WoD by Night


Narrativas De World of Darkness Estruturadas Nas Versões de 20 Anos
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe
 

 Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo

Ir em baixo 
AutorMensagem
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime14/1/2019, 01:51


Imagens:
 

22 de novembro de 2018
Hora: 20:45

O contraste da vegetação inusitada, que alternava entre vegetação semidesértica com o abundante verde, coberto de uma fina camada de neve marcava o auge da sua primeira semana naquela cidade a qual você ainda estava descobrindo, afinal, era tudo ainda muito novo e a mudança de ambiente era drástica para o que você já estava acostumado.

Apesar do pouco tempo ali, haviam algumas coisas que imediatamente se destacaram perante as outas, como a paisagem que sua nova morada proporcionava e que impressionavam aquele habitante de uma das maiores selvas de concretos do mundo, conhecida como Manhattan. A diferença era tão grande de uma cidade o barulho eterno de movimentação de carros na rua era substituído por sons de animais que você somente havia visto em filmes em algumas poucas viagens a resorts de campo com sua senhora.

O seu despertar acontecia de uma forma completamente diferente do habitual e com uma paz que você nunca havia experimentado antes, além é claro daquela bela e inusitada vista que só seria possível pela ação das pessoas mais próximas de você, que haviam removido as cortinas e bloqueadores dos raios de sol após o cair da noite. Aquele era um novo costume que havia sido adotado desde que você havia chegado e que acabava fazendo a diferença, principalmente para você poder sentir o ar mais límpido da nova cidade em que você estava.

Após aquele despertar “leve”, que havia sido amplificado pelo clima ameno que fazia naquela noite, você conseguia notar, após se levantar de sua cama, que havia um bilhete sob sua escrivaninha o qual teria sido, claramente, escrito pelo seu único vassalo e mais admirável amigo.

Bilhete:
 


Última edição por Lugo Narrador em 24/2/2019, 22:40, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto Jogador

Danto Jogador

Mensagens : 525
Data de inscrição : 05/03/2016
Localização : Casa do Danto

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime17/1/2019, 22:48

"Ainda não me acostumei com essa paisagem. Será que em algum momento isso ocorrerá? Ou será que esse paisagem sempre me será uma espécie de memória solidificada de que esse não é de fato o meu local de destino e sim, apenas um local de passagem?! Bem, até ter alguma forma de certeza em relação à isso, devo admitir, é bem mais agradável do que os cenários de Nova Iorque."

Levantando sem muita pressa, sento na cama para me espreguiçar e olhar melhor na direção da janela, observando aquela visão por alguns momentos até me atentar ao bilhete. Lendo o mesmo, permito que um pequeno sorriso seja esboçado em minha face, afinal, era sempre positivo saber que eu teria tempo para mim mesmo, algo raríssimo e poucas vezes possível nas terras de minhas Senhora. Era então, com toda calma desse mundo, que eu me direcionava até o banheiro afim de tomar uma ducha bem quente e em seguida, escolher uma peça de roupa não muito formal para o começo da noite.

"Apenas no final da noite irei me encontrar com os Goldwater. Como será que esses vampiros são? É realmente possível ser um Ventrue sem ter acesso a todas as tradições como eu fui?! Isso é intrigante. Ainda não sei o quão instruídos eles são, mas devo partir do pressuposto de que eles são sobreviventes de uma situação, é apenas assim que consigo justificar essa educação singular pela qual eles devem ter passado. Não sei se fico ansioso ou receoso..."

Deixando meus pensamentos fluírem enquanto me trocava, parava em frente ao espelho por alguns momentos para avaliar como eu estava, fazendo um breve sinal positivo com a cabeça, terminava então de me arrumar para enviar uma mensagem de voz para Donna.

Mensagem:
 
Roupas Escolhidas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime19/1/2019, 23:03

O começo lento daquela noite lhe dava um tempo interessante que a correria de New York nunca havia lhe proporcionado, nem mesmo nas noites de “férias” que você tinha antigamente. Com aquele tempo de sobra, e com toda calmaria que você desfrutava, você tomava seu tempo para se arrumar e aproveitar o banho quente naquela noite fria que estaria por vir.

Após enfim estar pronto, você prontamente pegava seu celular e mandava uma curta mensagem para Donna, que por sua vez não respondia imediatamente, mas sim após alguns minutos e começando com “sim” alongado que lhe dava uma introdução da empolgação da jovem que logo em seguida respondia com uma mensagem de áudio.

Mensagem:
 

Pelo áudio enviado pela moça, ela parecia estar em um ambiente com certo movimento e acompanhada pela barbara que ainda tentava falar algo no fim do áudio, mas que pelo amontoado de som e pela distância você só conseguia decifrar que aquela era a voz dela. Além disso, ao terminar de ouvir o áudio dela, você finalmente percebia que a já eram quase 9 horas da noite!

Por fim, mais uma mensagem de Donna chegava e esta era a localização de onde ela e Barbara estavam e ao abrir o mapa, você logo reparava que ficava na cidade vizinha: Prescott Valley.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto Jogador

Danto Jogador

Mensagens : 525
Data de inscrição : 05/03/2016
Localização : Casa do Danto

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime28/1/2019, 12:59

Surpreso com a informação sobre o horário, arregalo meus olhos e trato de verificar a informação com o próprio aparelho que estava em minhas mãos. E era com um sorriso de surpresa que eu encarava o celular e comentava, sozinho em meu quarto:

-Preciso regular meu horário e não tratar isso tudo como um momento de férias de inverno...

Respondendo então a mensagem de Donna com um simples sinal de "Okay" seguido de uma linha de texto positiva de confirmação: "Estou bem e a caminho!". E em seguida, com uma certa pressa, me direciono na direção da saída de minha propriedade, afim de adentrar o meu carro moderno, automático, mas dentro de uma faixa monetária que não atraísse olhares em demasia, afinal, meu objetivo não era o de impressionar os mortais de Prescott com a notícia da chegada de um magnata misterioso na cidade. Já dentro do veículo, verifico mais uma vez o destino que teria que tomar, acionando o guia de auxílio do celular através da localização enviada por Donna, ligo o veículo e inicio a breve viagem até o local onde as duas moças estavam.

"Um evento social em Prescott Valley, acredito que terei minha primeira experiência com a vida mortal mais jovem dessa região, é sempre importante entender as pessoas que vivem ao nosso arredor, não para controlar ou temer, mas para conseguir se colocar entre elas sem impactar negativamente a existência delas, afinal, é sobre isso que a mascara trata não é mesmo!?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime3/2/2019, 02:47

Sem tomar muito mais tempo dentro de sua própria residência, você rapidamente vestia mais uma camada de roupas, para o frio que fazia do lado de fora, e adentrava seu carro ao mesmo tempo que Donna respondia sua mensagem dizendo que estavam no “Sidekick Saloon” que ficava próximo ao evento e terminava com uma combinação de emojis que variavam de carinhas felizes e corações.

Assim que você deixava sua casa, você prontamente o sentia o frio que fazia do lado de fora e que justificava toda a neve que escondia toda a bela vegetação que você havia visto nas fotos quando estava para comprar sua casa.

Após entrar no seu carro e programar o GPS para a localização que Donna havia enviado, você rapidamente seguia seu caminho pela estrada e podia tomar o momento para observar o efeito da temperatura amena na região. Arvores, ruas e casas inteiras estavam cobertas de neve naquele “subúrbio” de casas isoladas e mais caras, porém as luzes das decorações natalinas complementavam a beleza daquela cena aos seus olhos.

As luzes natalinas, assim como a neve, perduravam por todo o caminho, que não tomava muito tempo na estada, até onde seria o local onde as duas jovens o esperavam, porém, diferentemente do começo de sua pequena viagem, você via o trafego fica mais lento em decorrência do número de carros que formavam uma fila para entrar no que parecia ser um caminho iluminado.

Por um momento você se via preso naquele engarrafamento a sua frente enquanto que, aos seus dois lados, um grande número de pessoas transitavam, majoritariamente, também em direção ao caminho que os carros entravam. No entanto, do lado direito da rua, antes de entrar na rua anterior ao evento principal, ainda na autoestrada, você notava o estabelecimento que Donna havia mencionado na mensagem.

O local parecia cheio, tanto por dentro quanto fora, pois haviam mesas no que seria o estacionamento do local e várias pessoas se acumulavam ali de uma forma que o impressionavam, pois nem mesmo o frio parecia impedi-los de tomar uma cerveja e aproveitar o espírito natalino.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto Jogador

Danto Jogador

Mensagens : 525
Data de inscrição : 05/03/2016
Localização : Casa do Danto

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime10/2/2019, 12:23

Com os olhos atentos a estrada e definitivamente por auxílio do GPS do veículo, me encontrava agora em uma espécie de transito, algo completamente inesperado, afinal, a minha impressão era que a minha nova cidade jamais me faria lembrar do meu local de origem.

"Talvez seja melhor eu não subestimar tanto assim essa região."

Passando meus olhos pela massa de pessoas que se aglomeravam diante do Sidekick Saloon, era inevitável pensar em como um falso espírito moldado por corporações comerciais e audiovisuais conseguia realmente resgatar um pouco dos ecos morais de uma geração que parecia cada vez mais próxima de um momento de explosão de interesses e posicionamentos. Relaxando minhas mãos no volante, permito-me uma breve analise enquanto tomava as medidas, sem pressa ou ansiedade, para conseguir um local de estacionamento o mais próximo possível do bar.

"Gosto dessa época do ano, o frio me faz muito bem. A neve é uma forma muito útil e natural de diferenciar os fortes dos fracos, não que ser fraco seja algo ruim, é apenas uma condição alterável, assim como ser forte também é. Mas mesmo assim, esse clima junto com o jeito que as pessoas agem nessa época é de fato interessante e positivo, ainda tenho algumas boas memórias dos meus últimos natais, além do perfume de canela."

Assim que fosse possível estacionar, certifico-me ao sair do carro de trancá-lo e acionar seus sistemas de monitoramento. Para finalmente olhar para as pessoas enquanto me direcionava a entrada do estabelecimento, fazendo uma primeira pausa na caminhada para enviar uma mensagem para Donna com um simples "cheguei". E enfim, levanto a cabeça, guardo o celular e me direciono ao interior do local, mas sem antes analisar com atenção a multidão de faces desconhecidas na busca de algum possível membro no local.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime16/2/2019, 20:23

Deixando para trás o trânsito que enfrentava para chegar até o local do evento, mas que nem de perto se aproximava como o de sua antiga cidade, foi durante aquele pequeno momento de reflexão, enquanto estava sozinho em seu carro, que você podia notar como o estigma de uma pequena cidade “caipira” se mostrava pelas posses de seus habitantes.

Era notória a presença acentuada de carros como SUVs ou Pick-ups, mas era ainda mais notável a forma como as pessoas se vestiam naquele local, usando roupas marcantes daquele estilo de vida, onde se destacavam casacos grossos de tons marrom ou quadriculados.

Após alguns minutos contornando o quarteirão para conseguir entrar no estacionamento improvisado do Saloon, já que o estacionamento próprio estava lotado de gente, você saia do carro e imediatamente mandava uma mensagem para Donna. A resposta da moça demorava um pouco mas chegava, curta e direta, logo que você começava a adentrar na multidão e começava a se direcionar para mais próximo do estabelecimento.

Assim que você se movia por entre a mutidão e chegava a poucos metros da frente do estabelecimento onde era possível ver Donna e Barbara saindo de dentro dele com expressões não tão contentes como você imaginava que elas estariam. A princípio você não entendia muito bem o porque, porém, logo conseguia notar que havia dois homens seguindo-as até a porta e falando algo que você não conseguia ouvir por conta do barulho.

As duas jovens, que estavam muito bem-vestidas e realmente se destacavam na multidão, não conseguiam notar você ali onde estava por causa da multidão e da “pressa” que elas pareciam estar, mas a pressa delas era interrompida quando um dos homens segurava no braço de Barbara e as forçava a parar. Relutante, Barbara fazia claro esforço para se soltar do indivíduo enquanto Donna a ajudava e uma pequena confusão começava a se iniciar.

Roupas de Barbara:
 
Roupas de Donna:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto Jogador

Danto Jogador

Mensagens : 525
Data de inscrição : 05/03/2016
Localização : Casa do Danto

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime17/2/2019, 01:33

"Deveria ter escolhido roupas mais frias, ou pelo menos, ter posto um casaco no carro!"

Olhando pelas pessoas que se aglomeravam no local que havia sido escolhido pelas minhas amigas, era com uma certa atenção e até mesmo esmero, que levava minha mão em direção as minhas mangas, me certificando de que elas estivessem bem esticadas e fechadas em uma demonstração de preocupação com o frio, mesmo que pequena. Assim, saindo do veículo e caminhando pela multidão, inevitavelmente sou surpreendido pelas faces descontentes de ambas, mas sequer houve a necessidade de dar atenção as minhas reflexões, pois elas estavam sendo abordadas a contra gosto. Preocupado com a situação, apertava meu passo na direção das jovens e fazendo meu vitae circular para me dar uma aparência mais mortal e também, aprimorar a minha estrutura física, fazendo minha estatura se sobrepor como fazia em meus anos de vida.

Me aproximando da pequena confusão que estava prestes a se formar, movendo as pessoas da minha frente sem muita dificuldade, prontamente eu esticava a minha mão para segurar o a base do antebraço do sujeito que estava a tentar segurar Bárbara. Falando na direção do mesmo, assim que ele olhava na direção da minha face, algo que certamente não demoraria a ocorrer:

-Respeito. Elas estão acompanhadas, peça desculpas e saia dessa local!?

Um pedaço da minha fala era direcionada ao vontade do rapaz, minhas palavras de ordem eram misturadas dentro de toda a sentença, mas não deixavam de ecoar com a força que fazia do meu clã, os verdadeiro líderes dentre os demais. Se minha capacidade poderia afetar membros, não seriam mortais que escapariam dela.

[Off: Uso de 3 pontos de sangue. 1 para ativar as reações naturais e 2 para força. Ativação do nível 1 de Dominação: Comando. Teste de Manipulação + Intimidação, dificuldade = fdv do alvo -2 *Voz Encantadora*]


Última edição por Danto Jogador em 17/2/2019, 01:33, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dados

Dados

Mensagens : 247
Data de inscrição : 03/05/2016

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime17/2/2019, 01:33

O membro 'Danto Jogador' realizou a seguinte ação: Rolagem de Dados


'D10' : 6, 2, 8, 8, 10, 2
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime24/2/2019, 23:53

Sem nem pensar duas vezes perante a cena que envolvia Barbara e Donna, você prontamente respondia ao ativar o seu vittae, jorrando por seu corpo, reativando a tonalidade e calor de sua pele assim como bombeava seus músculos, tornando-os mais rígidos do que já eram. Por causa da tensão daquela cena, tudo aquilo ocorria até de uma forma mais natural, porém, pelo mesmo motivo você simplesmente forçava seu espaço entre as pessoas.

Com toda a velocidade que você dispunha, você conseguia chegar ao momento que algumas pessoas começavam a se envolver naquela pequena confusão. Outras pessoas chegavam para ajudar suas duas amigas, porém nenhuma delas tinha condições morais ou físicas suficientes para espantá-los, afinal um dos homens era enorme e tinha um físico respeitável.

Assim, abrindo espaço entre o aglomerado de pessoas, sua mão rapidamente agarrava o braço do homem com força suficiente para fazê-lo soltar um gemido de dor e olhar na sua direção para revidar.

Mas o que porr-

Assim que seus olhos se cruzavam, sua vontade pulsava sobre a vontade daquele homem tão forte quanto a força que você aplicava para agarrar seu braço. Sua vontade ali era avassaladora contra o pobre homem que por um momento recuava tanto que parecia que cairia sentado se você não estivesse o segurando tão forte. Assim, após alguns segundos, você soltava o braço dele e o mesmo não falava nada e nem pensava duas vezes em força a saída entre as pessoas em uma fuga completa.

Do mesmo modo que Barbara e Donna ficavam impressionadas com sua ação e pela forma como o homem havia saído, todos ao redor ficavam pasmos mas acabavam voltando a atenção ao outro sujeito que permanecia parado sem entender ainda o que havia acontecido até que outro homem, visivelmente mais velho, chegava pelo lado e o empurrava na direção que o primeiro havia corrido.

Saia daqui você também, seu escroto!

Sem titubear o homem deixava o local meio desengonçado enquanto as pessoas o observavam e voltavam as atenções para as duas moças, certificando-as de que estavam bem antes de voltarem a fazer o que estavam fazendo. Porém, uma parte dessa atenção, incluindo a das jovens, estava voltada para você que havia chegado do nada e em um segundo havia conseguido subjugar e espantar aquele homem tão rapido. Eis que então, o homem mais velho, que havia expulsado o outro brigão, se aproximava de você e lhe dava um tapinha nas costas para dizer.

Ainda bem que você chegou, garoto, se não eu teria quebrado a cara daqueles dois. Ah, e é melhor por um agasalho, tá bastante frio ai fora. Ou então venha tomar um Whisky para se aquecer, por conta da casa!

Ele então soltava uma risada rouca e enfim voltava para dentro do bar, de onde havia saído, deixando então o espaço para Donna e Barbara se aproximarem e falarem com bastante humor e com uma expressão totalmente diferente de antes.

Uau, essa foi uma bela entrada! - Dizia Donna com um sorriso no rosto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto Jogador

Danto Jogador

Mensagens : 525
Data de inscrição : 05/03/2016
Localização : Casa do Danto

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime27/2/2019, 21:54

Haviam alguns fatores que certamente não tinham saído como o esperado, mas independente do espanto das pessoas que me observavam naquele momento, seguia confiante e com um olhar sério na direção do homem que agora recuava como um animal assustado, fazendo questão de deixar clara a minha altura e porte físicos como fatores de intimidação. O toque no meu ombro me teria feito reagir com maior intensidade, se não tivesse sido feito pelo outro único homem daquele local, assim, me direcionava ao homem de voz rouca e lhe respondia com os traços de sotaque nórdicos que havia aprendido com o longo convívio com minha Senhora, afinal, com ela eu era expressamente proibido de me comunicar em inglês.

-Entrar é uma boa ideia, mas não se preocupe, estou acostumado com um pouco mais de frio!

Relaxando minha musculatura e esperando com paciência o efeito da amplificação física se esvair, fazia um sinal na direção do homem, indicando que eu iria sim acompanha-lo para dentro do estabelecimento, mas sinalizando que ele precisaria aguardar.

"Os anos passam e a humanidade consegue decair de maneiras inusitadas, ninguém deveria ser tratado como gado".

Deixando meus pensamentos fluírem para que eles fossem capazes de me auxiliar a me acalmar, enfim sorria com a fala de Donna e virava minha face para ela e Barbara, que ali também estava, para comentar:

-Vocês estão bem? E desculpem pelo alvoroço, o sangue deu uma fervida quando vi aqueles trogloditas em ação. Vocês querem entrar ou preferem ir para outro lugar?

Esperando a resposta delas, me esforçava para não demonstrar nenhuma surpresa, agressividade ou qualquer outro traço de imposição diante das demais pessoas, em uma tentativa de transparecer o fim daquela confusão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime4/3/2019, 20:05

Ouvindo o que você havia a dizer, o senhor de idade avançada balançava a cabeça e sorria antes de sair e lhe deixar com as moças, que agora estavam muito mais calmas e felizes. Não era nem mesmo necessário a respostas delas para saber se elas estavam bem ou não.

– Não precisa se preocupar, estamos bem sim. Nós meio que estamos um pouco acostumadas a lidar com esse tipo de gente.

– Sim, eles até tiveram sorte de você ter chegado, se não teria sido pior!

As duas moças lhe respondiam, mas Donna terminava a frase rindo e abrindo a bolsa para mostrar um spray de pimenta que carregava consigo, obviamente para situações como esta. Barbara, no entanto, parecia levemente surpresa, porém ela também se divertia com o que via e ria um pouco antes de voltar a falar.

– Bem, agora nós podemos finalmente tomar aquela cerveja que você queria, Donna.

– Sim!! E o melhor de tudo é que nem vamos pagar nada por que o nosso herói ganhou umas cervejas grátis, não é perfeito!?

– É verdade! Além do mais a entrada para ver o evento de luzes está um pouco cheia, né. Então, temos não temos muita pressa…

Com a frase de Barbara você até conseguia imaginar o quão cheio o local deveria estar, até porquê você havia visto o início da fila de carros, que começava no outro lado do quarteirão, e a aglomeração de pessoas no saloon também eram um exemplo pratico.

Assim, as duas jovens não esperavam muito tempo para tomarem seus dois braços e começarem a caminhar para dentro do estabelecimento. Incrivelmente o local por dentro estava menos cheio que por fora, talvez por que o som da banda que tovaca estivesse muito alto, ou talvez por que as pessoas preferiam ficar no frio mesmo. Assim elas rapidamente achavam uma mesa para se sentar e, quando vocês se acomodavam, uma garçonete se aproximava para anotar o pedido das garotas. Enquanto Donna fazia o pedido, Barbara colocava a mão sobre a sua e falava com a gentileza e ternura.

– Estou feliz que você veio. Estávamos um pouco receosas para saber se você conseguiria vir, já que o Sr. Hester falou que você ainda estava se adaptando…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto Jogador

Danto Jogador

Mensagens : 525
Data de inscrição : 05/03/2016
Localização : Casa do Danto

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime9/3/2019, 11:59

Inevitavelmente e até com um pouco de orgulho e alívio, sorrio diante da revelação do spray que era feita por Donna, algo que não me surpreendia, considerando toda a personalidade da jovem, mas me ajudaria a não ficar profundamente preocupado com assédios futuros direcionados a elas. Ainda com um sorriso pequeno nos lábios, prontamente iniciava a caminhar junto das jovens que tomavam meus braços, sem me atentar muito aos arredores e olhando mais diretamente para cada uma delas, até chegarmos na mesa que usaríamos naquele bar.

-Fico muito grato pela sua preocupação, o Sr. Hester não está exagerando, ele sempre foi e provavelmente sempre será mais honesto do que o esperado... O que pode ser um pouco chato as vezes, tenho que admitir.

Usando um pouco de humor, eu iniciava a responder Barbara com a mesma ou o mais próximo possível de carinho que ela usava na fala dela. Focando meus olhos nos dela, eu prosseguia a falar:

-Mas não acho que seja algo preocupante, estou mais acostumado com grandes movimentos, prédios enormes, sons de vida humana a todo momento, afinal, eu vi muito da grande evolução de NY. Acordar vendo uma paisagem calma é diferente, pacifico... Além do vazio da casa, algo bem novo... Enfim, irei me acostumar em breve, prometo.

Finalizava a minha fala, tocando com leveza na mão da jovem que estava sobre a minha, para então comentar na direção da garçonete que se aproximava:

-Uma jarra de cerveja e três canecas por favor.

E assim que a garçonete saísse após qualquer pedido adicional das garotas, eu me apoiava na mesa e sorria de maneira divertida para comentar:

-Vocês não tem ideia de quanto eu sinto falta de uma cerveja bem gelada! Acabei pedindo três!

Rindo um pouco, me ajeitava na cadeira e respirava de maneira mais calma, abaixando bastante a guarda para ficar a vontade com as minhas queridas amigas naquele ambiente barulhento e cheio que na realidade, me deixava bem mais a vontade do que a solitude da casa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime12/3/2019, 23:44

A mesa que vocês pegavam ficava próximo ao centro do bar e a alguns metros do palco. Ali uma pequena banda de música country se preparava para tocar e ajustava os instrumentos, o que fazia o som mais presente ser os das conversas que tomavam conta do bar. Porém, mesmo com o barulho, que nem poderia se comparar a New York nesse quesito, o bar transmitia uma sensação aconchegante e única.

As paredes eram revestidas alternadamente com um papel de parede simples e barato de tijolos e a madeira natural da estrutura do Saloon, no entanto, em conjunto com as luzes do palco, das placas iluminadas da Budweiser e da decoração de natal, a personificação de bar de cidade do interior se exaltava, assim como sua calmaria e excentricidade.

Sentando-se a mesa, não demorava para uma garçonete se aproximar para lhes atender e, após ouvir os pedidos de cerveja e alguns aperitivos, ela rapidamente saia para ir na direção do bar atrás de vocês. A garçonete não demorava para voltar com a jarra de cerveja e, nesse meio tempo, Donna aproveitava para retirar o agasalho rosa que usava por cima a fim de ficar mais confortável.

– Que bom que não é nada de mais então! Mas realmente… Você morar naquela casa sozinho é horrível! Além do mais é uma realidade completamente diferente entre as duas cidades, mas, eu acho que prefiro essa nova, no fim das contas.

Barbara respondia sorridente e com bastante calma e serenidade, mas Donna revirava um pouco os olhos com o comentário e acabava resmungando algo mais alto do que ela havia pretendido.

– Claro né, você tem um espírito de velha…

A primeira moça a falar claramente não havia ficado muito feliz com o comentário da amiga e em reação imediata ela tratava de dar um pequeno chute por baixo da mesa, que acertava Donna em cheio e a fazia pular de susto. Apesar de o chute ter sido por baixo da mesa, como esta era pequena havia sido possível sentir claramente o chute pois, além de chutar a outra mulher, ela acabava chutando de leve a mesa.

– Eu já falei que não é por que eu não gosto dessas festas de música eletrônica que eu sou uma velha!

– Ai, tá bom, tá bom. Pelo menos a cerveja aqui é barata e o pessoal do meu trabalho são mais legais do que eu esperava. E por falar em cerveja, não se preocupe querido, eu tomo a sua parte e lhe digo como é a sensação se quiser!

Com a provocação de Donna, ela terminava a frase soltando uma piscada com um dos olhos na sua direção e fazia com que Barbara risse um pouco, esquecendo o fato dela ter sido o alvo das provocações da mais jovem das moças.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto Jogador

Danto Jogador

Mensagens : 525
Data de inscrição : 05/03/2016
Localização : Casa do Danto

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime17/3/2019, 21:58

Era difícil não encontrar um pouco de graça na implicância que havia entre as duas jovens que me acompanhavam naquela mesa, especialmente quando Donna insistia nas provocações, porém, a frase de Barbara ainda ecoava silenciosamente dentro da minha mente enquanto a conversa entre elas prosseguia.

"Aos poucos começo a compreender as razões que levaram minha Senhora a abraçar alguém tão jovem quanto eu, não há mérito algum em se colocar em uma posição de liderança, se todas suas posses são preenchidas com apenas a solidão. Talvez eu devesse trazer mais vida para minha casa, isso certamente me motivaria a levantar quando não existem compromissos..."

Sorridente, acompanhava as brincadeiras e falas trocadas pelas jovens, concordando com o fato de Donna assumir a responsabilidade pela bebida que eu havia pedido.

-É, talvez você tenha mesmo razão, Barbara, sobre a casa ser vazia demais, tenho que pensar sobre isso... Mas vocês sabem que são sempre muito bem vindas por lá, correto?! E bem, seria muito interessante ouvir essa sensação, se não for estranho demais né!

Fazendo uma breve pausa, pra franzir a testa e resmungar:

-E olha só, não é sobre ser velho ou novo não, musica eletrônica é barulho misturado com batidas graves sem nexo e bem ritmadas e isso não é música não viu!

Respondia ao final com um sorriso, indicando que estava apenas brincando em relação ao assunto, relaxando um pouco na cadeira, olhava ao redor na procura do homem que havia me ajudado a espantar os abutres anteriormente, apenas por curiosidade para saber se ele estava a nos observar ou não.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime23/3/2019, 09:31

Legenda:
 

No pouquíssimo tempo que você tomava para considerar a situação de sua casa cheia de objetos e vazia de pessoas, Donna prontamente tomava mais da metade da caneca de cerveja em uma única golada. Ela batia o copo na mesa com certa forma e soltava um suspiro de alívio para depois limpar o pequeno bigodinho de cerveja que havia se formado em seu rosto.

– Finalmente, era disso que eu precisava!

– Minha nossa, como você é uma alcoólatra…

Apesar de Donna estar muito animada com aquilo, Barbara parecia mais contida, apesar de o sorriso não sair de seu rosto, e tomava sua bebida com calma enquanto ria do próprio comentário feito a amiga, que respondia apenas fazendo uma careta e imitando a fala de Barbara de um jeito debochado. No entanto, suas palavras chamavam a atenção de ambas, que imediatamente demonstravam uma expressão de surpresa e alegria com a novidade.

– Claro que eu tenho razão! Se for só você e o Hester naquela casa, eu tenho certeza que você vai correr de volta pra Nova Iorque em menos de um mês!

O comentário novamente causava uma onda de risadas entre as jovens, principalmente Donna que já havia terminado a primeira caneca e começava a encher a segunda, mas que parava abruptamente para lhe encarar com uma face de espanto com suas palavras.

– Como é que é!? Minha nossa, vocês dois não tem jeito mesmo… Musica eletrônica não é só barulho e ritmos combinados, existe algo muito maior por trás disso, algo você precisa sentir! Se envolver!

– A única coisa que eu consigo sentir é alguém chutando minha cabeça quando…

As duas moças pareciam bem envolvidas na conversa e começavam a argumentar uma com a outra sobre o assunto que você instalava e justamente naquele momento você aproveitava para olhar ao redor e procurar pelo senhor que havia lhe convidado a entrar e, sem demorar muito você o achava.

Ele estava por trás do balcão de bebidas conversando com um cliente que estava de costas para você e durante alguns segundos você via aquela cena até que os dois se viravam na sua direção. A princípio você poderia achar que eles estavam olhando para outra pessoa, mas eles realmente o viam e o cliente imediatamente voltava a ficar de costas pra você enquanto o homem mais velho, meio que surpreso e sem graça, levantava a mão para acenar e, em seguida, voltava a conversar com o homem a frente dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto Jogador

Danto Jogador

Mensagens : 525
Data de inscrição : 05/03/2016
Localização : Casa do Danto

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime28/3/2019, 23:16

"Será que esse senhor tem algum envolvimento com a Torre local? Eu realmente preciso entender o mais rápido possível como a sociedade da Torre funciona nessa cidade, acho que estou programado para manter minha guarda alta demais..."

Acenando de volta para o homem, de maneira educada e o mais informal que eu fosse capaz de fazer, o que certamente não seria "descolado" o suficiente. Em seguida, olho para as duas garotas por breves momentos, desenhando um sorriso suave na face enquanto a minha mente trabalhava em algumas possibilidades.

-Aproveitando a deixa do assunto sobre a casa e deixando um pouco de lado essa conversa sobre música que não deve chegar a muitos lugares, afinal, a minha Senhora nunca sequer tentou ouvir algo pós século XVIII... Vocês sabem porque eu fiz tanta questão de trazer vocês para esse... Essa nova oportunidade?

Questionava ambas, olhando para elas sem nenhuma distinção ou preferência, esperando até de maneira um pouco ansiosa a reação de ambas, então para finalizar e deixá-las ainda mais atentas a conversa, eu adicionava:

-Isso certamente tem haver com a escolha da casa e o vazio dentro dela, eu recebi o aval de minha Senhora para dar meus primeiros passos e isso trás alguns significados interessantes... Mas me digam, como vocês tem lidado com essas novas possibilidades? E não vale deixar de responder a primeira pergunta viu!

As minhas questões eram apresentadas com leveza, mas com uma medida coerente para que elas entendessem que não era apenas uma conversa jogada ao vento, mas sim algo com possíveis significas por trás.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime1/4/2019, 19:42

Deixando de lado a figura do senhor no bar do saloon, você voltava sua atenção para as duas garotas, que ainda argumentavam sobre o gênero musical da atualidade, e as interrompia de forma incisiva mas ainda educada. As duas que já ficavam levemente surpresas com a intromissão, eram pegas ainda mais de surpresa pela suas perguntas e até se olhavam com curiosidade.

Nenhuma das duas respondia de imediato a questão levantada por ti, mas ambas se ajeitavam na cadeira, tomando uma postura mais ereta, principalmente Barbara, para poderem te responder, que no caso a primeira era Donna.

– Own querido, é claro que você nós trouxe aqui por que nós somos seus favoritos e você não consegue viver sem a gente, quer dizer, nós duas né?! Eu não sei muito bem o que você vê no Joseph, até por que eu acho ele bem careta, mas né…

Donna não deixava de lado o jeito debochado dela de falar e fazia com que Barbara cobrisse o rosto para conter a risada por um momento até ela se recuperar, conseguir retomar a postura, e começar a falar.

– De uma forma ou de outra a Donna esta certa… – Ela falava com relutância, que até chegava a ser engraçado. – Como você mesmo falou, você está começando seu próprio caminho e é plausível que você queira pessoas de confiança perto de ti. E essa nova jornada não é uma novidade somente para ti, é também para todos nós que escolhemos lhe acompanhar e encaminhar nossas vidas longes de nosso conforto.

Barbara terminava de falar e suavemente tocava em sua mão para, em seguida, soltar um sorriso, porém, ela era novamente interrompida pela fala de Donna que a fazia rir novamente.

– Mas principalmente por que somos duas peças raras e você não conseguiria suportar viver sem nós duas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto Jogador

Danto Jogador

Mensagens : 525
Data de inscrição : 05/03/2016
Localização : Casa do Danto

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime1/5/2019, 22:02

Sorrindo, ouvia e observava cada pequena ação das jovens, suas palavras carregavam sentimentos e impressões verdadeiras, talvez tão verdadeiras que elas sequer fossem capaz de compreender ainda. "Vocês não poderiam estar mais corretas, especialmente sobre o fato de não conseguir mais viver sem ter vocês duas por perto, se tudo der certo, eu serei um Senhor muito mais acessível e justo à vocês duas!" Esticando a minha mão na direção da caneca de cerveja que deveria, em teoria, ser minha, eu a movia de lugar enquanto ainda as ouvia e sorria, brincando distraidamente com o objeto, para finalmente olhar para Donna e em seguida para Barbara.

-É justamente sobre tudo isso que queria falar com vocês, na verdade, já tenho ensaiado essa conversa sozinho por alguns meses. Mas hoje, ao acordar e entender que não existe nenhuma razão para me isolar dessa maneira que tenho feito, decidi adiantar esses ensaios e transformá-los em ações. Por tanto, Barbara e Donna, eu tenho uma proposta para fazer a vocês duas...

Fazendo uma pausa, para me ajeitar de maneira mais confortável no assento e fazendo questão de olhar no fundo dos olhos de cada uma das jovens, para que elas entendessem que eu estava sendo verdadeiro e claro com ambas.

-Quero oferecer a vocês o Abraço. Quero que vocês duas sejam minhas proles herdeiras... E para que isso fosse possível, lhes daria o tempo que fosse necessário para que vocês se preparassem para esse ocorrido... O que vocês acham de uma semana? Não quero que os meus planos de crescimento sejam apenas meus, quero que sejam nossos.

Finalizava ao exibir um sorriso confiante na face e olhar para as duas, calmamente, uma por vez, com curiosidade para ouvir e ver como elas reagiriam a notícia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime2/5/2019, 08:24

Impactadas! Não havia palavra melhor para descrever a reação das duas moças a sua frente do esta. Elas poderia até esperar uma notícia grandiosa diante de tudo que vocês já haviam preparado para a vinda a Prescott, porém, elas foram pegas totalmente de surpresa dessa vez e ficavam sem reação nenhuma por alguns poucos segundos.

Barbara que estava sentada em uma postura mais formal piscava os olhos rapidamente por algumas vezes e abria levemente a boca antes de olhar para Donna, já que esta estava completamente boquiaberta com o que acabara de ouvir. A mais alta das duas (Barbara) exibia agora um sorriso amplo e ainda incrédulo, porém, ela se mostrava realmente feliz e acabava relaxando na cadeira, onde ainda pegava a caneca de cerveja e tomava um gole mais longo do que o normal antes de responder propriamente.

– Para ser sincera eu não esperava que isso fosse acontecer e não esperava que seriamos nós duas suas primeiras escolhas… mas, eu não poderia estar mais feliz do que estou com a sua proposta, Travis!

Após começar a falar, ela fazia uma pequena pausa na fala para pensar, por alguns segundos, antes de completar o raciocínio, porém, se a moça parecia estar com a postura típica, firme e formal, abatida pela surpresa da sua proposta, agora ela estava ainda mais confiante do que dizia, mas… ela era interrompida pelo estrondo que Donna fazia.

– Sim! Sim um milhão de vezes!

Até mesmo Barbara se surpreendia com a reação da outra jovem que estava em um estado quase que catatônico mas que agora vibrava de alegria e até mesmo se levantava do lugar, chamando a atenção de várias pessoas ao redor, para dar alguns pulinhos, te abraçar com bastante força e lhe dar alguns beijos no rosto! Enquanto Donna vibrava de alegria do jeito dela, Barbara se contia no lugar dela, cobrindo a boca e rindo da situação que parecia tomar uma perspectiva diferente para quem não estava na conversa.

– Bom, só para constar, a minha resposta também é sim!

Barbara complementava, ainda risonha, enquanto Donna voltava rapidamente para o lugar, se ajeitando e fingindo que não havia sido ela quem tinha feito todo o escândalo. Depois de se sentar e mais calma, se colocando em uma postura mais formal como sua outra vassala fazia e como uma Ventrue deveria fazer, a jovem Donna colocava a mão no copo e falava após pigarrear.

– Estou muito surpresa com sua proposta por que sempre achei que seria o Lewis a ser o primeiro a ser abraçado, mas muito mais que surpresa, estou lisonjeada e aceito sim ser sua primeira, mais amada e a principal herdeira!

Mesmo quando era polida, Donna não deixava de ser quem era, mas dessa vez sua outra vassala não deixava em branco e dava um tapa na mesa para encarar a moça que contia uma risada e recuava na cadeira em uma ação reflexiva.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto Jogador

Danto Jogador

Mensagens : 525
Data de inscrição : 05/03/2016
Localização : Casa do Danto

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime5/5/2019, 22:35

As reações das jovens me surpreendiam, sorrindo e até mesmo rindo quando Donna fazia todo aquele estardalhaço, acompanhava atentamente as ações delas e ouvia suas palavras com alegria. E assim que Lewis era mencionado eu dizia:

-Lewis é meu melhor amigo, provável que ele seja o mais próximo que eu já tive. Mas ele tem uma família estruturada para cuidar e é exatamente esse sentimento que é valoroso para ele que eu decidi buscar. Seria injusto negar a ele a chance de ver as próprias filhas crescerem. Por isso, nunca tive dúvidas que seriam vocês as minhas primeiras proles...

Olhando agora com mais calma na direção de Donna eu sorria para a jovem e dizia com tranquilidade:

-Sendo você a mais jovem, minha mão esquerda...

Para em seguida, olhar na direção de Barbara e afirmar:

-E você a mais velha, minha mão direita.

Dando um pausa, eu fazia questão de direcionar um olhar carinhoso e respeitoso para ambas, para retomar a minha fala com sinceridade:

-Não irei mentir e pretendo manter sempre assim com vocês duas, não serei um Senhor de meias palavras e falsas esperanças, as hierarquias são importantes, mas isso não significa que ambas terão um papel fundamental dentro da nossa linhagem e que suas dignitas serão respeitas e construídas de maneira justa, independente de sua posição. Vocês são iguais aos meus olhos de Senhor, só estarão a fazer o que é mais apropriado para suas habilidades, espero que entendam.

Assim eu finalizava, para ouvir em seguida o que elas teriam a dizer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime11/6/2019, 19:42

Apesar do clima de briga de gato e rato de Barbara e Donna, ambas parava e se concentravam no que você falava e expressavam uma série de reações em cada parte de sua fala. Começando de um sorriso empático quando você falava de sua relação com Lewis e seguindo a uma expressão mais emotiva quando cada uma segurava sua mão e ouvia serem mencionadas.

Não de que se justificar, meu senhor. Ambas sabemos de sua índole e por isso mesmo que estamos aqui hoje, mesmo que não fossemos nos tornar suas proles! E eu me sinto extremamente honrada por ser sua primeira herdeira!

Como sempre Barbara se expressava de uma forma eloquente e bem-educada, porém, podia-se notar que nas suas palavras havia uma pontada direcionada a jovem que seria sua segunda prole e esta também havia percebido. Donna por um momento exibia um sorriso amarelo e evitava contato visual direto com Barbara para manter-se a olhar na sua direção e enfim lhe responder e responder a sua outra prole ao mesmo tempo.

Eu entendo completamente, meu queridíssimo senhor! Mesmo sabendo que sou a mais nova entre nós duas, farei o meu melhor para desempenhar minha função de forma mais correta e efetiva possível para que vossos ideais sejam concretizados! Afinal eu sou muito mais capaz do que qualquer uma!

Barbara sabia que Donna era muito competitiva nesse sentido e, justamente por isso, ela havia provocado a sua futura irmã de abraço e como você estava de frente para ambas, você via que a mais velha estava segurando uma risada com todas as forças, mas, ainda assim, conseguia retrucar a fala da irmã para atingi-la mais uma vez!

Mas eu ainda sou a primeira herdeira!

Donna apertava sua mão com força e puxava o ar enquanto arregalava os olhos de raiva, no entanto, ela tentava ao máximo se segurar para não gritar na direção da outra moça e fazia algumas caretas engraçadas como se estivesse tentando se desvincular do sentimento de raiva para, por fim, falar após algumas várias respirações pesadas.

Senhor, eu gostaria que você controlasse essa… essa sua… - Enquanto Donna procurava a palavra certa, Barbara se adiantava e comentava antes da jovem.

Essa sua primeira herdeira?

Naquele momento Donna arregalava novamente os olhos só que dessa vez olhava diretamente para Barbara para proferir as palavras “Vou te matar, sua megera!” em silêncio enquanto Barbara finalmente se dava a liberdade de rir da situação que havia provocado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto Jogador

Danto Jogador

Mensagens : 525
Data de inscrição : 05/03/2016
Localização : Casa do Danto

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime8/7/2019, 15:14

Em meio aquela divertida e até um pouco perigosa rivalidade e troca de olhares que trazia também alguns risos e boas sacadas, a minha própria mente se questionava, mesmo que em tom de brincadeira ou apenas reflexão breve:

"Pelo amor de Deus! Será que eu já vou começar a me arrepender dessa decisão?! Mas de qualquer forma, não posso deixar de estabelecer uma hierarquia, se não, estarei propício a uma disputa de poderes indireta pela minha herança, algo que é profundamente mais ardiloso do que uma rivalidade declarada."

Sorrindo, levo uma mão a face e a escondo por alguns momentos, para balançá-la em sinal de negação, tentando deixar claro o constrangimento que sentia de maneira leve e divertida, para enfim, responder às duas.

-Vocês já se comportam como irmãs e mal sabem disso! Mas não se preocupem, haverá mais do que o suficiente para ambas e por tanto, apesar de celebrar a rivalidade, não acho que devam nutrir ela em excesso, certo?

Passando os olhos rapidamente pelo ambiente após o termino da minha fala, olho diretamente para cada uma das jovens e digo:

-Quanto tempo vocês querem para aproveitar seus últimos dias? Pensem com calma antes de me dar essa resposta, não precisa ser algo imediato. Afinal, muito mudará, em especial o dia e a alimentação.

Eram esses avisos e essa paciência que faltaram a minha Senhora e que se tivessem sido aplicados, talvez tivesse gerado uma relação de confiança mais cristalina e sem ruídos.

"Cada um tem seu tempo para dizer adeus, respeitar isso é preservar a dignidade delas durante o difícil processo de mudanças do abraço."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lugo Narrador

Lugo Narrador

Mensagens : 52
Data de inscrição : 01/01/2018

Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime22/7/2019, 19:32

A birra entre as duas não se prolongava depois de suas palavras que, de certa forma, puxava a orelha de ambas. Barbara ainda mantinha um sorriso risonho entre os lábios enquanto Donna expressava o ranço temporário que sentia da futura irmã de abraço. Apesar da forma como a mais jovem evitava olhar na direção de Barbara, você sabia que aquele comportamento dela era momentâneo e engraçado, porém as suas últimas palavras interrompia aquela posição da jovem.

Barbara sempre fora uma pessoa muito organizada, centrada e madura, enquanto que Donna era mais moleca e divertida e, justamente por isso, era muito difícil ver uma reação preocupada como a que a moça apresentava agora. Por alguns meros segundos era esboçava uma feição totalmente diferente do normal, demonstrando uma certa preocupação com algo ou alguém. Apesar de você conseguir ver aquilo no rosto dela, era algo muito sutil e surgia logo após o seu questionamento de tempo antes do abraço. Enquanto uma das jovens se mantinha pensativa, Barbara falava, sem perceber a reação da amiga, com calma mas também depois de ponderar um pouco.

– Acho que uma semana para mim será o suficiente, eu só preciso resolver algumas coisas e estarei pronta.

Nesse momento Donna concordava com a fala da futura irmã e falava um pouco mais “normal” do que há poucos segundos antes.

– Sim, sim! Uma semana está de bom tamanho! Eu só terei de me ausentar por alguns dias…

Após ela falar, a primeira moça acabava virando os olhos na direção da jovem com certa curiosidade, porém era prontamente cortada pela jovem de cabelos mais curtos que voltava a falar antes de dar qualquer brecha.

– Bom, mas olhem a hora! Uma hora dessas a fila de carros para entrar no festival já deve ter diminuído consideravelmente. Já podemos ir nos adiantando e ir para a fila!

Agora mais ativa como de costume, Donna até pegava a caneca de cerveja a sua frente e tomava todo o conteúdo dela ou o resto que havia sobrado dela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo Empty
MensagemAssunto: Re: Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo   Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo I_icon_minitime

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Travis Archibald - Ato I - Um Novo Começo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Lexus LFA

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
WoD by Night :: Arquivadas :: Prescott by Night-
Ir para: