WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    História & Cenário

    Compartilhe
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 724
    Data de inscrição : 19/02/2016

    História & Cenário

    Mensagem por King Narrador em 4/1/2018, 16:40

    História da Cidade

    Pré-Fundação:
    O Delta do Mississípi nunca foi uma região muito habitada por povo indígenas no passado. Já chegou a haver os Chicksaw, Choctaw e Natchez, mas nunca em grandes números. Considerado um local de péssima movimentação e muitas doenças dado o alto número de mosquitos. O povo antigo  acreditava que o Delta do Mississípi sempre foi um lugar amaldiçoado, mesmo antes dos europeus chegarem.

    No século XVII a região de Nova Orleans foi um grande esconderijo de piratas e contrabandistas. Presume-se que os primeiros cainitas a se assentarem na região, pertenciam ao clã Nosferatu, porém, não há registros tão arcaicos ou precisos, tendo em vista que estes não pretendiam nada além de um refúgio. A região logo começou a ser conhecida por párticas religiosas de origem africana, comumente chamadas de voodoo, dados a presença de escravos fugitivos. Neste período apareceu alguns povoados pequenos e esparsados, mas a cidade oficialmente só foi erguida décadas depois

    Acredita-se que foi nessa época que a primeira mãe voodoo apareceu na região. Fundando um grande mausoléu no subterrâneo de hoje a cidade é erguida. Ninguém sabe ao certo que era ela, mas entre os cultos voodoo atuais ainda existe muita homenagem para ela. Conhecida por realizar sacrifícios humanos similares aos ocorridos nas terras Aztecas séculos antes.
    Século XVIII:
    Nova Orleans foi fundada em 1718, por Jean Baptiste le Moyne. Moyne foi o governador da colônia francesa de Luisiana. A cidade foi assim nomeada em homenagem a Filipe, Duque de Orleans, que era então o regente e o chefe de estado da França à época em que Nova Orleans foi fundada. Ela se tornou a capital da Luisiana em 1722. O principado de Louis Blanche começou em 1725, um influente e poderoso membro da corte Francesa com laços africanos colossais. A Rosa mais imponente da França fora do Jardim de Vilon. Por mais que era um negro libertário, o mesmo nunca revelou sua luta com a escravidão, sempre deixando suas ações por debaixo dos panos para não levantar suspeitas. Ele ficou mais conhecido nesta época por focou seu regime na arte para elevar o estatus cultural da cidade.

    Em 1755 a imigração de Haitianos começou para a região e o príncipe abriu as portas da cidade para todo o Caribe. Um ponto chave dessa data foi que junto dos novos colonos chegou as Serpentes da Luz como inúmeras outras linhagens, como os Samedis. Isso trouxe um crescimento populacional cainita forte que gerou alguns desequilíbrios e a intensificação da região suburbana famosa por seu ocultismo. Este momento também retrata a chegada da linhagem Giovanni Pisanob vinda do México para a região.

    Os Tremeres passaram pela região revindicando posse em 1760, mas só meio século depois vieram a fundar sua capela. Ainda na década de 60 do século XVIII a cidade muda para a corte espanhola, porem nada ocorre dentro da corte cainita da cidade, não sendo questionados pela sabá espanhol. Em 1769 no entanto uma guerra civil contra a coroa espanhola ocorre e a população cainita da cidade começa a crescer com a certeza que o sabá não iria possuir nenhuma terra Norte Americana além das fronteiras mexicanas. As populações de Samedis e Serpentes da Luz sofrem um aumento e se tornam um estorvo para o principado. O maior problema no entanto vem com o crescimento de Ahrimanes na região.

    Alguns conflitos aconteceram nas décadas de 80 e 90, causando até alguns incêndios na cidade. O foco de tais arruaças vinham de carniçais e jovens das linhagens menores. Blanche para proteger a Máscara a todo custo desafiou a líder das Ahrimanes, Ahyokah, e a das Serpentes da Luz, a Naja de Três Cabeças, Jasmine des Caraïbes, para um duelo direto.  Dado o alto ego das duas mulheres e o desconhecimento do poder do ancião elas aceitaram o duelo e foram derrotadas. Jasmine ofereceu sua derrota e se exilou da cidade enquanto Ahyoka relutou e terminou tendo de fugir para não ser executada. Começando uma Caçada de Sangue contra ela que dura já mais de dois séculos, afinal as Gatas sempre foram boas em se esconder e o território é muito vasto do lado de fora da cidade.

    Assim, a situação logo se estabilizou e as populações de Samedis vendo que a Máscara era forte e podia ser usada contra eles, se direcionaram norte para os pântanos. As Serpentes em exilo ficaram mais para o sul enquanto as Ahrimanes sumiram para o interior por décadas. Fazendo então a cidade entrar num período de prosperidade. Exceto para a Linhagem local Gangrel que sofreu algumas deserções para as Ahrimanes, mas nenhum incidente ocorreu dentro das margens da província.
    Independência e a Primeira Guerra Mágica:
    A primeira e segunda década do século XIX foi marcada por uma rápida mudança de poderes na cidade. De espanhóis para franceses e finalmente para americanos. Em 1812 os ingleses tentaram conquistar a cidade e falharam. Assim a cidade oficializou sua união aos Estados Unidos. Mesmo com nenhuma mudança ocorrendo na sociedade cainita local.

    Todavia o Principado de Blanche, mesmo sendo efetivo em apoiar liberdade de escravos por todo o caribe e se tornando ponto de referência, encontrou seus desafios nesta época. O crescimento da arte do voodoo atraiu cada vez mais e mais adeptos, os quais não se misturavam com nenhuma das seitas locais e traziam desordem para a máscara. No meio desse clamor ocultista, após a saída oficial dos franceses da cidade com o término das guerras Napoleônicas, uma nova figura forte chegou. Uma famosa linhagem veneziana do clã Giovannis, Liderados por Izabel, conhecida entre muitos como A Maga.

    Essa grande força chegando na cidade fez os membros mais poderosos lotearem o território para impedir mais conflitos. Basicamente dividindo a cidade entre Tremeres que finalmente construíram sua capela e Giovannis no famoso Tratado de Necro-Eternos. Só que o efeito foi totalmente diferente, afinal Blanche teve pouco poder de barganha e os Giovannis e Tremeres começaram a se embicar contra o controle de cemitérios centrais da cidade. Mas eram os outros grupos da cidade que desrespeitavam as linhas loteadas e o desequilíbrio parecia crescer cada vez mais.

    Foi na década de 30 do século XIX que a situação finalmente escalonou para uma guerra. Inesperadamente foram as Serpentes que iniciaram os ataques, contra os Giovannis. Os Samedis logo ocuparam inúmeros territórios aproveitando o caos, junto com um grande estouro na população de Nosferatus. Pisanobs e Ahrimanes também adentraram áreas do perímetro urbano quebrando os tratados antigos. Os Giovannis, liderados por Izabel, se viram forçados a se aliar aos Tremeres totalmente, fazendo a Confederação Mistica da Luisiana. Boatos dizem que houveram conflitos internos entre os dois clãs, mas ambos conseguiram com o apoio da Camarilla estabilizar a região pela década seguinte.

    Louis Blanche conseguiu em 1845 um cessar fogo entre a Confederação Mística e todos os membros que haviam adentrado suas posses. O tratado de paz delimitou os limites dos territórios, dando mais espaço para outros grupos. Porém antes do tratado ocorrer, ambos os clãs sofreram severos ataques de outras linhagens, fazendo essa proposta de Blanche soar ideal para as duas facções que se aliaram. A aliança dos dois clãs melhorou dado a perda de territórios e carniçais. Os feiticeiros sofreram muito com o desaparecimento do Magus da Linha da Natureza, Ismale Escarbi, os fazendo se proteger mais dentro de sua capela e tocar menos no resto da cidade.
    A Guerra Civil e as Trocas do Principado:
    A cidade estava em estado parcialmente estável depois da década de 50 do século XIX. A Confederação Mística da Luisiana voltava a ganhar forças e os clãs menores prosseguiam tendo um crescimento populacional. Só que eram tempos prósperos, uma era dourada em Nova Orleans. A segunda prole de Blanche, Lisette de Marsielle, chegara na cidade logo após a primeira Guerra Mística abandonando o cargo de primogênita de Marsielle e focou drasticamente no crescimento artístico da cidade. A deixando como a capital artística do novo mundo.

    O grande fator que estagnou a era dourada foi a política humana rodando por todo o país. A Guerra Civil Americana se mostrou ser o grande evento do século que balançou a estabilidade da cidade. Louis Blanche já a décadas estava mobilizando uma população negra livre. Forçando inclusive inúmeras nações caribenhas a acabar com a escravidão. Nesta época ele começou a pressionar suas influências dentro do governo Americano para acelerar o processo de liberdade e fim generalizado da escravidão. Essa pressão terminou gerando uma guerra gigante por todos os estados sulistas. Graças a própria influência de Blanche, Nova Orleans teve uma integração com a União de forma pacífica. Trazendo poucos danos para a província ou a comunidade cainita nos tempos de guerra.

    Em 1865 o conflito finalmente cessa e com ele se esvai a energia do Príncipe de Nova Orleans. Após mais de meio milênio na ativa por todo o mundo, a Guerra Civil Americana se mostrou acabar com o resto de energia dentro do grande ancião. O fim da escravidão no continente foi visto por ele como uma gigante vitória e um perfeito momento para ele poder descansar em paz. Assim ele se preparou para o torpor naquela terra a qual ele lutou para se tornar livre. A questão em pauto ficou sendo sua sucessão. Pois sua prole mais velha na cidade, Lisette, se recusou a se tornar Rainha. Ela se dedicava inteiramente para arte e não queria ter de administrar aquela cidade que sem as mãos de seu Senhor poderia se tornar instável. Assim, ela confiou em seu grande amigo e politicamente renomado Primogênito Ventrue, Maxence Jacquard, prole do grandioso Leuthere. Esse era um homem que poderia manter aquela cidade cheia de culturas diferentes estável e assim foi nomeado com unanimidade Príncipe.

    A administração de Maxence foi bastante pacifica e a cidade se viu prosseguir prosperando. Não era mais vista como a joia da América por estarem a surgir outros maravilhosos centros urbanos. Mas nunca perdeu seu brilho ou caiu em decadência. Foram tempos pacíficos de muita estabilidade. Com um grande elo com a França, Lisette e Maxence fizeram da cidade uma linda atrações turísticas para membros renomados franceses, mas também de vários outros pontos da Europa. Mantendo por mais alguns anos a era dourada criada por Blanche.

    O sol se pôs no Mississípi quando a Primeira Guerra Mundial sacudiu o mundo e aterrorizou a sociedade cainita com inúmeros membros morrendo ou entrando em torpor. Esse vácuo político na Europa fez Maxence voltar para sua terra natal apoiar seu Senhor. Isso fez ele nomear como novo Príncipe seu melhor amigo, o Primogênito Ventrue que havia o substituído quando o mesmo virou Príncipe. Harry Willian Kasper era seu nome e sua origem britânica trazia muita desconfiança para a corte local. Porém a confiança que a comunidade depositava em Maxence era absoluta e aceitou o novo Principado ser instaurado sobre administração de um ramo da linhagem de Mithras.
    Alvorada do Século XX e a Segunda Guerra Mágica:
    O novo Principado teve como foco fortalecer as tradições da Camarilla no centro urbano. Os movimentos foram muito gradativos dado a falta de confiança de Lisette no novo Príncipe. Porém sem ela querer se ocupar de política, Harry teve liberdade para gradativamente ir aplicando leis que florescesse o nepotismo de sua família. A Toreadora bateu de frente com o Príncipe muitas vezes nos anos seguinte, só que os outros clãs, Tremeres, Giovannis e Gangreis estavam ocupados demais com políticas externas ao centro urbano para darem apoio em geral. Os Nosferatos se mantinham exilados da região central da cidade e cabia apenas ao clã dos Malkavianos fazer algo a respeito. Só que mesmo havendo o apoio de Yvonne Bittencourt Carter, seu senhor Gary Moore, o primogênito, preferiu se manter afastado de políticas conflitantes do Principado. Não querendo chamar atenção para si mesmo e deixando Lisette sozinha.

    Enquanto as leis se mantinham estruturadas no centro da cidade e os Toreadores começavam a entrar em conflito com o Príncipe, os arredores urbanos foram crescendo de forma desorganizada. Cada vez mais com grupos independentes diversos e sem nenhuma fiscalização ou lei. Agora ignorando os limites territoriais dado por Blanche anteriormente. O atual Príncipe tomou a política de ignorá-los e isso deixou o clima mais instável com as Ahrimanes finalmente se firmando perto da cidade ao sul, sem sofrer mais retaliações pesadas com Caçada de Sangue que havia contra elas.

    A matriarca Giovanni e o Regente da Capela voltaram a discutir termos para manter seus territórios intactos. Mesmo sem o apoio oficial do Principado, essa atitude tornou a cidade mais instável. O Principado em contra-partida focava na propaganda do centro urbano próspero e pacífico para dar uma boa impressão para o resto do mundo. Infelizmente as coisas mudaram em 1921. Com o final trágico da Primeira Guerra Mundial a família tradicional Giovanni se interessou em expandir seus domínios nos Estados Unidos. Assim trazendo a figura de Lourenço Giovanni para a cidade, contrabalanceando a autoridade de Izabel. Assim que chegou na cidade, ele entrou na disputa de território praticamente que de imediato. Comprou muitas possessões e deixou muitos Toreadores ricos comprando lotes de terra. Mas a Matriarca da família barrou a vontade do mesmo de se expandir infinitamente, mostrando que ela tinha a autoridade suprema sobre a cidade e o forçando a jurar lealdade, o qual o mesmo fez. Infelizmente isso não foi o suficiente para impedir Lourenço de desestabilizar a paz no território neutro concedido para todos os clãs menores após a Primeira Guerra Mágica.

    A Matriarca Giovanni segurou as pontas do novo elo da família. Porém anos seguintes, em dezembro de 1929, ela e sua família próxima desapareceram totalmente por um período de vinte anos. O sumiço nunca foi bem explicado, por mais que muitos alegaram na época ser obras de movimentos voodoo, só que sem provas algumas. Este foi o motivo crucial para os próprios Tremeres saírem de seus territórios e honrarem o antigo tratado de Necro-Eternos. Lourenço, no entanto, não seguiu os acordos dentro regras da Confederação Mística e as duas facções se separaram ao entrarem na guerra contra as outras linhagens. Com o começo da Guerra sendo em janeiro de 1930 e se estendendo pelos anos seguinte de forma bem brutal e sangrenta. Mas com nenhuma baixa para os feiticeiros, só que com muitos carniçais Giovanis perecendo em invasões territoriais.

    Os Gangreis surpreendentemente se tornaram o maior alvo dos clãs menores, principalmente das Ahrimanes. O Principado após décadas ignorando as políticas externas da cidade não soube ao certo que lado apoiar e terminou agindo de forma defensiva. Este ato de covardia instigou os Nosferatus e Samedis a se aliarem para de uma vez por todas fazerem sua presença ser notada na cidade. Isso abriu a guerra para todos os cenários e a estabilidade parecia ficar cada vez mais distante. Era claro que com todo esse desequilíbrio a força voodoo nos pântanos só tendeu a crescer e crescer. Acabando por muitas décadas por vir com o glamour da cidade, a levando para um período de profunda decadência acompanhada com a crise financeira humana de 29 e o auge das máfias locais.
    Segunda Guerra Mundial e o Cessar Fogo:
    A guerra parecia que não teria fim. Estava cada vez ficando mais aquecido o clima na cidade e as propostas de chamar reforços externos cresciam. Todavia os líderes da guerra estavam receosos de estender o conflito por todo o continente. A Segunda Guerra Mundial humana se inicializou e a situação começou a ficar caótica. A Mascara começou a ficar enfraquecida quando o uso de mortos passou a ser utilizado, principalmente por Lourenço para proteger seus territórios dominados. Primeiro de Maio de 1943 foi o clímax da guerra. Quando o Xerife da Camarilla jogou um caminhão de gasolina em cima de mais de trinta zumbis causando uma explosão no nordeste da cidade. Foi o maior crime à Mascara ao longo da guerra. O mesmo foi expulso de seu cargo, mas conseguiu manter sua cabeça intacta, afinal o outro lado também havia violado a Máscara.

    A violação da Máscara por Lourenço Giovanni foi muito mal vista pelo próprio clã que o ameaçou de o tirar suas posses caso não se rendesse de imediato. Um mês após essa rendição em Junho de 43 a Linhagem de Izabel apareceu novamente na cidade. Isto fez os Tremeres abaixarem as armas e voltarem para a mesa diplomática. As discussões diplomáticas duraram algumas semanas com Izabel substituindo Lourenço nas discussões. Foi então decidido que o grande Cemitério de Metairie seria um Elysium independente com portas abertas aos clãs menores e também para Tremeres e Giovannis que abdicariam do Tratado Necro-Eternos de uma vez por todas, mas manteriam a Confederação Mística para como uma ferramenta defensiva.

    Os Nosferatus tiveram seu próprio território finalmente oficializado e os Samedis e as Serpentes foram aceitos à adentrarem o centro urbano da cidade. Como parte do acordo a líder das serpentes, já prestes a entrar em Torpor oficializou tal evento e distribuiu títulos de respeito para as outras três linhagens de Serpentes. Os Ventrues da linhagem Tailandesa também foram aceitos na cidade com o reconhecimento do assassinato do percursor da linhagem ocorrida no meio da primeira Guerra Mágica. Assim a paz prosperou e Lisette com agora o apoio dos outros clãs deixou Harry contra a parede e agindo apenas burocraticamente pelas próximas décadas.[/i]
    Virada do Século e a Estabelecimento do Sabá:
    O final do século XX foi marcado por mais desequilíbrios na cidade. A relação dos Gangreis para com a Camarilla local foi ficando cada vez mais desgastada, por estarem ainda em guerra com sua linhagem inimiga e receberem pouca atenção para se protegerem. Além disso os Toreadores se mostravam muito distantes das práticas do Principado, mesmo agora tendo força para barrar qualquer ação nova do Príncipe. Então rompeu a Guerra Sabá pelos Estados Unidos inteiro. A cidade de Nova Orleans não foi poupada e recebeu alguns ataques. Principalmente das próprias Ahrimanes que se dizia apoiar a Espada.

    No entanto um acordo de gabinetes ocorreu rapidamente e mesmo sem as Ahrimanes concordarem, um Bispo chamado Miguel Ángel Galán, ganhou posses no oeste do Mississípi e a guerra que eclodia no resto do continente não chegou na cidade com tanta intensidade. Prosseguindo nas práticas hostis usuais das Ahrimanes apenas. Pode se dizer que o Sabá da cidade possuía três frontes. As Serpentes da Luz, que após o tratado de paz se viam cada vez mais tendenciosa a ficarem neutras entre as seitas, as Ahrimanes no sul em sua eterna hostilidade e a Espada de Caim oficial que se manteve na região portuária.
    O caos do Katrina e o Novo Principado:
    Em 2005 o enorme furacão Katrina devastou a cidade de formas nunca antes registradas. Trazendo uma pressão mística que levou incontáveis anciões para o torpor, incluindo o príncipe e inúmeros primogênitos. Isso deixou a cidade imediatamente em estado de caos. Nenhuma guerra oficialmente ocorreu, com exceção de invasões audaciosas de Ahrimanes e movimentos infernalistas, ambos contidos. O maior dano veio de uma aliança da terceira prole de Blanche, Simone Girane, com uma linhagem menos Nosferata super populosa. Trazendo morte para inúmeros carniçais incluindo a Primogênita e irmã, Lisette de Marsielle.

    Esse caos político forçou o Principado local a tomar uma atitude de emergência e fazer um conselho de Harpias organizado por um Justicar que estava em serviço na região na época para decidir a continuidade da corte local. Este Justicar Ventrue, Issac Price Gross, nomeu uma prole da Lady Parr, Justicar Malkaviana, conhecida como Pixie para sediar o evento como Arauto temporária da Luisiana. De forma pacífica, foram os Malkavianos a ocuparem o posto, com Yvonne Bittencourt Carter  se tornando a Rainha. Luis Blanche despertou no meio desse caos, porém ele preferiu retornar para a França em profundo luto pela morte de Lisette. Esse luto criou uma nova celebração na cidade, todos os anos no aniversário de abraço de Lisette, conhecido como a Noite dos Cravos de Ébano. Instrumento musical favorito dela.

    Esse caos do Katrina repercutiu também no Sabá, ao qual teve seus grupos atacados por Garous e quase perderam todo seu território, sofrendo a perda maior com a morte do Bispo Miguel Ángel Galán. A Espada precisou chamar reforços do México que eliminaram a ameaça com alta eficiência para depois reestruturarem seu domínio com poucos membros, mas do alto escalão da Espada.

    Outra grande mudança após o furacão foi a chegada de novos membros na cidade após o fim do Principado de Harry Willian Kasper e a misteriosa morte de sua prole e irmã biológica como também do seu irmão de sangue. Entre os recém chegados se encontra a nova Primogênita Ventrue, Rachelle Chéreau, prole do próprio Maxence Jacquard. As Valkyrias começaram a agir também, mandando Runa Thurn Ledermann, uma guerreira suíça para participar da luta contra as Ahrimanes de uma vez por todas.

      Data/hora atual: 19/1/2018, 19:08