WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Ato VI - Narrativa de Pietra: Aurora

    Compartilhe
    avatar
    Jess

    Mensagens : 1471
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 25
    Localização : Neverwere

    Re: Ato VI - Narrativa de Pietra: Aurora

    Mensagem por Jess em Sex 25 Mar 2016 - 11:46

    Em pé ao lado do carro Pietra sentiu seu corpo tensionar enquanto aquele vento frio soprava por cima de seu corpo, a voz que imundava sua mente parecia tão antiga quanto a própria terra.

    As palavras de Elizabeth fizeram com que Pietra tentasse andar, a fraqueza que assolava os músculos da cainita se igualava a força do sono solar, mesmo assim a toreadora tentou chegar até a segurança de sua galeria.

    - Alguém velho... Muito velho... Precisamos... Galeria...

    Balbuciou Pietra em direção de Elizabeth, os músculos das pernas de Pietra não se mantinha firme, ainda assim havia uma urgência em chegar a segurança da Galeria. Um grito de horror ecou pela garganta da cainita quando seus joelhos falharam no meio da rua, agarrando-se a própria cabeça Pietra lutava contra o sono e as imagens de seu passado.

    " Eva... Por favor... Não de novo não..."
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2649
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Ato VI - Narrativa de Pietra: Aurora

    Mensagem por Danto em Sex 25 Mar 2016 - 20:36

    A sua cabeça doía intensamente, o som das buzinas dos carros era misturado com vários outros. Gritos de dor de Evangeline, a sensação trágica da solidão que a corte de Paris a proporcionava, o sufocamento melancólico do abandono. A maldita voz então ecoou, confundido ainda mais seus sentidos, era a voz de Elonzo...

    -Como ousa?! Beber o sangue de uma abominação? Deitar-se com uma succubus e dedicar tua alma á ela?! És eternamente uma desgraça para meu Sangue! Para o Sangue de todos os Toreador!

    A voz de Elonzo soava como o áudio de um filme velho, era sua própria memória que estava controlando sua mente, nada além dos seus próprios demônios. Para sua surpresa, Elizabeth se aproxima e com a força de Caim a ergue do chão, colocando a mão livre na frente de um carro que estava próximo de atropelar você. A mão dela amassa a frente de aço do veículo e Elizabeth sem se importar corre em direção a galeria.

    "O sangue será purificado mas para isso, deverá sofrer, é apenas através da dor que a ascensão chegará a todos. Do presente ao pretérito o verbo irá. Verás sob uma nova perspectiva os erros ontem cometidos para concerta-los no futuro. A justiça divina chegará e o sangue corrompido será expurgado"

    Rogou por fim a voz da semi deusa pelos ares de Berlim. O fim estava próximo, a tormenta era inevitável e incontrolável. Ela chegará a todos e você seria uma das primeiras...

    [Off: Ultima ação para o final do Ato]
    avatar
    Jess

    Mensagens : 1471
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 25
    Localização : Neverwere

    Re: Ato VI - Narrativa de Pietra: Aurora

    Mensagem por Jess em Sex 25 Mar 2016 - 21:16

    Em meio a dor e a confusão Pietra congelou ao ouvir aquela voz, a familiaridade daquela entonação e até mesmo o sotaque fizeram com que o corpo da cainita congelasse.

    " Não... Não.... A ira de Elonzo não... Todos aqueles anos... A dor... Isso de novo não... Eu não conseguiria enfrentar isso de novo..."

    Um grito de dor e panico se prendeu na garganta da cainita quando seu corpo foi erguido por Elizabeth, os olhos castanhos de Pietra miravam ao seu redor sem ao menos reconhecer nada. Tremula e fraca a toreadora se agarrou a Elizabeth quando a voz quase divina ecoou novamente em sua mente.

    - Por que jogas tal maldição em Berlim?! Por que?!

    Bradou Pietra sem ao menos ter consciência disso.

      Data/hora atual: Ter 22 Ago 2017 - 15:42