WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Compartilhe
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 10/3/2018, 18:56


    Quarto de Valenetina:
    Local: Roma, Casa de Olympia Ulfilia. 49 Via Piemonte
    Data: 17 de Abril de 2016: Final de Noite.

    Algumas risadas eram acompanhadas da sua última fala, Valentina então apertava o seu nariz e beijava a sua face, para exibir um sorriso divertido. Tomando-o pelas mãos e comentando enquanto já o arrastava:

    -Deixa de ser bobo Ícaro! É impossível resistir aos charmes do nerd que boia! Juro, eu mesma não pude fazer nada! Minha mãe te adora! Agora vem, vem! Vamos nos arrumar!

    A jovem então o levava até o quarto dela outra vez, para ali, em um clima positivo e encantador, dar inicio as preparações para receber a convidada de vocês para o jantar. A mesma fazia um mistério inicial ao obrigar você a ir se trocar no banheiro, claramente querendo lhe surpreender com  a roupa que iria usar. E por fim, quando você saia, já pronto, encontrava-se ali de pé com sua beleza única, a figura de Valentina.

    -Oi! Meu lindinho!

    Dizia a jovem sorrindo, logo diminuindo a distância entre vocês e ficando na ponta dos pés para beijar seus lábios. Era um beijo longo e apaixonado que só era interrompido pelo som da campainha frontal da residência.

    -Uau, ela já chegou! Sorte minha, ou ia amassar minhas roupas! Você não se comporta Ícaro, francamente!

    A moça ria baixinho e aguardava suas reações, para seguir de braços dados contigo até a sala de jantar.

    Sala de Jantar:

    Instantes depois de vocês dois adentrarem a sala de jantar, houve o tempo para que vocês assumissem seus lugares, para que enfim, pela porta de acesso lateral adentrasse a figura da convidada. Uma jovem de cabelos castanhos e baixa estatura, a mesma sorria por ver vocês dois a recebendo e dizia:

    -Prazer em conhecê-los meus caros!

    Valentina ia até ela, para recepcioná-la de uma maneira mais acolhedora, simpática e correta. Lhe estendendo as mãos e beijando cuidadosamente o anel da do clã Ventrue que a mesma trazia consigo, para então olhá-la nos olhos e agradecer:

    -Seja bem vinda. Sou Valentina, filha de Olympia e é uma honra conhecê-la! Este é meu companheiro, Ícaro e mais uma vez, desculpe pelo convite em cima da hora minha cara.

    Adria sorria e claramente indicava que não era problema algum, saudando Valentina com um beijo na face, para então caminhar até você e dizer.

    -Não se preocupem meus caros, quando o dever chama devemos responder ao mesmo. E bem, agora que pude por os olhos em ti Ícaro, devo informar Olympia o mais rápido possível, afinal, você sequer parece um Ulfila e isso é sim um elogio meu caro!

    Ela brincava com a situação e claramente aguardava por suas reações e pelo sua indicação de onde ela deveria sentar.

    Imagens de apoio:
    Valentina Ulfila:

    Roupas:
    Adria Trapattoni:

    Roupas:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 10/3/2018, 23:27

    Era quase impossível não rir das palavras de Valentina, mas seu beijo arrancava qualquer riso me fazendo sorrir de maneira feliz e abobalhada ao responde-la.

    – Ainda acho que eu deveria ter jogado meu charme em você mais cedo! Deus como eu pude ser tão cego.

    Arrastado ao quarto de Valentia eu ria ao ser enxotado para o banheiro, isso é claro logo depois de conseguir pegar minha camisa social e um blazer na mala, ainda rindo era com calma que me arrumava, penteando o cabelo e verificando se este estava apresentável, algo facilmente corrigido com água se fosse necessário. Por fim vestindo a camisa e o blazer, minhas mãos se preocupavam em ajeitar a roupa sem amassa-la, algo importante quando se encontraria alguém de renome como Adria Trapattoni.

    – Me arrependo de não ter trazido gravatas... Por favor Val, diz que você é um anjo, porque você é a criatura mais linda que eu já vi!

    Comentava ao trocar de assunto apenas por ver a beleza da jovem inquieta, suspirando para recebe-la em meus braços era com carinho que me entregava ao beijo, isso é claro até a campainha tocar e ele resvalar os cascos me chamando a atenção, mas é claro que diante da brincadeira de Valentina eu sorria ao apertar-lhe as nadegas e confirmar suas palavras.

    – Não tenho não, mas eu sei que você gosta!

    Rindo eu corria o mais rápido possível para fora do quarto, afim de evitar qualquer resposta de Val, afinal ela sabia bem como me tirar da razão sem esforço nenhum.

    Por sorte a ida até a sala de jantar era calma, a espera também não se prolongava muito, o que me deixava feliz já que meu joelho tendia a sofrer com a ansiedade que eu sentia, mas a rapidez da recepção me surpreendia, afinal eu imaginava que Norberto ainda levaria algum tempo para chegar.

    “Ou ele estava na casa, ou Olympia comprou foguetes para ocasiões assim.”

    A chegada de Adria me fez arrumar a postura, acompanhando os movimentos de Valentina era com calma que eu esperava, a aproximação desta me fez sorrir curioso diante de suas palavras, curioso e até surpreso, iniciando uma breve mensura para saudá-la da forma apropriada.

    – É um imenso prazer conhece-la pessoalmente senhorita Trapattoni. Se quiseres tomar seu tempo para avisar a senhora Olympia fique a vontade, acredito que isso a deixaria feliz.

    Tomando o cuidado de puxar a cadeira da ponta da mesa para indicar o lugar que Adria deveria sentar, eu mantinha o sorriso educado ao comentar de maneira breve.

    – Por favor sente-se e fique a vontade, obrigado por atender nosso convite.

    Esperando que Adria senta-se para ajeitar-lhe eu andava até a cadeira da direita para puxar e indicar a Valentina, algo que fazia questão de executar com calma.

    Roupas usadas :

     
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 13/3/2018, 14:53

    O apertar da nádega de Valentina fazia a jovem rir um pouco mas ao mesmo tempo, virar rápido tentando lhe dar um tapa, sem sucesso ela se divertia em ver você se mover o mais rápido que poderia para escapar da "fúria" dela. E foi nesse tom alegre e leve que vocês dois recebiam a figura de Adria, uma mulher de baixa estatura e uma postura que misturava o clássico porte Ventrue com traços modernos, especialmente por causa da escolha de roupas que revelava como esta estava atenta as modificações dos papeis mortais dos gêneros. Sorridente, ela aceitava o convite e se sentava na ponta da mesa.

    -Obrigada! E não se preocupe Ícaro, lhe dou a minha palavra que Olympia será notificada imediatamente e de maneira positiva sobre a sua aparência. Bem, já que a sua mãe está a conversar com meu irmão por causa do sono de meu pai, porque nós três não começamos a falar sobre pequeninas coisas divertidas antes de adentramos o assunto mais sério?!

    Valentina se sentava a sua frente e à direita de Adria, curiosa e sorridente ela perguntava:

    -E qual assunto seria este?

    Adria cruzava as pernas e encostava-se na cadeira de maneira confortável. Olhando na sua direção e sorrindo.

    -Sabe, eu vim a Roma em busca de uma nova forma de estruturar a segurança virtual das empresas que temos em Pistoia e em Florença. Meu irmão me disse que nosso senhor, mesmo dormindo, começou a se comunicar e que isso só ocorria quando o antigo Duque de Florença estava ativo. Sabe, os dois, meu Pai e o Duque são grandes aliados! E seria fundamental verificar esses fundos monetários, você teria o interesse Ícaro?

    A pergunta encaixava com uma curta pausa, afinal, a figura de Norberto enfim entrava em cena. O experiente valete trazia consigo um jogo de taças e uma jarra, todos feitos de prata e decorados com ouro branco, peças de extremo luxo que pareciam recentemente limpas e lustradas. Além disso, havia um notório perfume de sangue doce a emanar da jarra. Silenciosamente o homem colocava o conjunto sobre a mesa e começava a servir cada um de vocês de maneira silenciosa. Val sorria para o homem, mandando um beijo na direção dele para provocar um olhar de censura do mesmo. Já Adria seguia a espera da sua reação.

    Imagens de apoio:
    Norberto:
    Conjunto de Taças e Jarra:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 13/3/2018, 16:13

    Mostrando a língua ao conseguir fugir do tapa e da “fúria” de Valentina, eu ria baixo e sem medo, afinal eu sabia que receberia minha punição mais tarde querendo ou não. A recepção de Adria me deixava um pouco tenso, normalmente mais recolhido eu não era um exímio anfitrião, ainda mais quando se tratava de outros patrícios, já que minha curta experiência se dava principalmente com meus parentes próximos, onde a cortesia dava lugar ao convívio.

    A figura tradicional e moderna de Adria me deixava curioso, era claro que ela acompanhava as novas tendências para se manter atualizada, algo que indicava uma preocupação saudável com a evolução natural da sociedade que nos cercava. Sendo o último a me sentar, eu sorria diante das palavras de Adria concordando com um breve aceno.

    “Olympia está assim tão curiosa comigo? Isso é bom não é? Espero mesmo que seja.”

    Tomando o cuidado de esticar meu joelho esquerdo, era com calma que tentava não apoiar peso nele, já podia senti-lo retesado pela ansiedade e descarrega-lo um pouco evitaria dores mais tarde. Curioso com a proposta de Adria, eu a escutava com atenção, já que claramente ela tinha conhecimento do que se tratava a empresa que mantinha com Maffeo.

    A entrada de Norberto me fez suspirar aliviado, tomando meu tempo para avaliar as palavras de Adria eu não deixava de observar o carinho que Valentina tinha com Norberto, algo que me teria feito rir se a ansiedade não o impedisse.

    – Tenho sim, posso lhe ceder uma consultoria sem muitos problemas, só precisaria me encontrar com Maffeo, meu sócio e vassalo, ele tem alguns dos equipamentos necessários para simulações de invasões. Fica mais fácil imaginar as probabilidades, e melhores meios a serem usados.

    Respondia enquanto Norberto ainda nos servia.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 20/3/2018, 11:41

    Cuidadosamente, uma taça era servida para cada um de vocês. Norberto executava aquela tarefa com descrição e maestria, quase como se ali não estivesse, todavia, o homem olhava para você quando o servia e fazia um pequeno sinal positivo com a cabeça, indicando cortesia e que sua presença ali era muito bem vinda.

    -Claro, perfeito! Sinceramente, é até com um pouco de vergonha que assumo minha total inabilidade com computadores sabe, mas como viver nesse mundo sendo pertencente de outro tão mais velho sem se sentir como uma peça de museu? Por sorte vocês dois são jovens!

    Valentina sorria e bebericava da taça a frente dela, afinal, por ser ela a anfitriã deveria ser ela a iniciar a alimentação daquele jantar. E enquanto Adria se alimentava com descrição, Val elevava a voz dela.

    -Senhorita Trapattoni, imagino que saibas a razão da urgência deste jantar, correto?

    A questão dela fazia com que Adria olhasse um pouco mais séria na direção de vocês, todavia a seriedade era apenas uma formalidade e não necessariamente algo ruim ou uma censura. Pois a resposta vinha com tranquilidade e educação:

    -Perdão pela vulgaridade da próxima sentença: Mas pressuponho que tenha haver com essa sórdida família de usurpadores dos Ulfila correto?

    Val enfim concordava com um sinal positivo de cabeça e olhava na sua direção, como se transferisse a palavra à você.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 20/3/2018, 13:58

    A descrição de Norberto me ajudava a manter o controle de minha voz e minha calma, sendo servido pelo mesmo eu sorria em resposta a sua pequena indicação de cabeça, afinal eu não queria ser um intruso na casa de Olympia, não quando muita coisa dependia exclusivamente disso.

    “Fico feliz que Norberto esteja tranquilo com minha presença, só espero que isso reflita para Olympia também.”

    A resposta de Adria me fez concordar com um breve e educado aceno, afinal não havia uma resposta correta para aquele tipo de comentário, não quando mulheres eram tão peculiares com questões que envolviam suas idades.

    Sendo o último a bebericar de minha taça, era com calma que deixava Valentina tomar as rédeas da conversa, porém as palavras de Adria logo explicavam bem o contexto que nossa família estava inserida e principalmente, o porquê de ser um inestimável elogio não aparentar ser um Ulfilia.

    Coçando de leve minha nuca, eu suspirava ao ter a palavras passada para minha pessoa por Val.

    – Não se preocupe com as desculpas, acredite isso não nos ofende, não quando temos provas que podem confirmar suas palavras.

    Puxando a pasta com os documentos copiados por Valentina, eu a colocava sobre a mesa empurrando-a com leveza para a figura de Adria.

    – Acredito que dentro desta pasta, encontrarás mais do que o necessário para provar a culpa dos dois filhos de Magnus, o atual patriarca da família e seu irmão.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 22/3/2018, 11:34

    Adria olhava na sua direção e se esticava um pouco para ter acesso a pasta e silenciosamente começava a folhear a mesma, nesse momento você conseguia ver Valentina, do outro lado da mesa, ansiosa ao ponto de tocando com o indicador na borda da própria taça e ser incapaz de desviar os olhos de Adria.

    -Enfim temos um dossiê para estruturar um julgamento limpo. Saibam que já estamos a procura de algo mais sólido dês da notícia do torpor do Inexorável Duque de Florença, pois na ausência da figura deste, seria uma questão de tempo que os usurpadores começariam a sonharem novamente com a grandeza.

    Valentina, em um impeto de curiosidade indagava:

    -Eu não entendi muito bem, o que o Duque tem haver com toda essa situação de corrupção da família Ufila?

    Adria tomava um gole do vitae a sua frente, parecendo pensar em como contar a história mais antiga, até por fim dar inicio a ela.

    -A história clássica da família é real, Fabrizio Ufilia foi um grande herói das Guerras de Cartago que perdeu sua vida para proteger essa terra das invasões anarquistas que assolaram a Europa no seu período de trevas. Mas os problemas surgem em torno do nome de Magnus Augustus Ufila... São muitos rumores, alguns de que ele devorou os próprios irmãos, outros de que ele devorou uma figura ainda maior dentro da história do clã. A verdade é: Magnus se tornou um problema tão grandioso que o Duque de Florença construiu uma linha de censura em torno dele, essa é a razão pela qual o território foi dado a uma Arauto de tamanho poder, por exemplo, para que o mesmo nunca mais voltasse a sair de seu torpor. Somando isso a claro, a jura de Marie de destruir Magnus... Todavia, nunca tivemos reais provas!

    Afirmava a experiente ancillae com um tom de voz brando, parando um pouco de falar para observar melhor os documentos e deixar com que vocês tivessem um tempo para respirar com as informações.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 22/3/2018, 17:18

    Não era difícil ver porque Adria era considerada uma cainita de renome pelo clã local, ela recebia os documentos com calma, uma calma que Valentina e eu não partilhávamos exatamente, afinal sabíamos bem o que estava em risco, assim como as vidas que pendiam sobre a lamina do clã.

    Suas palavras porem suscitavam uma curiosidade enorme, eu tinha pouco conhecimento sobre a política da Toscana como um todo, além de pouca vontade de domina-la para estar à frente de algo, o que fazia a pergunta de Valentina valer por minhas dúvidas.

    Bebericando de leve de minha taça, eu a deixava quase intocada depois disso, as informações que Adria nos repassava datava de muito antes do que prevíamos, assim como revelava muito mais de nosso patriarca adormecido, assim como o ódio mortal de Marie contra nossa família.

    “Se as coisas não forem feitas direito, Marie vai descarregar seu ódio em qualquer um que tenha sangue Ulfilia, mesmo naqueles que estão distantes do braço central.”

    Respirando profundamente, eu me permitia recostar na cadeira e permanecer ali por algum tempo, tempo o suficiente para que meus pensamentos lidassem com aquela informação.

    – Meu vassalo tem imagens que comprovam um encontro de Lisandro com Enzo Sforza, assim como números que indicam que a família Sforza roubou dinheiro dos Ulfilias e investiu no mercado negro de armas, dinheiro que por sua vez foi roubado da Torre e seria utilizado para a manutenção do sono de Magnus.

    Coçando a nuca para olhar na direção de Adria, eu respirava fundo para então me pronunciar.

    – Sei que pode parecer que estamos tentando livrar parte da família de um julgamento, mas é preciso que saibas que os mais velhos estão sendo forçados a um laço de sangue pelos dois patriarcas. Fiorenzo meu senhor e pai pode lhe confirmar isso já que está em Roma e seu laço fraco devido a suas viagens. Queremos que a justiça seja feita, mas que nenhum inocente pague por isso.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 27/3/2018, 19:32

    A simples pronuncia do nome "Sforza" fazia com que a experiente Patrício sentada na ponta da mesa fizesse uma expressão de desgosto com os lábios, movimentando a mão esquerda de maneira veemente como se estivesse a mandar o sobrenome para um lugar pouquíssimo amistoso. Algo que fazia Valentina disfarçar uma vontade de rir com a iniciativa de beber um pouco mais do próprio sangue a sua frente.

    -Eu não duvido das suas palavras Ícaro.

    Adria então se atentava aos documentos por breves instantes, forçando uma respiração funda ela se ajeitava na cadeira, cruzando as pernas e ajeitando as mãos sobre a mesa, para finalmente olhar na sua direção e responder com calma.

    -Você me faz lembrar do meu Senhor. Bem mais hetero, mas com a mesma postura honesta. Ele, apesar do sangue poderoso e da alta linhagem, nunca teve grandes pretensões de tornar-se um Rei, mas sim de se estruturar em torno de uma família honesta e saudável. Por tanto, não se preocupe, separar o joio do trigo é fundamental aqui... Bom o que eu posso lhes responder...

    Ela pensava um pouco e claramente rompia as posturas formais, esperando que vocês também o fizessem. Valentina, logo olhava para você, sorridente e confiante de que seguir Adria era uma boa ideia.

    -Vejamos. O clã no estado italiano é fraco, nós mesmo nos destruímos através das eras. E isso gerou falhas, uma delas é a família Ulfila. Esta esteve sob controle por bastante tempo, no entanto, os amarantos cometidos pelo primeiro patriarca durante a Revolução Anarquista fez com que os laços de controle ficassem mais confusos. Nossos esforços foram direcionados as grandes cidades e centros urbanos. Isso foi um erro... Por isso eu sinto muito. Mas esta é a verdade, o sangue Ulfila é sujo e não faltarão vontades de usar a força da Camarilla, que agora é cada vez mais estável e poderosa, por causa da falta de conflitos contra o Sabá, para por fim a essa problemática. Mas eu vou precisar que... Nós vamos precisar que você, Ícaro, separe o joio do trigo.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 28/3/2018, 12:31

    A reação de Adria por si só era curiosa e de certa forma engraçada, Valentina claramente não conseguia se conter disfarçando o fato, eu porém me limitava a sorrir com calma, nunca tivera contato com a família Brujah, mas a julgar pela reação de Adria não estava perdendo muita coisa.

    Era com surpresa que as palavras de Adria me pegavam, ser comparado ao senhor dela de certa forma me parecia um elogio, o que me fazia coçar a barba timidamente, era com certo desconforto que eu me ajeitava na cadeira, afinal o joelho começava a tencionar novamente me lembrando que eu não sabia lidar com elogios muito bem.

    “Imagino que ela tenha o senhor em alta conta, pelo menos aparentar ter. Droga Icaro se acalma é só um elogio!”

    Feliz por ver Adria sair dos protocolos a serem seguidos, eu relaxava minha postura para então esticar meu joelho por baixo da mesa, suas palavras porem me deixavam atento, afinal descobrir que o primeiro patriarca havia cometido um dos maiores crimes da sociedade cainita, assim como o cometerá mais de uma vez não era a melhor sensação do mundo.

    “Será que ele acabou por fazer isso contra alguém importante a Marie? Isso explicaria a jura dela.”

    Respirando profundamente eu não conseguia evitar o novo coçar de barba, era uma velha mania de humano, quando ainda suava e isso e a barba por si só incomodava, voltando meus olhos para Val eu sorria de leve, afinal eu a queria ao meu lado durante as próximas e conturbadas noites.

    – Ao ser abraçado fiz uma promessa pessoal de que cuidaria da família que cuidou de meu irmão e eu na infância. Giuseppe e Lisandro não precisaram se esforçar muito para destruir a imagem que eu tinha dos Ufilia. Ainda assim existem pessoas boas em nossa família, eu não me perdoaria se um deles acabasse pagando pelos pecados dos verdadeiros culpados. Mas precisarei de ajuda, não posso correr o risco de errar quando vidas estão em jogo.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 5/4/2018, 12:50

    Assim que os seus olhos buscavam pela figura de Valentina que estava do outro lado da mesa e que suas palavras começam a serem pronunciadas, a jovem tratava de se levantar, sem preocupar-se com o que Adria viria a pensar ou falar, unicamente para estar ao seu lado naquele momento difícil em que suas palavras mais pesadas eram expressadas. Aproximando-se pela sua lateral, a jovem depositava uma mão em seu ombro, sorrindo ao apertá-lo com carinho e beijar-lhe a sua face quando você terminava de falar.

    -Você é um homem de valor Ícaro.

    Respondia Adria, abrindo um monólogo não muito longo, mas mantido em um tom brando e educado de voz.

    -Pois veja bem, apesar de muitos dizerem que os valores tradicionais estão se perdendo com o avançar dos séculos. Compreendo tudo isso de maneiras diferentes e acredito fielmente que o clã Ventrue também o faz, houveram as noites em que nós fomos aqueles que sentavam nos tronos do mundo a fora e o controlávamos diretamente. Mas hoje, como você mesmo sabe, a percepção de mundo mudou completamente e nós também, hoje nós participamos e preciso que você entenda meu caro, o clã precisa da sua participação e irá retribuir a altura. O que eu quero dizer é: Escuto suas palavras, elas me mostram o verdadeiro ventrue que tu és e isso muito me alegra. Precisaremos da inteligência que vocês dois provem para intervir na situação de imediato, aqui começa um novo capítulo e neste meu caríssimo Ícaro, você atuará não como um Ulfila, mas sim como um membro do clã Ventrue.

    Afirmava Adria com um tom de voz mais orgulhoso e firme, deixando claro as reais intenções dela e como ela estava pronta para agir. Em seguida ela deixava um suave sorriso lhe escapar para dizer:

    -Não precisa se segurar querida.

    Era um comentário para Valentina que estava radiante de tanta felicidade! A jovem parecia ter tirado dos ombros um peso gigantesco e sem pensar duas vezes, a mesma lhe roubava um beijo e sorria ao comentar:

    -Obrigada Adria! Nós iremos fazer por onde!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 5/4/2018, 14:30

    Meus olhos acompanharam os movimentos de Valentina sem medo, havia um alivio em te-la ao meu lado, ainda mais quando sua mão tocava em meu ombro apertando-o, só ali então eu focava em Adria. Mais velha e experiente a patrício sabia bem o que ocorreria nas próximas noites, e isso não me alegrava em nada.

    “Não existe mais possibilidade de recuo, muitos pagariam pelo que sabemos, inocentes pagariam. Isso não pode acontecer.”

    Era com surpresa que meus olhos encaravam Adria, ouvir suas palavras educadas e calmas me davam a certeza de que o cerco contra os patriarcas seria duro, porém rápido o suficiente para que os pegasse de surpresa, era claro agora o porquê da urgência de separar o joio do trigo.

    Tocando de leve na mão de Valentina eu respirava fundo, diante do chamado do clã não havia como recuar, mesmo que o quisesse não o faria, não quando Fiorenzo e sua querida irmã corriam perigo, assim como todos os outros.

    O beijo roubado de minha incansável Val me fez rir um pouco, olhando para Adria eu sorria de forma educada ao concordar de maneira breve e responde-la.

    – Faremos nosso melhor, ainda essa noite posso colocar as principais gravações em suas mãos, assim como qualquer outro documento que venha aparecer. Só preciso que Maffeo esteja em um local mais seguro.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 10/4/2018, 16:35

    -Maffeo é o seu vassalo correto? Olympia me assegurou que irá garantir a segurança de todos indicados por vocês antes que qualquer ação seja tomada e eu, lhe dou a minha palavra como membro do Clã Venture e da Camarilla, de que absolutamente nada de ruim irá ocorrer a Maffeo. Agora, deixe-me ver um pouco desses documentos enquanto vocês namoram um pouquinho, afinal de contas, você é uma moça de sorte Valentina!

    Afirmava Adria com um sorriso gentil nos lábios, a fala dela causava uma reação de vergonha intensa em Valentina que tentava esconder a face com as próprias mãos e em seguida olhava para o seu colo como se perguntasse de maneira não verbal se poderia se sentar sobre o mesmo.

    Adria então passava a dedicar-se a uma rápida, porém extremamente atenta leitura. Por vezes arqueando a sobrancelha e por outras, esboçando pequenas reações de espanto, mas mesmo sendo bem rápida isso daria a você e Valentina alguns instantes de liberdade para interagirem entre si.

    -Então Ícaro, quer dizer que eu sou uma moça de sorte é!?

    Cochichava a jovem sorridente, ainda um pouco envergonhada mais extremamente feliz ao poder afirmar:

    -Vai dar tudo certo!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 10/4/2018, 18:51

    As palavras de Adria me faziam rir um pouco, era estranho ser elogiado daquela forma, porém, meu coração ficava feliz em saber que uma possível amiga de Olympia me aprovava. A vergonha de Valentina apenas me fez suspirar, porém quando seus olhos olhavam para meu colo eu era incapaz de recusar, empurrando um pouco para atrás minha cadeira eu o oferecia a Val sem medo.

    “Espero que Olympia pense o mesmo de mim. Eu adoraria poder fazer Val a mulher mais feliz desse mundo.”

    Ter Val em meu colo me fazia respirar profundamente, beijando sua face eu a segurava enquanto meus olhos observavam com interesse as reações de Adria, muito podia ser dito ali e muito mais ainda poderia ser descoberto. Ouvindo o sussurrar de Valentina eu ria baixo dando de ombros ao responde-la baixinho.

    – Sabe acho que sou meio suspeito de dizer isso.

    Apertoando-a em meu colo eu sorria ao ouvir suas palavras, afinal elas me davam forças para continuar aquela tarefa complicada e árdua.

    – Espero que sim. Ainda temos muito o que fazer e precisamos ter certeza sobre as proles de Lisandro. Me preocupo com eles.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 13/4/2018, 18:06

    -Certo, aqui já temos provas suficientes para levantar nossas forças contra os patriarcas, mas essas proles de Lisandro seguem então como uma dúvida. Quantos são? Poria me passar os nomes deles querido?

    Questionava Adria com um sorriso simples na face, a mulher parecia já ter terminado a leitura dinâmica dos arquivos, fazendo um breve arranjar dos papéis como se priorizasse algumas informações mais do que outras. Ela então esticava a mão para servir-se do restante do vitae que havia ali na própria taça a frente dela enquanto Valentina respirava fundo, bem feliz a jovem parecia cada vez mais calma em relação ao assunto que por muitas vezes já havia colocado vocês dois a beira de um ataque de nervos.

    -Nós também devemos ter mais informações atualizadas em breve, assim que Maffeo chegar em segurança em seu refugio ele deve entrar em contato conosco para nos informar sobre os últimos acontecimentos na mansão da família. Assim, teremos como provavelmente indicar melhor o futuro das proles de Lisandro.

    Adria fazia um sinal positivo com a cabeça e perguntava de maneira bem tranquila e até mais simples do que você aguardava:

    -Parabéns queridos. Irei informar o clã sobre o que vocês fizeram hoje, temos mais alguma pauta a discutir?
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 13/4/2018, 21:07

    Vendo Adria encerrar a leitura dos documentos entregues a ela, era com um sorriso calmo que apertava um pouco mais Val em meu colo, afinal eu adoraria passar o resto da noite com ela assim, era confortável e de certa forma me fazia bem, as palavras de Adria porem me deixavam pensativo.

    – Infelizmente eu não sou o mais sociável da família, tive pouco contato com os dois, mas são Arturo e Ugo, nenhum dos dois tem proles.

    A pequena arrumação de Adria nos documentos me deixava curioso, apesar de ali estar diversas provas era claro que elas tinham uma ordem de importância, algo que por sua me fazia questionar o que mais os patriarcas haviam feito.

    “Esses dois, são o x dessa questão toda. Fiorenzo teria como nos responder sobre eles?!”

    As palavras de Val me faziam concordar com ela, Maffeo teria muito mais coisa a nos passar assim que nos contatasse, algo que não deveria demorar muito, ou assim eu esperava.

    - Com um pouco de sorte Maffeo deve ter conseguido tirar Marianno de lá também, ele saberia responder mais do que sobre Arturo e Ugo.

    Comentava ao coçar de leve a nuca, respirando fundo eu sorria de maneira educada para responder o ultimo questionamento de Adria.

    – De minha parte acredito que não, meu senhor Fiorenzo deve chegar logo, caso você queira conversar com ele pessoalmente. No mais assim que as coisas estiverem mais calmas será um prazer oferecer meus serviços para sua família senhorita Adria.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 17/4/2018, 20:06

    Valentina claramente concordava com as suas palavras, fazendo sinais positivos com a cabeça ou simplesmente mantendo um olhar confiante na direção de Adria. A jovem no entanto mantinha-se em silêncio para que a conversa entre você e a experiente ventrue do outro lado da mesa pudesse ocorrer sem interrupções. Adria então, abria um sorriso maroto na face e comentava:

    -Não só para minha família querido, para o clã.

    A mesma então finalizava a taça posta a frente dela e fazia uma menção de se levantar, Valentina logo notava e se colocava primeiro de pé, assim permitindo que Adria e você se levantassem.

    -Bom, vou indo então queridos. Posso levar esses documentos? E é claro, muito obrigada por me receberem e ainda mais por todo o trabalho que vocês vem executado por nada além de suas próprias honras e competências.

    Valentina sorria e respondia de maneira formal e bem educada:

    -Foi um verdadeiro prazer e uma grande felicidade poder recebê-la querida. Tenha uma excelente noite e que Deus olhe por teu caminho de volta a sua casa.

    Adria acenava com a cabeça, concordando com a fala de Valentina, para então finalizar.

    -Obrigada, tenham uma boa noite! E Ícaro, por favor, você faria a bondade de me acompanhar até a saída?

    Indagava a mulher, Valentina rapidamente tocava nas suas costas de maneira bem discreta, indicando que não haveria nenhum problema.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 17/4/2018, 23:35

    A conversa simples com Adria era de certa forma agradável, apesar do assunto em si não ser umas das conversas mais banais que poderíamos ter, vida nenhuma era banal e a simples ideia de ter que decidir quem dos Ulfilia era culpado ou não, ainda era um peso gigantesco.

    – Certo para o clã, tenho certeza que o Maff vai me chamar a atenção sobre isso.

    Comentava de forma leve, já que Maffeo era famoso por seu esforço no trabalho e o esmero que tinha com nossos clientes, a ideia de servir ao clã ainda era estranha, mas eu tinha certeza de que Maffeo me ajudaria nisso sem pestanejar.

    Levantando-me com calma assim que Val o fazia para se despedir de Adria, eu sorria ao responder sobre a pasta com educação.

    – Fique à vontade para leva-la, assim que tivermos novas informações entraremos em contato. Tenha uma noite segura.

    “Espero que ela não se importe em levar uma cópia, seria arriscado demais dar os originais, mesmo que Adria esteja do nosso lado um pequeno costume de segurança nunca é demais.”

    A pequena despedida de Valentina me fazia olha-la com carinho, mas o pedido de Adria arrancava um olhar curioso de meus olhos. Sentindo o toque gentil de Val a me permitir, eu sorria com educação para comentar de leve.

    – Claro, seria péssimo que um de nós não a acompanhássemos.

    Oferecendo o braço para Adria de forma educada, eu voltava meus olhos para Val movendo os lábios em um aviso.

    – Já volto querida.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 19/4/2018, 19:37

    Val piscava um dos olhos de maneira discreta na sua direção, assinalando que concordava com a situação. Assim, Adria aceitava educadamente o seu braço e assim, lado a lado vocês faziam uma breve caminhada sem nenhuma pressa ou urgência até a saída da enorme e lindíssima casa de Olympia. O percurso era marcado por um silêncio até pacífico e tranquilizador, Adria parecia interessada nas esculturas, quadros e várias outras peças de arte que decoravam o ambiente. E assim que vocês paravam em frente a porta de entrada no hall central, ela olhava na sua direção para dizer:

    -Sei que essas palavras importam muito para você, Ícaro. Por isso decidi que seria mais coerente de minha parte as dizer em confidência...

    A mulher então soltava do seu braço, para passar suavemente a sua frente e olhar diretamente nos seus olhos.

    -Pela autoridade investida a mim, pela Strategoi Olympia. Eu, Adria Trapattoni, Lictor do clã Ventrue, o nomeio um Tribune!

    Assim, a mulher tirava de sua pequena bolsa um embrulho de seda azul, para deste remover um anel dourado com uma pedra azul bem brilhante. Estendendo-o na sua direção, ela sorria de maneira gentil e educada, aguardando a sua reação.

    Anel de Tribune:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 20/4/2018, 15:01

    A resposta discreta de Val me fez sorrir em sua direção com carinho, estendendo o braço para Adria, era com calma que a acompanhava até a saída, o caminho marcado pelas inúmeras obras de arte me fazia observa-las com interesse, ainda mais quando a mesma assinatura parecia se repetir sem cerimônia nenhuma de ser escondida.

    “Olympia deve ter amizade com algum filho das rosas, ou foi patrona de algum artista. De qualquer forma são obras muito bonitas.”

    O silencio durante o caminhar não me constrangia em nada, de certa forma era até relaxante já que a reunião havia retirado de nossos ombros um grande peso, ainda assim havia o peso das vidas de Arthuro e Hugo, algo que eu não podia deixar de ponderar sobre.

    Observando e ouvindo atentamente as palavras de Adria, era com certa surpresa que recebia aquela nomeação, ainda mais quando ela partia de uma ventrue claramente capacitada e digna de seu cargo.

    – Eu realmente não esperava por isso senhoria Adria, farei o possível para honrar essa nomeação e cargo. Mas por favor, caso eu não seja merecedor dela não sinta pena em refuta-la de minha posse.

    Respondia ao fazer uma reverencia educada a Adria.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 24/4/2018, 18:39

    -Mantenha a sua postura Ícaro. E não precisaremos pensar nunca nesse assunto a respeito da remoção de seu cargo, apenas nas suas promoções.

    Respondia Adria que se despedia assim que a sua reverência era feita, deixando um sorriso simpático transparecer para então formalmente despedir-se para assim sair pela porta da frente da casa de Olympia e deixá-lo ali a pensar um pouco. Alguns breves segundos passavam enquanto você ainda tentava absorver aquela nova informação, o lindo anel ainda repousava em sua mão no momento em que você se tocava que já havia passado tempo em demasia ali. Para então, retornar a sala de jantar, ali seus olhos encontravam a figura de Norberto a recolher as taças utilizadas, assim como também encontrava Valentina que estava sentada no momento e a mexer no celular.

    -Ícaro! E então? O que achou da Adria? Acho que podemos confiar nela sabe, sinceramente eu estou verdadeiramente aliviada! Em pensar que contactar minha mãe foi realmente a melhor opção! Me pergunto como ela está agora... Alias... Tá tudo bem querido?

    Ela perguntava por notar algo diferente na sua expressão, assim como a sua mão fechada que carregava ainda o anel recém conquistado com a promoção a o primeiro cargo de importância e influência no clã ventrue. Norberto fazia uma pequena pausa na arrumação para observar a cena com atenção, afim de compreender o que estava a ocorrer.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 25/4/2018, 14:06

    A resposta de Adria me fazia sorrir ao concordar com a mesma, me despedindo da mais experiente ventrue, eu respirava profundamente deixando que meus pensamentos vagassem, algo que se mantinha em torno do peso do anel em minha mão.

    “Um cargo dentro do clã... Eu nunca esperei isso, serei capaz de mantê-lo?!”

    A breve noção do tempo que havia passado ali me fez suspirar, ainda tinha tarefas em andamento que precisavam de minha atenção, coçando a nuca me colocava a seguir de volta para a sala de jantar, minha mão se fechava em torno do anel sentindo seu toque frio e pesado.

    O retorno não demorava muito para acontecer, a presença de Norberto a recolher as taças não passou despercebida, mas a figura de Valentina logo capturava minha atenção com suas palavras.

    – Desculpe eu me perdi um pouco em pensamentos. Adria me parece ser uma mulher segura de seus deveres, e eles realmente me parecem ser o bem do clã.

    Comentava ao me aproximar de Val e lhe estender o anel com calma, meus olhos se voltavam para Norberto e um cumprimento silencioso, mas respeitoso, para então voltarem a Valentina.

    – Ela me deu o cargo de Tribune, eu ainda estou um pouco surpreso com isso.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 26/4/2018, 16:10

    -Tribune?!

    Comentava Norberto com uma voz um pouco surpresa. Era de fato a primeira vez que a voz do homem se mostrava realmente em um tom de presença participativa na casa, mas a voz grossa e a surpresa dele acabavam sendo ofuscadas pelo turbilhão de felicidade que tomava conta do ambiente. Um turbilhão nomeado: Valentina!

    -Meu deus! Ícaro! Que notícia maravilhosa!

    A jovem saltava da cadeira e se atirava nos seus braços! Em um abraço bem apertado, para logo segurar a sua face com as duas mãos, sorridente enquanto brincava brevemente de passar os dedos pela sua barba. E assim, finalmente roubar-lhe um longuíssimo beijo! Sem te dar muito espaço, ela tomava a sua mão e roubava o anel! Para olhar o mesmo e comemorar rindo!

    -Meu namorado é um Tribune! Um tribune! Ouviu isso Norberto!?

    O homem, apesar de indagado, se mostrava bem centrado e tranquilo com a situação.

    -Minhas sinceras congratulações meu jovem, haverão algumas obrigações a serem cumpridas é claro, mas bem vindo ao clã Ventrue.

    Rindo bastante, Valentina olhava o anel. Para andar até Norberto e mostrar o anel, por poucos segundos, afinal, ela voltava novamente e pulava nos seus braços. Feliz como nunca, ela comemorava muito aquela notícia.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2529
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Jess em 26/4/2018, 21:18

    A voz possante de Norberto se fazia presente aos meus ouvidos pela primeira vez, porém assim como sua presença e voz a surpresa se desfazia diante de Valentina e sua animação.

    - Calma Val!

    Exclamava ao segura-la em meus braços, sorrindo a cada pequena carícia meu corpo nao resistia ao seu beijo, muito menos a sua alegria contagiante.

    Rindo aonter o anel roubado, eu cruzava oa braços acompanhando os movimentos nde Valemtina, um suspiro calmo escorria de meus lábios feliz.

    "Adria deveria ver essa animação toda. Deus como ela é linda!"

    - Obrigado Norberto, farei meu melhor para me provar ao clã.

    De recebendo novamente Val em meus braços, eu a apertava para beijar o alto de sua cabeça, algo que me fazia sorrir de maneira suave e feliz, estendendo a mão para que ela pudesse colocar o anel em meu dedo.

    - Vou lhe orgulhar Val, prometo.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4106
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Danto em 1/5/2018, 20:17

    -Ah, mas você já faz isso querido! Não seja bobo!

    Comentava Val com um sorriso que não parecia ceder nunca mais! Ela então dava um pequeno espaço para que Norberto se aproximasse, o homem com uma expressão bem calma e confiante fazia questão de lhe apertar a mão com firmeza e olhar nos seus olhos.

    -Será um prazer trabalhar ao teu lado e a favor do clã. Por isso, acredito que seja melhor você ter meu número em seu telefone, além disso, posso me oferecer para lhe dar as aulas essenciais sobre seu posto e as exigências do mesmo.

    Valentina abria um sorriso malicioso na face, a jovem o olhava de cima a baixo e brincava ao dizer:

    -Também prometo deixá-lo orgulhoso... Beeeem orgulhoso!

    O tom malicioso prontamente recebia um olhar de censura de Norberto. Sua namorada prontamente escondia as faces e fazia um movimento de desculpas:

    -Desculpa Norberto! Desculpa, não conta isso pra Mãe... Por favor!

    O homem então dizia:

    -Apenas seja um pouco mais discreta, não há necessidade de desculpar-se Valentina. Não por isso, mas sim por não ter dado nenhuma única notícia esses anos todos.

    O tom de voz dele era próximo a algo paternal para com a jovem, tanto que ela olhava ao mesmo agora com uma expressão mais tímida e se aproximava do homem para abraçá-lo e murmurar:

    -Prometo não fugir mais, prometo. Desculpa...

    O homem gentilmente recebia a jovem nos braços, mantendo-a ali por breves instantes para beijar o topo de sua cabeça de modo paternal e terminar o abraço.

    -Seja bem vinda de volta Valentina e agora, porque não sobem ao quarto para comemorar a nomeação de Icaro enquanto eu termino de arrumar essas louças do jantar?

    Conteúdo patrocinado

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato VI - Faces do Poder

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 21/10/2018, 11:35