WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Compartilhe
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 30/11/2017, 20:32



    Local: Volterra, Viale dei Filosofi, N 12.
    Data: 18 de Abril de 2016: O despertar.

    Seus olhos se abriam no começo da noite apenas para encontrar uma das cenas mais inesperadas possíveis, afinal, o sono difícil de Lucy havia causado pequenas movimentações pelo quarto durante o dia, ações mecânicas que você sequer se recordava completamente por tê-las realizado em meio a um sono total e turvo. Por tanto, era um tanto quando estranho acordar e notar que as camas de solteiro estavam unidas para criar uma cama enorme e espaçosa. Sendo que o meio desta estava preenchido por uma coberta e ali, entre você e Lucy, estava a figura de seu namorado: Massi.

    O jovem dormia no centro das duas camas e provavelmente no lugar mais desconfortável, todavia, este não conseguia esconder a felicidade que sentia. Expressando ainda dormindo um largo sorriso por ter no braço direito a sua cabeça e no esquerdo a de Lucy. Você e a sua prima estavam de mãos dadas, mãos que estavam apoiadas sobre o peito de Massi e que certamente ajudou a jovem a conseguir dormir sem ter pesadelos muito mais severos do que os que a despertou durante a manhã.

    Era um despertar novo, especialmente porque você não sentia que seu espaço estava sendo invadido por aquelas duas novas faces, mas sim, compartilhado com estas! Seu movimento mínimo parecia ser o suficiente para que o sono leve de Lucy se apresentasse, a jovem que estava com as pernas trançadas em uma coberta bem pesada olhava na sua direção e sorria para lhe saudar:

    -Oi! Boa noite Ume-chan... Dormiu bem?! Espero não ter causado muitos estorvos...

    Dizia a jovem com um tom bem baixinho de voz, tentando ao máximo não acordar o próprio irmão que parecia já estar se aproximando naturalmente do despertar.


    Última edição por Danto em 29/1/2018, 14:11, editado 2 vez(es)
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 30/11/2017, 23:07

    Meus olhos se abriam devagar, meu tato se concentrava em entender o que acontecia e quando visãp e tato finalmente compreendiam a cena eu sorria alegre, ali eu estava deitava com Massi e Lucy, na verdade eu abraçava meu primo e namorado enquanto minha mão segurava a de Lucy.

    Movendo minha face eu podia ver o largo sorriso de Massi e a calma do sono de Lucy, vagas memorias de movimentos quase que mecanicos chegavam a minha mente, minha senpai havia tido pesadelos e despertado pela manhã, assim sendo eu e Massi haviamos todamo conta de Lucy e arrumado a cama da melhor forma possivel.

    “Será sempre assim? Porque se for eu vou adorar!”

    Evitando movimentos bruscos eu voltava a me deitar sobre o braço de Massi, ambos haviam adentrado minha vida de uma forma unica, estávamos compartilhando muito mais do que eu poderia imaginar inicialmente e isso me fazia feliz.

    O despertar de Lucy me fez sorrir, sua pergunta delicada e o tom baixo para deixar que Massi dormisse um pouco mas eram sinais unicos da alma carinhosa de minha prima.

    – Boa noite Lucy, dormi sim. Não lembro de muita coisa, mas não causou problema nenhum.

    Respondia no tom mais baixo de voz apenas para não atrapalhar no despertar natural de Massi, minha mão apertava com carinho a de Lucy enquanto eu sorria.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 4/12/2017, 16:18

    -Não queria estragar o final de noite de vocês dois sabe, mas... Obrigada viu!

    Respondia a jovem que propositalmente se inclinava sobre o corpo do irmão para beijar a sua face de uma maneira bem carinhosa e respeitosa. O que ela não esperava era a fala de Massi:

    -Você andou engordando foi?

    A face de Lucy ficava irritadíssima em uma fração de segundos e ela prontamente mordia o ombro de Massi que ao invés de se debater, apenas ria de maneira divertida e puxava a irmã para um abraço até que ela se acalmasse.

    -Boba, agente não engorda lembra?!

    Lucy resmungava:

    -Odeio essa palavra!

    O jovem então soltava de sua irmã que agora se sentava na cama e virava na sua direção com um sorriso gentil na face, permitindo-se admirar a sua beleza por alguns instantes antes de falar enquanto o próprio rosto se avermelhava por inteiro:

    -Oi Ume...

    Ele iniciava o movimento de lhe beijar mas parava por pura vergonha, deixando um sorriso bobo escapar.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 4/12/2017, 20:31

    As palavras de Lucy e seu beijo em minha face traziam um sorriso aos meus lábios, mas as palavras de Massi me pegavam de surpresa, ainda mais quando provocavam diretamente Lucy que ainda estaca inclinada sobre seu corpo.

    “Ele só provoca porque sabe que ela reage assim!”

    A reação de mina prima porem me fez rir, abrindo espaço para que Massi pudesse abraça-la eu ria com a pequena briga que ali se formava, era divertido ver como os dois eram capazes de se protegerem e brigar por coisas pequeninas, um laço muito raro e lindo.

    – É maldade falar sobre o peso de uma garota Massi!

    Eu comentava antes dos dois se sentarem e sentarem, sorrindo para meu namorado eu via seu avermelhar e a pequena inclinação para um beijo, a parada porem me fez sorrir com carinho.

    – Oi Massi.

    Com delicadeza eu terminava o movimento me aproximando de Massimiliano e beijando de leve seus lábios.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 6/12/2017, 14:57

    O beijo entre vocês dois naturalmente prologava-se por mais alguns instantes, Massi apoiava uma das mãos no colchão a medida com que ia se inclinando para que o beijo fosse confortável para a sua respiração e não a colocasse em uma posição de desconforto, todavia, a cena era interrompida quando Lucy soltava um pequenino som:

    -Ownnn...

    Imediatamente, você conseguia sentir a face de Massi esquentar. O rapaz ficava prontamente totalmente vermelho e parava o beijo para esfregar a face em uma reação de muita vergonha.

    -Ai, bobinho vai se acostumando tá! Não dá pra esconder o quão fofinhos vocês são juntos!

    Respondia Lucy que agora saltava da cama para se espreguiçar e olhar ao arredor, já se direcionando até a mala que eles trouxeram na noite anterior para se abaixar ali junto dela e separar um conjunto de roupas para si e outro para Massi. Enquanto isso, seu namorado se sentava novamente na cama e olhava unicamente para você e finalmente falar:

    -Eu vou ficar menos abestalhado com isso, prometo tá?! Mas até lá, acho que vou ficar vermelho assim mais algumas vezes! Nossa, não quero nem imaginar o quanto de vergonha eu vou passar quando sua avó for nos dar mais uma aula... E pra não sofrer de antecipação...

    O rapaz saia da cama e a contornava bem rapidinho para se colocar ao seu lado e esticar as mãos, oferecendo ajuda para o seu levantar.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 6/12/2017, 15:50

    O beijo suave se prolongava com naturalidade, os pequenos cuidados de Massi não me passavam despercebidos e eu os adorava profundamente, eram pequenos detalhes que diziam muito sobre meu namorado. O vermelho de Massi era compartilhado por minhas faces, rindo eu mostrava a língua para Lucy apenas por diversão, afinal era divertido te-la por perto.

    - Boba, uma hora a gente se acostuma.

    Rindo da brincadeira eu beijava a testa de Massi para me esticar ainda na cama, suas palavras porem me deixavam um pouco preocupada, eu tinha certo medo das reações de minha avó e principalmente tia.

    “Belladona vai tentar intimidar ele, de novo!”

    Vendo os movimentos de Massi eu sorria ao aceitar a ajuda, me levantando nas pontas dos pés eu beijava com rapidez seus lábios para comentar.

    – Bom, não temos como fugir. Mas, podemos te preparar um pouquinho! Eu tive uma ideia, sei que ela vai dar certo e vai te ajudar a ficar mais confiante. Por isso se troque e me encontre na sala, eu tenho que preparar umas coisinhas antes!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 8/12/2017, 21:31

    Um sorriso bobo surgia na face do rapaz após o beijo rápido dado por ti nos lábios dele. Então observa a sua ação e a sua fala, para coçar a nunca e então concordar positivamente para ir até a mala e falar enquanto pegava a muda de roupa que já havia sido separada por Lucy.

    -Certo, certo! Vou esperar vocês lá em baixo então, até mais! E bem, quero realmente causar uma boa impressão, a melhor que puder e se eu fizer alguma besteira, já adianto um pedido de desculpas tá?!

    Dizia o rapaz que se levantava com as roupas em mãos e sorria para então virar-se e sair do quarto sem mais delongas. Já Lucy ficava para trás, observando você de maneira curiosa e assim que a porta se fechava, ela corria na sua direção para lhe apertar em um forte abraço.

    -Vocês dois parecem feitos um pro outro! Que vontade de morder vocês! Ei, quer ajuda nessas preparações? Eu sou bem talentosa viu!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 8/12/2017, 23:09

    Sorrindo para Massi eu me sentia feliz, era fácil conversar com ele ou entende-lo, eu mesma já havia passado pelo medo inicial de falhar em rituais, de não ter o dom, mas Massi o possuía eu só precisava provar isso.

    – Perfeito, não vamos demorar muito.

    Vendo-o pegar as roupas e se retirar eu ria baixinho ao ser apertada por Lucy, abraçando-a de volta eu beijava sua testa com carinho.

    – Se por acaso algo te incomodar nos avise Lucy, acho que falo por nós dois quando digo que não quero que você se sinta mal por alguma coisa.

    Pensando um pouco sobre como ensinaria Massi eu acenava positivamente com a cabeça para responde-la.

    – Vamos ajeitar as camas e nos trocar no meu quarto, a caixa de costura está lá e meus diários de estudo. Isso deve bastar.

    Beijando novamente a testa de Lucy eu sorria ao olhar para as camas e lembrar de como havia despertado.

    “O vento é um elemento que não tem muitas barreiras, vai ser bom começar com ele. “

    Olhando para minha prima e senpai enfim eu perguntava de maneira suave.

    – A senhora de vocês se importaria sobre o Massi aprender a linha verde?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 11/12/2017, 12:45

    -Só não se empolguem demais comigo por perto, de resto neeem se preocupe bobinha, eu sei que vocês não vão deixar de serem meus amigos e minha família, independente do que ocorra. Né?!

    Ela exibia um largo sorriso após a pergunta retórica, para enfim concordar positivamente com a sua indicação e assim, começar a lhe ajudar a arrumar o quarto. A ação de organização não demorava de fato por muito tempo, afinal, o quarto era pequeno e só as camas estavam realmente fora de lugar. E assim que a arrumação encontrava seu fim, a jovem batia as mãos e sorria feliz ao ver tudo organizado, para só depois olhar para ti e responder:

    -A triste verdade é que nossa Senhora basicamente desistiu de instruir o Massi, ela deixou isso sob a minha tutela. Sabe, ela não é uma mulher ruim ou perversa como as vezes nós podemos deixar transparecer, ela não é uma grande feiticeira na realidade. Não é atoa que ocupa o cargo de Harpia da corte local, por tanto, ela acabou por ensiná-lo sobre a Dominação e as outras formas de etiqueta e política, logo, ela não se importaria, pelo contrário!

    A moça se espreguiçava e andava na sua direção, perguntando de forma curiosa:

    -E como você vai ensinar o seu namorado sobre a linha verde?
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 11/12/2017, 13:48

    A pergunta claramente retórica de Lucy me fez sorrir, era claro que faríamos de tudo para manter nossa amizade e companheirismo, pelo menos era assim que eu esperava caso as coisas não dessem certo é claro.

    “Não posso prever o futuro, então nada de pensar no errado Ume!”

    Com a ajuda de Lucy era fácil arrumar as camas, sem esforço ou demora eu terminava a arrumação estendendo o futon sobre a cama arrumada afim de deixa-lo pegar ar, as palavras de minha prima me faziam encara-la por alguns instantes, escutando-a atentamente eu concordava com um pequeno movimento positivo de minha cabeça para comentar.

    – Não a imaginava dessa forma, simplesmente a imaginava com outro foco e isso parece verdade. Bem, nem todos aprendem da mesma forma e Massi parece ter uma bem peculiar de aprender. Vou me esforçar para fazê-lo aprender, imagino que isso deixaria a senhora de vocês feliz.

    Convidando Lucy a seguir para meu quarto eu sorria para responde-la ao coçar a nuca.

    – Quero repassar as bases com ele, já vimos que ele consegue executar rituais e seria bom lhe dar um pouco de confiança. Depois, bem ele vai precisar aprender um pouco de botânica, já que a linha verde é bem ligada a isso vai ser mais fácil para ele entender o funcionamento dela. Vem, vamos pegar meus diários de estudos, por sorte botânica é uma arte que se aprende observando e temos uma bela estufa aqui em casa.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 13/12/2017, 12:51

    -Claro que você não imaginava, você é uma fofinha! Já posso te chamar de cunhada?

    Respondia Lucy com um sorriso divertido na face enquanto vocês duas caminhavam lado a lado na direção do seu quarto, a jovem que conseguia ser menor do que você era, te observava com atenção durante a longa fala sobre botânica e estufas para acenar positivamente com a cabeça.

    -Ele tem uma mente mais imagética e prática, fora que é super hiperativo e precisa sempre estar fazendo algo, as vezes ele faz até mais do que era preciso. E sabe, obrigada por aceitar ensinar o meu irmão, melhor ainda, obrigada por aceitar namorar aquele desnaturado!

    A fala bem humorada da jovem só deixava transparecer o quão feliz a mesma estava. Logo vocês duas adentravam o seu quarto e para sua surpresa, havia um pequeno detalhe interessante e fora do comum ali dentro. Um saco de petiscos para cães, com um bilhete colado no mesmo. O papel dizia: "Traga o pacote quando vir aqui filha. Atenciosamente: Papai" e era claramente escrito por Othello.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 13/12/2017, 13:49

    As palavras de Lucy me faziam rir, mas com um aceno positivo eu permitia que ela pudesse me chamar de cunhada. Andando lado a lado eu escutava sua explicação sobre Massi.

    “Que bom que não irei faltar com respeito a ninguém, seria bem ruim se isso por acaso acontecesse.

    Puxando Lucy para um abraço eu a apertava só porque ela era menor do que eu e comentava de maneira breve.

    – Boba! Se me deixar em mais uma enrascada dessas eu te mordo mesmo!

    Soltando-a para continuar o caminho eu sorria ao falar sobre botânica.

    – Eu percebi que Massi aprende bem com os olhos, o que é bom porque se precisa ser m bom observador para entender as plantas, além do mais trabalhar com a terra tende a gerar sujeira e para se manter organizado é preciso de limpar.

    Adentrando no meu quarto não foi difícil perceber o pacote de biscoitos caninos, tomando-o em mãos eu sorria diante do bilhete de Othello, principalmente pelo papai ali escrito, mas minha mente não parava de se perguntar o porque daquilo.

    “Ele sabe que biscoito caninos não são os melhores para gatos?”

    Balançando a cabeça eu sorria ao deixar o pacote de biscoitos em cima da cama, voltando a me concentrar em coisas mais importantes no momento eu andava até a pequena estante de livro em meu quarto para dali tirar três diários de estudos, entregando um para Lucy eu comentava de maneira breve.

    – Essas são minhas anotações sobre o foco da mente, eu transcrevi o livro que Abrielle me emprestou e anoitei coisas por cima, acho que você vai conseguir entender bem como funciona. E esses são pro Massi, Botânica básica e Base Ritualisticas, vou pedir que ele transcreva os dois, vai ajudar a fixar melhor na mente.

    Comentava ao colocar os dois cadernos em cima da cama e ao lado do pacote, ainda me movendo eu retirava a caixa de costura de dentro do armário para pegar um carretel de linha branca, deixando-a em cima dos cadernos eu sorria para Lucy.

    – Acho que podemos começar com isso, nada muito complexo.

    Comentava ao me lembrar de um ultimo detalhe, andando até o guarda roupa eu jogava uma camisa de manga comprida e uma calça sobre a cama, para só então tirar uma pequena caixa de madeira e dali tirar um colar com uma pedra de jade dali, guardando novamente a caixa eu mostrava o colar para Lucy dizendo.

    – Jade leitosa é bem rara, usamos normalmente para afastar mal espíritos e dar sorte, será que o Massi vai gostar?

    Imagens :
    Colar:
    Modelo de Diários :
    Roupa escolhida:

    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 13/12/2017, 18:10

    Lucy ria ao ser apertada dentro do seu abraço, a pequena italiana mostrava a língua em resposta a sua divertida ameaça. Para concordar sobre a sua fala a respeito do tópico mais natural e científico:

    -Tens razão cunhada, isso vai exigir bastante trabalho e de fato acredito que fará muito bem pra ele sabe, especialmente porque ele gosta de se manter limpo e isso certamente não o deixará com ócio e sério, por favor, não queria ver esse menino entediado ele fica insuportável!

    Reclamava a irmã do seu namorado que agora olhava um pouco confusa para o saco de biscoitos caninos que você reposicionava sobre a mesa. Para em seguida, receber nas mãos um dos cadernos e suspirar para elogiar em seguida:

    -Que lindos cadernos! Uau! Você que fez essa capa? Também quero sabe, assim, se você não tiver muita coisa pra fazer sabe!

    Comentava a moça que exibia um largo sorriso na face, tentando convencê-la através de um caminhar meigo e um suave carinho no ombro. Porém ela logo notava que você ainda tinha mais a mostrar e arregalava os olhos diante do colar.

    -Nossa, ele é lindo Ume! Um verdadeiro tesouro! Não se preocupe ele vai amar e certamente nunca irá tirar do pescoço! Mas que presente lindíssimo!

    Falava a jovem que colocava o livro debaixo do braço para esticar a mão afim de tocar no precioso colar.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 13/12/2017, 20:30

    As palavras de Lucy me faziam concordar com a mesma, hiperativo do modo que Massi era seria terrível ve-lo revirar a casa de pernas para o ar devido ao tédio, e bem tédio era algo meio complicado de se ter quando sempre se tinha algo para limpar ou regar.

    - Bom meu pai só é um pouco atrapalhado, mas acho que ele vai ajudar bastante o Massi, os dois já se entendem bem.

    Rindo com os pequenos carinhos de Lucy sobre o caderno eu concordava com a mesma, enquanto ela olhava o colar eu andava de novo até a prateleira para pegar dois deles ainda vazios e lhe entregar.

    – Eu passei muito tempo vendo vídeos para aprender o italiano de outras pessoas, sabe não criar o vicio de ouvir as mesmas vozes sempre. Então resolvi fazer coisas proveitosas com isso, posso fazer mais se você quiser é só me indicar as cores, ah o couro é sintético, sai mais barato do que o real, mas o efeito é o mesmo.

    Pegando o colar de volta eu o colocava em volta do pescoço, apenas porque ali era o melhor lugar para guarda-lo sem me esquecer dele.

    – Melhor nos arrumarmos antes que o Massi comece a se preocupar.

    Eu comentava ao começar a me trocar, ainda tínhamos algum tempo antes da noite realmente começar e eu gostaria de aproveita-lo bem.

    “Um pouco de estudo e confiança e Massi vai conseguir avançar em seus estudos... Espero que consigamos isso!”
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 15/12/2017, 16:48

    -Seu pai é um homem fantástico e admirável, inteligentíssimo mas com uma dificuldade de falar, Massi fala por cinco pessoas. É uma combinação perfeita, afinal, ele vai responder as próprias perguntas enquanto o seu pai nem vai precisar se esforçar.

    Comentava Lucy com um sorriso simpático na face. A jovem então concordava sobre a sua fala sobre os vídeos, claramente entendendo o que você havia dito e enfim tomando o cuidado de empilhar os livros enquanto você se trocava. Enfim vocês duas começavam a tomar o caminho de saída do quarto quando Lucy dizia:

    -Eu é que estou preocupada em deixar ele sozinho por tanto tempo, isso normalmente resulta em cenas inesperadas!

    Era como se ela pudesse prever o futuro! Afinal, assim que vocês chegavam na sua sala, era possível notar que basicamente todos os pequenos adereços sobre a mesa de centro e os móveis haviam sido mexidos, nenhum único grão de poeira existia sobre as mobílias, mas certamente que reorganizou as coisas não fazia ideia do local de origem dos objetos. Massi estava ali, de pé e prontamente escondia algo para trás do corpo, porém esse algo era uma das almofadas do sofá! Ele estava ajeitando as capas, ajustando e estufando o interior delas! Ele sorria sem graça, com um pano no ombro, enquanto Lucy caia na gargalhada diante da cena.

    -Oi Ume. Tudo bem?! Er... Desculpa?!

    Ele dizia com um sorriso na face, mas já encolhendo um pouco os ombros com um suave receio de ter a orelha puxada. Afinal, ele ao invés de parar e esperar havia resolvido limpar a sua sala!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 15/12/2017, 17:27

    As palavras de Lucy me faziam concordar com um movimento de cabeça, era claro que os dois já se entendiam e mal haviam tido tempo de conversar realmente, não que meu pai entendesse bem palavras.

    – Voce está certa, eles não vão ter dificuldade nenhuma em se entender.

    Comentava enquanto trocava de roupa, tomando o cuidado de pentear meus cabelos e prende-los em um rabo de cavalo, eu calçava os sapatos para só então pegar os livros e o pacote de biscoito canino.

    Acompanhada de Lucy eu via minha sala recém limpa, em meio a arrumação do sofá estava meu namorado que realmente comprovava as ultimas palavras de minha prima.

    ”Foi melhor do que eu pensei!”

    Rindo um pouco eu colocava os livros sobre a mesa de centro para abraçar Massi, na pontinha dos pés eu beijava seus lábios e ria feliz.

    – Oi Massi, o que você andou aprontando enquanto a gente se arrumava?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 18/12/2017, 02:09

    Notando a sua aproximação o rapaz sorria mais forte a cada passo que você dava, ali de pé então ele gentilmente se abaixava para que você não tivesse que se esticar muito e retribuía o beijo brevíssimo nos lábios e exibir um sorriso mais bobo e alegre.

    -Nada de mais, juro! Eu só sentei aqui e notei que o pano da mesa de centro estava um pouco desalinhando, ai percebi que haviam algumas folhas na janela da cozinha, as recolhi, mas acabei quebrando um copo, sabe, sem querer! Mas logo usei a vassoura e quando notei varri a sala e bem... Ia continuar limpando!

    Enquanto ele se explicava, o mesmo gesticulava e apontava para os locais por onde havia passado, simulando as ações em uma divertida interpretação que fazia Lucy rir, a irmã do rapaz passava por ele e dava um tampinha nas costas dele, algo amigável e sutil e então se atirava no sofá e comentava:

    -Depois quero tirar uma foto de vocês dois juntos tá!? Mas antes disso, Ume-chan teve algumas ideias legais e acho que você poderia aprender com elas maninho...

    Massi então olhava intrigado na sua direção, mas não comentava nada, apenas demonstrava bastante interesse e aguardava por ti.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 18/12/2017, 11:54

    O sorriso de Massi e sua preocupação em se abaixar para ser beijado me deixava feliz, ainda abraçada a ele era possível ver e ouvir toda sua explicação do que havia acontecido.

    “Lucy estava certa a ele ser incapaz de ficar quieto, ele só precisa de um redirecionamento e isso será uma coisa boa!”

    O gesto e as palavras de Lucy me faziam apertar um pouco os braços em torno de Massi, concordando com um aceno positivo quanto a foto eu sorria ao beijar de novo os lábios de meu namorado antes de solta-lo de.

    – Primeiro isso aqui é pra você!

    Comentava ao tirar o colar com a pedra de jade e colocá-lo em volta do pescoço de Massi, ainda sorrindo eu tocava de leve na pedra enquanto dizia.

    – Ela é considerada boa para proteção contra espíritos malignos e tras sorte a quem usa.

    Andando até o sofá eu pegava os dois livros para Massi continuando a falar.

    – Esses aqui são meus diários de estudo, quero que com o tempo você os leia e o mais importante os transcreva, sem pressa em fazer isso, faça devagar e com calma, isso vai ajudar a entender melhor a base dos rituais e um pouco de botânica. Elas vão ser importantes para a linha verde.

    Entregando nas mãos de Massi os dois livros eu tocava novamente na pedra de jade leitosa e comentava com um sorriso suave, mas sério.

    – Ela vai ter um uso mais imediato, você lidou bem com elementos femininos, seria bom testarmos um pouco dos elementos masculinos agora, se lembra quando eu usei comunicação com o senhor dentro da capela? É um ritual simples guiado pelo vento, vamos tentar ele primeiro comigo, depois com sua senhora. O que você acha?


    Colar de Jade:
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 18/12/2017, 23:57

    Massi sorria de maneira suave com os lábios e inclinava suavemente a cabeça de maneira curiosa quando você soltava teus braços do entorno do pescoço dele, aceitando o presente sem ainda entender muito bem, o jovem atentamente a linda jade que agora estava pendurado em seu pescoço. Para então fechar os olhos por alguns segundos e respirar fundo, abrindo-os novamente apenas quando você entregava os livros para ele. O jovem parecia sem palavras e os olhos dele brilhavam, inquieto ele aguardava o final da sua frase pra literalmente correr até Lucy, empurrando os livros para a jovem que resmungava:

    -Ei que isso folgado?! Ela deu pra...

    A jovem se aquietava, porque Massi corria rápido até você para lhe abraçar com força, distribuindo vários beijinhos nos seus lábios, o rapaz demonstrava exatamente o que o coração dele sentia! Enfim o breve ataque acabava e o teu namorado lhe beijava com mais paixão e ternura, para por fim falar eufórico:

    -Deus, que presente lindíssimo! Adorei, não, não! Eu amei! Nunca vou tirar, prometo, juro! Eu o carregarei para sempre só para poder acordar todos os dias e saber que não é um sonho! Nossa eu estou tão empolgado!

    Ele fava e fazia gestos expansivos, para respirar fundo outra vez e balançar a cabeça positivamente.

    -Tá bem, como devo fazer então? Sei que essa comunicação funciona quando á uma conexão forte entre as pontas e bem, se eu fechar os olhos agora ó...

    O rapaz fechava os olhos e dizia sorrindo feito um abobalhado feliz:

    -Eu só vejo você!

    Lucy soltava um divertido "own" enquanto Massi exibia um largo sorriso para enfim completar:]

    -Vamos tentar! Vai dar certo, tenho certeza!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 19/12/2017, 00:37

    O olhar curioso de Massimiliano me chamava a atenção, eram em seus olhos que eu via a pequena chama da alegria crescer, mas algo o continha ali e eu ainda me perguntava o que era, porem quando minhas palavras terminavam eu via aquela alegria se expandir.

    A reação de deixar os livros no colo de Lucy me fazia olha-lo com cuidado, isso até ser abraçada e receber aquela enxurrada de beijinhos carinhosos, ali eu sentia meu coração feliz e até mesmo as caudas dela balançavam mais alegres, muito embora em sua face houvesse algum tipo de julgamento.

    “Ele é tão fofo! Vou ter que proteger ele da Belladona!”

    Rindo com alegria para receber o último beijo eu o abraçava com carinho apenas para ouvir os elogios sobre o presente.

    – Bobo, é claro que é realidade!

    Comentava apenas para poder bagunçar os cabelos de Massi como eu adorava, ainda ouvindo suas palavras eu assistia seus movimentos expansivos com calma, mas o sorriso bobo e sua pequena declaração sobre ver minha face ao fechar os olhos me fez rir e beijar seus lábios com carinho.

    – Vai sim, claro que vai dar certo. Primeiro se acalme um pouco e respire fundo, você precisa ter controle de seus sentimentos na hora de executar um ritual ou mágika.

    Respondia com calma, fazendo-o se sentar no sofá, sentando na mesa eu sorria ao pegar o carretel de linha e soltar um pouco desta, tomando uma das mãos de Massi eu amarrava a ponta da linha em seu mindinho enquanto lhe explicava.

    – Você está certo, a comunicação funciona quando as duas pontas tem uma ligação forte, essa ligação é criada através do vinculo ao objeto portado. Vê esse anel, eu ganhei do meu pai, foi de sua mãe mortal, então ele tem uma ligação forte com o anel, por isso posso usar para criar um elo diretamente com ele.

    Comentava ao apontar para o anel de prata que permanecia em meu dedo central na mão direita, tocando de leve no colar eu continuava.

    Anel:

    – Esse colar foi um presente de casamento para minha avó, ela me deu no dia que eu me formei, então é uma peça que me é importante, portanto você pode criar um elo comigo. Lembra-se quando Abrielle disse que elementos femininos são estáveis e masculinos não? Bom o que faz a ligação nesse ritual é o ar, um elemento masculino, portanto energético e mutável, vamos usar a linha para exemplificar a ligação, assim você pode visualizar melhor.

    Puxando de leve a linha que estava amarrada ao dedo de Massi eu sorria esperando pelas dúvidas dele.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 21/12/2017, 21:13

    Massi demonstrava um animadora euforia enquanto tinha os cabelos bagunçados por ti, claramente adorando o seu toque e até permitindo ao inclinar suavemente a cabeça para frente. No entanto, o rapaz ia diminuindo o sorriso de acordo com a sua fala, não por estar desanimado ou infeliz, mas sim com uma clara intenção de entender o que você dizia.

    Lucy esticava a mão direita para tocar na mão esquerda do irmão, apertando-a com carinho ela parecia incentivá-lo através do tato a se manter focado e de fato, isso ajudava! Massi a observava e balançava a cabeça positivamente para lhe responder sobre os elementos e por fim dizia.

    -Entendi, quer dizer vê se eu entendi Ume! Eu vou usar o colar de jade para me comunicar contigo, porque ele é um item de muita importância para você e carrega as suas energias. Assim, eu preciso buscar por você através do ar e a corda vai me ajudar a visualizar isso tudo... Certo? O ar é energético e mutável, logo preciso entender isso se não as palavras podem se perder! Acertei tudinho? Se sim, quero fazer, digo tentar! Eu vou tentar! Pode ir se esconder eu vou te achar, sempre!

    Ele terminava a fala e exibia um poderoso sorriso. Lucy não escondia a felicidade por seu irmão ter entendido e animadíssima, se levantava para lhe abraçar e sinalizar apontando pra escadaria.

    -Vamos! Vamos! Digo, é pra você ir logo eu fico aqui em baixo com o Massi, to ansiosa!

    Massi comentava com a irmã:

    -Vai com ela maninha, se você ficar agitada aqui eu vou me desconcentrar.

    Lucy então olhava para você com um olhar pidão, esperando por um sim.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 21/12/2017, 22:16

    Era de certa forma impossível não sorrir diante de Massi, ao ver sua pequena ajuda para que eu pudesse bagunçar seu cabelos minhas mãos o faziam por um pouquinho mais de tempo enquanto eu ria. Já a mudança de comportamento dele me deixava surpresa, Massi estava se esforçando eu não podia negar isso.

    “ Ele vai conseguir, tenho certeza de que vai!”

    O toque de Lucy em Massi me fez sorrir, minha prima apoiava o irmão em seus estudos um carinho que não me passava despercebido. Explicando com calma como o ritual funcionava, e a resposta que recebia não podia me deixar mais animada!

    – Isso! É isso mesmo Massi!

    Comentava ao receber o abraço de Lucy, apertando-a eu sorria ao ouvir sobre o teste do ritual, isso me deixava mais feliz ainda porque partia de Massi o desejo de se testar, um ótimo avanço na minha opinião.

    – Vamos pro meu quarto, você conhece o caminho e isso vai te ajudar a visualizar melhor. Não tenha medo ou fique nervoso, ainda temos tempo ok?

    Respondia ao me levantar apenas para beijar de leve os lábios de Massi e começar a liberar a linha do carretel.  
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 22/12/2017, 01:59

    Havia uma expressão contente no rosto de seu namorado, não só por causa da expressão de bem querer entre você e a irmã do mesmo, ou por causa do beijo que recebia. Claro que esses fatores eram importantíssimo, mas ele estava feliz porque confiava em si mesmo!

    -Qualquer coisa eu aviso, prometo. E obrigado por pensar em tudo Ume, eu só não corro para te dar mais alguns beijos porque preciso de focar! Foco Massi!

    A parte final da fala ele direcionava a si mesmo, Lucy desejava boa sorte pro irmão apenas murmurando e em seguida tratava de subir junto contigo até o seu quarto. A corda branca estendia-se pela casa e ia marcando o caminho, para enfim terminar quando vocês duas fechavam a porta do seu quarto. Lucy agora demonstrava toda a ansiedade que não poderia mostrar na frente do irmão. A pequena tremere esfregava as mãos e andava de um lado para o outro, para sorrir nervosa para ti e perguntar:

    -Vai dar certo né?!

    Ela então segurava a sua mão livre do carretel e tentava se manter positiva, apesar do enorme nervosismo e insegurança. Era como se houvesse nela um instinto natural de proteger Massi de qualquer tipo de trauma ou falha e não necessariamente por desmerecer as capacidades dele.

    Alguns minutos se passavam e o silêncio começava a incomodar! Até a voz de Massi vir do andar de baixo:

    -Não tenha medo, não fique nervoso. Não tenha medo, não fique nervoso...

    Lucy apertava sua mão com mais força, ela já estava prestes a sair correndo do quarto para acolher o irmão. Mas você sentia um vento suave bater em seus cabelos, seguida de uma fala:

    -Pense nela, é só pensar nela. Vamos, vamos, pense no sorriso dela! Agora... Acho que foi! Vou enviar algo importante, vai que ajuda! Foco! Ume, eu te amo! Foi? Nossa acho que deveria testar algo menos... Calma ai, tá funcionando! Ume! UME!

    A forma atrapalhada só poderia pertencer a Massi! Ninguém mais iria enviar a própria linha de raciocínio sem sequer pretender! Ele havia conseguido!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 22/12/2017, 09:29

    A confiança de Massi em si mesmo era visível, isso me animava já que era um passo importante para que a magika ou rituais funcionassem corretamente, as palavras dele me faziam rir e concordar com o mesmo.

    - Tudo bem nós vamos estar por perto, juro!

    Respondia ao me levantar e subir as escadas ao lado de Lucy, tomando cuidado para que a linha ficasse rente sem arrebentar seguiamos para o quarto, fechando a porta eu me sentava na cama por cima de minhas pernas, respirando fundo.

    A ansiedade de Lucy se revelava com toda a força, em silêncio eu observava minha prima com paciência, tínhamos que esperar Massi agir em seu próprio tempo, algo que eu ainda não conhecia completamente.

    "Ele fez certo em pedir que ela me acompanhasse, ela não faz por mal, mas teria atrapalhado ele.

    Concordando com um aceno positivo eu respirava para me acalmar, mas o breve vento em meus cabelos me fez sorrir aliviada, assim como as palavras que me chegavam. Tampando os lábios para não rir eu indicava a porta pra Lucy que estava ansiosa demais.

    - Tá sim Massiveiro, seu bobo você tem que falar oque você quer transmitir não pensar, acho que isso que fez demorar tanto! Ah eu também te amo!

    Respondia sem conter o sorriso ou a alegria de ver Massi executar o ritual.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 27/12/2017, 15:53

    -Meu deus, deu certo! Deu certo!

    Dizia Lucy animadíssima, saltando da cama e correndo para abrir a porta em meio a uma verdadeira torrente de alegria, ela soltava gritinhos animados e ia saltitando para o andar de baixo, era até possível ouvir ela ainda comemorando e batendo palmas enquanto a voz de Massi ecoava em sua mente:

    -Ah, você não explicou essa parte ué! Tá, o que eu quero transmitir... Você me ama?! Ume...

    O ritual era interrompido e você sabia porque, afinal, o barbate caia no chão e você ouvia o som forte do rapaz correndo com toda a força física que tinha pelas escadas. Por uma fração de segundos você sentiu, antes do ritual terminar o quanto ele a amava e era um sentimento gigantesco de pura alegria. A porta do quarto entreaberta era empurrada pelo rapaz, que corria na sua direção e segurava a sua face com carinho, olhando nos seus olhos e dizendo:

    -Você mudou a minha vida Ume, é um privilégio ser teu namorado. Obrigado.

    Ele então beijava a sua face para depois, enfim, beijar os seus lábios. Lucy entrava logo em seguida e apenas dava prosseguimento a comemoração, a pequena estava tão feliz que só queria deixar isso claro!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 23/4/2018, 06:35