WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Compartilhe
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Danto em 16/2/2018, 15:44


    Cabana:
    Local: Grosseto, Rusellae.
    Data: 17 de Abril de 2016: Fólkvangr.

    Seus olhos se abriam para o começo de uma nova noite, seu corpo estava estirado sobre o carpete de lã escura que forrava o chão da sala do casebre onde você e as outras moças adentraram no final da noite anterior. Gradativamente suas sensações iam lhe voltando, especialmente as memórias excitantes do som da linda voz de Tea a gemer de tesão por muitos e muitos minutos, afinal, você acabara por descobrir o quão resistente o teu corpo era e o quão faminta era a jovem loira que se encontrava junto de ti nesse despertar. Foi necessária uma verdadeira dedicação que acabou por lhe consumir todas as forças restantes, suas costas ainda ardiam levemente por causa dos fortes arranhões e a sua boca parecia dominada pelo sabor da linda jovem que estava a sua frente e dentro dos seus braços.

    As suas movimentações naturais de acordar pareciam também acordar a jovem que se espreguiçava e respirava fundo, para então olhar na sua direção e exibir um sorriso feliz. Sua mente rapidamente buscava pelas memórias realmente intimas e quentes que ainda ecoavam com vigor em sua mente, memórias que eram estimuladas pela primeira ação da jovem que era a de estender a mão direita na direção do seu tórax e arranhá-lo.

    -Boa noite Matteo! Acho que acabamos por nos empolgar né?

    A moça propositalmente o abraçava, afinal, vocês estava deitados ali, frente a frente e debaixo de uma pesada coberta. A mesma ainda ousava em passar a perna direita por cima da sua cintura e lhe beijar a face com carinho, a mão dela que outrora o arranhava agora apenas se mantinha em contato direto com o teu peito.

    -Me desculpa por ontem?

    O pedido era inesperado e feito com um pouco de vergonha, tanto que a mesma abaixava os olhos e em silêncio aguardava pelas suas reações e enquanto esta se calava, ela ia suavemente tirando a perna de cima da sua lateral para colocar uma mínima distância entre vocês dois que ainda se encontravam desnudos e a compartilhar a mesma coberta.


    Última edição por Danto em 13/3/2018, 14:38, editado 1 vez(es)
    avatar
    Lugo

    Mensagens : 293
    Data de inscrição : 17/10/2016
    Idade : 23
    Localização : Natal - RN

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Lugo em 16/2/2018, 23:34

    Assim que meus olhos se abriam eles logo encontravam a imagem de Tea deitada ao meu lado e ainda dormindo tranquilamente. Aquela era uma imagem inédita e inesperada, algo que talvez jamais havia pensado que aconteceria e, muito menos, imaginava, mas, a expressão calma da garota traziam a tona as memórias recentes da noite passada e que ainda ecoavam em minha mente.

    “Ontem foi uma noite importante. Um início de um novo ciclo para mim e para ela também. Mas, quem diria que eu ainda iria vê-la dessa forma, sem ficar me provocando.”

    Sutilmente um pequeno riso escapava da minha boca e, logo em seguida, eu começava a me virar para me deitar com as costas pro chão e para olhar na direção do teto. Assim que olhava para cima, uma leve sensação de culpa me tomava e me fazia suspirar pesadamente ao pensar em como Marzia e Lucia deveriam ter se sentindo com os gemidos de Tea que duraram mais do que eu esperava.

    “Espero que elas não tenham ficado com raiva de mim, afinal ninguém merece ficar ouvindo esse tipo de coisa.”

    Apesar de a culpa me incomodar cada vez mais, o despertar de Tea aliviava aquela sensação ruim após ela exibir um sorriso diferente de todos que ela havia mostrado. Assim que ela se espreguiçava, eu novamente me deitava de lado para a olhar diretamente em seus olhos, retribuindo o singelo sorriso e ficando levemente corado com as palavras dela. Um leve arrepio subia pelo meu corpo quando as unhas dela passavam pelo meu tórax e assim eu tomava a liberdade para colocar a mão em seu quadril e puxá-la mais para perto.

    – Confesso que eu não esperava que iríamos durar tanto assim, mas eu não iria parar até que você estivesse esgotada.

    O sorriso provocativo reaparecia em meu rosto porém não durava muito. Assim que a respondia, a garota me abraçava e me beijava carinhosamente no rosto, o que me fazia ficar um pouco impressionado com sua ação e, principalmente, com as palavras que se seguiam. Alguns segundos era o que eu precisava para processar aquela informação e logo abrir um sorriso alegre.

    – Não precisa se preocupar com isso. Já falei que lhe desculpo do que aconteceu. Além do mais você também estava certa, eu não precisava ter reagido daquela forma… acho que ainda não havia caído a ficha que minha irmã não seria mais apenas uma memória e que faria parte da minha nova família.

    Eu a respondia de uma forma bem calma enquanto meu outro braço passava por baixo de sua cabeça para envolvê-la no abraço que a mesma havia iniciado. No entanto, quando percebia que sua cabeça se abaixava, minha mão, que estava em sua cintura, ia até o queixo dela e, com um toque suave, erguia sua cabeça para que nossos olhos se encontrasse novamente.

    – Já lhe disse que está tudo bem… e essa expressão não combina muito com você.

    Depois de falar, levava meus lábios de encontro com os dela e a tomava em um beijo não muito longo.

    Informações:
    Blood Pool: 13/20
    Força de Vontade: 6/7
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Danto em 20/2/2018, 12:02

    A jovem não recusava ou recuava diante de seus movimentos e iniciativas, tanto que o beijo ocorria naturalmente, mas era ela a terminá-lo com uma ação de mordida no teu lábio inferior que se postergava para um suave puxar e esticar do mesmo. Soltando-o, ela enfim sorria e olhava no fundo dos seus olhos, não era um olhar provocativo ou desafiador, algo raro vindo dela! Mas sim um reconhecimento da sua presença ali e isso talvez fosse tão especial quanto o que ocorrera entre vocês no final da noite anterior.

    -Você é um fofo Matteo!

    Após a fala, a jovem literalmente fazia força para que vocês dois tombassem junto para o lado, assim, forçando-o a ficar com as costas no chão e ela por cima de ti. A moça no entanto não realizava nenhuma ação de cunho sexual, apenas usava a própria movimentação para se colocar sentada sobre a sua barriga e posteriormente, se levantar. E era esta cena, que não parecia sensual de propósito que despertava novamente o seu interesse, afinal, a jovem não se erguia com velocidade e o cobertor a acompanhava, para então deslizar suavemente pelas costas dela, até revelar totalmente aquele corpo feminino jovial e lindo que ela tinha.

    -Onde estão as outras mesmo? Elas falaram que ficariam ali em cima né? Mas acho que eu ouvi a porta abrir e fechar antes de dormir, não tenho certeza. Vou lá checar enquanto você nos arruma algumas roupas ali no baú, tá bem?!

    A jovem sequer havia notado o efeito que havia causado, algo inesperado vindo dela. Ela estava de guarda baixa e a vontade, isso só fazia o seu corpo reagir com mais intensidade e uma inevitável ereção se apresentava vigorosamente debaixo das cobertas.
    avatar
    Lugo

    Mensagens : 293
    Data de inscrição : 17/10/2016
    Idade : 23
    Localização : Natal - RN

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Lugo em 22/2/2018, 13:28

    [Off: Teste de Percepção + Investigação = 4d10]
    avatar
    Dados

    Mensagens : 235
    Data de inscrição : 03/05/2016

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Dados em 22/2/2018, 13:28

    O membro 'Lugo' realizou a seguinte ação: Rolagem de Dados


    'D10' : 6, 6, 4, 3
    avatar
    Lugo

    Mensagens : 293
    Data de inscrição : 17/10/2016
    Idade : 23
    Localização : Natal - RN

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Lugo em 27/2/2018, 13:50

    [Off: Teste de Percepção + Empatia= 5d10]
    [Off: Gasto 1 de Força de Vontade]
    avatar
    Dados

    Mensagens : 235
    Data de inscrição : 03/05/2016

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Dados em 27/2/2018, 13:50

    O membro 'Lugo' realizou a seguinte ação: Rolagem de Dados


    'D10' : 7, 5, 3, 3, 1
    avatar
    Lugo

    Mensagens : 293
    Data de inscrição : 17/10/2016
    Idade : 23
    Localização : Natal - RN

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Lugo em 28/2/2018, 11:44

    A mordida que recebia em meus lábios não deixava de impressionar, mas eram olhos dela que me rendiam por completo. Deixando de lado as provocações, seus olhos agora mostravam algo inesperado e muito mais precioso do que havia sido na noite anterior: a verdadeira Tea. Um sorriso feliz brotava em meu rosto e logo meus braços a puxavam pela cintura, deixando nossos corpos mais próximos.

    “Então é assim que você é?”

    Sem falar nada eu apenas contemplava aquele momento como se estivesse prezo a um feitiço, porém, era ela mesmo que quebrava o feitiço quando as palavras saiam de sua boca.

    – Fofo? Faz muito tempo que eu alguém me chama de fofo…

    A frase dela me provocava uma curtia risada, porém ao falar minha mão subia até seu rosto e, com os dedos, eu fazia um carinho em seu rosto.

    – Mas obrigado… você também está uma fofa.

    Ainda com um tom divertido, mas sem deboche, eu completava minha resposta até ela girar nossos corpos e se sentar sobre minha barriga. Minhas mãos assim iam até suas coxas e eu ficava a observá-la com um pouco de curiosidade para saber como ela agiria agora. Foi então que, mais uma vez, eu fui pego de surpresa. Acompanhando a movimentação da jovem com os olhos eu via o cobertor escorregar e revelar o belo corpo dela. Dessa vez ela não parecia tentar me seduzir, porém, ainda assim aquilo me animava de mais e provocava uma ereção inesperada. Surpreso eu olhava rapidamente para baixo e depois voltava a olhar na direção de Tea para ouvir o que ela havia a dizer.

    “É verdade, será que elas ficaram aqui? Eu espero que não, mas onde será que elas foram?”

    Assim, meus olhos rapidamente procuravam pela porta da cabana e conseguiam identificar, pelas marcas no carpete, que elas já não estavam ali, porém, eu não queria que Tea me visse daquela forma naquele momento.

    – Hmm… certo, eu vou pegar as roupas.

    Eu esperava ela começar a subir para então me levantar e dirigir-me para o baú e procurar por algumas roupas. Meu primeiro foco era encontrar uma calça ou bermuda para esconder aquela ereção antes que a loira percebesse e depois começaria a separar as roupas. Quando tivesse terminado, me levantaria e levaria as roupas dela até uma mesa ou cadeira e terminaria de me vestir para então falar.

    – Então, achou elas?

    Informações:
    Blood Pool: 12/20
    Força de Vontade: 5/7
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Danto em 1/3/2018, 12:41

    Tea chegava a esconder brevemente a face quando ouvia você a chamar por fofa, a jovem ria baixinho ali e olhava na sua direção por entre os dedos das mãos que escondiam a face dela para protestar:

    -Eu não sou fofa!

    Era um tom até infantil na voz da loira, algo tão inusitado quanto tudo que se seguia a ocorrer na cena que culminava na mesma ainda desnuda, caminhar até a escadaria e olhar na direção da mesma enquanto você procurava o que vestir. Encontrando ali uma calça de algodão bem velha, assim como uma camisa com alguns rasgos na parte inferior para você. Já para Tea você logo achava um vestido que parecia servir e o depositava sobre a única mesa do local.

    -Então, acho que elas não ficaram aqui...

    Dizia a jovem que parecia ter encontrando rastros delas na escadaria de acesso a parte mais alta da cabana. A jovem então se virava e olhava na sua direção e iniciava uma curta caminhada até você, mas parava e simplesmente começava a rir de uma maneira extremamente divertida.

    -Matteo, o que você está escondendo ai mocinho?!

    Ela questionava sorridente, aproximando-se da mesa e pegando o vestido que você havia depositado ali, olhando o mesmo ela então respirava fundo e parar de rir, mas ao invés de se vestir, ela colocava o vestido sobre a mesa, sentava-se sobre o mesmo e cruzava as pernas, apoiando as mãos na superfície de madeira e olhando curiosa na sua direção.

    -Serio Matteo, que foi?!
    avatar
    Lugo

    Mensagens : 293
    Data de inscrição : 17/10/2016
    Idade : 23
    Localização : Natal - RN

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Lugo em 1/3/2018, 17:03

    A contestação de Tea e sua nova personalidade continuava a me divertir de uma forma diferente do usual. Assim, quando a mesma escondia seu rosto, eu não conseguia evitar de rir mais um pouco e de lhe depositar um beijo na testa antes dela se levantar para chegar o sótão.

    “Acho que eu posso me acostumar a essa Tea fofa.”

    Esperando um pouco, até ela se virar, eu me levantava e andava até o baú ficando de costas para onde Tea estava. Agachado eu começava a procurar algumas roupas e logo encontrava roupas velhas, mas que ainda serviam e, sem nem pensar muito, eu rapidamente colocava as calças para tentar esconder a ereção.

    “Ah… bem… parece que não vai adiantar muita coisa.”

    Pensava enquanto verificava o lado correto de se vestir aquela camisa velha e tentando, ainda, fazer meu membro inferior ficar menos perceptível, porém, a fala, em conjunto com a risada, de Tea me pegava desprevenido. Eu ria junto dela, um riso misturado com a sensação embaraçosa de ter sido pego, mas ainda relutava em dizer a verdade no começo.

    – Do que você está falando? Eu não estou escondendo nad-

    Durante minha fala eu aproveitava para enfim colocar a camisa e me virava um pouco na direção dela, ainda mantendo meu corpo mais voltado para frente mas com a cabeça olhando-a de lado para usar daquele tempo em uma última esperança de acalmar o meu amigo. Entretanto a expressão dela mudava totalmente antes mesmo do fim da minha frase e me forçava a parar e olhá-la com mais seriedade e surpresa.

    “É, acho que não dá mais.”

    Por mais que eu não fosse do tipo de ter vergonha com esse tipo de coisa, aquela forma diferente dela agir havia mudado as circunstancias e agora eu estava claramente com envergonhado. Assim soltava um suspiro e me virava por completo, exibindo o motivo de minhas ações estranhas e uma expressão um pouco embaraçada, mas ainda mantendo um sorriso confiante e olhando diretamente em seus olhos.

    – Me desculpe se eu estava agindo estranho ou tentando lhe esconder algo, eu só não sabia muito bem em como agira com isso nesse estado…

    Ao fim de minha frase eu balançava minha cabeça negativamente, em desaprovação a mim mesmo, e segurava uma risada de constrangimento.

    Informações:
    Blood Pool: 12/20
    Força de Vontade: 5/7
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Danto em 2/3/2018, 19:31

    Tea observava toda a sua confusão com bastante interesse e com um sorriso maroto na face durante toda a extensão da mesma, ela apenas ria quando você enfim desistia de se esconder e se virava por completo. Escondendo então a boca com a mão esquerda a jovem que ainda estava desnuda e de pernas bem cruzadas respirava fundo e suavemente fazia uma inclinação para frente e caminhava até você, parando a um único passo de distância e olhando sorridente para o seu rosto.

    -Fofo!

    Ela então esticava as mãos, encostando uma em seu tórax e a outra levando até a sua face para apertar a sua bochecha e rir baixinho com a própria ação.

    -Porque você achou que precisaria esconder isso de mim? Acho que se eu fechar os olhos, assim ó...

    A jovem fechava os olhos e lambias os lábios ao afirmar em um tom mais baixo de voz.

    -Acho que consigo até lembrar do sabor dele!

    Tea então abria os olhos e exibia um sorriso bem divertido e sapeca, ela então te mostrava a língua e o circundava para ir até a mesa outra vez, afinal era ali onde você havia posto as roupas. De costas para você ela começava a analisar o vestido encontrado para perguntar:

    -Só não entendi porque toda essa animação, você quer que eu faça algo a respeito?! Se sim, eu preciso só de uma explicação e prometo ser boazinha e não contar que você acorda de barraca armada da sua irmã!
    avatar
    Lugo

    Mensagens : 293
    Data de inscrição : 17/10/2016
    Idade : 23
    Localização : Natal - RN

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Lugo em 8/3/2018, 14:51

    Ter as bochechas apertadas pela loira realmente não ajudava naquela hora. Eu já estava constrangido pelo que meu corpo havia feito e quando ela fazia aquilo era impossível não ficar ainda mais.

    “Agora ela vai mesmo ficar me chamando de fofo.”

    Apesar de relutante com aquele tratamento, eu não reagia negativamente ou a reprimia e somente fazia uma expressão debochada para, por fim, fechar os olhos e simular uma respiração profunda. Entretanto sua frase seguinte me fazia abrir os olhos com certa surpresa, pois a mesma voltava a me provocar. Um sorriso divertido se abria para se transformar em uma risada. Aquela frase, apesar de provocativa, me deixava muito mais confortável para respondê-la.

    – É mesmo? Mas eu sei bem como você se sente, afinal o gosto dos teus lábios estão bem vivos em mim também.

    Com uma de minhas mãos eu agarrava-a pela cintura e com a outra eu fazia um gentil toque em seu queixo para erguer seu rosto na direção do meu e manter um contato direto com os olhos dela. O fogo da noite passada ainda queimava dentro de mim e após falar eu mostrava um pequeno sorriso no qual deixava minhas presas aparecerem por um momento.

    No entanto, após minha resposta ela ia até a mesa onde estava o vestido e voltava a falar. Durante sua frase eu a olhava calado e ainda no meio desta começava a me aproximar silenciosamente para, quando ela terminasse, eu já estivesse a suas costas.

    – Ora, Tea, a culpada dessa animação toda é você, obviamente.

    Em um tom calmo, porém brincalhão, eu falava próximo do seu ouvido enquanto encostava meu corpo contra o dela e passava meu braço por baixo do dela para alcançar o vestido a frente dela. Assim eu fazia uma pausa na fala para concluir a ação de pegar, pacificamente, o vestido de suas mãos e o trazia para perto de mim para fazê-la se virar em minha direção. Então, quando ela se virasse, eu me afastava um pouco e começava a vestir a peça nela.

    Lentamente eu passava a cabeça dela pelo buraco da roupa e ia me abaixando para descer o vestido por todo seu comprimento. Ao final, eu dava uma pequena olhadinha para cima e, ainda com as mãos próximas de seu corpo, eu subia me colocando bem próximo dela e segurando firmemente em uma de suas nádegas.

    – Apesar de querer muito dar um jeito nisso agora, eu imagino que nós ficaremos aqui mais tempo do que devemos se começarmos e isso pode nos colocar em uma situação complicada.

    Por mais que houvesse intensidade em minhas ações e no começo de minha fala, eu a terminava de uma forma branda. Porém, antes que ela pudesse responder, o sorriso malicioso reaparecia por um momento e minha mão, que estava sobre seu glúteo, apertava com força suficiente para vencer as barreiras sobrenaturais do corpo dela.

    – Mas quem sabe mais tarde a gente não resolva isso, não é?

    Informações:
    Blood Pool: 13/20
    Força de Vontade: 6/7
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 4080
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 27

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Danto em 10/3/2018, 15:22

    -Verdade?! Gostei de saber disso!

    Respondia Tea diante da sua primeira reação, o sorriso malicioso dela se mostrava durante a fala, mas era algo bem curto, afinal, logo que o seu toque fazia com que o queixo dela se levantasse a mesma fazia um curto silencio para te olhar diretamente. Ali ela se mostrava aberta a qualquer iniciativa e até mesmo curiosa para saber como você iria lidar com toda a situação.

    O sorriso curioso da jovem se mantinha no avançar de todas as suas ações, ela não conseguia disfarçar o quão intrigada ela estava com as suas iniciativas e se permitia ser vestida sem nenehuma resistência, todavia, quando o seu toque enfim se intensificava ao ponto de causar um suspiro nos lábios dela, a mesma corria a mão na direção da sua e apertava a sua mão, incentivando-o a tocar com mais força.

    -Tudo bem, nós podemos sim dar um jeito nisso mais tarde, Matteo!

    Dizia Tea que com a mão livre, alcançava o seu membro e o apertava com vigor por cima da sua calça. Os olhos claros dela se mostravam bem alegres e as presas dela instintivamente se revelavam.

    -Vou te dar duas escolhas tá? Só porque você foi bem gentil e preocupado comigo! A primeira é eu saio na frente e procuro saber onde devemos ir, enquanto você se acalma. Afinal, desfilar por ai com toda essa animação pode ser um pouco estranho. Ou eu intervenho rapidinho a seu favor, aliviado um pouco dessa tensão toda e saímos juntos. Qual você escolhe?

    Questionava a jovem, que não tirava os olhos da sua face. Mas passava de maneira provocativa a língua pelos lábios, deixando uma curta risada animada escapar.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Primeiro Arco de Matteo: Ato III - O Primeiro Desafio

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 25/9/2018, 02:59