WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Compartilhe
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2539
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 27/12/2017, 16:16

    A empolgação de Lucy me fez rir, vendo-a correr pela porta eu me sentia alegre, ainda mais quando o som de Lucy alcançava a sala e Massi, mas as palavras de meu namorado me faziam coçar a nuca em resposta.

    - Erro meu Massi, não imaginei que precisava explicar essa parte.

    A interrupção do ritual me fez suspirar, por alguns instantes os sentimentos de Massi me chegavam com força e de alguma forma lágrimas felizes marcavam minha face, o som de seus passos me fez enchuga-las, sorrindo eu o recebia.

    Os beijos suaves de meu namorado me enchiam de orgulho, eu o prezava muito e seu sentimento por mim era puro, algo que me faria cuidar de Massi sem medo.

    - Seu bobo! Nós dois temos sorte por temos nós achado.

    Abraçando Massi eu ria ao ver que animação de Lucy não diminuirá nem um pouco, puxando-a para o abraço eu a apertava com carinho.

    "Espero que isso o deixe mais confiante!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4124
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 28/12/2017, 22:57

    Juntos vocês três compartilhavam de um abraço especial e carinhoso, Lucy demorava ainda alguns segundos até conseguir manusear a empolgação que saia de controle, já Massi agora sentado ao seu lado buscava vagarosamente pela sua mão esquerda, apenas para brincar de entrelaçar os dedos da mão dele na tua enquanto comentava bem alegre:

    -Bom, eu acho que aprendi! Só não tentar enviar pensamentos e sim uma frase, o que será que ela gostaria de ouvir maninha? Um oi?! Um... Tudo bem?! Eu realmente não sei bem como deixar claro que sou eu sabe?

    Lucy se ajustava sobre a cama, trançando as duas pernas e sentando-se sobre as mesmas para pensar vagamente sobre o assunto e responder uma verdade divertida:

    -Não pensa Massi, só faça. É assim que você se torna inconfundível irmão, só tenho que ir buscar o anel para entrar em contato com ela, deixei na mochila. Já volto!

    A pequena jovem então se levantava e dava alguns passos para a saída do quarto, para virar-se a afirmar de maneira debochada:

    -Comportem-se viu! Eu volto rapidinho!

    Massi ameaçava atirar um dos travesseiros na garota que corria para sair do quarto enquanto ria. Por fim, o jovem italiano respirava fundo e fechava os olhos. Para enfim segurar a sua mão e sorrir, abrindo os olhos e buscando olhar a sua face diretamente.

    -Vai ser muito legal poder aprender uma taumaturgia sabe? É algo que eu havia realmente acredito nunca ser capaz de fazer, foi bastante difícil, quase insuportável ter a certeza de ser um inválido... Mas aqui estou! Nossa, eu vou me esforçar tanto, mas tanto!

    Afirmava o rapaz com determinação.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2539
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 29/12/2017, 15:10

    Ali abraçada a Lucy e Massi eu sorria feliz, o toque gentil e o brincar de nossos dedos me fazia sorrir, ainda mais usando Lucy é claramente a mais alegre de todos nós.

    "Pelo menos eu sei que ela não vai se sentir culpada por essa euforia toda!

    Ouvindo as palavras de Massi eu abraçava seu braço com carinho para lhe beijar a face e ficar ali sorrindo feliz, a resposta de Lucy me fez concordar e.comentar de maneira breve.

    - Lucy tem razão, apenas faça, ela vai saber que é você Massi. Tenho certeza que ela vai reconhecer você.

    Sentando-me melhor na cama eu cruzava as pernas para mostrar a língua para Lucy que era ameaçada por Massi e o travesseiro, rindo disso eu encarava meu namorado com carinho, suas palavras eram sinceras e eu as entendia bem.

    - Você não é um inválido, tenha certeza disso, eu sei que seus esforços vão dar frutos e eu vou me esforçar pra te ajudar. Apenas lembre-se que mesmo a mente mais brilhante ainda é julgada de forma errônea, meu pai é a prova disso, e garanto que ele também vai te ajudar Massi.

    Respondia ao tomar uma de suas mãos e beijar com carinho.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4124
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 5/1/2018, 14:55

    As suas palavras ecoavam pelo quarto, mas pareciam alcançar algo ainda mais especial e profundo dentro do seu namorado, cujos olhos começavam a ameaçar algumas lágrimas, avermelhando-se gradativamente. Mas o rapaz respirava fundo e ao invés de chorar, sorria de alegria e puxava as suas mãos até os lábios dele, beijando cada uma delas duas vezes, com muito carinho e ternura.

    -Estou a me questionar, seria o teu coração feito de jade?!

    O rapaz brincava apenas para tentar lidar melhor com a vontade de chorar que parecia passar aos poucos.

    -Obrigado Ume, de verdade, obrigado. Bem, aproveitando que o teu Pai foi citado, vamos encontrá-lo? Eu estou ansioso para pedir autorização a ele para oficializar nosso namoro! E estava arrumando a sua cozinha enquanto ouvia uns barulhos pela casa dele, acho que ele derrubou alguma coisa por lá sabe?!

    O rapaz então começava a se levantava e parava na sua frente, esticando uma mão, para assim que você aceitasse, ele pudesse puxá-la e beijar os seus lábios amorosamente.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2539
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 6/1/2018, 12:02

    O quase choro de Massi me fez olha-lo com carinho, apesar de nossas culturas serem diferentes, no fundo eu entendia o que Massi sentia, o sentimento amargo e solitário de nunca ser boa o suficiente para escapar do destino que meus pais haviam me reservado. Por isso o carinho de Massi era gentil e incomparável a tudo que eu já tivera antes, era o carinho de alguém com quem meus sentimentos se entediam sem esforço.

    – Seu fofo, esse foi o elogio mais carinhoso que eu já ouvi.

    O elogio e beijo em minhas mãos me fazia sorrir como uma menina, ainda sorrindo eu escutava suas palavras e o observava com interesse, afinal eu conhecia bem as duas casas e melhor ainda os horários de meu pai.

    “Ele está tentando fugir? É claro que está!”

    Aceitando o convite eu o beijava com carinho, apenas para cuidadosamente empurra-lo de volta para a cama e comentar de maneira calma.

    – Nem pense em tentar me enganar bobinho, ainda temos tempo para você falar com a sua Senhora! E vai dar certo Massiveiro!

    Cruzando os braços eu tentava mostrar minha face mais séria, embora fosse impossível já que continuava a sorrir.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4124
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 10/1/2018, 17:45

    O rapaz sentava outra vez na cama, surpreso com a sua reação de empurrá-lo. Para então rir e esconder a face quando você começava a falar, resmungando baixinho:

    -Quase consegui!

    Dizia o rapaz que cruzava os braços e fazia uma carata diverta, afinal, o plano dele havia sido executado de uma maneira bem desleixada! Porém, como tudo era mantido em um clima divertido, ele suavemente buscava pelas suas mãos, convidando-a a sentar-se no colo dele, para que assim que isso acontecesse, ele pudesse lhe dar alguns beijinhos cheios de carinho.

    Posteriormente, a porta se abria e por ela entrava a figura da diminuta e sempre chamativa Tremere. A sua senpai logo dizia animada ao exibir o anel da senhora na palma da mão direta:

    -Prontinho fofos! Está aqui o anel, agora é só revisar rapidinho a teoria, né Ume? E podemos tentar!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2539
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 10/1/2018, 19:15

    A surpresa estampada no rosto de Massi me fez sorrir mais do que eu queria, mas ver que eu realmente havia entendido seu plano de fugir me arrancava um riso suave.

    – Quase, muito quase Massiveiro.

    Respondia ao aceitar o convite suave de me sentar em seu colo, entrelançando meus braços pelo pescoço de Massi eu sorria feliz ao receber e retribuir os beijos carinhosos. Aproveitando os carinhos ali trocados eu depositava minha cabeça sobre o ombro de Massi e relaxava, ali eu sentia o perfume de seus cabelos feliz e satisfeita.

    “Ele vai conseguir, e papai vai nos dar a permissão, sei que vai!”

    A entrada de Lucy me fez levantar a cabeça concordando com a mesma, depositando um breve beijo nos lábios de Massi eu me levantava para deixar que Lucy entregasse o anel ao seu irmão.

    – Você já entendeu como a ligação se forma Massi, só precisa imaginar a linha que liga o anel de sua senhora a ela, e falar é claro. O vento vai entregar suas palavras a ela, e então ela pode te responder.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4124
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Danto em 15/1/2018, 15:48

    Massi tentava exibir uma expressão mais dramática e assustada, mas tudo isso sequer durava cinco segundos, pois o beijo que você dava no rapaz o fazia suspirar feliz e logo se focar ao pegar o anel com a mão esquerda. Silenciosamente ele se concentrava, fechando a mão e iniciando uma respiração pesada.

    Dessa vez, Lucy ficava de pé ao seu lado e não demonstrava tanto nervosismo, na realidade ela até sorria de maneira discreta por acreditar realmente que o irmão era capaz. Massi abria então os olhos, para olhar na direção da irmã e posteriormente na sua, algo rápido que acabava novamente nele de olhos selados e com um confiante sorriso. Para assim que o ar do local se modificasse, tornando-se mais denso e rarefeito, ele pudesse falar:

    -Boa noite Elma! Espero que não esteja atrapalhando em nada! Apenas estou a a finalmente aprender e gostaria de sinceramente, agradecê-la por tudo que tu provê a mim e a minha irmã.

    A resposta vinha com uma voz feminina surpresa e eufórica:

    -QUE? Calma, meu deus eu quase bati o carro! Massimiliano Azzarello!? É mesmo você? Deus! Como isso aconteceu?!

    Massi respondia enquanto Lucy segurava a vontade de gritar e pular de alegria com bastante dificuldade.

    -Sou eu mesmo, tua prole. Estou aprendendo a lidar com as minhas dificuldades sob a tutela de Othello e sua filha, Ume, que por sinal é minha namorada e eu mal posso esperar para apresentá-las! Afinal, eu sei que nunca serei o seu filho, mas você é mais próximo do que eu posso ter de uma familia, além de Lucy é claro!

    Novamente a italiana do outro lado respondia com alegria:

    -Não sejas mais abestalhado do que já és Massi! Eu fui abraçada mocinha e quero ser mocinha pra sempre! É só por isso que nunca os tratei como filhos, não é por falta de amor! E saiba que eu estou profundamente feliz com isto! Nos vemos em breve!

    A comunicação então terminava e Massi levantava a cabeça para olhar na sua direção, totalmente tomado por uma alegria especial, o rapaz segurava a vontade de chorar enquanto o ritual terminava.

    [Off: Ultima ação para o final do ato.]
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2539
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Jess em 15/1/2018, 17:27

    Era com dificuldade que eu ria diante do pequeno drama de Massi, mesmo assim eu o beijava com carinho antes de repassar as pequenas falhas do ritual feito por Massi, cruzando os braços para esperar pelas reações de meu namorado meus lábios sorriam por conta própria.

    “O primeiro passo sempre é o mais difícil, por sorte esse já é o segundo.”

    Respirando de leve para controlar a ansiedade que me preenchia, meus olhos percebiam o sorriso de Lucy, bem mais controlada e calma ela acreditava no irmão, afinal ambas sabíamos que ele era capaz de realizar o ritual. O breve olhar de Massi me fez segurar a respiração, mas diante de seu sorriso confiante e da mudança de ambiente eu sorria feliz e mais do que tudo satisfeita.

    “Eu sabia!”

    As palavras de meu namorado me faziam lutar contra a vontade de pular em seu pescoço, afinal isso encerraria o ritual e eu não queria atrapalha-lo, porém não pude esconder a surpresa em ouvir as palavras de Elma, um pequeno fato que me deixava curiosa.

    Colocando as mãos sobre a boca eu segurava o riso, era claro que Elma havia sido pega de surpresa, ouvindo o dialogo entre Massi e sua senhora eu a sentia curiosa, era claro que até mesmo ela havia sido pega de surpresa e suas caudas irrequietas me indicavam isso.

    Ouvir a palavra namorada fez com que uma onda de calor me invadisse, rindo de minha reação eu balançava a cabeça ouvindo as ultimas palavras de Elma antes que o ritual por fim se completasse.

    No instante em que Massi levantava a cabeça e me encarava eu corria para abraça-lo, ali na cama eu o beijava com carinho sorrindo feliz e sem medo.

    – Viu eu disse que você ia conseguir Massi! Você conseguiu!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Primeiro Arco de Ume: Ato IX - O Despertar.

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 12/11/2018, 17:07