WoD by Night


Narrativas De World of Darkness Estruturadas Nas Versões de 20 Anos
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração

Ir em baixo 
AutorMensagem
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 27
Data de inscrição : 01/01/2018

MensagemAssunto: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   14/1/2019, 01:43


Imagens:
 

O seu despertar ocorria de forma natural, com muita tranquilidade e conforto do aconchego de seus aposentos, no entanto, você logo notava que, diferentemente da noite passada, o clima havia mudado consideravelmente de uma noite para a outra.

O motivo não poderia ser outro a não ser a chegada daquela época do ano em que as noites naquela pacata e, as vezes desértica, cidade eram mais frias que o usual e que as luzes da cidade reluziam com esplendor e encanto das decorações natalinas. Porém, não era o clima frio que mais lhe afetava naquelas horas e sim a solidão que circundava as paredes de madeira daquela residência a qual você chamava de refúgio. Um refúgio que, apesar de moderno e muito bem projetado, possuía uma grande deficiência que nenhum arquiteto ou objeto poderia suprir e que você só sentia pela atenuada provocada pelo espírito familiar que se acentuava naquela época.

Mesmo após mais de uma década do falecimento de seus avôs, eram em noites como essas que a presença deles mais lhe fazia falta, principalmente pela situação em que você se encontrava com a sua nova família. De fato muitas coisas haviam mudado desde então, muitas coisas ruins haviam acontecido, porém, muitas coisas boas também haviam aparecido durante as novas noites da sua vida.

Um exemplo disso era a presença de seu mentor e senhor adotivo que, em meio a todo o caos que havia sido seu abraço, havia se mostrado um ser de grande coração e um espírito aventureiro que as vezes se empolgava de mais. Alguns diriam que ele era um inconsequente que teria sido banido pelo próprio senhor e que tentava manter as aparências para evitar maiores punições, mas você sabia, pela convivência daqueles anos, que talvez ele fosse só mal compreendido pela sociedade e que seu espírito expansivo apenas era uma de suas qualidades.

Apesar da morosidade de seu despertar naquela noite e das imediatas lembranças e sensações que este trazia, você logo podia ouvir, sem muita dificuldade, uma movimentação não usual no andar terreno de sua casa que podia indicar, facilmente, a presença de um, ou mais de uma, pessoa ali.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2584
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 26
Localização : Neverwere

MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   14/1/2019, 12:54

O despertar era sempre um momento estranho, antes mesmo de meu corpo sair da letargia completa minha consciência retornava do descanso, ali eu podia sentir aos poucos o sangue correr por minhas veias e músculos, uma sensação que apesar do tempo eu ainda estranhava, ainda assim era algo que se tornara comum e rotineiro.

Naquele começo de noite o tempo ameno me fazia suspirar, virando-me na cama era para o teto de meu quarto que minha atenção se voltava, aqueles eram dias em que a presença de meus avós mais se faziam presente e faltoso, isso fazia com que meu peito doesse a sua maneira, já que os velhos costumes e faltas se estendiam por muito mais tempo do que eu poderia ao certo imaginar.

“10 anos não é? Já se passou tanto tempo Evan? Espero que vocês dois estejam bem.”

Ainda letárgico era com calma que me sentava na cama, ali em meio ao meu refúgio eu respirava profundamente, um novo costume adquirido nas primeiras noites de minha nova vida, nas noites em que a sensação de afogamento ainda se destacava sem esforço, é claro que nessas primeiras noites em meio a tempestade de emoções que haviam sido meu abraço a presença de Ian ganhara contornos sólidos.

Meu senhor adotivo, tivera o sangue frio para contornar a situação complexa que minha criação se tornara, ainda assim sua presença forte e viva servia como um apoio essencial para a nova condição que se apresentava a meus olhos, e bem com o tempo era fácil entender porque Ian se tornará um cainita dinâmico e expansivo, além do real fato do mesmo assim o ser, era sua presença que afastava os medos que me assombraram naquela época.

Sem pressa minha mão esquerda coçava despreocupadamente meus cabelos bagunçados, ainda que curtos eles sempre tiveram a suave tendência a acordar amassados e desgrenhados, era em meio a esse ato natural e casual que meus sentidos captavam os movimentos no primeiro andar de meu refugio, se antes eu estava relaxado, agora eu podia sentir uma certa tensão abranger meus músculos sessando minha respiração por completo.

“Quem?”

Revirando minha mente eu não conseguia imaginar quem pudesse adentrar em meu lar naquele horário, apenas Ian, Walter e seus vassalos tinham a chave da porta, algo que aliás eu me certificava de estarem trancadas em cada novo amanhecer.

Balançando a cabeça na tentativa de afastar a apreensão, eu me levantava da cama, só havia um modo de saber quem estava em meu refúgio e para isso era preciso descer. Andando até o banheiro era com calma que lava meu rosto e molhava meus cabelos, apenas para pentear o emaranhado castanho com os dedos e lhe dar certa forma, voltando ao quarto era uma calça jeans e uma camisa de manga que vestia, assim como calçava os primeiros sapatos que via.

Uma breve olhada no espelho do banheiro me indicava que eu estava ao menos descente, algo que tinha aprendido com Ian, estar sempre ao menos arrumado.

“Não que isso faça diferença se estiverem invadindo a casa.”

Pensava antes de respirar fundo e descer até o térreo.

Imagens:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 27
Data de inscrição : 01/01/2018

MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   19/1/2019, 23:27

O clima certamente mudava assim que você percebia que havia alguém no primeiro andar da sua casa. Essa pessoa não parecia ser tão cuidadosa ou talvez não estivesse nem mesmo tentando ser discreto, porém, você ainda não conseguia ouvir o som da voz dele ou obter outra informação sem antes descer para ver pessoalmente o que estava acontecendo.

Primeiramente você passava pelo seu banheiro para se arrumar, nem que o mínimo, para se revelar na frente de alguém, mesmo que este alguém estivesse a invadir a sua casa, e logo em seguida descia a passos relativamente rápidos em direção ao andar térreo.

Chegando lá, o primeiro cômodo que você via era sua sala e dali você conseguia ouvir algumas risadas vindas da sua cozinha, que ficava logo ao lado direito e que estava com a porta dupla escancarada. Pelo visto não era apenas um invasor, mas sim dois, e esses pareciam ter um momento tem relaxado na casa dos outros.

Aquela situação parecia ser mais inacreditável do que estressante pelo que estava acontecendo, porém, assim que você colocava seus olhos na direção da cozinha você conseguia entender exatamente o que estava acontecendo. A primeira imagem que você via era de Chloe, a mais nova vassala de Ian, e ao seu lado estava Ian, que conversava com ela enquanto eles observavam alguma coisa em um tablet sobre a mesa.

Eles pareciam bem envolvidos com o que estavam vendo, no entanto, no momento em que você colocava seus olhos neles, Ian prontamente falava em um tom debochado sem nem mesmo tirar os olhos do Tablet.

– Espero que você não se incomode de termos entrado assim…

Ian não parecia estar muito preocupado com sua reação a aquela visita inesperada, porém Chloe finalmente notava sua presença e acabava por se endireitar na cadeira para fazer uma leve cumprimento a você agora que ela havia finalmente notado sua presença.

ChloeMillers:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jess

Jess

Mensagens : 2584
Data de inscrição : 12/01/2016
Idade : 26
Localização : Neverwere

MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   20/1/2019, 16:32

Com calma eu descia as escadas, a casa inteira havia mudado de certa forma, sua aura que antes trazia segurança não significava muito mais do que um lugar apertado, não que eu fosse muito mais rápido em um lugar aberto, mas as possibilidades eram mais abertas.

“Acalme-se Jacob, esses pensamentos não ajudam em nada, no mínimo deve ser o Ian, ele nunca avisa mesmo!”

Um suspiro escapava de meu corpo quando finalmente alcançava o andar térreo, ali meus olhos percorriam minha sala a procura de qualquer sinal de quem possa ter adentrado em minha casa, esse alguém é claro não fazia muita questão de se esconder, e bem para nenhuma surpresa a presença se revelava ser Ian e sua mais nova vassala Chloe.

Ian e a jovem riam de alguma coisa que viam no tablet apoiado na mesa, envolvidos da forma que estavam eu sorria ao me limitar a esperar pela melhor oportunidade de me aproximar, oportunidade esta apresentada por Ian e sua personalidade única.

– Não que eu tenha muita escolha, não é?

Comentava ao me aproximar, o leve cumprimento feito por Chloe me fazia sorrir de maneira educada em forma de resposta, batendo de leve no ombro de Ian eu ria ao perguntar de forma leve ao olhar por cima do ombro de Ian curioso com o tablet.

– Do que vocês estão rindo? Com toda a certeza não é da minha cara.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Jacob Fooster - Ato I - O Desejo do Coração
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Um Coração Puro Num Mundo De Desespero

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
WoD by Night :: Prescott by Night-
Ir para: