhas a aranham com força na região da barriga enquanto rebolo com calma e provocativa em seu colo, minha presas começam a crescer novamente, jogo meu rosto para trás para que meu cabelo não atrapalhasse mais minha visão, me inclino até ela para enfim lhe dar um beijo com a mesma intensidade que estava dentro de mim. Para enfim falar com um sorriso provocativo.

    - Nem mesmo parece você Lore, não ouvi muitos palavrões e nem coisas obscenas que me fariam sorrir até...e sim eu quero que seja minha, mas quero tudo!


    Mordo meu lábio inferior deixando a presa do lado oposto a mostra, começo a descer pelo seu pescoço lhe dando algumas mordidas me controlando para não romper a pele e ao mesmo tempo deixando minha marca ali e assim continuo até seu colo, olho para seus seios os segurando com firmeza e começo os acariciando e puxando seus bicos com certa força, minha perna se flexiona entre as pernas dela pressionando o local de maneira cuidadosa e fazendo movimentos para massagear a região. E após alguns momentos assim prestando atenção na reação dela espero o melhor momento para poder falar uma ultima vez.

    - Me pediu tanto um carinho especial neles que devo começar por aqui. Agora eu te quero Lorena, completamente nua e sem nenhuma rédia que lhe segure.

    Com um rápido movimento cravo minhas presas em seu seio esquerdo o abocanhando quase que por completo, minha linguá dava pequenos espaços em meio ao sangue que bebia para lhe tocar o bico do seio, minha mão esquerda segura o outro com firmeza e delicadeza para poder bolina-lo, minha mão direita escoria pela barriga dela com as unhas na pele para enfim lhe tocar o sexo e começar uma deliciosa massagem interna.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3527
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Danto em 8/12/2017, 22:20


    Local: San Gimignano, Quarto de Lorena.
    Data: 17 de Abril de 2016: A parte final da noite.

    Teus olhos voltavam a ver, encontrando o teto do quarto de Lorena. Cuidadosamente eles contavam ali todas as dobras do forro de alvenaria que se apresentava lá naquele inalcançável céu de tijolos e pedras. Seu corpo estava leve, extremamente relaxado e seus cabelos molhados, um perfume suave de amoras vinha de sua própria pele. Movimentando-se ainda de maneira letárgica, você conseguia entender que estava totalmente nua deitada sobre a cama, a umidade dos cabelos indicava que um banho havia sido tomado e uma nova roupa de cama estava postar no lugar da anterior.

    Sentando-se, era notória a presença de Lorena. A linda mulher estava a usar uma camisola branca e escrevia de maneira concentrada em um diário, apoiando o pequeno livro na mão direita enquanto com a esquerda, registrava ali algumas palavras. Sentada na namoradeira de frente para a grande janela aberta por ti, ela levantava os olhos na sua direção e sorria feliz.

    -Bem vinda de volta Gabie! Venha cá fofa, sente-se! Você me fez muito feliz viu mocinha! Tenho algumas coisinhas para conversar contigo agora! E não se preocupe, estou cansada de mais pra qualquer peripécia! Você guarda um monstrinho ai dentro eim!

    Ela ria enquanto batia na cama ao lado dela, mas apontava para uma camisola separada para você junto dos pés da cama.

    Imagens Adicionais:
    Camisola separada para Gabi:
    Vestes de Lorena:
    avatar
    Miac

    Mensagens : 527
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Miac em 8/12/2017, 22:58

    Viro meu rosto ainda sem retirar os olhos do teto, pisco de maneira lenta, como se estivesse apenas a me concentrar em meus pensamentos, passo meu braço diante de meus olhos em uma tentativa de tentar acalçar um daqueles tijolos e o desço até meus cabelos para poder sentir minha mão umedecer, solto um doce sorriso de satisfação ao notar que estava completamente despida e limpa ao mesmo tempo, não apenas limpa fisicamente, minha alma e pensamentos pareciam tão leves e calmos que nada no mundo me faria mudar.

    " É estranho, costumo me lembrar de tudo e agora é como se tudo estivesse apagado, eu e Lorena estamos..."

    Me levanto pressionando o meio de minhas sobrancelhas com movimentos circulares, de algum modo era uma boa válvula de escape para tentar lembrar de algo, reparo em Lorena e quando a mesma me nota acordada sorrio para ela com a expressão de sono e felicidades ambas se mesclando enquanto a vitae ainda estava a percorrer todo meu corpo para enfim me dar todas as noções sobre meu corpo. Virando meu rosto para camisola azul me volto para Lorena para lhe soltar um "Boa Noite Lore!" sem nenhum som.

    Me levanto ainda letárgica e visto a camisola para enfim me sentar ao lado de Lorena, lhe dou um carinhoso beijo no rosto e falo de forma relaxada.

    - Fico contente que tenha sido reciproco os prazeres, foi muito bom! E eu nem consigo pensar em nada sexual no momento, tó tão relaxada...e você que a chamou, deixei que ela viesse sem nenhuma restrição...eu acho né!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3527
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Danto em 11/12/2017, 12:45

    -Dentro dos menores frascos existem os melhores perfumes...

    Respondia Lorena com um sorriso realmente feliz na face, a mulher então fechava o diário e encaixava a caneta na borda lateral do mesmo, para enfim encaixá-lo entre a própria perna e o braço do sofá que vocês duas compartilhavam. Ela então se inclinava para retribuir o beijo na sua bochecha e fazer um longo e lento carinho nos seus cabelos.

    -Obrigada Gab!

    Retornando a postura original, ela se espreguiçava e comentava:

    -Agora tudo está em seu devido lugar, meus pensamentos estão bem mais claros e estou a pensar em como conduzir a situação da próxima noite diante dos desafios que se apresentam. Aliás querida, agora que estamos mais calmas e sem segundas intenções, queres falar sobre algo específico?
    avatar
    Miac

    Mensagens : 527
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Miac em 11/12/2017, 13:57

    "Conheço como que, nos menores frascos é que existem os melhores perfumes mas, cuidado! Desses mesmos frascos menores, é que exalam o mais fatídico veneno...acho que quanto maior a minha humanidade e minha vontade de não me tornar algo ruim é um sinal de quão forte e oposta a mim ela é!"

    Sorrio para Lorena a observando deixar o seu diário entre as pernas e me retribuir o beijo, cruzo minhas pernas e apoio minha cabeça no braço dela e fico olhando para a janela aberta, aumento o sorriso me relembrando da noite passada e falo de maneira baixa e satisfeita.

    - Eu que deveria agradecer!

    Virando meu rosto para ela mudo minha expressão para algo mais pensativo e reviro os olhos em sinal de meus pensamentos e contorço minha boca como se estivesse a forçar meus pensamentos em tentar lembrar o que meu outro lado havia feito.

    - Que bom que está melhor, no final de tudo eu consegui lhe ajudar e você me fez rever alguns conceitos! Tenho duas duvidas Lore, a primeira é que ontem você falou diretamente com minha besta, como conseguiu isso? Eu apenas converso comigo mesma na esperança que ela ouça e em grande parte eu sinto que ela está ouvindo e a segunda é, como ela era, agia e ou falava? Não me lembro de nada.


    Faço uma expressão de desapontamento por não me lembrar fechando os olhos e mostrando a linguá com uma careta engraçada.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3527
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Danto em 28/12/2017, 23:06

    Em sua memória, só era possível sentir alguns brevíssimos flashs que envolviam basicamente sabores ferrosos e fortíssimos nos seus lábios, assim como as expressões realmente sensuais de Lorena que se retorcia pela cama enquanto você se mantinha por cima dela. A voz da mulher então vinha, quase que pegando-a de surpresa por causa das memórias que começavam a voltar lentamente a ti.

    -Como eu consegui? Bem, existem algumas vantagens em ser antiga em toda essa história de benção/maldição que é ser um Cainita. Eu possuo uma habilidade chamada de Animalismo, que me permite interagir parcialmente com as facetas mais selvagens da natureza, isto aliado com o Auspícios gera alguns efeitos interessantes. E bem, como eu namorei uma Valkyria Gangrel por bastante tempo, digamos que eu sei como lidar com a besta sabe?

    Ela sorria e então cruzava as pernas e pensava sobre a sua segunda questão, para lhe responder de maneira adequada em seguida:

    -Ela é você, você é ela. Não há uma distinção clara ou lógica, a melhor explicação que eu posso lhe oferecer é: A besta resume-se em sua essência, sua mais verdadeira, primal e pura essência. Quando o abraço ocorre a besta surge para preservar o que é de mais valioso dentro da sua humanidade, algo que muitas vezes nós nem sequer sabemos o que é, afinal, a vida humana é breve. Assim somos obrigados a conviver com uma força desconhecida dentro de nós, alguns se aproximam dela, outros se distanciam e os piores são os que a corrompem... Destes só o pior pode ser esperado.

    Levantando-se, a mulher se espreguiçava e então olhava na sua direção para afirmar:

    -Bem, ela te escuta, assim como você a sente, ela também te sente. E ela fará de tudo, absolutamente tudo para que a sua segurança esteja sempre em primeiro lugar.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 527
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Miac em 29/12/2017, 00:51

    Não me forço a me apegar as lembranças e nem muito menos alavancar outras, as deixo fluírem com naturalidade pois em minha mente era algo que minha besta estava deixando vir aos poucos e por isso respeito essa decisão, me viro novamente para Lorena com uma expressão leve de surpresa.

    A ouço com atenção a fala da anciã e apoio a mão em meu rosto com um sorriso alegre e espero ela terminar de falar por completo, me mantendo ainda sentada.

    - Uhm...compreendi, é uma habilidade muito útil, já que de certa forma lidamos muito mais com Vampiros do que com mortais em grande parte do tempo, e quem diria que já namorou uma Guerreira da Elite Grangel, tó passada com essa informação! Espero que ambas tenham terminado de maneira passiva.

    Abaixo a cabeça com um semblante mais pensativo e assim me levanto também para poder dar um abraço forte e amigável nela, repouso meu rosto em suas costas, meu olhar não se foca em absolutamente nada e minhas memorias antigas eram relembradas com carinho e dúvidas.

    "- Se soubesse minha gratidão por seus ensinamentos saberia que mataria por sua família e minhas dúvidas ainda são tantas, a cada vez que aprendo mais sobre mim mesma me gera novas dúvidas! Deve ser por isso que procuro ajudar meu Clã e a Camarilla, busco a certeza em tudo que faço, saber explicar e compreender as coisas a minha volta e acima de tudo muito mais sobre mim...já que se eu não puder em entender por completa não mereço ter o direito de sequer tentar resolver o problema de terceiros!"

    - Seus ensinamentos são mais valiosos que qualquer riqueza ou status que possa almejar...talvez ela sempre tenha dado sinais de que esteve sempre aqui dentro, nem mortal, vampira ou vassala uma Revenante sem saber, sempre a tive aqui dentro, guardada, oculta em um local que até então nunca alcancei, por medo ou insegurança minha, forte e destemida com aquilo que deseja a minha mais pura vontade de continuar a caminhar até onde almejo...sem exitar jamais.

    Respiro profundamente me soltando do abraço dado e falo agora com um sorriso mais animado no rosto e com uma fala mais firme e convicta.

    - No final é como você mesmo disse Lore, somos uma só! E ela caminhara comigo para todo sempre, e assim eu o farei com orgulho.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3527
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Danto em 5/1/2018, 14:37

    -Passiva? Não existem Valkyrias passivas querida!

    Comentava Lorena que ria se divertindo com a situação, a mulher sentava-se outra vez ao seu lado e controlava as risadas, para ali ouvir tudo o que você tinha a dizer. Para no final da sua fala, ela beijar os seus lábios de maneira breve e carinhosa e exibir um largo sorriso.

    -O primeiro passo para tornar-se plena em sua função é estar sob o controle de si mesma, não cometa o erro de tratar a sua besta como algo vergonhoso, tão pouco a trate como uma força incontrolável. Há um ponto de harmonia e ele é único para cara individuo, não posso lhe indicar o teu, mas você irá encontrá-lo, eu sei que vai.

    Lorena então segurava uma das suas mãos com firmeza e a puxava até a cama outra vez, para ali se sentar com uma expressão animada e perguntar de maneira ansiosa.

    -Agora deixa eu te perguntar! Me conta, como foi sentir pela primeira vez a possibilidade de trabalhar com o broche de minha mãe? E como você tá com a expectativa de encontrar com meu irmão?! Aliás, tens alguma outra duvida? Se não tiver eu vou começar a perguntar sobre o Ulisses tá, vai se preparando!

    Comentava a mulher de maneira bem alegre e divertida, agora ela parecia uma amiga intima que você realmente não tinha a muitos e muitos anos.
    avatar
    Miac

    Mensagens : 527
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Miac em 5/1/2018, 16:20

    Coloco a mão no rosto de maneira vergonhosa e rio juntamente com Lorena sobre a passividade das Valkirias, abro ainda mais o sorriso e fico a observar sua fala sobre minha besta e aceno positivamente com a cabeça após seu beijo.

    - Irei encontra-ló e sei que isso é algo que devo fazer por mim mesma, dou muito mais liberdade para ela agora e sei que ela também confia mais em mim, podemos compartilhar nossos sentimentos sem ressentimentos agora.

    Já sentada na cama ainda fico a segurar as mãos de Lorena com certa curiosidade em meu olhar, abaixo minha cabeça com uma leve vergonha e um pouco cautelosa com minha fala.

    - Bom, eu realmente não tenho o que disser sobre sua primeira pergunta, já que eu ainda não fiz nada. O que posso falar é que no momento que eu o coloquei eu pude me sentir muito mais confiante e ao mesmo tempo tinha vontade de sair gritando como uma louca pelos corredores. Temos sonhos e quando estamos caminhando em direção a eles é como se tudo a nossa volta ficasse mais lento e as emoções veêm igual um soco na boca do estomago.

    Fico a pensar um pouco mais com a expressão completamente seria e vou falando a medida que minha intonação vai se acalmando e voltando ao meu estado normal.

    - Com relação ao seu irmão, bom eu realmente sei que Marie e você falam que ele é um bom homem e tudo mais, só que me causa certo desconforto saber que alguém sabe tudo sobre mim e ainda mais se tratando de um ancião com cargo tão importante dentro de nosso clã. De qualquer forma darei meu melhor para poder exercer minha função com o máximo de maestria possível. E no fundo no fundo estou muito nervosa.

    Solto uma leve risada de maneira descontraída e após me recompor cruzo a perna para ficar olhando Lorena, fico calma mas minha sobrancelha esquerda arqueá de forma curiosa sobre Ulisses e falo com calma.

    - Não tenho mais nada a perguntar no momento, e pode fazer as perguntas sobre o Ulisses!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3527
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Danto em 10/1/2018, 17:45

    -Tive uma ideia!

    Afirmava Lorena empolgada, a animação da mulher começava com a sua resposta sobre o sentimento de ter o broche da família de Marie consigo, e ela não parecia interessada em diminuir aquela reação interessante e contagiante de alegria.

    -Mas antes, me responde só uma coisinha sobre o Ulisses, a cor da ejaculação ainda é bem branquinha? Porque sabe, ele tá ficando velhinho como vassalo e ele pode acabar ficando igual ao irmão da Marie. Isso muda a biologia interna dele e ele passa a reagir mais como cainita do que como humano sabe?

    Em seguida, após aquela pergunta extremamente íntima que era feita como se fosse a mais simples de todas, a mulher exibia um largo sorriso e falava.

    -E a minha ideia é: E se você tivesse acesso as informações sobre o Mauricio e assim você se sentisse menos invadida? Que tal?!
    avatar
    Miac

    Mensagens : 527
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Miac em 10/1/2018, 19:17

    Fico um pouco mais seria quando o assunto era o Ulisses, no momento que ouço a palavra ejaculação, meu semblante fica apático, reformulo e repenso na pergunta varias e varias vezes em questão de segundos, deixo minha postura mais reta e viro meu rosto para Lorena como se não acreditasse na pergunta, assim como minha fala representava a mesma dúvida?

    - Vossa Excelência deseja saber a cor do esperma do Ulisses? É isso!?

    Aquela pergunta me havia pego completamente de surpresa e naquele exato momento minha postura era a mais cordial e seria possível, como se em minha mente estivesse havendo ali algum tipo de teste, coloco minha mão no rosto em um sinal pensativa.

    " Lorena é do tipo direta, e céus como ela é direta, eu praticamente entrei em modo defensivo sem querer!"

    Travo o som de minha risada em minha garganta enquanto retiro a mão do rosto e começo a rir desenfreadamente após, apoio minha mão na cama e inclino minha cabeça para cima enquanto me abano enquanto continuava a rir.

    - Lore!...me desculpa por isso...é que eu fiquei perdida com a pergunta e só consegui ficar seria, mas na verdade eu estava pensando nela e se realmente eu havia ouvido o que ouvi.


    Soltando todo o ar de uma vez e respirando com calma passo a costa dos dedos nos olhos para retirar qualquer umidade que ouve-se ali devido a risada em excesso, solto algumas risadas mais calma e falo em tom normal.

    - Ai ai...de todas as perguntas que respondi até hoje essa foi a que mais me deixou sem saber como agir, bom, a cor eu creio que esteja normal, não fiquei analisando isso...afinal...mas o cheiro me lembra vitae, de uma forma bem fraca.


    " Céus, é como ter uma conversa com uma amiga de muitos anos, ela age de forma tão natural e intima que me faz rir! Tenho vontade de bater nela e chama-lá de vaca ao mesmo tempo que quero sempre ver esse sorriso lindo em seu rosto. Ah tempos não me sinto isso...e é bom poder confiar em alguém assim!"


    Me viro completamente para ela cruzando as pernas em cima da cama e volto a falar calmamente com um sorriso no rosto.

    - Eu entendo o trabalho de Mauricio, de verdade. É sua função saber dos membros de nosso clã e ainda mais uma novata como eu que veio para auxiliar Marie. Só que não quero que ele se sinta intimado e muito menos desconfortável em minha presença. Acho que levantar essas informações sobre ele mesmo sendo algo completamente normal para você poderia ser mal visto por ele.

    Arrumo o cabelo de Lorena com carinho atrás da orelha e lhe dou um doce beijo nos lábios para enfim lhe olhar novamente com carinho e falar.

    - Mesmo assim, você está sendo um amor comigo Lore!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3527
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Danto em 15/1/2018, 15:55

    -Isso!

    Reafirmava Lorena que cruzava os braços e aguardava a sua reação com bastante ansiedade. Porém, a mulher comçeva a demonstrar uma imensa vontade de rir! Risadas essas que estouravam quando você iniciava seu pedido de desculpas. Ela ria tanto que caia na cama e tinha de esfregar a face para limpar algumas lágrimas que escorriam. Aos poucos ela deixava de gargalhar e ia sentando-se outra vez, ainda ofegante, mas cada instante mais calma.

    -Entendi, então ele está passando pelo processo de mudança. Acredito que aos poucos a luz do dia já não seja mais segura para ele, temos que nos atentar a isso querida!

    Ela então concordava sobre a sua fala a respeito do próprio irmão e respirava fundo de maneira bem mais calma e pacifica:

    -Você é uma fofa Gab, excelente forma de conduzir a situação. Eu em seu lugar não teria a mesma classe e já estaria querendo saber de tudo! Vocês dois serão bons aliados, tenho certeza disso! Mas bem, acredito que agora seja a hora de descançar né? O fim de noite está bem pertinho. Vais para o teu quarto ou pretendes adormecer nos braços de seu querido? Ou nos meus?!

    Ela terminava a fala abrindo os braços e rindo com a própria brincadeira.

    [Off: Ultima ação para o final do ato]
    avatar
    Miac

    Mensagens : 527
    Data de inscrição : 21/11/2015
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Miac em 17/1/2018, 00:38

    Me divirto com a risada de Lorena o que me fazia continuar rindo, viro meu rosto para não olhar para ela e mesmo assim solto algumas risadas descontraída e bem alegre, fico levemente mais calma ainda deixando algumas risadas escaparem e falo.

    - Tadinho dele, gosto tanto dessa parte humana dele! Espero que demore ainda muito tempo para isso acontecer!

    Solto um largo sorriso no rosto e apoio minhas mãos em sua cintura, me aproximo de calmamente e por fim lhe dou um abraço quando vejo a brecha que Lorena havia aberto, fico ali abraçada com ela e falo de forma baixa em seu ouvido.

    - Não gosto de ser invasiva, deve ser por ser ainda muito nova nesse mundo, mas com o tempo quem sabe! E obrigada por tudo nessa noite Lore, você me ajudou mais do que eu lhe ajudei, pode ter certeza disso.

    Lhe dou um doce beijo no rosto e depois um selinho na boca para enfim ficar olhando para ela e lhe segurando as mãos falo naturalmente calma e um pouco pensativa.

    - Seu convite é muito tentador, só que da mesma forma que as coisas estão se movendo tão rapidamente as preocupações e peso que caem sobre os ombros de nós do clã também refletem nos que tem nosso sangue, e o Ulisses deve estar muito cansado e exalto com tudo isso que aconteceu, irei para o quarto dele e verei o que posso fazer para amenizar esse estresse que pode estar em seus ombros, afinal, ele já fez muito isso por mim é o minimo que posso fazer por ele.


    " Minha Tutora, já faz um tempo que não tenho noticias dela também, deve estar em alguma viagem como de costume, ainda sim, faz realmente bastante tempo que não recebo noticias, amanhã perguntarei para Mauricio sobre ela, ele deve saber se ela está bem...Heidi gostaria de saber o que você me falaria sabendo tudo que esta acontecendo comigo e como estou lidando com tudo, sempre tão quieta e acolhedora, ao mesmo tempo prestando atenção em tudo a sua volta...talvez saiba...gostaria de ver sua reação!"

    Beijo cada uma das mãos de Lorena e lhe dava um carinhoso beijo na testa falando em um tom baixo e piscando meu olho para ela de uma forma divertida.

    - Boa noite Lore, durma bem.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Primeiro Arco de Gabrielle: Ato VII - Primeiros Passos

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 18/2/2018, 00:10