WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Ato XX - Sombra e Luz

    Compartilhe
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 26/3/2018, 09:30


    Sala de Estar:
    Data: 06 de Outubro de 2005.
    Local: Bosque de Chapultepec I Secc, 11100 Cidade do México, Distrito Federal, México.

    O banho havia chegado ao seu fim instantes atrás, mesmo com o breve resmungar do seu gigante que naturalmente não resistia aos seus encantos, vocês dois se aprontavam novamente para o final daquela noite. E o começo desse final seria ali na sala de estar do hall dourado, local que já começava a parecer "casa" para você e seu jardim, afinal, não faltavam luxos e boas acomodações para todos.

    Ao chegar ao lado de Alfie a sala, era possível notar a presente de todos ali! Luana de pijamas, sentava entre Renz e Lotte, ambos estavam com roupas mais leves e informais,a sua filha inclusive repetia o mesmo macacão da noite anterior. Lena se encontrava sentada junto a mesa de centro, tomando um chá e comendo alguns biscoitos. Francesco era o único que realmente se movia do lugar ao notar a entrada de vocês, o experiente vassalo fazia um sinal de boas vindas e se movimentava em busca do telefone enquanto comentava:

    -Boa noite novamente meus caros! Espero que a experiência aqui nesse novo mundo esteja sendo tão bom para vocês quanto tem sindo pra mim!

    Lena brincava com uma contra resposta:

    -De nada!

    Prontamente, Lotte e Luana caiam em risadas. Enquanto Renz e Cesco levavam quase que em sincronia as mãos ao encontro das faces, em uma ação de vergonha e desaprovação. Todavia, o italiano seguia a falar enquanto preparava a ligação que iria ocorrer.

    -Brincadeiras a parte... Tem sido verdadeiramente uma experiência especial em vários sentidos. Mas tenho uma notícia que pode ser fundamental para vocês ainda hoje, checando os horários de apresentações, pude notar que o horário de uma mulher em especial foi drasticamente adiantado. O nome Lucita de Aragão lhes trás algo? Pois ela chegará nessa madrugada.

    Afirmava Francesco. E é claro que nenhum dos jovens esboça qualquer tipo de reação, todavia, Alfonsus fechava parcialmente a face e começava a assumir uma postura mais séria, afinal, seria improvável ele não conhecer a primeira prole de Monçada, já que esta fez parte da Camarilla por vários séculos.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 26/3/2018, 10:41

    Os suaves resmungares de Alfonsus me faziam rir de maneira carinhosa, era impossível para o gigante resistir aos meus encantos naturais, mas eu ainda queria fazer a ligação para Berlim antes de encerrar realmente a noite e me deleitar nos prazeres que Alfonsus sabia dar.

    “Sei que é maldade com Alfie, mas Eva ficaria sentida se não ligássemos.”

    A chegada na sala me fez suspirar, ali estavam todos já arrumados e o mais importante comportados, se bem que isso só valia realmente para Luana em seu pijama, algo que por si só já me fazia sorrir com leveza. A recepção de Cesco me fez olha-lo com carinho, suas palavras rapidamente respondidas pela brincadeira de Lena arrancavam um riso suave de meus lábios é claro, afinal eu conhecia bem o ocorrido ali.

    – Está sendo ótimo meu caro, logo irá melhorar com a presença do restante do jardim.

    O respondia com calma, porém ouvir sobre a chegada de Lucita me surpreendia, assim como a mudança de postura de Alfonsus, afinal a filha de Monçada havia passado um longo período dentro da Torre.

    “Ela está chegando mais cedo... Será que foi Melisande? Bom agora com Melinda segura não haveria motivos para não querer que sua aliada de maior peso chegasse o mais rápido possível.”

    Concordando com um breve aceno, eu sorria ao apertar de leve a mão de Alfonsus deixando claro que estava ao seu lado.

    – Ela é a primeira prole do Cardeal Monçada. Cesco, sei que lhe dei a noite de folga, mas me faria o favor de verificar se a Senhorita Melisande está esperando nossa presença para a recepção da Arcebispo Lucita?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 26/3/2018, 18:25

    -Sem problemas Pietra, deixarei a ligação então sob os cuidados de Lena e irei obter essa informação. Retorno em alguns instantes está bem?

    Aguardando a sua resposta, o homem já se encaminhava na direção da saída da linda sala de estar. E enquanto ele se movimentava, Lena se colocava de pé, batendo as mãos na calça para limpá-las e assim assumir o telefone, para realizar a chamada. Por fim, os olhos de Alfonsus se voltavam na sua direção após o seu aperto de mão, um sorriso breve era feito, nada preocupante, mas era notório que o homem conhecia a primeira prole de Monçada.

    -Prontos?

    Questionava Lena.

    -Sim!

    Respondia Lotte, inquietando-se no sofá, para se levantar parcialmente apenas para que pudesse sentar sobre as próprias pernas dobradas.

    -Liga! Liga!

    Torcia Luana, agitadíssima a bater algumas palmas alegres e sorrir ansiosa para Lena. Mas a sua vassala terminava por olhar na sua direção e finalmente dar inicio a ligação no momento em que você autorizava. Três toques eram dados no viva voz, até que se era possível ouvir o som da conexão entre as linhas e o seu Lorde respondia do outro lado da linha:

    -Boa noite!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 26/3/2018, 19:51

    Sorrindo com carinho para Cesco e suas palavras, era com um breve aceno que me punha a concordar com o mesmo, afinal um pedido de Melisande sempre seria atentido.

    - Obrigada Cesco, juro que nao irei te pedir mais nada.

    Voltando meus olhos para Alfie eu sorria, era claro que ele conhecia Lucita, o que me deixava curiosa sobre sua relação passada com ela, mas aquele não era o foco do momento.

    “Teremos tempo para conversar, mas nossos amados nao podem esperar, não wuando estão tão longe."

    Enquanto Lena preparava a ligação, era com calma wue ao lado de Alfie escolhia um sofá para nos sentar, ali eu abraçava seu braço para morder de leve o alto de seu ombro, apenas para dar a permissão de discar que Lena esperava.

    O três toques e o tom da voz de Fredy me fez suspirar de leve, eu sentia sua falta e saudades de sua presença, algo que meu coração não podia conter.

    - Buonacerra Fredy mio amato.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 26/3/2018, 21:27

    -Boa noite minha querida, espero que tudo esteja...

    A fala de Fredy era interrompida pelo gritinho animado de Luana:

    -PAPA!! Papa! Estou cheia de saudades!

    A reação vinha do outro lado da linha, mas não era a de Fredy, afinal o homem parecia ter dado algumas risadas.

    -Menina! Deixa seu pai terminar de falar!

    Era Eva! A voz dela fazia com que Lorenz ficasse de pé e sorrir feliz. Alfie enquanto tudo isso ocorria, buscava um lugar para se sentar enquanto Lena mantinha o telefone nas suas mãos. Luana ria baixinho, pedindo desculpas por causa dos gritos dados.

    -Está tudo bem sim meus queridos e vocês, como estão?

    Fredy respondia:

    -Com saudades, mas estamos muito bem. Os preparativos para a viagem estão sendo finalizados, existe algo que queiram ou precisamos conversar sobre algum ponto em específico?
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 26/3/2018, 22:43

    O simples som da voz de Fredy me fez suspirar, isso até o grito animado de Luana, isso me fazia rir enquanto a voz magnífica da aereia ecoava do outro lado.

    "Incrível como ela consegue puxar as orelhas da Tulipa sem pena."

    Ainda rindo eu batia de leve em meu colo indicando para a tulipinha que ele esta a fazio, observando Alfie escolher seu lugar para sentar, era com calma que eu escutava suas palavras e as de Fredy.

    - Temos sim meus amores, o primeiro assunto é um pedido. Eva, preciso que tragas o baú de rosas, tenho algo importante nele que precisa ser devolvido, sei wue voce irá cuidar dele com toda atenção mia bela. O segundo seria quanto uma possível vinda de Beth para cá, acha possível deixa Beka como responsável pela Espada por um tempo Fredy? Teremos as visitas de alguns membros de renome entre os filhos da terra, a presença dela seria bem quista aqui.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 26/3/2018, 22:56

    Luana não tardava para suavemente se sentar em seu colo, com uma expressão manhosa ela ia se aninhando ali como se fosse a maior dona do mesmo. E enquanto isso ocorria, Alfie suavemente tocava na mão de Renz, indicando ao rapaz que ele poderia se sentar e relaxar, isso era então feito.

    -Certo, o baú de rosas! Será tratado como o tesouro que é, meu amor.

    Respondia Eva com um tom romântico na voz, para então soltar um suave suspirar. Algo que atraia a atenção de Alfonsus, o gigante parecia ter entendido alguma coisa que estava oculta naquela forma de suspiro da sua eterna musa.

    -Conversei com Beth no começo desta noite sobre mantê-la como regente temporária. No entanto, acredito que se você julga necessária a presença dela, será de bom grado que ela assim o faça, além do mais, assim que eu comentar que você chamou por ela, nada nesse mundo vai parar aquela impetuosa mulher. Bom, tens razão. Beka é facilmente um nome incontestável, irei notificá-las.

    Alfie então completava de maneira delicada:

    -Fredy, como estão as pequenas?

    O tom preocupado e paternal de Alfonsus se manifestava com grandiosidade ali, era até possível ver a falta que ele sentia das próprias proles.

    -Elas estão bem querido, não se preocupe. Nora está com Thesa e Fiore preparou cinco malas...

    Lorenz escondia a face com as mãos, sabendo que teria trabalho para coordenar as roupas da prima. Já Alfie olhava na sua direção e perguntava:

    -Devo convidar Claudia?
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 26/3/2018, 23:13

    Recebendo Luana em meu colo, eu a mordia de leve na bochecha para lhe arrancar o bico que fazia, ajeitando-a ali era com carinho que escutava as palavras de Eva e Fredy.

    " O último pedido de Monçada por fim completo. Espero que isso o deixe feliz meu querido pai."

    Sorrindo feliz pela resolução de Fredy sobre deixar Beka no comando, eu suspirava ao responde-lo.

    - Perfeito, Beka é respeitada por todos, sabera lidar bem com a situação, e Beth, bem será divertido te-la por perto.

    Meus olhos se voltavam oara Alfie curiosos, ele havia lido algo em Eva, algo que me deixava extremamente curiosa, porem seu tom paternal me fazia suspirar feliz, e mais ainda ao ouvir a pergunta sobre Claudia.

    - Porque não? Melisande nos deu carta branca para chamarmos quem quisermos, e Helena vai querer conhecer a filha do herdeiro de Atlas.

    Rindo disso eu respirava fundo ao indicar que era a vez de Renz e Lotte falarem, afinal eles estavam com saudades.

    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 27/3/2018, 11:26

    Luana sorria por adorar a sua mordida e ia se acomodando cada vez mais em seu colo, para então depositar um beijo bem carinhoso em sua bochecha e apoiar a cabeça em seu tronco.

    -Ela vai amar o convite querida! E só Deus sabe a saudade que estamos sentido de vocês!

    Confessa Eva do outro lado da linha, a fala dela estava ligeiramente diferente, mas o intermeio tecnológico se revelava um empecilho para maiores interpretações. Alfonsus no entanto, parecia estar a realmente entender algo, mas o homem agora ria da sua fala e concordava.

    -Certo, tens razão. Afinal, ela já conheceu os herdeiros da Grande Princesa de Tuscy né?!

    O tom divertido da ligação se estendia por mais alguns minutos, especialmente quando você dava o indicativo de fala para seus filhos e por causa da presença de Yalin e Nora do outro lado depois de alguns minutos. Ali aos poucos, todos faziam uma breve manutenção da saudade que sentiam um pelo outro e você tinha a chance de poder ver o quão unido era o teu lindo jardim. A ligação terminava depois de uma longa despedida e desejos de boa viagem para aqueles que estavam vindo ao México durante o próximo dia, instantes depois a porta se abria e Cesco adentrava novamente a sala com um sorriso simples e educado na face.

    -A recepção à Lucita já começou Pietra, por tanto, não há necessidade de que vocês estejam presentes. Todavia, me foi informado que a mesma deseja fazer uma visita informal ao seu Hall, se isso for possível é claro.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 27/3/2018, 12:23

    Ali com Luana em meu colo e recebido seu beijo, eu sorria feliz e calma, afinal o simples som das vozes de meus dois amados ajudavam meu coração a se curar da saudade que ameaça criar uma tempestade infundada.

    A mudança suave na voz de Eva ainda me deixava curiosa, se estivéssemos perto uma da outra, meus olhos a leriam com facilidade, mas ali distantes era difícil dizer ao certo o que havia acontecido, porém Alfie parecia tranquilo a isso o que me deixava relaxada ao fato.

    – Logo estaremos todos juntos novamente Bela.

    Respondia a Eva com carinho, a pequena brincadeira de Alfie me fazia rir antes que a conversa se estendesse por todos, era inevitável que aquilo tomasse seu próprio tempo, afinal o jardim era grande e amoroso, algo que me deixava profundamente feliz é claro.

    Ao termino da ligação, era com rapidez que eu me levantava e girava com Luana ainda em meus braços, rindo com a pequena ação minha atenção se voltava para Cesco e sua entrada, seu sorriso educado e palavras me faziam olhar para Alfie como uma confirmação de ideias.

    “Ela quer nos visitar... Visitas assim nunca são verdadeiramente informais.”

    – Não vejo problemas com isso, e você Alfie?


    Última edição por Jess em 28/3/2018, 18:01, editado 1 vez(es)
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 28/3/2018, 11:09

    -Ah, mon amour! Nós vamos sim!

    Respondia Evangeline com um tom amoroso e suave, quase cantado. Em seguida, a resposta dada a sua questão era bem simples, afinal, o gigante sorria e afirmava:

    -Na verdade estou a sentir muita falta dela, apesar dela gostar de puxar minhas orelhas!

    Lotte ria baixinho com a fala do gigante, abraçando-o para beijar sua bochecha para aliviar aquela pequenina manha que ele havia feito. Em seguida, o telefonema prosseguia com bastante amor sendo compartilhado, para que na finalização do mesmo, ocorresse a chegada de Cesco. Luana ria, adorando a forma com que você se levantava junto dela, para suavemente mordiscar o seu braço e voltar a se sentar onde você antes estava.

    -Na realidade, acredito que seja até melhor para todos nós, um encontro informal. Apesar do fato de nenhuma visita ser totalmente despretensiosa, o fato dela preferir uma informal pode significar algo positivo.

    Cesco concordava de maneira discreta e notificava:

    -Irei então avisar aos vassalos de Melisande. Assim sendo, o encontro deve ocorrer em cerca de vinte minutos.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 28/3/2018, 14:01

    A resposta de Eva, juntamente com a de Alfie me fazia sorrir com carinho, afinal Lotte logo o abraçava para aliviar a pequena manha que o gigante fazia, já que era certo que Claudia amava realmente puxar as orelhas de seu amoroso pai.

    [color=#D6A467] “Lindo, é tão lindo ver como esses dois se entenderam tão bem.” [color]

    Sorrindo com a pequena ação de Luana ao se sentar no lugar que até então eu estivera sentada, era com calma que eu andava até meu Gigante, abraçando-o com carinho eu concordava com suas palavras.

    – Na nossa idade nenhuma visita por mais informal que seja deixa de ter segundas intenções, mas você está certo, essa visita pode ser um bom sinal.

    A resposta de Francesco me fez sorrir com carinho acenando positivamente para o mesmo, ainda sorrindo eu comentava de leve um pequeno aviso que deveria chegar aos ouvidos de Melisande a pedido de Helena.

    – Cesco, peça aos vassalos de Lady Melisande que a deixem avisada, que a pequena Rosa de Troia já superou o desconforto que a incomodava no começo das noites. Acredito que assim ela irá sair mais cedo da cama, e recomendo que deixem preparadas algumas taças de vitae para ela na próxima noite.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 28/3/2018, 17:04

    Alfonsus tomava a suas mãos e a convidava a se sentar sobre o colo dele, para ali abraçá-la e beijar sua face com carinho, era uma cena gentil e amorosa que faziam todos os ali presentes suspirarem encantados com o amor que era compartilhado entre vocês. Cesco então retribuía o aceno e sorria de maneira tranquila ao afirmar:

    -Claro querida, irei informá-los sim. Com a licença de vocês, levarei as informações. Mas antes, Lena, por favor, me acompanha?

    A jovem russa já havia terminado de arrumar o telefone que fora usado para a ligação anterior e agora estava sentada junto de Luana, ela se botava de pé e sorria de maneira simpática.

    -Com sua licença Pietra, Alfonsus...

    Ela então aguardava a autorização, algo que Alfie já concedia de imediato, para assim se retirar ao lado de Francesco pela porta frontal da sala de estar onde vocês todos se localizavam.

    -Devemos trocar de roupas?

    Perguntava Alfonsus de maneira curiosa. Lorenz então adicionava a questão:

    -Olha Pai, depende. O que vocês sabem sobre a Senhora Lucita e o como ela define o informal? O que achas Mãe?
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 28/3/2018, 18:00

    Sentando-me no colo de meu amado Gigante, era impossível não relaxar e aproveitar as pequenas caricias ali ganhadas, rindo disso eu o respondia com um breve beijo em sua bochecha, algo que por si só arrancava pequenos risos de meus lábios.

    Sorrindo para a resposta de Francesco, era com carinho que eu observava Lena e meu querido amigo se retirarem, eu estava feliz pelos dois e o ocorrido, algo que lhes faria bem já que ambos eram bem grandinhos para se entenderem.

    Voltando minha atenção para Alfie e sua pergunta, o comentário de Renz me fez concordar com o mesmo, oficialmente eu não conhecia Lucita apesar de conhecer seu nome, algo que ela também deveria saber sobre minha pessoa.

    – Acho que ao menos eu preciso trocar de roupa, mulheres podem não dizer em voz alta que julgam umas às outras pelas roupas, mas o fazem deliberadamente.

    Comentava para me levantar e morder a ponta do nariz de Alfonsus, rindo eu suspirava ao olhar para Renz e convida-lo a ir comigo.

    “Lucita, que tipo de mulher é você?!”
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 28/3/2018, 20:19

    -Verdade!

    Comentava Lotte, Luana também concordava com um sinal positivo de mão e até Lorenz concordava de maneira discreta ao acenar com a cabeça. Alfonsus por outro lado, parecia preparar uma resposta, mas esta era desarmada pela mordida e ele acabava por rir um pouco da situação.

    -Espero você então lá em baixo, no hall de ouro, está bem querida?

    Dizia Alfie, que levantava e se ajeitava com um sorriso alegre na face. Renz então esfregava as mãos e se colocava de pé, para seguir até você e lhe oferecer o braço para te acompanhar até o quarto.

    Imagens de Apoio:
    Quarto de Pietra:
    Closet:

    -Fico feliz com o convite mãe!

    Afirmava Renz ao adentrar junto contigo no quarto, o rapaz que a conduzia com naturalidade e sutileza até o closet. Havia um sorriso especial na face do jovem.

    -Isso me faz lembrar como as coisas costumavam ser, as vezes era bem cansativo, mas também haviam muitos louros. É algo nostálgico sabe? Claro que sabes! Ah mãe, estou tão feliz!

    O rapaz sorria feliz de mais para beijar-lhe a face e então se movimentar para a sua frente, tomando as suas mãos e beijando-as com carinho.

    -Acredito que nunca falei sobre isso, mas obrigado por ter me escolhido para ser a sua primeira rosa. É uma honra sem igual!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 28/3/2018, 20:40

    A concordância de minhas filhas e filho assim como a pequena mordida no nariz de meu gigante o desarmavam completamente, rindo disso eu não escondia a felicidade que sentia ao ver Alfonsus tão confortável e feliz, concordando com o mesmo eu balançava a cabeça e o respondia.

    – Não demoro, prometo!

    Feliz ao ver Lorenz se levantar com meu convite, era abraçada ao meu filho que seguia para o quarto, o curto caminho era regado com sorrisos felizes, afinal ao lado de minha rosa branca eu sabia que sempre encontraria carinho e amor.

    “Nossa relação não mudou, eu senti tanto medo de ve-lo se transformar em um desconhecido!” ]

    Sem conter meu sorriso ou carinho, era com um suspiro que eu observava os beijos de meu querido filho, tomando as mãos dele era minha vez de beija-las.

    – Meu menino, cada noite você me prova que fiz a escolha mais certa, valeu a pena esperar todos esses anos para enfim abraça-lo, eu não poderia ter um filho mais magnifico do que você e sua irmã. Obrigada por me fazer tão feliz Renz!

    Abraçando-o com força eu me permitia ficar ali sem medo.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 29/3/2018, 12:19

    -Eu te amo mãe!

    Respondia o jovem rapaz que lhe acolhia nos braços dele, apertando-a com amor por alguns breves instantes que pareceram uma maravilhosa eternidade, seu filho crescia com raízes fortes e jamais deixaria de te amar, esse era um sentimento que não a abandonaria nunca.

    -Agora, mãe, vamos cumprir a sua promessa ao pai e te arrumar rapidinho para o último encontro da noite!

    Afirmava o rapaz com um sorriso feliz na face, conduzindo-a até o closet. Para ali auxiliá-la na escolha de uma nova troca de roupas, uma tarefa que o alegrava bastante. Em seguida, o rapaz insistia em fazer uma pequenina aplicação de maquiagem em ti, sem exageros, apenas para realçar os seus traços já bem vivos e lindos.

    Hall de ouro:

    E assim você seguia seu caminho até o hall, Renz ficava na sala de estar no andar superior junto de suas outras filhas. Passo a passo você tomava as escadas para chegar no dourado e luxoso hall, a figura de seu amado gigante se encontrava no sofá de três lugares que estava justaposto a parede. A frente desse sofá, havia uma mesa de mármore negro e um vaso de ouro maciço, circundada por um conjunto de cadeiras de madeira de cor tão negra quanto o próprio sofá e a mesa de centro. No entanto, não houve tempo para Alfonsus recebê-la, era como se o destino tivesse marcado uma sincronia curiosa, pois a sua chegada era simultânea a chegada da figura feminina esperada.

    Com seus cabelos escuros e grandes cachos, a primeira prole de Monçada adentrava o hall trajando vestes mais modernas que revelavam sua postura impecável, sua aparência encantadora e sua pele morena vinda de uma herança latina incontestável. Havia uma mistura interessante de sensações aos seus olhos, pois a postura clássica de uma verdadeira princesa se mesclava a figura de uma mulher moderna e independente, Lucita era uma presença fortíssima, mas nem por isso intimidadora.

    Alfonsus se colocava de pé para saudá-la:

    -Boa noite, seja muito bem vinda Lucita.

    A mulher parava por alguns instantes e abrindo um sorriso ao reconhecer Alfonsus, a mesma caminhava na direção do gigante para saudar o mesmo com um firme aperto de mãos que envolvia o toque direto no antebraço, a moda antiga. Para comentar:

    -Boa noite Alfonsus! Quanto tempo não é mesmo meu caro? Soube que requisitou um tempo de licença, uma lástima para a torre. Afinal, ela perdeu seus dois melhores Alastores não é mesmo?

    Alfonsus concordava de maneira gentil com um aceno positivo de cabeça e respondia:

    -Tens total razão minha cara! Já se fazem alguns anos! Pois bem, a torre não mais precisa de nossos punhos e eu me sinto bem sem precisar usá-los como fazíamos antes. Todavia minha cara, permita-me apresentá-la a Pietra Rita Rafaldini, Priscus da Regente da Espada de Caim, sétima de seu nome, prole do Inexorável Duque de Florença e fundadora da Espada de Berlim.

    Alfie gentilmente a apresentava a Lucita, o diálogo entre eles era mantido em espanhol e você notava claramente o sotaque catalão da experiente Lasombra. A mulher olhava na sua direção e aguardava sua aproximação para abrir um sorriso simpático e estender-lhe a mão:

    -Enfim, não é mesmo Pietra? Acredito que tenhamos muito a conversar, correto?!

    Lucita de Aragão:

    Roupas:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 29/3/2018, 17:31

    Se um dia houve o mais puro medo da simples ideia de cometer os mesmos erros de Elonzo com minhas proles, ali no abraço de Renz esse medo desaparecia completamente, afinal as raízes de meu filho se tornavam fortes e seguras, algo que eu sempre sonhei em ver.

    – Te amo meu menino, nuca se esqueça disso.

    Deixando-me ser conduzida eu ria ao concordar com o mesmo, afinal não poderíamos demorar muito e correr o risco de chegar atrasada para aquele tão importante encontro. Recebendo cada pequeno cuidado de Renz, até mesmo a maquiagem eu sorria a cada instante, afinal eu sabia que ele estava a se esforçar para me agradar e me ajudar, finalmente pronta, era com um beijo na testa de minha rosa branca que eu partia para encontrar a primeira prole de meu mais amado tutor.

    Percorrendo o caminho até o Hall Dourado com calma, eu sorria ao encontrar meu amado gigante a me esperar, porem a entrada de Lucita quase após a minha não nos dava tempo para trocar palavras.

    Dando espaço para que Alfonsus e Lucita conversassem, eu me aproximava com calma, era claro que a descrição de Arda em Berlim sobre Lucita era verdadeira, porém ainda assim não lhe fazia jus a verdadeira beleza da mesma.

    “Linda como uma noite sem lua mas estrelada, Arda foi realmente singelo com as palavras.”

    Diante da apresentação de Alfonsus eu terminava de me aproximar, mais por costume do que necessidade uma pequena mensura era feita, levantando-me para sorrir na direção de Lucita era com um leve balançar de cabeça que eu concordava com a mesma.

    – Sim, enfim nos conhecemos pessoalmente Lucita. Realmente acredito que tenhamos uma lista bem grande de pautas a serem tratadas, por favor fique à vontade, e obrigada por nos visitar.

    Comentava ao indicar com a mão direita que Lucita podia tomar a iniciativa de se sentar onde bem quisesse.

    Roupa usada :
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 30/3/2018, 11:27

    Os olhos de Lucita seguiam cuidadosamente a sua ação breve de reverência, ela não se surpreendia assim como também não se ofendia pela sua ação, na realidade havia na expressão dela um entendimento e uma compreensão dos fatores que a faziam agir daquela forma. Assim sendo, ela sorria educadamente diante das suas palavras e escolhia a cadeira posicionada mais a direita, ajustando-a para que esta ficasse direcionada ao sofá e não a mesa, para enfim se sentar e começar a falar:

    -De antemão, quero agradecê-la. Caso a sua postura em relação ao fim de meu Senhor tivesse sido diferente eu jamais estaria a realizar esta visita. Afinal, foi você quem ele escolheu como aprendiz e a sua fala teria um peso fundamental para aqueles que buscavam a minha punição.

    Alfonsus voltava a se sentar no sofá, tomando o assento central e deixando vago o mais próximo de Lucita, de maneira indireta ele queria que vocês se aproximassem.

    -Agora, tenho de ser sincera contigo Pietra. Imaginei esse encontro por vários momentos, mas devo admitir que me surpreendi com a sua altura e com o fato de não ser loira!

    Comentava a primeira prole de Monçada, com um sorriso divertido na face, ela estava começando a abrir a postura e assumir uma expressão cada vez menos formal e rígida.

    -Por onde devemos começar essa conversa?
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 30/3/2018, 13:45

    Ser estudada por Lucita não me causava incômodos, ambas éramos velhas o suficiente para compreender nossa estranha posição de nos encontrar pela primeira vez, algo pouco comum para cainitas de nossa idade. Feliz com seu sorriso educado e movimentos de se sentar na cadeira, era com atenção que eu ouvia suas palavras.

    – Não existe a necessidade de agradecer, agi desta forma porque era o certo a ser feito, não poderia ter levantado acusações ou apontados dedos quando não conhecia a verdade. Apenas fiz meu melhor para trazer o mínimo de alivio a aqueles que choraram a partida dele, era o que ele teria me pedido. Mesmo assim fico grata em saber que agi de forma correta, pelo menos o mais correta possível.

    Respondia de maneira suave as primeiras palavras de Lucita, sorrindo para meu gigante que intencionalmente nos aproximava com sua escolha de acento, era com calma que me sentava ao lado de Alfie, escondendo o riso com uma de minhas mãos eu passava a mesma mão sobre meus cabelos concordando com a surpresa de Lucita.

    – Eu não sou tão alta, mas devo dizer que também a imaginei um pouco diferente. Quanto aos cabelos, bem Eva fez nossa fama e ela sim é loira, como o trigo no campo pronto para a colheita. De qualquer forma tenho que pedir a Arda que quando me descreva alguém seja mais detalhista, ele poupou muitas palavras nesse detalhe.

    A postura mais aberta de Lucita me deixava alegre, afinal era inevitável que certas comparações se fizessem entre nós duas, algo que o tempo tratava de criar sem ao menos se dar ao trabalho de ser real.

    “Nunca poderia puxar as orelhas de Arda, ele sim poderia fazer isso com as minhas.”

    – Você é a visitante, então tem o direito de escolher os temas. Mas caso queira uma sugestão eu ficaria feliz em lhe dar, embora não tenha nada planejado ao certo.


    Última edição por Jess em 30/3/2018, 18:25, editado 1 vez(es)
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 30/3/2018, 17:13

    -Era muito comum na época os rumores se misturarem, afinal, as duas compartilhavam suas vidas enquanto se estruturavam dentro da Espada. Lembro de ouvir confusas notícias de um toreadora poderosa de origem francesa na Espada de Madrid, afinal, rumores sempre nascem para confundir e raramente para de fato informar. Não é mesmo?

    Comentava Alfonsus com um tom informal, as palavras dele eram ouvidas com bastante atenção por Lucita. Havia uma clara compreensão entre os dois, algo que você associava a forma com que o gigante se relacionava inicialmente com Lucinde, ou seja, ambos vivenciaram experiências de conflito e seus laços foram forjados provavelmente em violência ou caos.

    -Tens razão Alfonsus, tens muita razão nessa afirmação meu caro. E Pietra, apesar de jovem tu tens uma sabedoria formidável, é até possível encontrar um pouco da figura dele dentro das suas palavras, mas ao mesmo tempo, vejo que sua filosofia se aproxima do sempre mediador e coerente Narses. Tivestes a oportunidade de conhecê-lo?

    A questão era feita por Lucita naturalmente, a filha de posiedon se comportava com leveza e a cada instante parecia mais receptiva e tranquila, a presença firme e poderosa de uma realeza medieval começava a se abrir em uma mulher acostumada com liderança, mas essencialmente simples.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 30/3/2018, 18:36

    Voltando meus olhos para Alfonsus ao ouvir suas palavras, eu sorria com carinho ao me recostar sobre seu ombro e concordar com o mesmo, era certo que na época os rumores haviam se espalhado, Eva e eu, porém nunca cuidamos para que isso não acontecesse, já que era melhor nos agraciarmos com a falta de certezas que isso trazia consigo.

    “ Madrid, como sinto falta dessa cidade. Eva ainda a ama completamente. ”

    Meus olhos se dirigiam para Lucita, era claro que a relação de meu gigante com a bela mulher havia nascido em circunstâncias mais violentas, porem era interessante e agradável ver o respeito que mantinham um pelo outro, uma marca que dificilmente se apagaria entre os dois.

    – É curioso ver como meu caminho se entrelaçou com o de Narses, sim tive o prazer de conhece-lo. Ele se apresentava pela figura mais jovem de Rahel na Espada de Berlim, o fazia para ser uma ponte de ligação entre os mais novos e os Bispos. Tive o prazer de ser nomeada para o cargo e aprender com ele, afinal foi ele que quando ainda príncipe deu a permissão para meu abraço.

    A respondia de maneira suave a questão levantada por Lucita, a postura mais aberta da bela filha de poisedon apresentava características inconfundíveis de seu sangue real, porem a simplicidade ali encontrada era uma qualidade inegável.

    – Hoje quem ocupa o lugar deixado por Narses é Caroline, sua prole e minha querida amiga e irmã.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 30/3/2018, 22:46

    Alfie passava um dos braços por trás das suas costas, apenas para que você pudesse se recostar sobre o mesmo com maior liberdade e conforto. O carinho trocado por vocês dois era recebido com um sorriso pelos lábios de Lucita, ali a experiente guerreira do clã Lasombra ouvia as suas palavras sobre Narses para comentar de maneira empolgada:

    -Mas que notícia interessantíssima! Eu nunca suspeitaria de uma conexão tão forte,mas ao mesmo tempo ela se justifica de maneira tão natural e incontestável! És uma rosa que aprendeu a reger com as mentes mais importantes do clã das águas.

    Alfonsus comentava de maneira divertida logo em seguida:

    -Acredite, Lucita, essa rosa tem um fascínio acima do comum por água e uma conexão fortíssima com a chuva!

    Lucita olhava curiosa diante dessa fala de Alfonsus, até que uma ficha parecia cair e a mesma questionava:

    -Prole de Narses? Espere um pouco. Ele fez um abraço pós revolução? Pietra, eu preciso conhecer essa sua irmã, isso será possível? Eu tenho algo de grande valor que um dia pertenceu a Narses e seu filho não deverá acordar nos próximos séculos, se é que ele sobreviveu as grandes guerras!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2302
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Jess em 30/3/2018, 23:16

    Ser aninhada pelos braços de Alfie me fez suspirar, eu simplesmente adorava poder permanecer ali e me sentir segura, o sorriso de Lucita diante do carinho ali trocado me deixava feliz, assim como a empolgação em suas palavras.

    “Ela tem razão, tive uma imensa sorte em ter tão bons professores entres os filhos de netuno.”

    Rindo das palavras de Alfonsus, eu balançava a cabeça para puxar uma de suas mãos e morde-la em protesto, algo que apenas me fazia rir um pouco mais, afinal ele estava certo, eu era apaixonada pela água. Levantando meus olhos para Lucita, eu prontamente concordava com a mesma em um sorriso animado.

    – Ela foi chamada até Madrid por Maria, Caroline é sua aprendiz mais dedicada, tenho plena certeza de que ela vira acompanhando sua irmã. Falando em coisas de grande valor, eu também tenho algo que lhe pertence, quando soube de sua chegada pedi a Evangeline que o trouxesse, ela deve iniciar a viagem de Berlim até aqui amanhã, então não demorarei a lhe entregar.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3854
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Danto em 31/3/2018, 09:34

    Alfonsus ria ao receber as mordidas, risadas divertidas que ecoavam um pouco até mesmo para a figura de Lucita que os observava de tão perto. Era até mesmo curioso, o fato dela se apresentar como uma mulher tão acessível, pois até onde a sua memória lhe dizia, ela havia sido abraçada por um Monçada ainda jovem e não faltavam histórias sobre sua força e poder. Todavia, neste encontro ela parecia uma mulher simples e realmente curiosa em conhecê-la.

    -Perfeito! Então além de conhecer a herdeira de Narses, poderei reencontrar minha irmã mais nova. As coisas entre nós terminaram bem complicadas, espero conseguir reconstruir essa relação, afinal, agora não mas seguirei o caminho dentro da Torre. E espere um pouco, tens algo para mim? Poderia perguntar o que seria?

    Indagava Lucita que inicialmente divagava sobre o assunto da própria irmã, para então levantar os olhos e perguntar a você de maneira bem direta e até mesmo um pouco ansiosa.

    -Não te preocupes excessivamente com como as coisas terminaram entre você e a sua irmã, permita-me sugerir o seguinte. Concentre-se nos sentimentos positivos que existem agora e faça deles a sua fortaleza, receba-a de braços abertos e mesmo que ela não esteja ainda pronta, dê a ela tempo. Pois é o tempo que pode curar as maiores feridas e também mudar as nossas vidas.

    Dizia Alfonsus com um tom mais poético e reflexivo na fala, atraindo a atenção de Lucita que concordava com um simples balanço positivo de cabeça. Afinal, a sabedoria do gigante não poderia estar mais correta.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Ato XX - Sombra e Luz

    Mensagem por Conteúdo patrocinado

      Tópicos similares

      -

      Data/hora atual: 23/4/2018, 06:46