WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Ato XIII - O Passado e o Presente

    Compartilhe
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 6/8/2017, 00:23

    Seu primeiro comentário deixava um brevíssimo avermelhado na face de Francesco, o homem prontamente reagia fazendo uma espécie de careta divertida que fazia quando era bem mais jovem. Assim ele então se levantava e se espreguiçava outra vez, pegando uma última uva e comendo-a enquanto ouvia a sua frase sobre Yer. Concordando com a cabeça ele afirmava:

    -Será importante que ele encontre em vocês um porto seguro, já passou do tempo e o mesmo recentemente abraçou uma nova prole que ele já se recusa a chamar de filha. Parece um prelúdio, afinal Bash vive para o amor, isso é incontestável.

    O experiente vassalo então estendia a mão na sua direção assim que o vitae muito bem preparado e suavemente temperado pelo óleo de girassol chegava ao fim. Dessa forma, ele a convidava ao banheiro do quarto para cortar seu cabelo outra vez.

    -Sabe, eu ainda tenho a curiosidade de vê-la com uma única e longa trança. Mas devo admitir, seus cabelos curtos ficam extremamente charmosos! E sobre tratar de seus cabelos, podemos chamar Lena, acredito que ela terá milhares de cremes e dicas. O que acha?
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 6/8/2017, 11:16

    Sorrio diante da face avermelhada de Francesco, não posso evitar o elogio afinal sempre adorei o trabalho fantástico de Cesco, por mais que meu sombreamento fosse bom o de meu querido amigo sempre me pareceu perfeito, beirando ao realismo profundo.

    – Um preludio bem interessante eu diria, só me pergunto como as filhas dele reagiram a isso. De qualquer forma Yer será sempre bem recebido aqui, espero que isso faça bem a ele, porque nos fará bem.

    Eu comentava enquanto me levantava para acompanha-lo, ouvir sobre uma longa trança me faz ponderar um pouco, a ultima pessoa que havia trançado meus cabelos fora minha querida mãe, desde então eu poucas vezes o usará assim, sempre preferindo os feios coques do que a trança.

    “Talvez eu use assim quando ele fizer o quadro, tenho certeza de que ele adoraria essa surpresa.”

    Beijando de leve a mão que me guiava eu sorrio a Cesco com carinho, um gesto que eu sempre quis fazer sem medo de que Elonzo nos repreendesse por isso.

    – Eu o usava curto em Madrid, me ajudava a trabalhar sem me preocupar de ficar prendendo-o. Acho uma ótima ideia a sua, Lena deve entender disso muito bem e eu nem tenho ideia por onde começar Cesco.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 6/8/2017, 17:50

    -Amor nunca fará mal a um coração ferido, essa é a maior de todas as lições que pude aprender...

    Comentava Francesco que a guiava pacientemente até o banheiro, mas antes, fazendo uma curta pausa para desviar o caminho, até a poltrona que tinha ao lado uma mesinha onde havia um abajur, um livro e dois celulares carregando. Pegando um dos celulares ele então seguia contigo finalmente até o banheiro.

    Banheiro:

    Cesco prontamente mandava uma mensagem par a Lena quando vocês entravam no banheiro, o homem então seguia até o banquinho posicionado próxima a banheira e o colocava a frente do espelho esperando que você se sentasse. Assim ele sorria para você, olhando para o seu reflexo enquanto iniciava a ação de pentear seus cabelos.

    Instantes depois, Lena adentrava o quarto e posteriormente o banheiro. Trazendo consigo um verdadeiro arsenal de cremes! Sorridente a russa adentrava perguntando:

    -Oi, oi! Uau Cesco adorei você assim de pijamas! Então como estava o café? Exagerei né?!

    O homem sorria, convidando a jovem a se aproximar e ajudando ela a colocar os cremes sobre a pia, dando um beijo na face da mesma e retribuindo o abraço que ela dava nele.

    -Foi um maravilhoso desjejum querida!

    Lena sorria e perguntava à você:

    -Perfeito! Então, Pita vamos ao seu cabelo. Qual é o plano de ação?
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 6/8/2017, 18:40

    Não posso discordar de Francesco, era claro que Yer precisava ser amado da mesma forma que amava as pessoas ao seu redor, eu só esperava que meu menino pudesse encontrar alguém que curasse suas feridas.

    – Tens razão meu querido, toda a razão. Vamos torcer por Yer e por seu coração!

    Seguindo Francesco não posso evitar de rir ao vê-lo pegar o celular, deixando que este me posicionasse da melhor forma possível fico curiosa diante da mensagem que era enviada por Cesco.

    Um suspiro escapou de meus lábios quando as mãos de Francesco começaram a trabalhar, a escova parecia brincar por minhas madeixa no mesmo instante que Aylena adentrava no banheiro, a grande variedade de produtos que a russa trazia revelavam o conteúdo da mensagem enviada por Francesco.

    “ Espero que ela não queira usar tudo isso no meu cabelo, ele vai ficar curto!”

    Rio com meus pensamentos durante a troca de cumprimentos de Cesco e Lena, ouvindo a pergunta da jovem sorrio com carinho ao respondê-la.

    – Meu cabelo precisa de um pouco de cuidado, pelo menos é o que o Lorenz e Eva disseram, como nunca me importei muito não sei nada sobre isso mia amata. Podes me ajudar com isso?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 6/8/2017, 20:20

    -Se eu posso?!

    Ela olhava na sua direção e sorria, sem se conter ele dava alguns pulinhos alegres e beijava a sua face, um beijo longo e divertido. Em seguida ela corria e se jogava num abraço no Cesco, rindo ela parecia eufórica! Causando uma boa risada no homem e na sua besta que entrava curiosa no banheiro. Assim a russa soltava o italiano e corria até a pia outra vez, separando as garrafas e potes de produtos.

    -Vamos lá, shampoo, condicionador, creme para pentear, hidratante e controle de frizz, para cacheados, para rebeldes e secos. Uhmm... Oleosos? Acho que não, são tantas opções! Certo!

    Ela se virava com um sorriso que parecia não caber mais na própria face, Cesco perguntava curioso:

    -E então querida?

    A moça respondia animadíssima.

    -Vamos primeiro lavar os cabelos da Pita, podemos né Pietra? Bem, depois usamos um shampoo e um condicionador, faremos o corte e usaremos um creme para pentear. Mas Senhora, posso lhe pedir permissão para criar pequenos conjuntos de produtos para que você comesse a usar rotineiramente?
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 6/8/2017, 20:42

    A pequena explosão de alegria de Aylena com toda a certeza me pega de surpresa, afinal nunca a tinha visto tão alegre assim, retribuo o beijo que recebo na face só para ver minha pequena ser atraída para o banheiro com um riso nos lábios.

    “Até parece que recebeu um presente muito desejado! Se isso a deixa feliz, quem sou eu para negar”

    Um riso escapa de meus lábios quando vejo Lena listar os diversos produtos que havia trazido consigo, ouvir as utilidades dele me faziam suspirar, era certo que eu teria que aprender muito, mas seria um cuidado recompensador, afinal meu corpo estava mais vivo do que nunca e merecia cuidado.

    Feliz eu concordo com um movimento rápido e positivo a pergunta de Aylena, afinal a jovem estava se esforçando para cuidar do que eu havia pedido.

    – Eu adoraria isso mia amata, se não for abuso eu também lhe pediria algo para deixar a pele macia, Berlim é fria e o frio não faz bem pra pele.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 7/8/2017, 02:06

    -Claro! Vai ser um prazer Pietra!

    Respondia a eufórica jovem que não se importava em deixar muito claro o quão alegre ela estava em poder compartilhar contigo a vasta sabedoria que ela possuía com cosméticos. Assim, cuidadosamente ela começava a explicar o básico sobre cremes faciais e outros hidratantes enquanto ajudava Francesco a prepara tudo, assim o "ritual" para o corte do seu cabelo era feito, usando as torneiras para lavar e cuidar com bastante calma deles, para só então depois de enxugar o excesso de água deles, fazer o corte. Com a ajuda de Lena o processo era muito mais rápido e o sucesso da empreitada muito mais garantido! Seu cabelo ficava lindo e claramente mais brilhante e charmoso! Lena ainda se dava ao trabalho de perfumá-los com suavidade e assim, enfim você estava prontíssima para mais uma noite em Berlim.

    -Bem, acredito que a essa altura Thesa já esteja posicionando os pretendentes a vassalo de Eva. Evangeline escolheu dez homens ontem a noite, mas hoje irá decidir que apenas dois ficarão, eu estou indo ajudar se isso não for um problema é claro! Vocês também vem?

    Questionava Lena, enquanto Cesco arrumava os objetos e também dizia de uma maneira bem tranquila.

    -Dependo da decisão de minha Senhora, mas de qualquer forma eu ainda preciso me arrumar.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 7/8/2017, 08:43

    Ver a pequena euforia de Lena me deixava feliz, afinal era inegavel que a jovem tinha uma das peles mais bem cuidadas que eu já havia visto e seus cabelos mesmo que pintados em um tom mais vermelho eram lindos e bem cuidados.

    Minha pequena sorria sentando-se no vaso para nos acompanhar, feliz por poder nos observar enquanto eu era cuidada, a pequena farejava os cremes gemendo para me indicar quais havia mais gostado do cheiro, isso me fez rir com carinho.

    " Essa pequena com toda a certeza seria bem cuidada por Lena, mais do que eu estou sendo agora!"

    Suspirando ao ver meu cabelo depois de tratado e cortado, não consigo evitar de beijar as faces de Cesco e Lena como agradecimento pelo resultado final, na jovem russa chego a dar uma leve mordida apenas para abraça-la. Ouvido as palavras de Lena eu concordo com um breve aceno ponderando sobre a questão.

    - Seria adequado acompanhar Ettie, mesmo com a ajuda de Yer ela é bem capaz de ficar indecisa. Arrume-se com calma Cesco, eu acompanho Lena e quando você estiver pronto venha nos encontrar, Fredy ainda demorará um certo tempo para despertar, mas eu gostaria que você o ajudasse no que ele precisar.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 7/8/2017, 11:34

    Lena demonstrava uma certa dificuldade para entender quem seria Ettie, todavia, a sua própria palavra já dava a ela a perfeita condução para que ela pudesse compreender bem rápido quem seria Ettie. A resposta de Cesco então vinha de maneira bem tranquila e clara:

    -Claro queridas, irei me arrumar e prontamente irei aguardar para prestar toda a assistência que o nosso Arcebispo necessitar.

    Ele então começava a terminar de abrir os botões da camisa, olhando brevemente na sua direção e sorrindo, para virar de costas e tirar a camisa antes que vocês duas terminasse de sair do banheiro. Lena fazia uma curta pausa para espiar e segurava a risada, para então apertar o passo e abrir a porta do quarto para que você saísse por ela.

    Assim, comentando quando vocês duas estivessem enfim sozinhas e em direção ao local onde Eva faria as escolhas dos vassalos e pelo caminho que Lena tomava, seria no clube.

    -Ele é um homem bastante único né Senhora? Assim, Lorde Alfonsus é muito mais lindo, mas Francesco tem uma presença, sabe?! Ah, céus porque estou falando disso, me desculpe Senhora... Ainda estou me acostumando com minha posição, não quis ser indiscreta ou indelicada!

    O tom de voz dela inicialmente era tranquilo, despojado e ela parecia estar conversando com uma amiga muito próxima. Mas os reflexos do laço que estava sendo forjado a fazia repensar a própria ação e isso a fazia sentir-se um pouco assustada por tratá-la com tanta intimidade.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 7/8/2017, 14:18

    Sorrio com carinho ao ver a dificuldades de Lena com o novo apelido de Eva, mas o reconhecimento de quem eu mencionava me deixava aliviada, afinal o novo e carinhoso apelido de Eva escolhido por Yer agora faria parte no pequeno arsenal de nomes a minha musa.

    – Obrigada mio amato, Friedrich ficará feliz com o suporte.

    Eu respondia a Francesco, a ação deste de abrir os botões da camisa e se virar de costas me divertiu, ainda mais quando Lena ficou um pouquinho para atrás só para aprecia-lo um pouco mais, do lado de fora do quarto não pude conter o riso diante da jovem e suas palavras.

    “Lorde Alfonsus! Alfie adoraria escutar isso de Lena.”

    Entrelaçando meus braços a de Aylena, beijo com suavidade sua mão para responde-la com carinho.

    – Quanto mais velho e mais perto de Caim estamos, maior nossa presença natural, é uma forma de medirmos forças sem ter que usar métodos mais físicos, infelizmente isso pode soar muito predatório ao inconsciente dos mortais, por isso é aconselhável escondermos nossas presenças. Como Francesco não é um cainita a presença dele é mais humana e agradável, mas caso ele queria pode demonstrar a força que tem, ele o fez durante a apresentação, você deve ter notado.

    Sorrindo com carinho para Lena e suas desculpas, faço questão de para-la e segurar seu corpo pelos ombros, é em seus olhos que procuro para lhe falar.

    – Escute bem Aylena, antes de minha vassala és minha amiga, já fizeste parte de meu rebanho e me conhece bem, não tem porque me tratar por senhora quando estamos sozinhas ou com aqueles que me são íntimos. Diante da Espada ou de desconhecidos eu agradeço esse tratamento. Ok mia ragazza?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 7/8/2017, 19:47

    Local: Berlim, Malefice.  
    Data: 22 de Março de 2002: A Seria e o Poeta.

    De braço cruzado com o seu, Lena ouvia com bastante atenção e cuidado as suas palavras, interessadíssima. Concordando positivamente em algumas das suas palavras e sorrindo realmente feliz e aliviada por não ter cometido nenhum deslize.

    -Entendi sim Pietra, de fato nós já nos conhecemos a bastante tempo. Mas agora é um pouco diferente, existe uma pressão que estou lidando, estou rodeada por seres fantásticos! Você é maravilhosa, Friederich parece um Rei que saiu dos contos de fadas, Francesco é um homem que eu nunca sonhei em ver nada vida e Evangeline é linda em uma infinidade! Estou me acostumando sabe? Não quero ser invisível ou cometer muitas falhas, quero que todos olhem pra mim e fiquem surpresos! Porque eu sei, não nasci para ser pouca coisa... eu sei!

    A confiança de Lena era impecável! Um tesouro incalculável que precisaria de uma cuidadosa lapidação, por sorte, não haviam mãos mais hábeis neste mundo do que as suas. E assim, lado a lado vocês caminhavam até chegarem ao clube. O local estava fechado porque a noite havia começado a pouco tempo para os cainitas comuns, as cadeiras ainda estavam em sua maioria sobre as mesas e no centro, havia uma fila de dez homens loiros e fortes, lindos e com uma aparência dentro do inicio da vida adulta deles. Perfeitamente alinhados e em silêncio, à frente deles estava Evangeline e ao lado dela, Yer.

    Eva com um corte de cabelo inesperado e magnífico, andava olhando na face de cada um dos homens, fazendo uma ação vulgar de puxar a calça desses para frente e espiar o conteúdo, dispensando logo quatro dos ali presentes só nessa análise pouco ortodoxa. Ela então olhava para Yer e perguntava:

    -Yer, hora da sua pergunta.

    O rapaz sorria e comentava:

    -Obrigado Ettie... Bem, aos seis que sobraram. Minha pergunta é: Qual é a parte mais artística do corpo humano?

    Dois dos homens se entre olhavam e imediatamente Eva fazia um sinal os dispensando. Assim, restavam quatro. E as respostas vinham:

    -Os olhos, afinal eles são a janela de nossas almas.

    O outro homem afirmava:

    -As mãos, são com elas que podemos explorar o mundo e suas maravilhas.

    O terceiro dizia:

    -Os pés, é com eles que resistimos as tempestades e com eles que forjamos nossos caminhos.

    O quarto finalizava:

    -Nossos ouvidos, não há nenhuma possibilidade de vida para mim no silêncio, simplesmente não há. Infelizmente não sei tocar absolutamente nada, tão pouco dançar, mas é com os sons que eu consigo sobreviver.

    -Você e você, se apresentem por favor e os outros, vão embora seus enfadonhos.

    Eva apontava para o terceiro e para o quarto.

    -Tristan  Rosengarten.

    Apresentava o terceiro enquanto os outros dois saiam do Malefice.

    -Stefan Von Bothmer.

    Afirmava o quarto.

    Eva animada se aproximava dos dois homens, puxando-os pelas mãos até a sua direção. Ela estava extremamente feliz!

    -Mon amour! Veja, veja! Yer me ajudou mesmo a encontrá-los!
    Npcs em cena:
    Cainitas:
    Evangeline Bourseiller
    Imagens:

    Roupas:
    Corte de Cabelo:
    Sebastian Soyer
    Imagens:

    Roupas:
    Os Escolhidos de Eva:
    Stefan Von Bothmer
    Imagens:

    Roupa:
    Tristan  Rosengarten
    Imagens:

    Roupa:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 7/8/2017, 22:04

    Um alivio se apossa de mim quando Lena compartilha de sua insegurança, mesmo assim não posso deixar de rir diante da confiança transbordante da jovem russa. Com carinho a puxo para beijar sua testa e lhe apertar o nariz.

    – Eu tenho a absoluta certeza de que serás grandiosa um dia, mas tenha calma mia ragazza, ainda és jovens e está aprendendo, o tempo tratará de lhe dar firmeza e conhecimento. Nós a enxergamos e nos preocupamos com você mia ragazza.

    Comentava para acalmar e livrar Aylena de qualquer dúvida e ansiedade que pudesse ter sobre a vassalagem, aos meus olhos a jovem de cabelos vermelhos cresceria de forma estrondosa quando chegasse a hora, mas era necessário um preparo e por sorte eu teria ajuda nesse processo.

    “Cesco está certo, tenho que cuidar de minhas meninas, elas merecem isso e precisam.”

    Adentrar no clube ver a bela quantidade de rapazes que ali estavam enfileirados me fez rir, porem o novo corte de cabelo de Evangeline arrancou o ar de meus pulmões com um suspiro longo, o mar dourado havia sido podado dando espaço a uma rebeldia que caia bem a Eva.

    Minha pequena segurou em minha mão gemendo baixinho pela beleza de nossa musa, algo que compartilhei com alegria, isso até o pequeno método de julgamento de Bela se tornar presente, isso arrancou risadas de minha pequena que concordava plenamente com isso.

    Usando da ajuda de Yer, não pude deixar de sorrir ao ver Eva escolher seus futuros vassalos com rapidez e confiança, meu sorriso é claro apenas aumentou quando minha musa os trouxe para perto apresentando-os como uma conquista.

    – Sorte nossa que Yer pode lhe ajudar Bela, eu não sei se teria sido de grande ajuda.

    Comentava ao me aproximar e dar um suave beijo nos lábios de minha musa, meus olhos se voltaram para os dois ganhadores enquanto eu fazia uma leve mensura para cumprimenta-los.

    – Sejam bem vindos rapazes!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 7/8/2017, 23:38

    Eva retribuía a saudação carinhosa que seus lábios davam a ela, sorridente ela primeiro deixava os homens que ela havia escolhido lhe saudar, ambos faziam uma saudação simples, abaixando as cabeças e fazendo uma curta mesura. Soyer se aproximava com as mãos no bolso, observando-a com uma suave admiração, era fácil notar o nervosismo que rapaz que queria correr e lhe abraçar, mas aguardava uma oportunidade.

    -Pietra! Eles ainda tem muito aprender eu sei, mas gostei deles. O que você achou?

    Eva então aguardava a sua resposta para tomar a face de Lena e beijar a face da ruiva, dando boa noite à mesma:

    -Você foi linda ontem querida, linda!

    Aylena respondia sorridente e ligeiramente avermelhada:

    -Por favor Eva, eu só... dancei um pouquinho!

    Eva olhava na sua direção e afirmava:

    -Sabia que Lena é uma dançarina bem vulgar querida? Ela até tirou a camisa ontem, tá ficou com aquele sutiã lindo e preto, mas adorei!

    A face de Lena ficava mais vermelha ainda e a mesma mostrava a língua para Eva, arrancando risadas da jovem. Todavia, Soyer não se aguentava mais e atravessava todo o caminho que separava vocês dois, movendo as pessoas da frente e isso incluía a própria Eva que não se importava com a ação de Yer. Ali, seu irmão mais novo a abraçava com força! Murmurando no seu ouvido:

    -Finalmente eu consegui vê-la, irmã eu tenho um pedido, mas não quero ser egoísta... Posso passar essa noite contigo? Podemos desenhar, conversar, pintar, qualquer coisa...
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 7/8/2017, 23:58

    Sorrio feliz diante da animação toda de Eva, o cumprimento suave dos dois escolhidos me deixava animada, afinal demonstravam ter um senso de etiqueta suave, o que era um bom começo para ambos, depois é claro de serem aceitos por Eva.

    – Ettie, é feio falar assim na frente deles, mas posso comentar que são encantadores.

    Comentava de forma educada, minha pequena claramente rondava Stefan e Tristan julgando-os pelo cheiro, ela parecia concordar com meu comentário, meus olhos não deixaram escapar os movimentos de Yer, a impaciência de meu irmão me fez sorrir para este com carinho.

    “Yer não mudou nada, parece uma criança querendo seu brinquedo favorito!”

    A brincadeira de Eva com Aylena me faz rir, é bom que as duas estejam se dando bem, já que eu havia temido justamente o contrário, minha pequena correu junto de Yer para me abraçar, o sussurro em meus ouvidos me fizeram rir ao aperta-lo em meus braços, agindo de forma rápida o tomo pelas mãos ao comentar de maneira decisiva.

    – Bom mia Bella Ettie, vou levar mio ragazzo para conhecer meu ateliê, Aylena lhe dará suporte nesta primeira noite, afinal você tem que cuidar de seus escolhidos e eu sugiro que isso comece hoje.

    Sem esperar pela resposta de Eva, puxo Yer pelo caminho do meu ateliê sussurrando.

    – Essa noite você dorme comigo né?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 8/8/2017, 00:21

    Evangelina se divertia com as suas reações e concordava tranquilamente com a sua fala, tomando a mão de Lena e comentando:

    -Até mais tarde linda, vou cuidar da educação dos rapazes e trocar algumas coisinhas com a Lena sobre ontem!

    Lena olhava na sua direção e dava um tchau rápido e alegre:

    -Pietra se precisar de algo, por favor ligue para mim ou para Thesa sim?! Até mais tarde Senhora!

    Sebastian segurava seu braço e ficava bem pertinho de você, esticando a outra mão para puxar a sua besta para perto, trançando o braço livre com o dela também. Ele respirava fundo ouvindo a sua pergunta, a felicidade era tão honesta e pura que encantava o seu coração:

    -Por favor, eu realmente quero muito irmã, muito. Não queria mantê-la distante das suas filhas ou aprendizes, mas eu... senti tanta falta da minha irmãzona sabe?

    Havia ali uma breve regressão aos tempos de neófito, o amor nítido, a delicadeza e principalmente o quanto ele adorava falar em italiano contigo. Assim, lado a lado vocês três adentrava o ateliê para notar ali um objeto novo e inusitado, um enorme sofá! Realmente bem grande e atípico, uma clara demonstração de que Thesa estava mais uma vez a comprar móveis e praticar novas ideias para usar no futuro.

    -Nossa, que sofá enorme Pita! Algo me diz que ele não pertence ao atelier né?! Bem, agente poderia aproveitar ele né? O que acha? Tenho tanto pra falar e quero ouvir tanta coisa!!

    Sofá:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 8/8/2017, 09:53

    Em resposta as palavras de Ettie e Lena, me viro apenas para mandar-lhes um beijo e acenar em forma de despedida, sem perder tempo entrelaço meus braços com os de Yer apressando o passo.

    – Meu menino, se eu deixar Ettie te rouba de novo e eu não aproveito nada! Não se preocupe terei tempo para ama-los depois, agora minha prioridade é você!

    Aperto de leve o braço de Yer deixando claro o tom sério de minhas palavras apesar do tom brincalhão, minha pequena ao lado deste geme acenando de forma a concordar comigo.

    A vejo correr na frente e abrir a porta do meu ateliê, a presença do enorme sofá me faz rir, ainda mais quando a pequena corre em volta do sofá deixando claro que era ali que ficaríamos.

    “ Thesa realmente não para quieta! Quantas mais surpresas ela tem preparada?!”

    Ouvindo as palavras de Yer, eu o solto para correr até o sofá e me deitar ali abrindo os braços e o chamando para se deitar comigo.

    – Vem cá meu menino fofo, quero te apertar até você ficar vermelho pela falta de ar!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 8/8/2017, 13:14

    Yer sorria e chegava a segurar a emoção de ouvir que ele seria a sua prioridade para o resto dessa noite, assim durante o caminho ele apenas pode observar os arredores e especialmente olhar para você, cheirando brevemente os seus cabelos em rindo baixinho só pode poder fazer isso.

    -Claro que eu vou!

    O rapaz então tirava o blazer e entregava o cachecol escuro para sua besta que já estava pedindo pelo mesmo enquanto o blazer ainda era removido. Assim a pequena cheirava o cachecol e o enrolava no pescoço para mordiscar a pontinha do mesmo. Yer rapidamente corria e sem nenhuma preocupação, se atirava nos seus braços, apertando-a num abraço divertindo e gargalhando alegre no processo. Envolvendo-se ali por alguns instantes até enfim começar a relaxar e a permitir que você o abraçasse, graças ao enorme sofá era possível que vocês dois permanecessem totalmente deitados e bem confortáveis.

    -Irmã, quem começa? Eu ou você? Eu quero saber de qualquer coisa, de como foi abraçar pela primeira vez, como é a espada, não sei... eu só quero saber de tudo!

    Ele exibia um lindo sorriso inocente e alegre, exatamente como ele fazia nas primeiras noites dentro do conforto dos seus braços e carinhos.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 8/8/2017, 14:29

    Os pequenos gestos carinhosos de Yer sempre me encantaram, mas o reencontro e ver que esses gestos não haviam mudado me faziam suspirar, por isso não contenho o riso ao ver minha pequena se enrolar no cachecol de meu irmão e começar a roer a peça de roupa.

    “Tão lindos juntos! São duas crianças puras e lindas!”

    O gesto de se jogar em meus braços de Yer não me surpreende em nada, sendo apertada por esta simplesmente não seguro as risadas me divertindo, afinal meu menino tinha todo o direito do mundo de fazer isso e eu o adorava por isso.

    Assim que Yer me solta o suficiente para abraça-lo, seguro suas faces apenas para lhe dar uma enxurrada de beijos e mordidas, um gesto do qual eu havia sonhado diversas vezes durante os anos em que estivemos separados, feliz pelo ataque me abraço com carinho a Yer só para brincar com seus cabelos e encarar seus olhos claros.

    – Acho que conversaremos por uma noite inteira e ainda assim não será o suficiente!

    Eu comentava ao ver minha pequena se deitar nas costas de Yer e abraça-lo só para continuar a morder o cachecol deste.

    – Porque não fazemos uma pergunta por vez? Por ser mais velha eu começo! Você se divertiu muito com Ettie ontem?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 8/8/2017, 18:06

    Yer se ajeitava dentro dos seus braços, tocando gentilmente nas mãos da sua pequena que estava agora agarrada às costas dele enquanto ainda mordia e mastigava o cachecol escuro dele.

    -Certo, você tem mesmo direito à isso é minha irmã mais velha! Bem, eu me diverti bastante coma Ettie, ela é lasciva, forte, linda, determinada e forte. Dançamos bastante, ela me apresentou a todas as mulheres da espada! Tinha uma baixinha, Beth... Cruzes! Mas a Caroline é realmente linda, acho que causei uma boa impressão nela. Enfim, por sorte ela não direcionou o fogo dela na minha direção, acho que ocupei um lugar doloroso no coração dela. Afinal, no final da noite quando nos abraçamos ela chorou um pouco, eu entrei em fascínio ela também, dormimos assim... Mas quando acordei ela estava ainda dormindo, com lágrimas na face e isso me preocupou sabe? Então eu limpei as lágrimas dela e quando a acordei, a abracei bem forte e prometi estar sempre ali para ela, foi bem maravilhoso na verdade, sua musa é divina.

    Comentava Yer, falando bastante e soltando as mãos da sua besta para gesticular e fazer alguns sinais engraçados, principalmente quando mencionava o quanto Beth parecia ter exagerado quando o conheceu.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 8/8/2017, 21:08

    Ver Yer cuidar de minha pequena me fez sorrir, a pequena não para de roer o cachecol escuro e mesmo assim o abraça com força, o carinho entre os dois me parece tão puro quanto os primeiros anos de neófito de Yer.

    As palavras de Sebastian fecham meus olhos, existe um sorriso sincero em meus lábios enquanto a imagem de Bernard se formava em minha mente, a inocência e alegria de meu querido irmão eram idênticas ao do rapaz loiro, uma característica única que deve ter aberto o coração de Eva aos carinhos de Yer.

    – Ettie é linda, uma tempestade sempre esperando para romper em cima de nós! Mas ela tem orgulho, um orgulho que as vezes me impede de cuidar dela, ela tinha um sobrinho encantador Yer, você o lembra muito embora os cabelos de Bernard fossem tão dourados quanto os de Eva, seus olhos são iguais, até mesmo seus encantos, meu querido. Cuide dessa ferida Yer, ela sente muito por termos fugido de Paris sem ele, é uma dor que ela não demonstra mas sente.

    Respondia ao abrir os olhos e apertar de leve o nariz de Yer, com carinho eu brincava com seus cabelos negros e sedosos.

    “Ele cuidou dela com carinho, isso é bom, fará bem ao coração de Bela.”

    – Sua vez de perguntar Yer!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 8/8/2017, 23:48

    Soyer fechava os olhos por alguns instantes, sorrindo com a simples ação dos seus dedos tocando nos cabelos dele. O rapaz chegava a simular algumas respirações que suavemente até funcionavam, abrindo os lindos olhos claros, seu pequeno irmão olhava na sua direção como o convicto homem que havia se tornado.

    -Todos nós temos esse orgulho, a densidade que é variável. Ela é forte Pita, imagino que ela tenha sido aquela que protegeu o branco das suas pétalas. E por isso eu juro que irei fazer tudo que estiver em meu alcançar para ajudá-la! Tudo! Mas agora é a minha vez de perguntar e eu já sei por onde começar...

    Ele tocava na ponta do seu nariz de maneira breve e fazia a questão:

    -Como você realmente deve se sentir diferente e alegre agora que tens dois filhos, dois herdeiros diretos. Você é mãe, me conte sobre eles! Não quero o simples, eu já notei, quero saber onde eu posso fazer a diferença quero ser o tio favorito deles!
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 9/8/2017, 00:20

    – Sim, foi o orgulho dela que protegeu minhas pétalas, tão impetuosa ela se atirou com força as provações que nos foram impostas. Eu amo Yer, a amo tanto que quero te-la sempre comigo, mas sei que não posso prender o vento! Obrigada por cuidar de minha Beleza Yer.

    Ver as reações tão naturais de Sebastian aliviavam meu coração, por muito tempo houve uma dor enorme dentro dele, a dor de nunca mais poder ver meu menino, mas em meus braços estava meu querido Yer, tão parecido com Athos.

    “Ele teve uma boa vida, sempre serei grata a Alfie por isso!”

    Tendo meu nariz apertado não pude deixar de rir, não quando Yer o fazia com tanto carinho e delicadeza, a pergunta porem me deixou animada, conhecia bem o suficiente meus dois filhos para saber como conquista-los.

    – Ser mãe é a coisa mais maravilhosa do mundo! Tive tanto medo do abraço de Lorenz sair errado, Lotte foi criada dentro dos padrões da Espada, e eles não são muito belos, ainda mais quando se tratam de crianças de festivais de guerra. Foi a coisa mais fofa do mundo ver Lorenz entrando em fascínio por meus olhos, nessa hora achei que meu coração explodiria de tanto amor, e os sons que a Lotte faz quando mordida, por deus eu morderia ela uma noite inteira só para ficar escutando o sonzinho!

    Eu comentava feliz ao abraçar o pescoço de Yer e não esconder o quanto amava meus filhos, beijando sua testa com carinho fechei os olhos ao responde-lo.

    – O convívio vai fazer Lorenz te aceitar, ele é organizado e metódico, mas um pouco inseguro, ajude-o nisso e serás o melhor tio para ele. Já Lotte, um abraço bem apertado e algumas mordidas a farão ama-lo, mas tome cuidado aquela pequena tem um fogo tão intenso quanto o de Ettie!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 9/8/2017, 09:19

    -Seus olhos são lindos! Eu mesmo entraria em fascínio com eles se soubesse que olhos tão lindos pertenceriam à minha mãe!

    Comentava o rapaz sorrindo e fechando os olhos para receber o beijo dado por ti, assim ele até perdia um pouco o tempo das próprias reações, para simplesmente aproveitar mais o abraço. Ele a apertava bem forte e beijava a sua face para só depois relaxar outra vez naquele sofá e rir baixinho.

    -Tenho um plano! Darei um livro de poesias à Lorenz e farei um convite formal a ele fazer meu terno para o natal, depois irei me aproximar de Lotte, prometo não morde-la de nenhuma maneira estranha, mas quero poder rir desse som e provavelmente levá-la para uma curta viagem, se você autorizar é claro! É sua vez de pergunta né?

    Indagava o seu irmão mais novo com um lindíssimo sorriso na face, aguardando a próxima questão.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 2394
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 26
    Localização : Neverwere

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Jess em 9/8/2017, 10:12

    As palavras de Sebastian me fazem rir, afinal uma das inúmeras vezes que usei para provocar fascínios em Yer eram meus olhos, um contraste único com o simples fato de Elonzo nunca ter causado um fascínio em Sebastian, pelo menos não na minha frente.

    - Adorei suas ideias, elas vão funcionar perfeitamente, aliás eu diria que o livro seria um ótimo presente a Yalin, ela é tão curiosa! E ainda tem Luana e Erika, ahh Yer tenho tanto pra te mostrar!

    Abraçando o corpo de meu irmão com carinho eu penso sobre qual seria minha próxima pergunta.

    " Yalin vai adorar os livros de Yer, Erika é mais difícil de dizer, mas Luana ela será a favorita de Yer, serão tão lindos!

    Esticando-me apenas para me aninhar nos braços de Yer, apertando-o para que minha pequena o mordesse no pescoço e voltasse a roer o cachecol.

    - Vejamos, como andam suas criações? Sinto tanta falta de vê-lo criar!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 3949
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Danto em 9/8/2017, 14:20

    O seu irmão mais novo concordava positivamente, era impressionante como ele já sabia quais nomes pertenciam a quem e de certa forma, nomes sempre foram uma facilidade para o mesmo. Suavemente ele desviava os olhos por cima dos próprios ombros para rir ao ver a sua besta mastigando o cachecol dele e quase dormindo ali atrás dele.

    -Yalin é uma joia, ela me lembra... eu mesmo! E Luana encantou o coração de Alfonsus, ele me ligou pra falar horas e horas sobre a dançarina que havia encontrado em Berlim, até me assustei acreditando que ele havia encontrado um amor. Bem, ele encontrou três né! Mas quando ele me disse que era a sua aprendiz, fiquei bastante surpreso!

    O sorriso era eterno na face de seu irmão, desenhado ali para toda a duração da conversa. Um sorriso alegre e aliviado, assim ele seguia:

    -Terminei meu grande romance a cerca de quatro décadas, tenho feito poemas e pequenos livros de contos, mas sinceramente, estou me sentindo muito... Mas muito inspirado de verdade! Acredito que farei um novo romance, mas também gostaria de escrever sobre você irmã, eu poderia?

    Conteúdo patrocinado

    Re: Ato XIII - O Passado e o Presente

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 18/6/2018, 23:38