WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Compartilhe
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 637
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por King Narrador em 8/4/2016, 23:06

    30 de Agosto, 2005, 21:00




    Omar lhe deixou na porta da casa. A água batia logo no segundo degrau da porta. Era uma casa de madeira com revestimento de alvenaria. A mesma parecia ser de classe média, nada chamativa no meio residêncial daquele tradicional bairro da cidade. Foi incrível chegar ali por dentro das ruas como se fossem rios. A escuridão também era outro fato muito chamativo. Assim o humano lhe deixou sair do barco logo na frente da porta.

    - Foi uma honra poder lhe ser útil. Espero que você sobreviva bem nesse pesadelo, assim como almejo para todos. Até mais ver, adeus Natalie.

    Assim o senhor se afastou de barco na medida que você abria a porta antiga, para a mesma lhe revelar uma escada que subia direto para o segundo andar por uma escada escura. Todavia para sua surpresa no último degrau você pôde ver luz. O interior da casa estava iluminado e havia um gerador logo abaixo da escada para o terceiro andar. As janelas estavam vedadas deixando claro a descrição daquele que instalou as luzes.

    Podia-se ver em cima do piso de madeira clara um ambiente decorado de forma rústica, focado na simplicidade. Todavia alguns fatores lhe chamaram a atenção. O primeiro deles foi um telefone do lado de um caderno aberto no meio da mesinha no centro da sala. Podia-se ver que havia um baú logo próximo da parede com o cadeado destravado e uma chave no mesmo.

    Havia um armário entreaberto no canto da sala, dava apara ver pelo menos um vestido dentro do mesmo. No outro canto estava a cozinha desprovida de eletrodomésticos, com exceção de uma geladeira com alguma anotação presa na parede. Havia uma outra mesa perto da porta com um molho de chaves e algumas cartas abaixo da mesma.


    Última edição por King Narrador em 4/5/2016, 17:09, editado 1 vez(es)
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por Stian Jogador em 9/4/2016, 18:56

    Natalie moveu-se sorrateiramente pelo interior daquela casa, não sabia se a coruja havia lhe entregue uma chave advinda de seus novos contatos informados pela maldita Harpia. A vingança pelo uso dos poderes cainitas na Gangrel seriam vingados com o tempo, ela não admitiria que a prole do Príncipe não respondesse por suas atitudes naquele encontro inicial.

    "Então, o que temos aqui...?"

    Pensou Natalie, pegando o caderno de anotações ao lado do telefone, após uma breve leitura em busca de algo útil, colocou o mesmo entre suas vestes.

    Logo após, caminhou em direção a geladeira na cozinha para verificar o que dizia na porta da geladeira. Manteve os olhos o tempo todo na escada, pelo instinto da mesma, seus sentidos superiores aumentariam suas chances de localizar uma possível emboscada, na escuridão, os inimigos se moviam mais rápido e os olhos pouco poderiam ver.
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 637
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por King Narrador em 13/4/2016, 14:16

    Pegando o caderno marrom de anotações na mesa a caçadora viu uma lista de nomes, muitos aos quais você já conhecia. O nome do seu contato Nosferatu era inesperado na lista, afinal a Harpia disse não ter bons contatos com os mesmos. Ao todo eram oito contatos, e todos de alguma forma tinham uma utilidade.

    Anotações Telefônicas:

    Sussuro, Contato Nosferatu - 504-523-9424
    Desmond Thicker, Contato Giovanni - 504-598-3266
    Karla Hammer, Harpia/Contato Gangrel - 504-656-4548
    Bob Poland, Delegado, seu "parceiro" - 504-611-2138
    Michele Walk, Delegada, sua "parceira" - 504-531-9555
    Leone Thompson, Xerife, seu "chefe" - 504-565-3206
    Karen Rippel, Informante Ventrue - 505-688-2070
    Dravos Rimmar, Assassino de Aluguél - 504-701-4664

    Indo para a cozinha do apartamento você fica atenta aos seus sentidos mais fortes, tentando ouvir qualquer coisa fora do normal. Assim um pequeno som de apito eletrônico bem baixo lhe foi ouvido vindo de uma caixa de ferro presa na parede da cozinha. Instintivamente abrindo a mesma deu para ver uma série de oito câmeras de vigilância ao redor do perímetro. Algo inútil para uma boa ofuscação. Entratanto fora esse som e o do gerador, a casa se mostrava vazia. Assim se aproximando da geladeira que aparentava recém comprada, vós viu mais uma anotação em papel amarelo colada na mesma. Era claro que a anotação devia ter vindo de um carniçal, pois nenhum cainita se preocuparia em escrever aquilo.

    Anotação da Geladeira:

    Apenas em Caso de Emergência:
    2 Bolsas: A+
    3 Bolsas: A-
    2 Bolsas: B+
    3 Bolsas: B-
    1 Bolsa: AB+
    2 Bolsas: AB-
    4 Bolsas: O+
    1 Bolsa: O-
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por Stian Jogador em 13/4/2016, 21:41

    Um tanto confusa com aquele sangue todo dentro da geladeira, a Gangrel caminhou em direção ao telefone e tirou o mesmo do gancho, verificou se havia linha e discou os números.

    "504...598....3266...isso mesmo, vamos ver o que Desmond tem a me dizer sobre este novo objetivo, com certeza alguma influência útil para mim ele terá...ele sempre tem..."

    A cainita aguardando a ligação se completar, caminhou por entre a casa que mostrava-se como seu novo domínio, inteiramente dela e ainda melhor, declarado por alguém da Camarilla. Havia também um novo posto dentro desta seita que ela havia mantido distância tanto tempo, porém agora, usufruiria ao máximo de suas particularidades.

    Parando ao lado do baú, levantou a tampa do mesmo com apenas uma das mãos espiando por dentro do mesmo, o conteúdo poderia até mesmo lhe assustar inicialmente, mas se aquele lugar era seu, provavelmente trataria de ser algo útil.

    Quando Desmond atendesse o telefone do outro lado, ela iria em direção as cartas e molho de chaves colocados no outro canto da cozinha.
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 637
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por King Narrador em 18/4/2016, 18:08

    Ao abrir o baú pôde ser visto uma arma de alta qualidade desmontada ali dentro. A mesma parecia possuir silenciador e mira laser. Junto de três pentes de sete balas. Cada munição parecia como um pequeno míssil. Se mostrava uma arma que poderia ser eficiente à até meia milha ou mais de distância. Havia também duas granadas militares dentro da caixa. Todos os elementos numa cor escura.

    Interior da Caixa:


    Já com o telefone tocando você se aproxima da mesa que estava os outros objetos à sua utilização. Havia um maço de chaves com uma etiqueta em cada chave. A maioria abria criptas, mas algumas abriam portas do Elysium e outras até da sede da Camarilla. Já as cartas haviam pequenos textos em cada uma. As duas primeira não tinham remetentes, mas possuíam destinatário, ao qual estava escrito Xerife e Delegados. A última estava como remetente Daniel Muriel e endereçado precisamente para ti. E então o telefone finalmente, depois de mais de dez toques, é atendido do outro lado. Uma voz calma e fria atende.

    - Desmond falando. Vejo que aceitou seu novo cargo "raposa". Não se preocupe, essa linha é segura.


    Última edição por King Narrador em 23/4/2016, 17:32, editado 1 vez(es)
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por Stian Jogador em 19/4/2016, 23:56

    Natalie pega um dos pentes da arma enquanto ouve a voz de seu aliado Desmond desapontando no outro lado da linha. Como esperado, o equilibrado e reservado aliado, ela então respondia em bom tom:

    - Boa noite Desmond, estou bem, obrigado por perguntar. "Raposa", realmente odiei esse codinome de última instância. Bem, encurtando a conversa, porque essa chuva não parece ter fim, já estou incomodada de ter despertado hoje no meio desse alagamento maldito. Enfim, estou conhecendo minha nova casa provisória, a Harpia me disse que poderia ficar por aqui investigando algo que ela me pediu...a propósito, você tem alguma informação para mim?

    Desmond, do clã Giovanni, no entanto pelo que soube é uma ramificação diferente da família, advinda de algum outro matusalém importante. As legalidades entre os clãs não chamavam a atenção da Gangrel, embora conhecer seus aliados melhor do que seus inimigos, era algo comum para ela. O Giovanni era um aliado já antigo, e sabia que podia contar com ele.

    As cartas lhe eram curiosas, já havia algo com seu nome aguardando por ela, logo dava a entender a necessidade de sua participação, o clã Toreador realmente estava desesperado para um movimento tão brusco em prol da retomada de poder na cidade.

    A Gangrel soltou o pente ao lado da pilha de cartas, enquanto tentava abrir aquela com seu nome para verificar o conteúdo.
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 637
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por King Narrador em 20/4/2016, 15:29

    - Nomenclaturas servem para encurtar nosso trabalho de conversa Natalie. Tenho muitos problemas acontecendo por todo o território de minha família, mas você e Simone são boas aliadas. Logo direi o que sei. Confirmo que o Príncipe e o Senescal entraram em torpor. A Primogênita do Sangue Azul e das Rosas também. Da mesma forma que a dos Nosferatus e dos Brujah também. Ainda estou averiguando sobre os Malkavianos e a capela está silenciosa demais. E lhe dou aquilo que queria ouvir, Theodore adormeceu também. O que deve ser a gota d'água para os Gangreis finalmente desertarem nesta cidade.

    Enquanto Desmond falava tentando manter um tom calmo, mesmo podendo sentir um ar de preocupação vindo do mesmo, você abria a carta. Não era uma carta com lacre formal como as outras. Mas a escrita na mesma se mostrava impecável.

    Carta:
    Boa noite minha cara Natalie Smith.

    Sou Daniel Muriel e sou o cuidador da casa ao qual és agora sua residência. Tenho a responsabilidade de manter em boas condições as moradas de todos os delegados da cidade. Assim, no início de cada noite deixo suas correspondências em mãos. Da mesma forma que tento suprir um carregamento de materiais que for de seu agrado e pô-los em ordem. Como não sei que estilo militar a senhora prefere para manter sua segurança, deixei um Fuzil M-16 no baú da sala. Da mesma forma que supri sua geladeira com todos os tipos de gostos sanguíneos, afinal ainda não sei o seu sabor preferido. Normalmente escolhem o "O Positivo", mas eu não gosto de me arriscar.

    Deixei com você uma lista de telefones que a Senhora Girani me passou, junto com os dos outros Delegados e do Xerife. Lhe garanto que ligar para qualquer um desses números será uma ligação segura. Não garanto para outros. Amanha já terei conseguido para a senhora um barco de hélice para facilitar sua locomoção nesta cidade inundada. Peço perdão por não ter conseguido já ter providenciado isso. Da mesma forma que pude apenas lhe oferecer uma cama para passar o dia, sem saber de seus gostos de sono preferencial. A Harpia também deixou para vós um maço de chaves que disse para ser usado quando lhe for necessário, e dei a liberdade de colocar na gaveta do armário 2500$ dólares e dentro do mesmo oito peças de roupas sofisticadas, junto com uma capa de chuva.

    Qualquer coisa em específico que queria pedir a mim para eu lhe prover, basta escrever e deixar a mensagem onde você encontrou esta carta. Para escrever, tem embaixo da mesinha uma gaveta com um tinteiro e papeis. Caso... necessite se desfazer de algum corpo, apenas o deixe no box do banheiro atrás da cozinha que providenciarei isso também quando eu fizer a limpeza matinal da residência.

    Eternamente grato, seu fiel mordomo.

    Daniel Muriel
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por Stian Jogador em 20/4/2016, 22:51

    Ouvindo as informações sobre praticamente todos os Membros mais antigos estarem em torpor, Natalie se encosta na porta da geladeira, suas costas deslizam na mesma até que pare sentada em frente ao eletrodoméstico. Era engraçado para ela que vivia sempre na solidão e a única presença que acostumara-se era de seus "animais de estimação", um mordomo ou serviçal próprio.

    Ela abriu um sorriso ao ler a carta, principalmente na parte onde falava sobre as roupas sofisticadas. As informações de Desmond eram realmente muito útei, no entando eram necessários maiores detalhes:

    - Veja bem, essa aliança ou prestação de serviço para com os Toreadores é realmente muito nova para mim. Apesar de ter aceitado de bom grado, é tudo muito novo, localizar o antigo Príncipe, é algo que não fazia sequer ideia por onde começar. No entanto, acabo de perceber que há mais informações neste meu novo refúgio do que procurando a esmo nestes pântanos.

    Natalie fez uma pausa enquanto mantinha os olhos fixos nas chaves, enquanto comentou com seu aliado Giovanni quando lhe disse sobre as informações no próprio refúgio.

    "Essas chaves de criptas do cemitério, deve haver algo de interessante lá, para que eu precise destas pequenas...um mordomo? Os Toreadores possuem hábitos peculiares, aquela coisa enorme no baú com certeza seria muito útil, se eu soubesse sequer montar aquilo...pois bem..."

    - Desmond, meu querido necromante, há algo que eu possa fazer pelos seus domínios? Afinal, quando os gatos dormem, os ratos comem seus rabos...
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 637
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por King Narrador em 21/4/2016, 16:29

    Você escorrega lentamente pelo frio eletrodoméstico até sentar ao chão. Ainda observando aquelas cartas lacradas e maço de chaves. Era como se o prefeito tivesse lhe dado a chave mestra da cidade. Entretanto o prefeito era um carniçal da irmã de Desmond, um homem de muitos contatos. Então do outro lado da linha, seu aliado prossegue com as informações.

    - Simone me disse que ela conseguiu aliança com aquela Sangue Azul que foi banida e fugiu para os anarquistas de Baton Rouge. A mesma disse que sua memória foi fragmentada pela sua senhora muitas vezes para conseguir ser muito útil. A Harpia está fazendo uma grande varredura no cemitério de Metairie agora mesmo. O que resta para fazer busca são os lugares menos seguros, como o centro de reunião do principado, o Elísio e as casas dos membros da corte. E mesmo com os pistolões dormindo, os Nosferatus só toparam em averiguar as criptas. Logo é ai que você entra com seu novo passaporte, chaves e seu ótimo estilo de infiltração. E sobre meu território, agradeço seu convite, mas por hora é mais problemas com a comunidade humana. Mas saiba que quando eu precisar de ajuda, eu pagarei bem. E da mesma forma, quando você tiver uma boa informação da sua investigação, eu pagarei bem. Foi um prazer falar com você Natalie, espero ter sido útil.
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por Stian Jogador em 22/4/2016, 17:44

    - Problemas com humanos? Isso não parece algo tão complicado assim, ainda mais com essa chuva toda. Pessoas desaparecem em alagamentos, sabia? Agora voltando, qual Sangue Azul banida se refere?

    Disse Natalie enquanto ria inocentemente ao telefone, ouvindo as palavras do Giovanni, ela diz zombeteiramente após a identificação do Ventrue citado:

    - Raposa, desligando.

    Após o telefone estar desligado, ela o coloca na base e pega o pente da arma que havia deixado sobre a mesa. Devolve o mesmo ao local de origem, e tranca o baú guardando a chave no bolso de sua calça. Ela então procura por mais alguma carta com informações relevantes, como aquela escrito "Ao Xerife e Delegados". A busca precisava iniciar, e seus metódos eram um pouco diferentes dos Nosferatu locais. Embora fosse aliada do clã, não dividiam serviços, os metódos é que agregavam valor.

    Ela então procura a caneta e o papel, deixaria uma mensagem para seu novo mordomo.
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 637
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por King Narrador em 23/4/2016, 23:10

    - Karen Rippel.

    Desmond nunca foi tendencioso para um lado humorado. O seu tom frio entranhou em suas últimas palavras depois de sua descontraída risada. Assim a ligação terminou lhe deixando em seu quarto junto de seus novos recursos. Não proveu nenhum esforço achar a gaveta onde estava um bloco de papel e um equipamento de tinteiro e um quite de penas. Tecnologia bastante ultrapassada, mas em ótima qualidade para poder redigir uma carta. E enquanto você pegava esse material, com sua outra mão abria as duas cartas. Para então poder Lê-las.

    Primeira Carta:
    Alerta. Foi visto no início desta noite movimento das Ahrimanes atravessando o Mississípi. Pelo menos duas canoas cheias de membros foram avistadas. Elas foram vistas pela última vez se direcionando para dentro do território dos Giovannis Tradicionais. Mais nenhuma informação foi dada sobre movimentos do Sabá. Entretanto o acordo territorialista foi totalmente violado. É necessário aos delegados avaliar o nível de poder desta investida para ser possível realizar uma contra medida. Qualquer batedora do bando deve ser abatida a todo custo e levada ao Xerife.

    Segunda Carta:
    Movimentos suspeitos dentro do Mercedes-Bens Superdome. O território do Mr. Dillan Wolks foi oferecido para a comunidade humana como refúgio da tempestade. Entretanto atividades suspeitas são reportadas a todos os instantes. Foi avistado dois barcos com material de sedativos e macas adentrando o estacionamento do estabelecimento. Junto da presença de inúmeros membros do clã Brujah. Investigar a situação e reportar para o principado é uma tarefa de urgência.
    avatar
    Stian Jogador

    Mensagens : 175
    Data de inscrição : 23/11/2015
    Idade : 26
    Localização : Esteio...tchê!

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por Stian Jogador em 27/4/2016, 08:36

    "Problemas de mais para a primeira noite...preciso falar com o Xerife..."

    Natalie pegou novamente o papel que estava em seu bolso com os numeros ao lado do telefone, e busca rapidamente com os olhos o contato do Xerife de NO. Ela lembrava-se vagamente do mesmo em seus últimos serviços e também de quando foi procurada pelo mesmo para se apresentar ao Príncipe agora em torpor.

    "Maldita água...maldita chuva..."

    Discou os numeros e segurou o telefone com a cabeça, pressionando-o contra o ombro, enquanto chamava, começou a escrever para seu novo "mordomo".

    A carta começava:

    "Querido Daniel, pode me chamar apenas de Raposa, será o bastante para você me conhecer.


    Estranho o fato da sua presença não ser encontrada esta noite no refúgio, mas teremos tempo para explicações posteriormente. As anotações e cartas foram muito úteis, realmente devo te agradecer o trabalho que teve e em relação ao baú, bem eu posso dizer que prefiro algo mais discreto.


    Não tenho preferência por sangue de tipos especificos, e estas roupas que me deixou, claramente advém de um gosto peculiar dos Toreadores locais. Como disse anteriomente, haverá tempo para acostumar-se com minha presença aqui.


    Preciso de uma pistola, semi-automática de preferência, e com munição suficiente para lutar no Vietnã. Eu pediria uma bazuca, mas acho dificil de esconder.


    As noites em New Orleans, serão muito escuras daqui para a frente.


    Boa noite."

    Se o telefone chamasse enquanto ela estava escrevendo, esperaria para continuar escrevendo depois, concentrar-se no Xerife era mais importante naquele momento.
    avatar
    King Narrador

    Mensagens : 637
    Data de inscrição : 19/02/2016

    Re: Natalie Smith - Ato II - Contacts

    Mensagem por King Narrador em 1/5/2016, 00:11

    Com a carta escrita o telefone finalmente foi atendido. Do outro lado da linha uma voz grossa com um tom de voz acelerado atendeu. O mesmo começou a falar sem poucos rodeios. E deixou muitos poucos espaços para resposta de sua parte. Parecia que o mesmo era consumido pela adrenalina.

    - Boa noite! Natalie né? Vou te chamar de Nath. Espero que você não debande como os outros Gangreis fedidos. O puto do Boby acabou de me mandar um fax de despedida. Pelo menos ele teve a decência de se comunicar. Bom... Ouvi falar muito bem de você vindo da Harpia das Rosas. E se já está se sentindo em casa, saiba que temos muitos trabalhos pela frente. Temos que manter a ordem na cidade antes do conclave. Presumo que já leu as cartas de alerta. Óbvio que mandei sua nova parceira Brujah, a Mike, falar com o megalomaníaco do Wolks. O que significa que preciso de sua ajuda em entender o que as Ahrimanes estão fazendo na cidade. Mas se você tem algum problema pessoal com essa linhagem que já depravou muitos bons Gangreis, temos a Catedral e o Helysium para montar guarda e impedir que dê mais merda hoje.

      Data/hora atual: 22/10/2017, 17:14