WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Compartilhe
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 600
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por King Narrador em 17/3/2016, 00:16

    30 de Agosto, 2005, 19:00




    A luz piscava. O gerador parecia estar na última potência. A máquina iria pifar em questão de algumas horas. Nenhum aparelho elétrico suportava tanto tempo operando dentro de um pântano. Em breve o mesmo iria desligar e a escuridão tomaria conta daquele canto dos brejos. O que não fazia diferença alguma para você. Era apenas interessante saber que estava sem luz elétrica nas mediações. Mas mais que isso. Chovia de forma descomunal. O nível das águas quase que chegavam na sacada de seu abrigo. Outro fato que não lhe incomodava, afinal nunca se sentiu em casa ali. Era mais como apenas um refúgio temporário.

    Mas nada disso lhe chamava a verdadeira atenção naquela chuvosa e escura noite. O suspense da noite era o silêncio da floresta, no meio de uma tempestade como essa era para a fauna estar toda se redescobrindo em miríades de sons diferentes de todos os tipos de animais possíveis. Todavia o único som que lhe era dado era o da chuva. Algo estava errado. Alguém estava em seu território. E com essa epifania em sua cabeça que você saiu pela porta de seu abrigo para olhar para fora. Não esperava ver nada. Pois se houvesse um invasor o mesmo estaria escondido. Mas seu instinto estava errado.

    Logo do lado de fora de sua cabana do pântano estava uma mulher. Seus cabelos não eram muito compridos, mas eram cheios por entre os cachos e estavam pesados pela água torrencial que caía no mesmo. A palidez de sua pele originalmente negra entrava em contraste com o escuro que vinha dos confins da floresta. A beleza da mulher que aparentava um pouco mais de trinta anos também era algo à ser apreciado. Mas eventualmente o que lhe chamava a atenção eram suas duas raposas. Pois as mesmas estavam pedindo por afeto da tal mulher. As duas criatura tão bem treinadas pareciam réles cachorros domésticos próximos daquela mulher. Ao qual sorria para os dois animais demonstrando não ter pressa para se apresentar.

    Finalmente ela olhou para você, os olhos dela pareciam dar uma leve faiscada e os brilhos dos mesmos pareciam revelar inúmeras nuances diferentes. Um pequeno calafrio tomou a sua espinha quando os olhos se encontraram. Sua besta interior lhe avisava do perigo. Era como se fosse um grande alerta para fugir. Todavia era claro que não havia escapatória naquele momento. E assim, na hesitação natural sua de começar o diálogo a mesma finalmente se pronunciou.

    - Boa noite senhorita Smith, sou Simone Girani, prole de Louis Blanche. Venho requisitar seus serviços em nome da Camarilla de Nova orleans.
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por Stian Jogador em 17/3/2016, 17:09

    Tentei farejar o ar por instantes, mas tudo que sentia era aquela maldita umidade desta chuva torrencial que caia. Me preparava para mostrar minhas garras ao tal invasor, porém hesitei em convocá-las quando me deparei com a figura da Harpia de New Orleans, Simone.

    Caminhei na chuva até próximo de onde ela estava, sem palavras adocicadas respondi de imediato:

    - Entendo as necessidades de seu clã, agradeço por ter se apresentado, pois minha tolerância com invasores em meu território é praticamente nula.

    Passei a mão no cabelo retirando o excesso de água e mantendo o mesmo afastado de meus olhos, duramente continuei:

    - Sei quem você é, prole de Blanche. Diga-me, o que me ofertas por este serviço?

    O fato de minhas raposas estarem em torno daquela mulher me irritava, eu era a senhora de ambas, era de meu sangue que se alimentavam e aquilo estava me deixando furiosa a ponto de exterminar os animais após a saída da Toreador.
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 600
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por King Narrador em 17/3/2016, 23:06

    - Se não me falha a memória você nunca se apresentou à corte. Nem antes ou depois da mudança de principado. Logo acreditar que esse território é seu por direito é apenas inocência de sua parte. Todavia eu sou sua nova melhor amiga e não questionarei a posse de sua propriedade tão cedo. Sinta-se grata, afinal você está agora trabalhando para o bem da Camarilla. E é como dizem, sempre pagamos no final.

    O sorriso da anciã se mostrou presente. Ela olhava diretamente para você e era impossível não sorrir em um recíproca. Como dizem, o sorriso é um elemento muito contagioso. Assim a mulher andou na sua direção com leveza por entre a pesada chuva que avassalava os brejos. Sua besta interior estava quieta e mansa agora. A presença da mulher apenas lhe despertava tranquilidade e respeito. Um alto nível de respeito e admiração na verdade, algo que você nunca sentiu por mais nenhum humano ou cainita antes. Não havia como em sua consciência tentar evitar que aquela mulher entrasse em sua vida. Era quase como uma necessidade permitir que isso ocorresse. Trabalhar para ela custasse o que custasse seria um bom começo.

    - Permita-me entrar em sua residência. Temos negócios à tratar.

    OFF - Simone Girani fez teste de Amor com 5 sucessos para dificuldade 8. Qualquer tentativa de contradizer a anciã lhe renderá menos 5 dados em suas paradas de dados.
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por Stian Jogador em 18/3/2016, 08:22

    A Gangrel sentiu a personalidade poderosa da anciã a sua frente, tão poderosa que dobrou o intimo de sua Besta a ponto de estar incapaz de qualquer ato contra a mesma. A Camarilla sempre tentava se manter onipotente nestas situações, esta cainita não havia entendido como Natalie trabalhava e isso era um insulto para a Gangrel.

    - Claro Simone, entre.

    Natalie aguardou a cainita entrar e fechou a porta, fez questão de fitar suas duas raposas na esperança que ainda lhe respondessem, esperava que ambas retornassem a atenção para o dominío dela.

    - E então, no que posso lhe ser útil?
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 600
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por King Narrador em 19/3/2016, 18:49

    As raposas pareciam ter ficado imediatamente mais ativas assim que a presença da Toreadora se voltou para o interior da cabana. Então você fecha a porta enquanto a mulher escolhia um lugar para sentar. Entretanto a mesma terminou optando por ficar de pé. A cara da mesma demonstrava impaciência, estava bem claro que não queria estar ali. A luz continuava piscando deixando o ambiente misturado em uma penumbra forte. Enquanto a umidade transbordava das janelas para dentro deixando o lugar com um clima pesado e quente. Sem muitas delongas Simone se vira para você para continuar falando.

    - Não sei o quão rápido as informações correm, todavia acredito que você ainda não está a par da situação. O príncipe entrou em torpor. Nos próximos dias haverá um conclave para decidir quem irá o substituir, afinal o mesmo não deixou nenhum "testamento". Então é ai que você entra, afinal eu não possuo uma história favorável com os Nosferatus para contratar nenhum deles para o serviço. Preciso que alguém, no caso você, se infiltre na Camarilla para descobrir o paradeiro de meu senhor. Considere-se uma Delegada a partir de agora. Meus contatos lhe proverão informações e um refúgio melhor caso assim prefira. Agora devo ir, pois esta noite será longa. Alguma dúvida?
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por Stian Jogador em 21/3/2016, 10:18

    A Gangrel ouve atentamente as palavras da Toreador, embora algumas coisas sejam de real interesse da Selvagem, como o contato não favorável com os Nosferatu, ela então inicia seus questionamentos.

    - Na verdade, tenho algumas dúvidas. Como me considerarei Delegada, se necessito me infiltrar na Seita? Deverei localizar o local onde dorme o antigo Príncipe Toreador, para que o mesmo assuma a Camarilla após o conclave. Portanto, para isso precisarei ter ciência de quem são seus contatos, tendo em vista que os mesmos não conseguiram lhe auxiliar em sua própria busca, o que levou a me procurar. Ou seja, eles podem ou não me ser úteis.

    A Gangrel olhou a Toreador dos pés a cabeça e questionou novamente:

    - E a respeito de minha recompensa? Não quero novos domínios, porque em breve retomarei o meu, e minha afiliação a Camarilla seria desnecessária tendo em vista que os Príncipes já possuem seus Algozes.
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 600
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por King Narrador em 22/3/2016, 13:40

    - Eu sou uma Harpia, se eu disse na Camarilla que você é uma Delegada, então você será tratada como tal. Mais portas estarão abertas para você. Mas não se engane, não estou contratando uma investigadora, não seria num brejo que eu buscaria isso. Meus contatos já fazem essa parte. Sua tarefa é mais física... Os contatos sabem quem é você e virão lhe procurar, se referirão à você como "Raposa", para você saber quem são. E não os subestimem. A busca pelo príncipe começou tem apenas um hora, e eles já sabem muita coisa... Apenas faça sua parte. Se não quiser ter um território no centro da cidade enquanto está trabalhando lá, a decisão é sua. Afinal o mesmo estará equipado com recursos de trabalho para você. Agora se me dá licença partirei logo desse pântano.

    As palavras dela eram espressas com alta potência e um ar de impaciência. A mesma não deu mais tempo para dúvidas ou outros argumentos. Saiu pela porta e acelerou o passo. Você pôde apenas vez um borrão correndo por entre a tempestade e desaparecendo por entre a escuridão do pântano. Um instante depois a floresta ficou barulhenta de novo. Todas as criaturas notívaras pareciam ter despertado novamente.
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por Stian Jogador em 22/3/2016, 16:43

    Natalie ouviu atentamente às ameaças cotidianas que estava acostumada vindo de Toreadores, eram tão habilidosos com as palavras, mas se escondiam em seus lençóis de sede quando as coisas ficavam feias.

    "Se essa chuva não parar, tua querida cidade vai virar um pântano, e então você estará novamente em meu território, sua imbecil."

    Pensou a Gangrel quando viu a Toreador romper em uma velocidade no minimo sobrenatural através da chuva que continuava a cair torrencialmente.

    "Então, Blanche deve ser acordado para assumir o Principado, enquanto isso o Ventrue mais insuportável de todos, foi dormir o sono dos antigos...são informações muito valiosas, preciso encontrar com Sussurro para uma troca de informações..."
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 600
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por King Narrador em 24/3/2016, 14:55


    O gerador logo cedeu à água que o consumia. A luz não voltou depois da última piscada. Lhe deixando sozinha no escuro de sua pântano. As raposas já estavam afastadas mantendo o perímetro de seu território. Já sua coruja lhe observava do alto de um árvore a uma distância considerável. Dava saber que a mesma estava lá unicamente pelo contorno da mesma na penumbra. Mas fora isso era apenas você e o pântano. O som baixo de grilos podia ser misturado com o de sapos. A chuva fazia seu trabalho enquanto as árvores traziam o som de um vento carregado vindo do leste.

    A noite mal havia começado e já havia muitas oportunidades ao seu caminho. Afinal uma promoção e informações novas são sempre bem vindas. O único ponto negativo era o alagamento. Só que sua memória lhe apontava sobre um vizinho seu humano que deveria morar uma milha para dentro do brejo que possuía um barco de hélice. Afinal o Cemitério Metarie, terreno independente, ficava muito longe de onde você estava. E lá seria o lugar ideal para saber onde Sussurro deve estar agora.
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por Stian Jogador em 25/3/2016, 13:35

    A Gangrel olhou para o céu negro e chuvoso, as estrelas estavam encobertas pelas pesadas e poderosas nuvens. A chuva caia e isso lhe atrapalharia, e procurar o Nosferatu no cemitério não seria o melhor lugar neste alagamento que se iniciava.

    "Desmond...ele me auxiliará como sempre fizera...no entanto, terei muitos problemas com esse vento para me deslocar...logo, pegarei o barco do humano que reside aqui perto...ele vai se arrepender de ter colocado sua residência tão perto deste pântano."

    A selvagem caminhou por entre a água pantanosa que quase invadia seu refugio, habilmente utilizando seus dons de sangue, a mesma adaptou sua visão para a noite, fazendo surgir os olhos vermelhos das lendas antigas. Ela estava disposta a ir até a localização do barco a pé.

    Off: Utilização de Olhos da Besta - Metamorfose Nível 1.
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 600
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por King Narrador em 26/3/2016, 17:22

    Você caminhou por entre a lama e o lodo atravessando a chuva torrencial que controlava aquelas terras. Não levou muito tempo para sair de seu território e abraçar a mãe natureza, pura de sua própria forma. Deformada naquele brejo para se manter forte, com suas profundas e tortas raízes. Assim mais um tempo se passou até uma luz não natural adentrar seu aceitável campo de visão. Afinal um reles humano teria se perdido naquela chuva no meio da escuridão. Só que você logo viu a casa próxima. A mesma estava sem energia também, o brilho vinha do lado de fora. Era uma lanterna, mais precisamente uma lanterna de cabeça.

    Atravessando o aguaceiro para um terreno menos alagado, você pôde se aproximar pela margem esquerda da casa e do homem com o chapéu que usava para iluminar. O mesmo se mostrava estar trabalhando no motor do barco. Mexia em alguma coisa enquanto virava um galão de dísel boca a dentro de um camburão. Para finalmente puxar um gancho e o barco ligar o motor. Você, já a apenas vinte metros de distância, podia ver o homem nitidamente, de costas para você, comemorar o feito que fizera. Parecia que o mesmo estava planejando sair daquele lugar o mais rápido possível. Deveria ter meia idade, meio calvo, mas bastante alto, talvez um metro e noventa. Usava um colete xadrez todo enlameado e com manchas de graxa.
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por Stian Jogador em 28/3/2016, 07:58

    Após localizar finalmente o humano que trabalhava no motor do barco, a Gangrel dissipou os efeitos de seus olhos noturnos para aparentar mais humanidade. Ela caminhou lentamente pelo charco até ficar às costas do homem, matá-lo seria algo insensato então haveriam outras condições para o ato.

    Natalie rasgou uma das alças da regata que usava, deixando quase um seio a mostra, aproveitava-se da sujeira em suas vestimentas causadas pela água e lodo presentes, colocou uma das mãos no chão e dobrou um dos joelhos, parecendo que havia chegado ali se arrastando.

    - Me ajude, por favor, me ajude...

    Disse a Gangrel, com uma voz fraca ao homem que estava a sua frente, o som da voz saiu como se fosse um suspiro, ela queria parecer uma jovem pega na enxurrada.

    Off: Não sei se é o teste correto, mas vou rolar Aparência + Lábia, 6 dados. Gasto de 1pt de FdV.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2652
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 25

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por Danto em 28/3/2016, 07:58

    O membro 'Stian' realizou a seguinte ação: Rolagem de Dados


    'D10' : 8, 5, 7, 5, 1, 4
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 600
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por King Narrador em 29/3/2016, 20:48

    O senhor de meia idade se vira para revelar uma costeleta branca com amarelo claro e muitas rugas no alto da testa. O mesmo parecia ter um semblante muito pacífico, mas se mostrou bastante alarmado quando lhe viu na lama. Demonstrou claramente muita preocupação e se hesitar por nenhum segundo se aproximou com a mão estendida. E tentou sorrir, mas foi um sorriso nervoso.

    - Venha, venha! Você parece muito mal! Preciso te levar para um hospital. Graças aos céus esse motor voltou a funcionar depois de eu tirar a lama. Eu planejava sair do estado pela costa e ir para Pensacola. Mas te levo antes para uma clínica. Não sei se algum hospital está aberto. Mas pelo rádio disseram que estão levando feridos para o Superdome no centro. Posso te deixar lá. Apenas resista minha jovem. Tudo vai ficar bem. Tinha mais alguém com você?

    Quando a palavra Superdome foi dita você logo se lembrou do grande estádio de futebol americano no centro da cidade. Era território Brujah, mas sempre mantiveram suas portas abertas, como um Elysium deles.


    Última edição por King Narrador em 1/4/2016, 21:26, editado 1 vez(es)
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por Stian Jogador em 1/4/2016, 16:02

    A Gangrel fez uma face de suplica, e quando o humano lhe deixou em pé ela afastou um pouco da água dos cabelos rebeldes e amarrrou a alça da regata de maneira rudimentar, com um nó pequeno.

    - Obrigado senhor, não sei o que seria de mim se não me tirasse desta água imunda. Estavámos acampando e ficamos presos na enxurrada, meu namorado foi buscar ajuda mas ainda não retornou.

    Quando ouviu sobre o Superdome, ela virou-se de costas para ele, observando a água e em seguida retornou a olhá-lo e disse:

    - Não estou ferida...hã...como é mesmo seu nome? O meu é Natalie. Me leve para casa, no centro da cidade.


    "Verei como é este novo domínio que a Harpia me prometeu. De lá, contatarei Desmond sobre informações deste Príncipe que dorme..."
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 600
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por King Narrador em 1/4/2016, 21:32

    - Todos nós fomos pegos de surpresa por esse chuva. Rezo por Jesuis que ele poupe seu namorado. E claro senhorita. Só espero pelo seu bem que sua casa não esteja alagada. O radio está dizendo coisas terríveis... Bom, só me dizer em qual quadra a senhora mora que te levo para lá.

    O homem se mostrava ao mesmo tempo absolutamente preocupado e muito educado. Acabara de descobrir que você vivia do lado de um bom samaritano. O qual já entrou dentro da lancha de hélice e lhe ofereceu a mão para você entrar. O mesmo já estava na outra mão com a chave e estava deixando bem claro que queria lhe tirar daquele lugar úmido o mais rápido possível.
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por Stian Jogador em 1/4/2016, 23:15

    A falta de informações da Harpia lhe irritavam, ela havia lhe concedido um dominio e não havia lhe dito onde era. Haviam contatos, mas a Gangrel desconhecia seus nomes ou até mesmo as linhas as quais pertenciam. Colocando um dos pés no barco e fingindo equilibrar-se para colocar o outro, Natalie poderia correr de olhos vendados pelos galhos das árvores, seu Abraço havia lhe proporcionado um aumento gradativo nos intintos selvagens que possuia, para ela era uma representação do poder e personalidade de sua Besta, que transparecia para aqueles que pudessem vê-la em ação.

    - Me deixe no centro da cidade, meu pai tem uma casa de dois pisos lá, com certeza ficarei segura e seca lá. Estou toda molhada agora, nossa...que droga.


    Dizia a Gangrel passando as mãos com força nas calças jeans enlameadas e já escuras pelo barro advindo do pântano. Ela sentou-se no barco e disse:

    - Não me disse seu nome.
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 600
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por King Narrador em 3/4/2016, 22:41

    - Omar... Prazer, Natalie. Uma pena termos nos encontrado numa situação desastrosa quanto essa. O radio disse que muitas pessoas morreram... É assustador. Vou te levar para o centro como pediu. E depois vou sair do estado até as coisas melhorarem

    Enquanto a lancha com sua hélice fazia seu caminho pela pântano, pôde depois de um tempo finalmente vislumbrar a cidade. Mas a escuridão tomava a mesma. Não havia luz alguma ne mesma. e a chuva só deixava a visão mais ofuscada. Era possível imaginar o nível caótico ao qual o lugar se encontrava. Afinal todas as ruas eram canais de água. E assim o barco foi se aproximando do centro. Assim você finalmente pôde notar que uma coruja estava acompanhando o barco. Não era, Orion e sim outra ave. A mesma vinha com um envelope que foi jogado em suas mãos. Mesmo com a água forte e o escuro, sua destresa e boa visão lhe permitiu ver o que havia ali dentro. um endereço. E uma chave. "Bienville St. Nº 44, French Quarter".

    Ultima Ação Antes do Final do Ato
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato I - Many Sides

    Mensagem por Stian Jogador em 5/4/2016, 08:16

    "Então, o domínio da animalidade presente nas criaturas da natureza está em alta nesta cidade, bons eram os tempos dos Pisanob, quando apenas eu lidava com os animais...no entanto, é interessante ter este endereço...vejamos.."

    - Bienville St. Nº 44, French Quarter, este é meu endereço Omar. Se puder me deixar lá, serei eternamente grata.

    Era claro para a Gangrel que estaria no bairro francês da cidade, provavel domínio do clã Toreador, embora a mesma não temesse, pois era agora uma "Delegada" da Harpia Simone, prole do antigo Príncipe desaparecido. Natalie guardou a chave no bolso dianteiro da calça, e ficou de pé no barco para ver melhor a cidade.

    "Imagino os demônios que devem estar a solta esta noite...a escuridão faz com que as monstruosidades que a escondem, nesta noite fará as mesmas desejarem expandir seus domínios...não temo pela minha segurança, mas os mais jovens cainitas, neófitos, sofrerão sérios danos...irreparáveis..."

      Data/hora atual: 23/8/2017, 09:03