WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Noah Owen Laberge

    Compartilhe
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 829
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Noah Owen Laberge

    Mensagem por King Narrador em 5/1/2018, 18:42

    Ficha

    Básico:
    -Nome: Noah Owen Laberge
    -Jogador: Miac
    -Natureza: Solitário
    -Comportamento: Sobrevivente
    -Conceito: Lenhador e Pescador (Caçador)
    -Clã: Gangrel Caçador
    -Geração: 9°
    -Senhor: Eldert Vedders
    -Idade Total: 99
    -Idade Mortal: 26
    -Idade Cainita: 73
    -Data de Nascimento: 19/10/1918
    -Data de Abraço: 02/10/1945
    -Cabelos: Castanho Escuro
    -Olhos: Castanho Escuro
    -Nacionalidade: Canadense
    -Peso: 82kg
    -Altura: 1,78m
    -Sexo: Masculino
    Atributos:
    ─ Físicos ─
    Força: ◘◘◘
    Destreza: ◘◘◘
    Vigor: ◘◘◘◘

    ─ Sociais ─
    Carisma: ◘◘◘
    Manipulação: ◘◘◘
    Aparência: ◘◘

    ─ Mentais ─
    Percepção: ◘◘◘
    Inteligência: ◘◘
    Raciocínio: ◘◘◘
    Habilidades:
    ─ Talentos ─
    Prontidão: ◘◘◘◘
    Esportes: ◘◘◘
    Acuidade:
    Briga: ◘◘◘
    Empatia: ◘◘◘◘ [Emoções]
    Expressão: ◘◘
    Intimidação: ◘◘
    Liderança:
    Manha: ◘◘
    Lábia:

    ─ Perícias ─
    Empatia c/Animais: ◘
    Ofícios:
    Condução: ◘
    Etiqueta:
    Armas de Fogo: ◘◘
    Segurança: ◘◘
    Armas Brancas: ◘◘◘
    Performance:
    Furtividade: ◘◘◘
    Sobrevivência: ◘◘◘

    ─ Conhecimentos ─
    Acadêmicos: ◘
    Computador: ◘
    Finanças:
    Investigação: ◘◘◘
    Direito:
    Medicina:
    Ocultismo: ◘◘
    Política:
    Ciência: ◘◘
    Tecnologia: ◘

    ─ Características Secundárias  ─
    Rastreio: ◘◘◘◘ [Sangue]
    Vantagens:
    ─ Disciplinas ─
    Animalismo: ◘◘
    Fortitude: ◘
    Metamorfose: ◘◘
    Auspícios: ◘◘◘

    ─ Antecedentes ─
    Mentor: ◘◘◘
    Geração: ◘◘◘◘

    ─ Qualidades ─
    Ambidestro
    Equilíbrio Felino
    Senso de Orientação
    Irmã (Carline Howard)

    ─ Defeitos ─
    Pesadelo
    Cicatriz de Sol
    Favor (Sabá)
    Recém Desperto
    Essência:
    ─ Virtudes ─
    Convicção: ◘◘◘
    Instinto: ◘◘◘◘
    Coragem: ◘◘◘◘

    ─ Caminho ─
    Caçador Cinza
    ◘◘◘◘◘
    ─ Força de vontade ─
    ◘◘◘◘◘.◘
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 829
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Noah Owen Laberge

    Mensagem por King Narrador em 5/1/2018, 18:44

    Imagem do Personagem

    Nome do Avatar:
    Avatar:
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 829
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Noah Owen Laberge

    Mensagem por King Narrador em 5/1/2018, 18:46

    NPCs da Trama

    Senhor:
    Eldert Vedders
    Imagem:
    Conhecimento Popular:
    Geração: 8°
    Idade: Ancilae experiente
    Senhor: Desconhecido
    Nacionalidade: Belga
    Informações: Opera como um mercenário.
    Irmã de Abraço:
    Carline Hastter
    Imagem:
    Conhecimento Popular:
    Geração: 9°
    Idade: Criança da Noite
    Senhor: Eldert Vedders
    Nacionalidade: Americana
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 829
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Noah Owen Laberge

    Mensagem por King Narrador em 5/1/2018, 18:50

    Ganho de XP

    Progressão no Arco 1:
    Total: 10 / Atuais: 10/ Gastos: 0
    Ato I - O Acordar Ardido => 10
    Tabela de Gastos de EXP:
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 829
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Noah Owen Laberge

    Mensagem por King Narrador em 5/1/2018, 18:50

    História

    19/10/1918 - Caminhando Só:
    Noah Owen Laberge, nascido em Niagara Falls, localizada na província canadense de Ontário, perto da fronteira com os Estados Unidos, estado de Nova Iorque. Fica à beira das Cataratas do Niágara, no Rio de mesmo nome. Noah, era pessoa descendente de uma família de classe baixa. Ele se mostrava uma criança mais introvertida em seu canto, porém sem nunca deixar de interagir com seus colegas. Com um histórico escolar mediano e uma carreira atlética acima da média. Mesmo sendo um dos melhores corredores do time de da escola de futebol americano e tendo a atenção de muitos. O garoto sempre preferiu o anonimato e nunca fazendo de sua fama algo notório para conseguir prestígio.

    Sua mãe era uma mulher humilde que trabalhava na prefeitura local e seu pai um experiente pescador de caranguejos gigantes na região do Mar Bering no Alasca, o que o levou a uma morte prematura com 40 anos. Como também o fato de quase nunca ver o mesmo, afinal ele trabalhava do outro lado do país. Mesmo sua mãe sonhando com uma carreira na prefeitura para o filho, o jovem Noah aos 17 anos de idade se inscreveu para aprendiz de lenhador de florestas fechadas do norte da província. Afinal o trabalho proposto pela mãe requeria uma custosa faculdade e ele não desejava endividar a viúva ainda mais.

    Mesmo havendo o motivo monetário, algo dentro dele o fazia não querer seguir uma carreira tão visada e cheia obrigações e metas. Trabalhar na floresta lhe dava paz, principalmente em não ter de lidar com tanta gente ao mesmo tempo. Sem conversas baratas, fofocas ou o stress que sua vida no colegial lhe proporcionou. Devido então ao seu porte atlético e personalidade reservada, foi fácil conseguir se adaptar rapidamente com a nova profissão, desistindo assim até da bolsa esportiva que ganhou nos últimos dias antes de sair de casa.

    As temporadas para conseguir a madeira dos imensos pinheiros eram cerca de quase quatro meses ao ano. Neste trabalho, feridas, cicatrizes e alguns ossos quebrados eram até comuns para amadores. Felizmente Noah foi deixando de ser um após algumas temporadas, já conseguindo aprender a caçar seu próprio alimento e montar bons acampamentos. Quando voltava a cidade todo o dinheiro era investido na casa de sua mãe que terminava por se aposentar. Por cerca de dois meses o lenhador permanecia na cidade e depois saia novamente, para temporadas de pesca como seu pai. Porém ele pescava na costa leste, mais segura só que mesmo assim assustava sua mãe. Ela pedia para ele parar de se esforçar e se arriscar tanto, mas podia ver em seus olhos e seu sorriso, uma verdadeira serenidade e felicidade que mostrava que esta era a vida que ele desejava e merecia.

    Focando nesse trabalho de corte de lenha e pesca nas estações certas seguindo apenas o cronograma da mãe natureza, Noah foi se tornando um espírito livre. Totalmente diferente das pessoas que conhecera em sua juventude, todas tão regradas em busca de sonhos grandiosos que ele nem mesmo conseguia entender. Para ele o importante era aperfeiçoar seu trabalho com maestria e muitas das vezes com pura força física e determinação. A melhor parte era o cansaço do final do dia quando não se podia sentir o próprio corpo e estava claro que o trabalho havia sido bem feito.

    Noah no entanto prosseguia com um de seus hábitos do tempo de escola. sempre em busca de namoradas novas. mas nunca conseguia durar com a mesma mais de uma temporada. Afinal era fácil para ele sair pro meio do mato por um bom tempo, mas elas sempre sentiam muita falta e o relacionamento terminava como sempre ruindo. Porém a necessidade de ter uma parceira foi uma chama que nunca apagou dentro do canadense.
    02/10/1945 - Caçador Caçado:
    Aos 27 anos Noah, já era um homem em seu auge físico e experiente tanto na vida profissional quanto na pessoal. Era outono quando haviam liberado a época de caça para ursos, alces e lobos. Era uma nova parte de sua rotina agora que a floresta era quase que seu lar. As florestas canadenses sempre foram muito densas com grandes riachos que as cruzam em grande maioria, o que facilitava muito se guiar para achar os melhores lugares para caça, nunca se perder e sempre ter uma boa noite de sono. Fazendo todo o período da temporada ser produtivo e trazendo muita renda, podendo até revender parte da carna, além do corte de madeira.

    Numa certa noite desta estação de outono, Noah já estava no encalço de um grande urso-galinha a algum tempo quando decidiu montar acampamento no alto de uma árvore para ficar mais seguro. Ele notou então um outro caçador que estava caminhando no meio da mata no escuro e decidiu oferecer ajuda, o homem parecia estar fugindo de algo ou alguém e negou ajuda. O canadense sem muitos questionamentos deixou o homem seguir e regressou para sua árvore para descansar. Lá de cima era possível ver a lua, que estava em sua plenitude no meio do céu estrelado. Então, quase distraído pelas miríades da luz lunar, mas com seus instintos nunca o desapontando, foi possível escutar logo no solo estranhos sons de pequenos galhos e folhas secas sendo pisadas.

    De maneira rápida Noah começou a olhar a sua volta para tentar ver o que estava ali em baixo a caminhar com tanto cuidado. Neste momento sua rede improvisada no alto de uma árvore foi rompida, era um urso alfa com tamanho acima da média. A queda o deixou completamente atordoado e um urro forte ecoou pela floresta inteira, pássaros e animais saíam daquela área com velocidade. Com a perna machucada devido a queda, Noah se esticou para pegar pegou seu rifle no chão e atirou três vezes na criatura antes dessa fugir para caçar a distância. Em seguida começou a correr na procura de algum abrigo. A dor rapidamente lhe fisgava os músculos da perna, mas isso não o impedia de prosseguir em busca de um abrigo. Momentos depois ele pensou ver algo no alto de uma árvore se movimentando sem pensar duas vezes no meio da adrenalina, atirou e voltou a correr por mais quase uma hora.

    Finalmente quando seu corpo já começava a dar sinais severos de exaustão, ele chegava no alto de uma colina. O problema era que só estava com uma bala agora e os sons continuavam próximos, só que agora muito mais perto. Tão mais perto que forçou o jovem a gastar seu último tiro contra o vazio na esperança que o barulho ou algum milagre com a mira o deixasse segura. Felizmente a ideia desesperada pareceu dar certo quando o silêncio dominou a área. Só que menos de um minuto depois, pulava por de trás de uma árvore um homem loiro, com olhos eram animalescos horripilantes que faziam a pele de Noah se arrepiar e sua adrenalina subir ainda mais, quase esquecendo a própria dor e cansaço. Ainda mais pelo fato daquele homem estar com dentes afiados como se fosse algum tipo de predador. Então o misterioso homem deu um passo para frente, mas ao invés de Noah usar sua adrenalina para fugir, ele sacou a própria faca. Sem gritar, sem tremer, era tudo ou nada, se morresse seria pelo menos sob a luz de um belo luar. Então o misterioso ser sorriu e a luz da lua junto com o resto todo se apagou.

    Noah acordava com a mente turva minutos depois, estava jogado por cima de escombros. Ele podia sentir que sua boca vertia sangue devido a um soco que havia tomado no estômago que o tirara do chão. Sua costelas ardiam devido ao choque de ser jogado contra uma pedra. Sua ultima lembrança antes do soco e voar pelos ares até se chocar contra o duro chão, fora de fazer um profundo corte no braço do homem. Porém no mesmo instante notara que quase nenhuma gota de sangue escorrera da ferida.

    Foi com muito esforço que Noah conseguiu se por de pé de novo e lá na frente dele ainda estava aquele monstruoso loiro. Este ser estava segurando a faca do rapaz e começou a caminha na direção dele para dizer que muitos teriam desistido antes mesmo de começar a lutar. Noah apenas sorriu e devido a toda aquela adrenalina e um lapso de insanidade, decidiu então usar as suas últimas forças para avançar na direção de seu inimigo, afinal era tudo ou nada agora. Só que da mesma forma que a explosão de força veio em seu corpo, ela se esvai quando um avassalador soco tomava sua costela. Fazendo então Noah cair totalmente derrotado, sem ar e forças, de frente para seu algoz.

    O homem então se abaixava o segurando pelo cabelo e lhe perguntava se tinha um último desejo. Com a visão turva e já não conseguindo respirar direito ele falou de maneira fraca: - Mate aquele urso por mim, é minha presa.
    1946/2005 -  Mil Faces:
    Eldert Vedders, um cainita Belga, agora era senhor e mentor de Noah. A alguns anos estava em busca de um novo aprendiz e não foi difícil saber que achou a pessoa certa quando encontrou Noah naquela floresta. Afinal havia ali criaturas muito mais perigosas que a imaginação do jovem lenhador e o fato deste estar vivo já significava algo. Mas era mais que isso, afinal Noah se provou capaz, incluindo com o ataque ao grande urso convocado pelo Belga e o confronto com o próprio. Mas o divisor de águas para sua escolha final foram suas últimas palavras, as palavras de um caçador que cria um legado. Eldert viu um fragmento de si mesmo naquele rapaz e decidiu que este seria então seu herdeiro e aprendiz.

    Os anos se passaram com treinamentos tão rigidos que Noah praticamente teve que renegar tudo para seguir seu Senhor. Treinamentos práticos intensos o levaram a exaustação mental com frequência, mas sua determinação e gama para ter poder prosseguir a caminhar ao lado de seu Mentor faziam com que o jovem vampiro continuasse sua jornada sem muitos questionamentos.
    Lutas, manejos de facas, rastreio e investigação eram o maior foco do treinamento assim como uma enorme rispidez de postura era sobreposto nos ombros de Noah. O mais difícil foram seus treinamentos urbanos, aprendendo a se misturar com outras pessoas, a se proteger e achar refúgio como se ainda estivesse no coração de uma floresta.

    Era 2005 e estavam em Nova Orleans a procura da eterna presa de seu Senhor. Após muitas viagens, as pistas tinham finalmente apontado para aquela misteriosa metrópole. Noah já se sentia bem preparado após tantos treinamentos puxados, mas naquela cidade não havia tempo para aquilo era hora de caçar e a atenção máxima era requerida. Só que o mundo fazia um complô com a caçada, pois o furacão Katrina estava devastando a cidade assim que conseguiram pistas fortes e concretas sobre sua presa. O temporal terminou fazendo os dois se separarem, talvez fosse hora de se retirar para tentar de novo mais tarde, só que Eldert sentia o cheiro de seu alvo e não iria parar ali. Assim não parou sua caçada e Noah se esforçou para manter o ritmo, mesmo afastado de seu mentor.

    Noah sofria com toda aquela água em seus pés e aquele vento forte. O cheiro de seu Senhor ia ficando mais fraco por entre as ruas daquela estranha cidade. Só que não era hora de desespero, se concentrando profundamente e seguindo seus instintos o jovem cainita caminho em direção à margem do rio seguindo um estranho aroma de peixa que deixava seus pelos eretos. Algo dizia que estava mais perto do que nunca. Talvez mais perto que seu próprio Eldert estava. Infelizmente então Noah se viu correto em seus instintos. Pois ele achou a famosa presa de Mil faces que seu senhor tanto caçava.

    Todavia, para ser mais preciso, foi a criatura que o achou primeiro. O Mil Faces estava com uma máscara de demônio vermelho japonês e rapidamente atravessava as vértebras de Noah com um arpão que estava nas proximidade. Era possível sentir o seu próprio coração ser perfurado enquanto aquela lança ensanguentada saía pelo seu peito. O ser te jogava ao chão e começava a rir uma profunda e horripilante risada que nunca mais saiu de sua cabeça. A voz profunda e ferrosa da criatura apenas lhe desejou uma "boa alvorada" e então foi embora.

    Ali o rapaz finalmente percebeu que a noite estava acabando. Seus movimentos estavam cada vez mais fracos e o torpor estava chegando enquanto não havia uma alma viva para te salvar. O sol ia aparecendo no horizonte após toda aquela chuva e Noah sentia seu fim enquanto o telhado das casas se iluminavam. Seu corpo estava entregue e nada pôde ser feito até aquele globo de sol amaldiçoado tocar em sua pele e começar a lhe trazer a pior de todas as dores. Mas foi ali que seu instinto falou mais alto. Afinal ainda havia um predador lá fora e Noah Owen Laberge não era uma presa e sim um caçador. Então, com sua própria força humana, ele conseguiu se levantar enquanto as chamas estavam para o consumir e mesmo com um arpão por entre seu peito, correu até o rio e ali afundou até o fundo do mesmo. A escuridão então chegou e nada mais era importante.
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 829
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Noah Owen Laberge

    Mensagem por King Narrador em 5/1/2018, 18:55

    Diversos

    Residência:
    Localidade:
    Imagem:

    Conteúdo patrocinado

    Re: Noah Owen Laberge

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 21/10/2018, 11:34