WoD by Night


Narrativas De World of Darkness Estruturadas Nas Versões de 20 Anos
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe
 

 Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime14/1/2019, 01:43


Imagens:
 

22 de novembro de 2018
Hora: 20:45

O seu despertar ocorria de forma natural, com muita tranquilidade e conforto do aconchego de seus aposentos, no entanto, você logo notava que, diferentemente da noite passada, o clima havia mudado consideravelmente de uma noite para a outra.

O motivo não poderia ser outro a não ser a chegada daquela época do ano em que as noites naquela pacata e, as vezes desértica, cidade eram mais frias que o usual e que as luzes da cidade reluziam com esplendor e encanto das decorações natalinas. Porém, não era o clima frio que mais lhe afetava naquelas horas e sim a solidão que circundava as paredes de madeira daquela residência a qual você chamava de refúgio. Um refúgio que, apesar de moderno e muito bem projetado, possuía uma grande deficiência que nenhum arquiteto ou objeto poderia suprir e que você só sentia pela atenuada provocada pelo espírito familiar que se acentuava naquela época.

Mesmo após mais de uma década do falecimento de seus avôs, eram em noites como essas que a presença deles mais lhe fazia falta, principalmente pela situação em que você se encontrava com a sua nova família. De fato muitas coisas haviam mudado desde então, muitas coisas ruins haviam acontecido, porém, muitas coisas boas também haviam aparecido durante as novas noites da sua vida.

Um exemplo disso era a presença de seu mentor e senhor adotivo que, em meio a todo o caos que havia sido seu abraço, havia se mostrado um ser de grande coração e um espírito aventureiro que as vezes se empolgava de mais. Alguns diriam que ele era um inconsequente que teria sido banido pelo próprio senhor e que tentava manter as aparências para evitar maiores punições, mas você sabia, pela convivência daqueles anos, que talvez ele fosse só mal compreendido pela sociedade e que seu espírito expansivo apenas era uma de suas qualidades.

Apesar da morosidade de seu despertar naquela noite e das imediatas lembranças e sensações que este trazia, você logo podia ouvir, sem muita dificuldade, uma movimentação não usual no andar terreno de sua casa que podia indicar, facilmente, a presença de um, ou mais de uma, pessoa ali.


Última edição por Lugo Narrador em 24/2/2019, 22:39, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime14/1/2019, 12:54

O despertar era sempre um momento estranho, antes mesmo de meu corpo sair da letargia completa minha consciência retornava do descanso, ali eu podia sentir aos poucos o sangue correr por minhas veias e músculos, uma sensação que apesar do tempo eu ainda estranhava, ainda assim era algo que se tornara comum e rotineiro.

Naquele começo de noite o tempo ameno me fazia suspirar, virando-me na cama era para o teto de meu quarto que minha atenção se voltava, aqueles eram dias em que a presença de meus avós mais se faziam presente e faltoso, isso fazia com que meu peito doesse a sua maneira, já que os velhos costumes e faltas se estendiam por muito mais tempo do que eu poderia ao certo imaginar.

“10 anos não é? Já se passou tanto tempo Evan? Espero que vocês dois estejam bem.”

Ainda letárgico era com calma que me sentava na cama, ali em meio ao meu refúgio eu respirava profundamente, um novo costume adquirido nas primeiras noites de minha nova vida, nas noites em que a sensação de afogamento ainda se destacava sem esforço, é claro que nessas primeiras noites em meio a tempestade de emoções que haviam sido meu abraço a presença de Ian ganhara contornos sólidos.

Meu senhor adotivo, tivera o sangue frio para contornar a situação complexa que minha criação se tornara, ainda assim sua presença forte e viva servia como um apoio essencial para a nova condição que se apresentava a meus olhos, e bem com o tempo era fácil entender porque Ian se tornará um cainita dinâmico e expansivo, além do real fato do mesmo assim o ser, era sua presença que afastava os medos que me assombraram naquela época.

Sem pressa minha mão esquerda coçava despreocupadamente meus cabelos bagunçados, ainda que curtos eles sempre tiveram a suave tendência a acordar amassados e desgrenhados, era em meio a esse ato natural e casual que meus sentidos captavam os movimentos no primeiro andar de meu refugio, se antes eu estava relaxado, agora eu podia sentir uma certa tensão abranger meus músculos sessando minha respiração por completo.

“Quem?”

Revirando minha mente eu não conseguia imaginar quem pudesse adentrar em meu lar naquele horário, apenas Ian, Walter e seus vassalos tinham a chave da porta, algo que aliás eu me certificava de estarem trancadas em cada novo amanhecer.

Balançando a cabeça na tentativa de afastar a apreensão, eu me levantava da cama, só havia um modo de saber quem estava em meu refúgio e para isso era preciso descer. Andando até o banheiro era com calma que lava meu rosto e molhava meus cabelos, apenas para pentear o emaranhado castanho com os dedos e lhe dar certa forma, voltando ao quarto era uma calça jeans e uma camisa de manga que vestia, assim como calçava os primeiros sapatos que via.

Uma breve olhada no espelho do banheiro me indicava que eu estava ao menos descente, algo que tinha aprendido com Ian, estar sempre ao menos arrumado.

“Não que isso faça diferença se estiverem invadindo a casa.”

Pensava antes de respirar fundo e descer até o térreo.

Imagens:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime19/1/2019, 23:27

O clima certamente mudava assim que você percebia que havia alguém no primeiro andar da sua casa. Essa pessoa não parecia ser tão cuidadosa ou talvez não estivesse nem mesmo tentando ser discreto, porém, você ainda não conseguia ouvir o som da voz dele ou obter outra informação sem antes descer para ver pessoalmente o que estava acontecendo.

Primeiramente você passava pelo seu banheiro para se arrumar, nem que o mínimo, para se revelar na frente de alguém, mesmo que este alguém estivesse a invadir a sua casa, e logo em seguida descia a passos relativamente rápidos em direção ao andar térreo.

Chegando lá, o primeiro cômodo que você via era sua sala e dali você conseguia ouvir algumas risadas vindas da sua cozinha, que ficava logo ao lado direito e que estava com a porta dupla escancarada. Pelo visto não era apenas um invasor, mas sim dois, e esses pareciam ter um momento tem relaxado na casa dos outros.

Aquela situação parecia ser mais inacreditável do que estressante pelo que estava acontecendo, porém, assim que você colocava seus olhos na direção da cozinha você conseguia entender exatamente o que estava acontecendo. A primeira imagem que você via era de Chloe, a mais nova vassala de Ian, e ao seu lado estava Ian, que conversava com ela enquanto eles observavam alguma coisa em um tablet sobre a mesa.

Eles pareciam bem envolvidos com o que estavam vendo, no entanto, no momento em que você colocava seus olhos neles, Ian prontamente falava em um tom debochado sem nem mesmo tirar os olhos do Tablet.

– Espero que você não se incomode de termos entrado assim…

Ian não parecia estar muito preocupado com sua reação a aquela visita inesperada, porém Chloe finalmente notava sua presença e acabava por se endireitar na cadeira para fazer uma leve cumprimento a você agora que ela havia finalmente notado sua presença.

ChloeMillers:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime20/1/2019, 16:32

Com calma eu descia as escadas, a casa inteira havia mudado de certa forma, sua aura que antes trazia segurança não significava muito mais do que um lugar apertado, não que eu fosse muito mais rápido em um lugar aberto, mas as possibilidades eram mais abertas.

“Acalme-se Jacob, esses pensamentos não ajudam em nada, no mínimo deve ser o Ian, ele nunca avisa mesmo!”

Um suspiro escapava de meu corpo quando finalmente alcançava o andar térreo, ali meus olhos percorriam minha sala a procura de qualquer sinal de quem possa ter adentrado em minha casa, esse alguém é claro não fazia muita questão de se esconder, e bem para nenhuma surpresa a presença se revelava ser Ian e sua mais nova vassala Chloe.

Ian e a jovem riam de alguma coisa que viam no tablet apoiado na mesa, envolvidos da forma que estavam eu sorria ao me limitar a esperar pela melhor oportunidade de me aproximar, oportunidade esta apresentada por Ian e sua personalidade única.

– Não que eu tenha muita escolha, não é?

Comentava ao me aproximar, o leve cumprimento feito por Chloe me fazia sorrir de maneira educada em forma de resposta, batendo de leve no ombro de Ian eu ria ao perguntar de forma leve ao olhar por cima do ombro de Ian curioso com o tablet.

– Do que vocês estão rindo? Com toda a certeza não é da minha cara.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime3/2/2019, 01:54

Relaxado do jeito que ele sempre parecia ser, Ian ria, sem muita culpa ou preocupação, da sua primeira pergunta enquanto Chloe parecia ficar ainda mais constrangida. O homem então levantava a cabeça para olha na sua direção e estender a mão em cumprimento firme como sempre o fazia.

– Pelo menos parece que você já se acostumou com minhas invasões, não é? Haha!

Em seguida, Ian pegava o tablet a frente dele e o levantava para que você conseguisse ver sobre o que eles estavam rindo.

– Bom, já que você parece curioso eu vou lhe mostrar. Essas eram para ser as novas fotos do projeto da Chloe, mas parece que ela confundiu as fotos e enviou umas que ela tirou na rua e essa, especialmente, está maravilhosa!

Logo após as palavras do homem, você conseguia ver um casal de crianças com uma expressão enorme de choro, em um parque, tomando um sorvete, ou melhor, o resto do que não havia caído no chão.

– Me sinto mal por elas, mas foi no timming perfeito!

Ian comentava e fazia Chloe levar a mão ao rosto em reprovação a piada feita, porém, ela estava claramente escondendo a vontade de rir também. Após aquele breve momento de descontração, a jovem enfim tomava uma atitude e pegava o tablet para bloqueá-lo e deixá-lo de lado e falar.

– Bom, você já riu de mais do meu arquivo pessoal… Acho que o Jacob precisa de uma explicação do por que a gente tá aqui logo cedo, né?

Naquele momento, Ian pigarreava, um pouco sem jeito por tomar um carão de sua vassala, e se recompunha para então se voltar na sua direção e perguntar com um sorriso ardiloso como poucas vezes você havia visto.

– Certo, certo… Então meu jovem, você tem planos para hoje?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime3/2/2019, 19:11

Rindo com a reação de Ian, eu levantava a mão acenando de maneira brincalhona e suave, afinal não havia nada de errado com a pequena invasão a minha cozinha, afinal tinha sido o próprio Ian que em dera aquela casa, então ele era tão dono quanto eu era.

– Não é como se eu pudesse reclamar, então tudo bem.

Comentava de afim de não deixar Chloe em maus lençóis, não era algo que eu desejava naquele momento, já que a jovem era a vassala de meu senhor e sempre seria ter um bom um relacionamento com os vassalos de Ian.

Olhando com interesse para o tablet, era quase impossível não rir da cena ali apresentada, afinal as lagrimas infantis era genuína e de certa forma curiosa já que o fato do sorvete cair era por si só curioso.

– Tenho certeza de que eles não tiveram dificuldades em conseguir um novo par de sorvetes, mas sim é uma cena engraçada. Triste, mas engraçada.

Respondia ao me sentar do outro lado da bancada e encarar Chloe sobre os assuntos mais importantes a serem tratados, rindo com a vivacidade da jovem, meus olhos se voltavam para Ian, poucas vezes usava aquele tom ou expressão.

“É realmente algo importante que está acontecendo.”

Respirando mais profundamente e coçando a barba de maneira leve eu negava com a cabeça para então responde-lo.

- Não, eu realmente não tenho nenhum compromisso hoje, meu maior plano talvez fosse verificar alguns desenhos e projetos, mas nada que me ocupasse a noite toda. O que vocês dois estão planejando?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime16/2/2019, 20:52

Era engraçado ver como Ian e Chloe se relacionavam ainda nos meses iniciais após a jovem ter sido escolhida como nova vassala do vampiro, mas, por outro lado, você conseguia entender um pouco do porque ela parecia ter sido escolhida, afinal, Ian não poderia escolher alguém como ele ou sabe-se lá o que eles poderiam aprontar na cidade.

Assim, Ian começava a ditar o foco da conversa com a pergunta, porém, ao ouvir sua resposta ele prontamente balançava a cabeça negativamente e se aproximava de você para colocar as mãos sobre seus ombros e falar com uma expressão seria forçada, mas que não deixava de ser engraçada.

– Eu sei que é bom continuar trabalhando em novas coisas, mas, se você ficar trabalhando muito tempo aqui dentro você vai definhar! Além do mais, hoje é uma noite especial e o condado todo esta agitado! Ou seja, é a melhor noite para sair de casa e aproveitar a companhia de alguém para ficar aquecido.

Se afastando um pouco de você, ele voltava ao lado de Chloe e passava a mão em volta da cintura dela para puxá-la em um abraço lateral e encará-la cara a cara de uma forma mais íntima. Chloe ficava, mais uma vez, vermelha com as ações do senhor, mas dessa vez ela não o repreendia e somente relutava um pouco até Ian a soltar e rir com toda a situação.

Seu senhor substituto estava claramente mais “a vontade” ao lado da nova Vassala, porém, após as breves gargalhadas ele realmente fazia uma expressão mais centrada e voltava a falar.

– Mas sério, eu acho que hoje é uma boa noite para você sair de casa e socializar um pouco mais. Os bares estão mais cheios, as pessoas mais velhas estão em casa já que eles estão cansados de mais pra aguentar uma noite movimentada e tem umas fofocas rolando por ai que eu acho que valem a pena conferir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime16/2/2019, 23:56

Um pouco mais centrado no assunto sobre a visita tão cedo, Ian procurava não perder o foco ao lado de Chloe, algo que era fácil já que a jovem era muito mais centrada do que o próprio cainita, uma sorte afinal era impossível imaginar que tipo atividades Ian se enfiaria com alguém de personalidade parecida.

“Não é que os opostos se atraem?! Sorte do Walter.”

Atento aos movimentos de Ian, eu tinha verdadeira dificuldade em não rir de sua tentativa de parecer sério, não que Ian não o fosse quando necessário, mas as situações que assim ele demonstrava ser eram raras.

Batendo de leve em uma das mãos que estavam em meu ombro, eu concordava apenas para olhar para frente e esconder o riso, era inevitável acompanhar os movimentos de Ian ao abraçar Chloe de maneira tão intima e carinhosa, o que não era novidade já que ambos tiveram um relacionamento antes da vassalagem.

– A coisa é grande então?!

Perguntava ao me esticar no banco fazendo com que meus músculos finalmente espantassem a letargia do começo de noite, já que era claro o quão animado estava Ian para a noite, algo um tanto raro já que suas noites normalmente eram tomadas de trabalhos e tarefas.

– Ok, não posso negar que estou curioso, e você esta certo sair um pouco me faria bem. Estou encontrando verdadeiros empecilhos em uma planta de uma vitrine suspensa, e acho que vou queimar os rascunhos se eu desenhar uma linha torta de novo.

Levantando-me da cadeira eu abria os braços em uma pergunta simples, porém sincera.

– Estou vestido de forma adequada, ou o lugar que você quer ir exige algo mais requintado?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime24/2/2019, 23:53

A sua pergunta fazia Ian estreitar os olhos, fazer um bico com a boca e balançar a afirmar com a cabeça lentamente de uma forma engraçada. Ele parecia ficar animado com sua curiosidade e, logo em seguida ele colocava as mãos nos bolsos para falar com aquele velho sorriso arteiro no rosto.

Com certeza! Mas só vou lhe contar quando você estiver pronto para isso.

Após falar, ele te observava enquanto você se espreguiçava e depois de ouvi-lo dizer que sairia de casa, o vampiro batia palmas e soltava um pequeno grito animado em comemoração.

Esse é meu garoto! É assim que se fala! - Ele então virava para Chloe e dramatizava um leve choro para continuar. - Ta vendo, eles crescem tão rápido. Daqui a pouco ele estará indo para as festinhas sozinho…

Minha nossa, como você é dramático. - Respondia a vassala enquanto sorria das besteiras de Ian.

Apesar de algumas atitudes impulsivas e sua pouca idade para um vampiro, Ian era um grande nome na cidade que havia conseguido conquistar algumas coisas importantes para as Rosas de Prescott, porém, algo que nunca mudava era sua personalidade engraçada e divertida. Após aquela breve encenação, ambos se viravam na sua direção para te ouvir e analisar suas roupas como você solicitava, porém, a reação deles não era o que você esperava.

Chloe fazia uma expressão fechada de dúvida, como se estivesse pensando no que falar ou escolhendo as palavras certas para lhe responder. Ian, no entanto, parecia pasmo com sua pergunta, porém, ele cerrava os olhos, novamente, e o encarava por um instante para depois dar de ombros e dizer.

É… está aceitável, eu diria. Mas é bom você pegar um casaco mais grosso, sabe como é frio essa época do ano, além do que hoje está particularmente mais frio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime25/2/2019, 14:33

O tempo ao lado de Ian havia me ensinado de que ele nunca reagia da forma que esperávamos, ali era claro que não seria diferente, rindo com isso eu terminava de me esticar para me apoiar na bancada.

– Ok, realmente parece importante, já que claramente você não vai me deixar em paz até me arrancar de casa!

Comentava de maneira brincalhona, afinal não havia como reclamar de Ian, havia sido ele que em muitas noites permanecera ao meu lado ou simplesmente me arrancará da cama para me fazer respirar o ar da noite.

Rindo com o pequeno drama de Ian, eu sorria de maneira suave aos olhos de Chloe, afinal uma opinião feminina era sempre bem-vinda, ainda mais quando a jovem era claramente exigente, voltando meus olhos para Ian eu concordava com o mesmo com um breve aceno para responde-lo.

– Tudo bem, me deem alguns minutos. Afinal a ultima coisa que eu quero é ser julgado por desleixo. E pode deixar vou pegar um casaco, sei bem como aqui é frio e imagino que ir sem um casaco seja bem chamativo.

Comentava ao me direcionar para as escadas, não sem antes dar um pequeno aperto no ombro de Ian, uma maneira suave de lhe dizer que estava tudo bem, respirando fundo eu voltava ao meu quarto.

“Ok, não quero parecer desleixado ao lado de Ian, ele é famoso demais para que eu suje a reputação dele.”

Andando até o guarda roupa, era com calma que o observava, as roupas ali contidas, por mais que eu gostasse do que estava ouvindo era necessário uma leve mudança para ficar de acordo com os padrões de Ian.

Retirando a camisa eu a dobrava e a deixava na cama, voltando para o armário era um camisa de mangas que buscava, para só então pegar o casaco de gola azul escuro e um blazer de um tom mais parecido, vestindo-os com cuidado eu fazia questão de esconder a camisa de mangas e ajeitava a gola, me olhando no espelho fiquei feliz ao ver que não precisava trocar de sapatos, já que o tom acastanhado caia bem com o azul da camisa.

“Espero que seja o suficiente.”

Andando até o banheiro era com calma que lavava o rosto e escolhia um perfume amadeirado, apenas para colocar o óculos e sorrir para o resultado, só então eu descia para a sala e me apresentava diante de Chloe e Ian.

– Melhor?

Roupa Usada:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime4/3/2019, 19:13

Após as opiniões de seus dois “convidados”, você prontamente subia para se arrumar e, após não muito tempo, você voltava a cozinha onde ambos ainda se encontravam. Chloe já não estava mais na cadeira e parecia devolver um copo de vidro ao seu lugar após utilizá-lo enquanto Ian prestava atenção ao seu celular.

Assim que você aparecia e falava, o homem imediatamente o olhava e se levantava da cadeira batendo uma única palma com uma expressão de surpresa e alegria no rosto. Chloe era prega de surpresa pela comemoração de seu senhor e acabava dando um pequeno pulo no lugar em que estava, porém, ao se virar para te ver, ela abria um sorriso, esquecendo o que havia acontecido, e concordava em um acenar de cabeça com as palavras de Ian.

– Uau, agora sim você está apresentável e parece pronto para roubar uns corações! Não é mesmo querida?

Rindo da própria fala, ele caminhava na sua direção, indo até o cabideiro de casacos mas parava ao seu lado após sentir o aroma do seu perfume. Ele então olhava para você e, como um pai orgulhoso de seu filho, balançava a cabeça em aprovação enquanto finalmente pegava o sobretudo dele e da companheira.

– Parece que você não poupou esforços, não é mesmo?

Sem perder a diversão, o vampiro fazia mais um comentário divertido enquanto terminava de se vestir e tirava, do bolso do sobretudo, as chaves do próprio carro. Assim, ele esperava por Chloe e começava a andar na direção da saída enquanto continuava falando.

– Bom, ainda não lhe disse onde vamos, né? Vamos a uma festa na faculdade de Prescott. Não é nada muito grande, porém há um motivo para irmos para lá. Mas, depois de lá, podemos ir para outro lugar, afinal a cidade está bem agitada hoje…

Apesar da descontração usual de Ian ao falar o local onde vocês iriam, Chloe parava por um momento e fazia um protesto perante o que o homem falava.

– Espera ai, a gente vai para uma festa de universitários!? Esse era “o evento importante” que você queria ir hoje!?

Ian não conseguia conter a risada com a indagação de Chloe, o que lhe rendia uma bolsada no braço. O homem então parava após receber o golpe e levantava as mãos em forma de rendição para terminar dizendo antes de abrir a porta.

– Tudo bem, tudo bem, eu deveria ter dito que era na faculdade, mas isso não tira o fato de ser uma festa importante. Enfim, vocês entenderão no tempo certo...

Mais uma vez o sorriso maroto surgia no rosto de Ian e fazia Chloe para mais uma vez, mas, desta vez, para olhar com curiosidade e certa preocupação na direção do homem e em seguia para você em procura de respostas.
Roupas de Ian:
 
Roupas de Chloe:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime4/3/2019, 21:02

Algo que o tempo havia me ensinado, é que se a opinião não era dada de forma natural, era porque ela deveria ser dita com cuidado, Ian é claro havia me ensinado bem isso e eu não tinha reais motivos para não agradar Ian.

“Ele tem certa fama a manter, e eu como seu protegido preciso ao menos não atrapalha-lo.”

Rindo com as reações de Ian, eu levantava as mãos indicando que estava tudo bem a Chloe, afinal não queríamos assusta-la sem problemas reais, ainda mais quando ela estava tomando água. Empurrando a face de Ian para longe eu ria sem medo diante de meu amigo e senhor, balançando a cabeça era ainda rindo que eu o respondia.

– Não poupei não, mas mantenha esse nariz longe. Não quero gastar todo o encanto em você!

Tomando o cuidado de vereficar se minha carteira e chaves estavam em ordem, meus olhos se voltavam para a bateria do meu celular, era com uma revirada de olhos que me voltava para Ian resmungando de forma suave.

– Faculdade? Sério? Os estudantes já devem estar tão loucos que nem sabem que está nevando ou oque significa o frio. Isso até alguém ficar roxo.

Ajudando Clhoe a vestir o casaco, era com um leve apertar em seu ombro que a consolava, afinal já havíamos aceito a proposta de Ian para aquela noite.

– Tudo bem, mas é melhor que valha a pena Ian, caso contrário vou me enfurnar nessa casa por um mês!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime5/3/2019, 01:18

Ian não deixava de rir com seu comentário sobre a situação dos estudantes, mas ele nem sequer tentava negar pois era provavelmente a maior verdade de todas.

– Vamos lá, vocês só estão julgando antes saber que tipo de festa nos estamos indo. Além do mais, é uma boa oportunidade para mostrar a vocês dois um de nossos territórios nesta cidade.

– Hmm… Só espero que essa festa não seja no meio da rua com um monte de idiotas embriagados que ficam arremessando garrafas uns nos outros.

Por um momento Ian ficava surpreso com a descrição de festa que Chloe havia sugerido e até fazia uma expressão de curiosidade, mas quando ele ia fazer a pergunta, a jovem percebia a ação de seu senhor e levantava a mão para retrucar antes de ouvir algo do homem.

– Antes que você pergunte, isso aconteceu. E sim, eu fui coagida a ir lá, da mesma forma que estamos sendo coagidos a ir nesta festa com você.

– O quê!? Eu jamais obrigaria vocês a irem em uma festa desse tipo. Entrem logo no carro!

Com uma mudança drástica de entonação e comportamento no meio da frase, o homem brincava com Chloe e apontava para o carro que estava estacionado do lado de fora da casa. Deixando você e Chloe passarem primeiro para, em seguida, fechar a porta da casa e ir na direção do famoso Dodge Charger dele, que estava estacionado logo de frente, o homem não demorava muito para dar partida no carro e começar a dirigir, sem muita pressa, até onde seria a tal festa.

Chloe se sentava no banco do passageiro enquanto você ficava no banco de trás e, logo após vocês se afastarem da casa, Ian voltava a falar, mas, dessa vez, sem nenhuma gracinha ou brincadeira.

– Mas afinal, eu estou curioso para saber que tipo de festas você frequentava quando era estudante, Jacob. Eu não sei se já lhe contei mas nós nos conhecemos em uma festa também, não é querida?

– Bem, não era uma festa em si e sim uma recepção em uma amostra de fotos da minha professora, mas, de certa forma, podemos dizer que era sim uma festa.

A jovem respondia em tom mais brando, dando um pequeno sorriso no canto do rosto, e em seguida olhando para você com curiosidade sobre a pergunta de Ian.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime5/3/2019, 20:03

As risadas de Ian claramente me faziam rir, afinal ambos sabíamos bem que aquela situação era bem possível, um pequeno detalhe de minha própria experiencia como universitário é claro.

Sorrindo ao ver Ian usar a própria chave para fechar a porta de minha casa, era com calma que voltava meus olhos para Chloe, com toda a certeza aquela havia sido uma festa bem mais estranha das quais eu já tivera a oportunidade de participar, a jovem de personalidade forte é claro sanava minhas questões e as de Ian sem que precisássemos perguntar.

“Ok, a Clhoe com toda a certeza deve odiar festas de faculdade, também odiaria no lugar dela!”

Era com calma que ocupava meu lugar na parte de trás do carro, afivelando o cinto eu respirava fundo ao arrumar os óculos e me apoiar na janela apreciando o movimento da estrada.

Meus olhos se voltavam para Ian diante das suas palavras, era curioso como Ian amava qualquer situação em que a interação social fosse a essência do acontecimento, rindo com isso eu coçava de leve a nuca pensando na resposta da pergunta que me havia sido feita.

– Bom devo dizer que nunca fui em uma festa tão animada quanto a da Clhoe! E bem, eu estudei na Federal do Arizona, não faltavam festas ou loucuras acontecendo pelos corredores. Ainda assim eram festas comuns, nada muito além de jovens adultos tentando desesperadamente se divertir e não pensar nos prazos ou nas notas. É claro que as vezes as coisas saiam um pouco de controle e encontrávamos um ou outro calouros passando dos limites saudáveis, mas fora isso e a vez que eu tive que ir a delegacia com uma muda de roupas e pagar a fiança do meu colega de quarto que havia sido preso por atentado ao pudor depois de correr meio campus com um chapéu de cowboy e os tênis, nada demais realmente aconteceu. Por sorte meu colega de quarto só teve que pagar uma multa e fazer alguns meses de serviço comunitário.

Comentava de forma divertida, afinal aquele fora um episódio que fizera meu avô rir por alguns minutos, embora eu mesmo tenha tido dificuldades de aceitar a ir até a delegacia na época.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime13/3/2019, 00:16

Dentro do carro, o clima começava a ficar mais descontraído a medida que vocês iam interagindo na conversa e quando você começava a falar da sua experiência os dois indivíduos sentados no banco da frente apresentavam reações diferentes, porém, igualmente engraçadas.

Ian fazia uma expressão de duvida enquanto segurava uma risada enquanto Chloe claramente ficava ainda mais envolvida e acabava se virando no acento do carro para olhar na sua direção e protestar com veemência.

– Viu! É disso que eu estou falando! Esses jovens não tem a menor respeito ao pudor! Além do mais eu esperava mais de você também, Jacob, pelo visto vocês realmente se parecem, em!?

Chloe estava realmente chateada, o que parecia ser um trauma da juventude com relação a essas festas, mas, após aquela reclamação o vampiro que dirigia o carro não conseguia mais conter a risada e até encostava o carro para rir após a cena que a companheira e vassala fazia.

Aquela cena lhe rendia alguns tapas, mas no fim até a jovem de cabelos longos se rendia e mudava o humor completamente.

– Ai meu Deus, tá bom, tá bom! Vamos voltar a nossa rota.

Falando enquanto limpava as lágrimas do rosto, Ian retomava a direção do carro e o colocava em movimento para, logo que entrava na rota novamente, ele voltar a falar.

– Bom, mas não se preocupem, não é uma dessas festas superdivertidas e exóticas como as que vocês frequentavam, seus universitários inconsequentes! Mas é algo novo na cidade e que eu estou patrocinando, então não é nada de mais eu querer experimentar também né?

Chloe ficava um pouquinho surpresa com a revelação de Ian, mas ela esboçava pouca reação afinal o homem era um dos maiores patrocinadores de eventos de todos os tipos que ocorriam na cidade. Assim, sem nenhum questionamento vindo da moça, o carro seguia em movimento por mais alguns poucos minutos pelas tranquilas ruas de Prescott e vocês logo chegavam a uma construção que parecia um galpão.

O local não havia muitos detalhes do lado de fora, afinal era um galpão e, portanto, não havia muita cor e as janelas só ficavam no andar superior. Na entrada, havia uma pequena fila do lado de fora que dava numa porta única guardada por um segurança  mas nada disso indicava o nome do local até que você olhasse para a lateral do mesmo e avistasse a logomarca do “Galpão Industrial Sam Hill”.

– Enfim chegamos! Vamos la crianças, hora da diversão!

Ian falava, mas dessa vez Chloe não respondia nem questionava nada, na verdade ela parecia estar tão em dúvida quanto você e, por isso, tentava entender o que estava acontecendo, mas era prontamente interrompida pelo senhor que saia do carro e batia no teto do mesmo para tentar apressar vocês.

Galpão:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime13/3/2019, 20:18

As reações de Ian me faziam rir, já que ele claramente segurava a risada afim de não irritar Clhoe, por tanto a jovem se virava em minha direção exultando o quanto aquelas festas eram perda de tempo.

– Hei! Em minha defesa eu estava acompanhando uma amiga que tinha passado um pouco da linha até o dormitório dela, então só peguei a cena toda já no final dela. E literalmente fui arrancado da minha aula pra safar a cara do Thomas, ele tinha prova e a gente não podia deixar ele perder a prova.

Eram as palavras que usava para tentar me defender, afinal eram a mais pura realidade já que eu realmente havia sido arrancado de minha aula porque era o único que tinha um carro. Por sorte as risadas contidas de Ian chamavam atraiam a fúria da jovem para outra direção, o que me fazia rir baixo da cena que se passava.

“Sorte do Ian ter alguém como a Clhoe, só ela mesmo pra colocar juízo na cabeça dele!”

Tomando cuidado para não atrair os tapas de fúria da Chloe eu me limitava a rir baixinho e me afastar o máximo possível do banco onde ela se encontrava, quando Ian finalmente conseguia se controlar era com interesse que ouvia suas palavras, afinal era mais um de seus investimentos e não seria de se estranhar ele querer ver o resultado disso.

– Bom já que você diz, não custa olhar. Mas se você sair por aí correndo sem roupas, juro que deixo a Clhoe te tirar de delegacia!

Comentava de maneira divertida, afinal era algo que nunca aconteceria com Ian, se havia uma coisa que ele tinha total compreensão de seus limites, uma qualidade exemplar a meus olhos. Sorrindo com calma eu me recostava na janela observando o caminho seguido por Ian.

Era com curiosidade que via o grande galpão se revelar, as reações de Ian é claro não me deixavam nada surpreso, algo que me fazia suspirar e sorrir para Clhoe comentando.

– Bom, tem cara de ser algo mais reservado do que uma festa de faculdade, não custa tentar não é?

Saindo do carro apenas para mostrar a língua para Ian, eu tomava meu tempo para respirar o ar frio da noite e aproveitar os poucos momentos antes de ir pra tal esperada festa patrocinada por Ian.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime23/3/2019, 10:11

Legenda:
 

Sendo apressados por Ian, você e Chloe saiam do carro e acabavam se olhando mais uma vez enquanto ainda tentavam entender o que o senhor de vocês estava aprontando. A jovem ouvia suas palavras e franzia a testa para, em seguida, dar de ombros e concordar com você.

– Na verdade que nem parece uma festa da faculdade, parece com um… club.

A fala da jovem lhe chamava a atenção para alguns detalhes que surgiam quando vocês estavam do lado de fora do carro. Algo que não poderia ser ouvido do interior do veículo era o som abafado de música eletrônica e, também, pela vestimenta das pessoas na fila. De fato, nenhuma delas se vestia como se tivesse acabado de sair da aula ou como se tivessem sido arrancados de casa pra uma volta no campus com algumas bebidas. Todos ali estavam bem-arrumados e até mesmo os seguranças usavam ternos. Com certeza algo muito maior que uma festinha da faculdade.

– Ei, vamos logo ou vocês querem ficar do lado de fora pra sempre!?

Após aquela breve análise, Ian apressava vocês mais uma vez e Chloe rapidamente se aproximava do homem para segurar o braço dele e esperavam você se aproximar. Assim que você se juntavam aos dois, Ian começava a guiá-los na direção da entrada.

Apesar de existir uma fila relativamente grande, vocês simplesmente furavam ela, chamando a atenção de todos ali, e chegavam até os seguranças. Os mesmos notavam a presença de vocês e Ian prontamente tomava a dianteira para falar com eles. Após algumas poucas palavras e um aperto de mãos com um dos homens, eles abriam a passagem pra vocês e, no momento que a porta se abria, o som da música eletrônica crescia exponencialmente lhe dando a certeza de que aquilo não era uma festinha universitária comum.

Sem esperar muito mais tempo para começar a ouvir os xingamentos das pessoas do lado de fora, vocês entravam e a primeira sala era uma recepção de entrada muito bem decorada e onde algumas pessoas ainda estavam lá, algumas no bar, pedindo bebidas e conversando, enquanto outras estavam subindo a escada que ficava no fim do corredor e que parecia ser o acesso da festa.

– E então, o que acharam?

A pergunta era feita por Ian que olhava na direção de vocês com um grande sorriso no rosto e esperando as respostas. Já Chloe parecia realmente surpresa e até admirada com o que estava vendo que continuava a olhar em volta.

Bar:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime23/3/2019, 14:28

Já fora do carro, era o abafado som de música eletrônica que chegava aos meus ouvidos, isso fazia com que meus olhos mirassem Ian ainda curioso, afinal o cainita mais velho claramente estava animado.

– Pois é, existe uma diferença gritante entre um Club e uma festa malfeita de faculdade.

Comentava para Chloe apenas para apressar meu passo e acompanhar o belo casal que ela e Ian faziam, rindo comigo mesmo eu colocava as mãos nos bolsos do paletó agradecendo por ter me vestido de uma forma melhor.

“Ian realmente enganou a gente? Sorte minha ter me trocado, caso contrário seria expulso já na fila!”

O ar frio da noite me fazia sorrir ao acompanhar Ian e Chloe, era com curiosidade que meus olhos encontravam a grandiosa fila de pessoas a espera para entrar, algo que em minha vida nunca entenderá completamente, e bem ao lado de Ian não seria realmente necessário começar a entender.

Engolindo em seco o simples fato de sermos mal encarados pela fila de pessoas esperando por uma oportunidade de entrar, era com certo cuidado que eu evitava olhar para atrás, ou prestar atenção nas palavras que deveriam estar sendo jogadas em nossa direção neste momento, cumprimentando com um leve aceno os seguranças era com pressa que seguia Ian e Chloe para dentro do Club.

“Ok, tomara que ninguém me reconheça lá dentro!”

Um assovio alto escapava de meus lábios ao ver o bar de entrada, a aparência mais rústica do exterior contrastava com o moderno do interior, o que me fazia olhar curioso para a escada que levava para a área comum do club propriamente dito.

Sorrindo para Ian eu tentava ignorar a musica alta que apenas tenderia a aumentar em nossos ouvidos, um velho lembrete do porque os famosos clubs não serem minha principal escolha de festa.

– Não posso dizer que amo música eletrônica, mas o lugar é surpreendente. Melhor do que você me fez acreditar que seria!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime1/4/2019, 18:53

Diferentemente de você, Ian se portava com muita segurança e importância que, de alguma uma forma, minimizava o efeito de repudio das pessoas na fila. No entanto, aquilo ficava rapidamente para trás quando vocês adentravam no primeiro ambiente do estabelecimento.

Assim como você, Chloe tomava algum tempo para apreciar o local enquanto Ian olhava para vocês com um sorriso divertido no rosto. Na verdade ele estava se divertindo com vocês e com o efeito da pequena peça que ele havia pregado.

– Eu também não sou muito apegada a esse tipo de música, mas… Esse local é completamente diferente do que eu esperava e acho que nunca vi um desses por aqui…

Deixando você falar primeiro e ainda um pouco distraída com o que via, Chloe falava pausadamente enquanto terminava de apreciar a vista e, somente depois de falar, ela retornava completamente para a conversa com vocês dois. Depois de ver e ouvir vocês dois, Ian não escondia mais a risada e se deixava apreciar o momento que estava tendo para em seguida falar.

– Foi ainda melhor do que eu esperava! Além do mais, fico muito feliz que vocês gostaram! Foi muito difícil trazer esse empreendimento para este local… mas agora que estamos aqui, vamos curtir a primeira de muitas vezes que viremos aqui!

Sem nem pensar duas vezes o homem se virava na direção do bar e com apenas alguns segundo conseguia ser atendido para pegar o que pareciam ser dois copos de shots e trazê-los até vocês.

– Bom querida, como eu e o Jacob não podemos beber, você vai ter que beber por nós dois.

Chloe que antes estava, ainda, meio atordoada com o baque da surpresa agora voltava a seu antigo estado de espírito e abria a boca em surpresa, mas, ao mesmo tempo, parecia que ia voar na cabeça de Ian de raiva.

– Como assim!? Você quer que eu beba dois shots de uma vez!?

– Bom, pegar só uma dose pareceria estranho, mas com dois dá pra fingir que o Jacob não bebe! Não é mesmo Jackie!?

A mulher ficava impactada com o que ouvia porém não conseguia conter a gargalhada da desculpa esfarrapada que Ian dava e, ainda relutante, ela pegava um copo e virava para em seguida pegar o segundo e também tomar por inteiro fazendo uma careta que você jamais esperaria ver.

– Mas você está mesmo tentando me embebedar não é? Agora me dê isso antes que você tente me empurrar mais dois!

A moça falava e pegava os dois copos da mão de Ian para se dirigir até o bar e entregar para o garçom. Neste meio tempo Ian se aproximava de você, colocando-se ao seu lado, ainda sorrindo com as ações, claramente apaixonado, com as ações da Chloe para então olhar em sua direção e passar o braço por cima de seu ombro.

– Muito bem Jackie, vamos se esse seu corpinho sabe dançar essas músicas modernas e se você consegue me ensinar mais do que desenhar!

Ian não perdia mesmo uma oportunidade para fazer uma brincadeirinha, mas após uma brevíssima pausa ele mudava o semblante e continuava agora com uma expressão mais empática.

– Mas sério, espero que esteja gostando garoto, eu estava me sentindo aflito em vê-lo preso naquela casa. Além do mais, eu acho que pode haver um grande aprendizado aqui…

Ele terminava a frase com um sorriso curioso e já lhe “arrastando” com ele para a direção da escada a medida que Chloe se aproximava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime2/4/2019, 14:54

Sempre era curioso observar Ian, ao contrário de mim, aquele que havia tomado a responsabilidade de ser meu senhor era confiante em sua presença, algo que fluía natural pelo cainita mais ve1ho e se mostrava útil diante de uma pequena multidão quase furiosa.

“Um dia eu vou conseguir fazer isso?”

Respirando mais aliviado, era com certo desconforto que eu sentia suas orelhas abaixarem, por mais que aquele fosse um lugar barulhento que só ficaria mais animado, não era exatamente o tipo de coisa que eu procuraria fazer, não sem o incentivo de Ian é claro.

– Sim, o ar rustico da entrada engana bem!

Respondia a Ian de maneira suave, afinal ele havia facilmente nos enganado para nos trazer ali, e não só a aparência do local era única, aquele investimento realmente animava Ian, o que era raro de certa forma.

“Ele trabalha bem para trazer novidades para a cidade, mas poucas coisas o deixam tão animado.”

Distraído entre meus pensamentos e o som alto ecoante nos ouvidos sensíveis de minha outra natureza, era com uma risada alta que percebia as ações de Ian, ali diante dos dois copos de bebida, eu levantava a mão de certa forma apoiando meu senhor e amigo.

– Dessa vez ele ta certo Chloe, não é nada bonito ver o que sai quando a gente tenta fazer isso!

Rindo de forma suave ao ver a jovem beber sem nenhuma escapatória, eu via Ian se colocar ao meu lado, usando o cotovelo para lhe dar um pequeno toque eu comentava de maneira breve e animada.

– Céus eu já estaria bêbado depois disso! Não exagera na bebida com ela, não quero nem pensar no humor da Chloe de ressaca!

A costumeira mudança de semblante de Ian me pegava desprevenido, por mais que eu lhe fosse grato pelos cuidados após o abraço, eu sentia um certo problema em aceitar as ações Walter, ainda assim eram naqueles momentos que essa angustia e descontentamento desapareciam.

“Sempre será assim?!”

Incapaz de fugir eu me via arrastado por Ian, ali eu me esforçava para esquecer os sentimentos confusos e me focar apenas no momento, afinal Ian mais do que ninguém sempre estivera ao meu lado em minha nova vida, merecia ao menos que eu me esforçasse para tirar o peso da preocupação de seus ombros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime13/4/2019, 00:43

Ian ria um pouco do seu comentário e se afastava um passo para o lado quando você o cutucava com o cotovelo. O sorridente homem não contestava seu aviso, porém ele parecia saber com quem estava lhe dando e novamente voltava a se aproximar de ti par lhe levar na direção da escadaria que daria acesso ao local que realmente acontecia a festa.

– Não se preocupe com ela. Eu não diria que ela é alguém fraca nesse quesito…

Terminando a fala com uma breve risada, ele chamava a atenção da jovem que se juntava a vocês bem no momento final e se mostrava curiosa com o que se passava.

– Do que você está rindo!? - Ela indagava o homem com os olhos cerrados e um leve sorriso no rosto.

– Ah, de nada querida. Estava apenas dizendo ao Jackie aqui que ele não precisa se preocupar com a música. No começo pode ser difícil entrar no clima e começar a dançar, mas depois de um tempo você se acostuma e, além do mais, eu estarei aqui para ajudar os dois guardiões do sofá a conseguirem dançar direitinho.

O homem respondia do jeito debochado e carismatico que sempre exibia e prontamente se aproximava de Chloe para oferecer o braço e se virar em sua direção.

– Muito bem, vamos la.

Sem mais delongas, o casal voltava a liderar o caminho que agora ia na direção de um lance de escadas que dava para o andar superior e que era obviamente a fonte do barulho abafado da música que preenchia o local.

Enquanto você o seguia, sua besta parecia se ajustar dentro de ti a cada passo naquele pequeno lance de escadas e quando vocês chegavam a porta no fim dela ela parecia se encolher dentro de ti, já se preparando para algo.

Assim que Ian abria a porta o som grave da música se chocava contra você em um nível estupidamente maior e que até mesmo atordoava seus calmos ouvidos que obviamente não estavam acostumados com aquele tipo de “apresentação”. No entanto, não somente a música era um catalisador de efeitos contra você, mas também o jogo de luzes que cortava todo o salão e seus olhos como lasers do filme star wars.

Diferentemente do primeiro ambiente, ali em cima o número de pessoas era maior e a decoração era reduzida para dar mais espaço para as pessoas dançarem. Na verdade, você podia claramente notar que quase não havia decoração ali além de alguns adornos nas pilastras de madeira que sustentavam o local e que estavam espalhadas por todo o ambiente e que a maior parte da decoração se dava pelo fato do trabalho de luzes e efeitos.

A maioria esmagadora das pessoas não teria sequer notado esse tipo de detalhe, porém seus olhos treinado faziam isso inconscientemente e quando você voltava a si, Ian e Chloe já não estavam mais na sua frente, deixando apenas uma multidão que dançavam na sua frente sob o ritmo agressivo da música.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime13/4/2019, 19:09

A reação de Ian diante de minha pequena cutucada com o cotovelo me fez rir, era claro que para o cainita mais velho aquela era uma noite de diversão, algo raro em Ian já que ele levava o trabalho mais a sério do que realmente aparentava levar.

– Ela com toda certeza é bem mais forte do que eu já fui nesse quesito.

Ainda rindo eu levantava a mão diante da pergunta inquisitiva de Chloe, ali eu claramente deixava indicado que era o inocente da brincadeira, coisa que Ian fazia questão de confirmar com suas palavras.

– Ele só estava tirando com a minha cara, de novo. Além do mais não é como se fosse fazer diferença eu entender a música ou não!

Seguindo o belo casal que tomava a dianteira, eu sentia a leve movimentação dela, preparando-se para a clara musica que nos assolaria no momento em que entrássemos na pista de dança, algo que ambos sabíamos não ter pressa nenhuma, porém afim de não perder Ian e Clhoe eu os seguia.

Se havia algo que estivesse em meus pensamentos, esse algo era simplesmente empurrado para longe diante da massa sonora que entrava em meus ouvidos, fazendo até mesmo com que ela se encolhesse protegendo sua audição.

As luzes refletiam em meus óculos prejudicando o primeiro reconhecimento, piscando com força meus olhos estudavam a arquitetura do local, algo simples, aberto e amplo para que as pessoas pudessem ocupar cada centímetro livre, os efeitos de luzes criavam a grande diversão do lugar, uma característica comum nas danceterias.

“Ninguém aqui vai notar a falta de sofás, eles só querem extravasar como se não houvesse o amanhã!”

Voltando meus olhos para a figura de Ian, não era uma real surpresa descobrir que eu já havia os perdido de vista, rindo com um suave suspiro eu procurava em volta já sabendo que seria quase impossível encontra-los. Optando por procurar um lugar onde pudesse ter uma vista melhor, eu começava a enfrentar a massa de corpos em movimento.

“Eu tenho alma de velho, mas isso não é diversão é só barulho!”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime19/4/2019, 15:53

Vendo-se sozinho naquela festa barulhenta, abandonado pelo seu senhor e a vassala dele, você não conseguia encontrar outra opção a não ser enfrentar a multidão para conseguir se deslocar a um lugar melhor e ter uma vista melhor também. No entanto, mesmo aquela sendo uma das poucas saídas, talvez a única para o que você queria fazer, não era nem de longe a mais fácil de se fazer.

Decidido, você prontamente começava a caminhar, ou algo próximo disso, por entre os corpos dançantes das pessoas que ocupavam todo o espaço. Assim como um mar, você era jogado de um lado pro outro tentando evitar, mas sem sucesso na maioria das vezes, o contato com as pessoas e uma vez ou outra você quase tropeçava. Apesar das dificuldades você seguia com cautela procurando uma saída daquela massa de corpos imparáveis para poder procurar por Ian e Chloe.

Mesmo não precisando respirar, a sensação que você tinha quando se encontrava ali no meio de todas aquelas pessoas era sufocante e quando você já estava no fim do conglomerado de pessoas, você acabava se afobando um pouco e tropeçava em um dos últimos pares de pernas que ficavam entre você e um espaço menos cheio que dava para um conjunto de sofás que poderiam ser os únicos da festa.

Mesmo tropeçando no fim da sua empreitada, você não chegava a cair de cara no chão e apenas acabava ficando de joelhos e apoiado nas mãos. Aquela cena chamava a atenção das pessoas que estavam ali perto, mas, para sua sorte, eram poucos aqueles que relevavam aquilo e rapidamente eles voltavam ao que estavam fazendo, porém, alguém se compadecia com você e estendia a mão para lhe ajudar a se levantar.

Na verdade não era apenas uma mãozinha que você recebia e sim todo o suporte para lhe levantar. A pessoa que te ajudava lhe agarrava pelo braço e praticamente te tirava do chão mas sem fazer um movimento agressivo. Então, quando você estava de pé você conseguia ver a pessoa que havia feito aquela boa ação antes dela se aproximar de mais para falar perto do seu ouvido, já que a música alta abafava qualquer tipo de conversa no ambiente.

Está tudo bem com você?
Imagens:
 


Última edição por Lugo Narrador em 22/4/2019, 23:19, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2686
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 27
Localização : Neverwere

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime21/4/2019, 00:12

Arrastar-me quase que literalmente pela turba de corpos dançantes com toda a certeza não era a diversão que eu teria planejado no começo da noite, porém ao lado de Ian aquilo era bem possível e estava acontecendo.

“Céus como alguém conversa num lugar desses?”

Me perguntava ao sentir o desconforto se alastrar não só pelas orelhas dela, mas por todo seu corpo e alma, isso é claro não me ajudava a não ser arrastado pela onda de corpos e os movimentos daquele quase ser coletivo.

Rindo com os pensamentos sobre o monstro dançante, era com surpresa que tropeça quase no final da turba, ali caindo de joelhos eu ria sentindo ser o centro da atenção momentâneo das pessoas que se mantinham afastadas da pista de dança, arrumando meu óculos, eu era surpreendido pela força em meu braço.

Assustado eu sentia a pelagem encolhida se eriçar, meus olhos, porém encontravam a dona daquela força e eu respirava profundamente me controlando, as palavras e a forma preocupada como a jovem soava me faziam sorrir, embora a força desta não fosse nem um pouco despercebida.

– Estou, eu só perdi o equilíbrio em algumas pernas ali atrás!

Respondia ao delicadamente me aproximar para falar mais perto da jovem, uma ação que ela mesma fazia devido ao volume da música, respirando fundo eu ajeitava minha roupa com cuidado ao perguntar de maneira curiosa.

– Sei que isso pode parecer uma cantada, mas, nós não nos conhecemos? Eu já te vi em algum lugar e não lembro onde, mas também não sou bom pra faces.

“Ou ela é uma lutadora profissional que pode me quebrar ao meio, ou ela não é tão humana assim. Céus como isso parece uma cantada barata!”

A estranha sensação de reconhecimento, ainda mais pessoas da minha vida mortal podiam muito bem me encontrar, algo que até agora não havia acontecido o que era um alivio, já que o tempo agora tinha outros significados em minha nova vida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime22/4/2019, 23:17

A jovem não escondia a risada quando você se afastava após falar e, depois de alguns segundos rindo, ela se aproximava novamente para responder brevemente.

Na verdade não pareceu uma cantada, pareceu uma cantada muito barata! Mas antes…

Por mais que você esperasse por uma resposta mais extensa, a jovem se afastava após aquelas poucas palavras para fazer um sinal com a mão para que você a seguisse. Ela então se virava de costas e seguia contornando a pista de dança para se direcionar a um espaço que ficava na lateral do palco.

Assim que você chegava, o som no local que você se encontrava era muito menor, por mais que você estivesse relativamente mais próximo do palco do que antes, e agora não se fazia a necessidade de gritar. No local ainda haviam algumas poucas mesas, algumas já ocupadas, com um conjunto de banquetas altas para vocês se sentarem. A jovem prontamente sinalizava para que você se sentasse no banco ao lado do dela, que ficava bem próximos um do outro, e ali a jovem esperava você se acomodar para então voltar a falar.

Acho que agora podemos conversar melhor sem ter que gritar no ouvido um do outro. - Com uma pausa ela sorria singelamente e o analisava por um segundo para continuar. - E sobre sua pergunta, eu não me lembro ter lhe encontrado antes, mas talvez você me conheça pelo que eu faço!

A moça parecia muito à vontade em conversar com você ali, na verdade ela estava relaxada até demais, como se estivesse acostumada com o ambiente, mas aquela não era a característica mais marcante da jovem e sim seu sotaque britânico levemente acentuado que havia passado despercebido por ti no primeiro contato. No entanto, ao fim da frase dela, ela puxava um celular e lhe mostrava uma foto de um pôster artístico. Na imagem, a moça estava ao centro dele, rodeado de efeitos e de mais alguns nomes e em baixo dela se destacava o nome Amy Lee.

Foi então que, ao ver a imagem da moça e ao ler o nome dela, um estalo se fez em sua cabeça e você se lembrou de uma de suas lições mais recentes sobre os membros da sociedade imortal local. Amelie era o nome dela e ela era uma das Sereias que havia se mudado a poucos para a cidade.

Já conseguiu se lembrar? - Dessa vez ela falava com um sorriso maroto em seu rosto que a entregava de uma vez por todas, mas não é como se ela parecesse se importar com isso naquele momento!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração Empty
MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração I_icon_minitime

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
WoD by Night :: Arquivadas :: Prescott by Night-
Ir para: