WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Primeiro Arco de Loretta: Ato IX - A Segunda Noite do Festival I

    Compartilhe
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Loretta: Ato IX - A Segunda Noite do Festival I

    Mensagem por Danto em 7/3/2018, 20:32

    Os seus dois amores deitados ali contigo na grama ouviam seus palavras sobre a própria Toscana, sobre o lar e era nítido como ambos ficavam felizes, verdadeiramente alegres, quando você mencionava a figura da segunda prole de Elonzo de uma forma tão familiar e próxima, afinal, o destino reservou a vocês um distanciamento natural por várias razões. Evangeline sorria alegremente e comentava, enquanto Alfonsus parecia segurar algumas lágrias de tanta emoção diante das suas palavras.

    -Talvez eu tenha uma parcela de culpa, na verdade, nós sequer sonhávamos em um dia chegar a Berlim ou as terras germânicas, estávamos bem em Madrid. Mas foi um pedido de Fredy, o homem que abriu as portas para que nós começássemos a viver querida, Fredy foi para mim exatamente o que Alfie foi na sua vida. Eu escuto as suas palavras, entendo-as, gostaria de dizer que será assim, mas dependerá de como Pietra irá lidar com tudo isso quando acordar... E ainda existem os conflitos com Elonzo não é mesmo?!

    Alfonsus respirava fundo e fazia um carinho mais delicado em seus cabelos, era uma pequena brincadeira de encaracolar os mesmo e depois libertá-los para enfim, reunir forças para responder.

    -Se eu disser que não sinto falta de Florença, seria uma mentira cruel e fria. Eu adoraria poder mostrar para minhas filhas o que é o meu legado, eu sangrei por essa terra, por essa terra eu me sacrifiquei tanto... Sim, o jardim em Berlim é lindo, mas suas palavras também são Loretta. Se coubesse apenas a mim, eu traria todos para cá!

    O homem fazia então uma curta pausa, para retomar o fôlego e por fim sorrir de maneira apaixonada e feliz.

    -Eu sinto que ela esta voltando para nós, meu coração esta apertando-se em saudades e isso é um bom sinal. No momento em que ela acordar, levarei o tópico a mesma. E se Elonzo não se acertar com ela eu irei encher aquele garoto de tabefes! Basta de tanta distância, ele teve o mais triste dos adormeceres por cometer erros, o sono deve ter ensinado a ele uma boa lição. Obrigado por sua sinceridade querida... Prometo, esses punhos que outrora lutaram por essa terra, agora batalharão para unir essa família, de uma vez por todas.

    A fala dele era profundamente sincera e forte, isso é claro era posto em contraste quando os ânimos de vocês se elevava outra vez. Afinal os pequenos beijos dados pelos seus lábios no napolitano, faziam com que ele tomasse liberdades que a animavam, diante daquela sua expressão, o mesmo segurava a sua face pela nuca e aplicava com a outra mão outros encontros firmes entre a sua face e o pênis dele, o mesmo se chocava repetidas vezes contra o seu nariz, isso quando ele não se divertia em empurrar ele contra a sua face, quase encobrindo ela por inteiro.

    Inevitavelmente Eva gemia de maneira abafada quando seu pé adentrava a boca dela daquela maneira mais forte e erótica, as presas da mulher prontamente rasgavam o seu dedão apenas para que ela pudesse fazer vários movimentos de sucção com os lábios enquanto delirava de tesão, masturbando-se com o uso de uma mão enquanto girava os olhos, de tanto prazer.

    -Lotta, desculpa por roubar sua frase tá? Mas... Vamos... Engole... Afinal ele é teu!

    Dizia Alfie, sorrindo batendo o membro pela última vez contra a sua face e agora empurrando-o para dentro da sua boca! Com uma mão ele tomaria conta de todos os movimentos, fazendo-o ir mais fundo e as vezes a quase retirá-lo totalmente da sua boca, apenas para que você pudesse respirar. E enquanto ele fazia isso, o mesmo usava a mão livre para tocar na sua intimidade, assim como a mordiscar a sua perna, ao ponto de morder a parte interna da sua panturrilha para se alimentar. E ali vocês permaneceriam por vários minutos, livres, felizes e finalmente abertos um para o outro.

    [Off: Ultima ação para o final do ato]
    avatar
    King Jogador

    Mensagens : 627
    Data de inscrição : 07/12/2015

    Re: Primeiro Arco de Loretta: Ato IX - A Segunda Noite do Festival I

    Mensagem por King Jogador em 8/3/2018, 00:27

    Ficar no meu gramado apreciando as pessoas que eu tanto amava era algo único e especial. Ainda mais sentindo aquela brisa que eu tanto amava. Nesse momento o mundo era apenas os olhos apaixonados deles e ali eu sorria feliz. escutando carinhosamente as palavras deles e concordando de leve. Não era hora de exigir nada, eu estava apenas expondo meus desejos, era um momento de pura sinceridade e abertura. Assim eu logo me colocava a responder.

    - Eu entendo muito bem seus pontos. Espero apenas que ajudem a iluminar a Pita sobre as palavras que eu disse. Somos imortais afinal, um dia conseguiremos viver felizes em nossa terra. Só espero que não seja daqui a muito tempo.

    Sorria após minhas palavras. Olhando na direção do horizonte. Na direção de onde ficava Urbino lá bem longe. Então suspirava delicadamente e fazia um sorriso mais animado e confiante. De forma tal que não só as palavras do Alfie ajudassem Eva e Pita e não temerem aquele pequeno Grande Rei, agora teriam minha ajuda também.

    - E sobre o Elonzo, não se preocupe, eu mesma só entendi o que de fato ocorreu logo após ele dormir. Aquele baixinho não escapa das minhas broncas!

    Assim a cena prosseguia com aquele pênis batendo na minha face e eu pedindo mais após cada batida. As chupadas de Eva no pé eram tão intensas que eu começava a imitar os movimentos dela para me masturbar com intensidade. Só que ai o Alfie me colocava a engolir aquele maravilhoso pênis e eu levava minha doca até o fundo, ao ponto de meu nariz tocar nas bolas dele. Ficava assim por um tempo até deixar ele guiar meus movimentos. Mas puxava a mão livre dele para trocar pela minha em minha própria masturbação.

    A cena prosseguia até eu cravar mais uma vez minhas presas bem no caule do pênis dele no exato momento que meu orgasmo chegava. Ali eu me sentia exausta novamente e me deitava agora um pouco no colo de âmbos. Sorrindo e dando curtas risadas perdidamente apaixonadas. Fazia silenciosamente algumas trocas de beijos e ficávamos a olhar as estrelas por mais alguns momentos. Só depois de um bom tempo que eu fazia o movimento para me levantar.

    - A noite está só começando. Vamos nos vestir por hora e encontrar nossos convidados.

      Data/hora atual: 25/9/2018, 02:58