WoD by Night

Narrativa de Vampiro a Máscara: 20 anos


    Primeiro Arco de Icaro: Ato IV - Vermelho e Dourado

    Compartilhe
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2826
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Primeiro Arco de Icaro: Ato IV - Vermelho e Dourado

    Mensagem por Danto em 11/9/2017, 14:17


    Imagens de referência:
    Gps:
    Casa:
    Estacionamento Subterrâneo:
    Local: Roma, Casa de Olympia Ulfilia. 49 Via Piemonte
    Data: 16 de Abril de 2016: Inicio da Madrugada.

    O caminho escolhido até Roma foi o costeiro, claramente uma insistência de Valentina que fazia careta toda vez que você ameaçava mencionar os demais caminhos possíveis que os levaria até Roma. Dessa forma, a viagem de quase quatro horas terminava quando vocês enfim adentravam a cidade de Roma já próximo da meia noite.

    Quem dirigia a parte final do trajeto era a jovem, que mantinha os cabelos bem presos e um sorriso gigante na face! Ela estava feliz naquela cidade, tão feliz quando havia ficado quando brincou contigo na piscina na noite anterior. A mesma ligava o rádio e ia cantando as músicas enquanto observava os arredores, conduzindo o veículo com enorme naturalidade e demonstrando um conhecimento amplo das músicas internacionais. Valentina se comportava como uma jovem extremamente viva, positiva e inesperada atenta! Afinal, ela respeitava todas as sinalizações, velocidades sugeridas  e por assim adiante.

    -Olha é bem grande a casa da minha mãe sabe? Ela foi Senescal por muitos anos aqui e essa é a casa pessoal dela, são quatro andares, dois elevadores, estacionamento, oito suítes e um monte de coisa! Pedi para um amigo dar uma checada, Olympia não vem aqui a um ano inteiro, logo estamos bem seguros enquanto a isso. E o vassalo dela raramente vem à mansão.

    Você era então pego de surpresa,  afinal, era uma mansão muito bem localizada e o acesso era fácil para Valentina. A jovem usava um controle eletrônico que estava dentro do veículo para destravar o portão, assim passava pelo jardim lateral e seguia ao acesso subterrâneo da garagem

    -Bem, esse carro aqui foi o que eu usei para fugir. Sinceramente, achei que a entrada seria barrada. Mas ela deixou meu acesso permitido... Nem sei bem o que pensar...

    Comentava a jovem que abaixava o volume do rádio e abria os vidros do veículo assim que vocês adentravam o estacionamento. Era notável como haviam ali espaços para grandes quadros e o interior do local era inteiramente forrado de madeira. Haviam vagas para oito carros, todas vazias e instintivamente, a jovem parava na terceira vaga.


    Última edição por Danto em 14/9/2017, 11:02, editado 1 vez(es)
    avatar
    Jess

    Mensagens : 1602
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 25
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato IV - Vermelho e Dourado

    Mensagem por Jess em 11/9/2017, 23:03

    Durante a viagem eu pude perceber o quanto Valentina gosta do mar, talvez seja isso que me fez implicar um pouco com a escolha do caminho, mas é claro eu o fazia apenas pela mais puta implicância e no final sempre terminava com uma leve bagunçada nos belos cabelos de Val.

    “Como Marianno pode ter achado alguém mais interessante do que ela?”

    A troca de ações veio bem a calhar ao meu joelho, já perto de Roma era impossível negar que Valentina gostava da cidade, a forma como ela agia dentro do carro, a maneira viva e encantadora me faziam rir, o cuidado com as sinalizações e placas me deixou feliz, não havia porque corrermos quando tínhamos algo importante para fazer e de preferencia sem rastros.

    – Você fez bem, mesmo assim seremos os mais rápidos possível. Nunca se sabe quando ela pode resolver voltar para molhar as plantas, não é?! Olympia foi Senescal, porque eu acho que a família tem um péssimo habito de comprar briga com membros de cargo importantes da Camarilla?

    A beleza da casa realmente me impressionou, Olympia devia ter escolhido Roma para seu crescimento e o tamanho da casa era um ótimo indicativo, as palavras de Valentina fecharam meus olhos por alguns instantes, a própria Val voltava a chamar Olympia de mae, e eu começava a me perguntar se Olympia não se arrependia da fuga de Valentina.

    – Bom não vamos discordar da sorte, não quando vamos abusar um pouco dela. Mas não se esqueça que eu estou aqui e se você quiser conversar sou todo ouvidos.

    Saindo do carro para pegar as malas, eu esperava por Valentina, era ela que conhecia a casa.
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2826
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato IV - Vermelho e Dourado

    Mensagem por Danto em 14/9/2017, 11:01

    A jovem dava uma risada baixinha quando você mencionava a ação de molhar as plantas. Para comentar em seguida:

    -Minha mãe regando as plantas? Nunca mesmo, essa era uma das honras que Norberto não compartilhava com ninguém. Ah sim, ele é o vassalo que ama esse lugar e a cidade, aliás, realmente a família parece totalmente sem noção com essa mania de ficar arrumando confusão com gente grande né? Como se agente fosse lá grande coisa!

    A jovem logo saía do carro e ia até o elevador que daria acesso a vocês ao interior da casa, dentro do elevador ela gentilmente tocava no seu ombro e comentava:

    -É bem difícil esquecer que você está aqui do meu lado Ícaro, você é bem alto sabe?

    Ela ria e saia logo na sua frente, fazendo uma curta pausa para olhar o arredor daquele lindíssimo ambiente que se revelava diante os olhos de vocês.

    -Uau, não mudou nada! Como pode?

    A mesma então mudava a expressão para algo mais arteiro e corria na direção das escadas, atravessando a sala inteira em uma fração de segundos e parar ali para esperá-lo.

    -Eu tive uma ideia de onde vamos passar a noite!

    Salão de entrada da mansão:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 1602
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 25
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato IV - Vermelho e Dourado

    Mensagem por Jess em 14/9/2017, 14:18

    A resposta de Valentina a minha pequena brincadeira me fez rir, afinal seria uma cena interessante a Senescal de Roma regar as plantas de sua própria casa.

    – Sim, são brigas bem grandes para cães bem pequenos. Acho que eles não querem admitir que um bom acordo com a Camarilla nos deixaria bem em Toscana, os tempos de conquistadores já passaram da moda.

    Seguindo Valentina com as malas eu sorria curioso, a casa era simplesmente enorme, muito mais do que o Bunker que fora dela na propriedade da família.

    “Será que estou morando na caixa de sapatos e ninguém me avisou?!”

    Perdido em meus pensamentos as palavras de Valentina me fazem rir, ainda mais quando delicadamente eu apoiava meu ante braço em sua cabeça comentando.

    – Sua boba, fica difícil te escutar aqui de cima!

    Quase que instintivamente eu recuo esperando pelos tapas, afinal eu provavelmente havia provocado um pequeno furacão de fúria. A reação de Valentina foi acompanhada de um assobio meu, se o Bunker era bem decorado a casa o superava com facilidade.

    A corrida de Valentina acompanhada por seu sorriso brincalhão me deixou curioso, ainda mais quando suas palavras indicavam que dormiríamos juntos novamente.

    – Vamos? Você vai me usar como ursinho de novo?!
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2826
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato IV - Vermelho e Dourado

    Mensagem por Danto em 18/9/2017, 18:06

    As brincadeiras arrancavam risadas divertidas de Valentina, a jovem se movimentava com leveza e alegria pelo interior da casa. Ainda esperando por você na escada, a jovem ria ainda mais alto quando sua pergunta final era feita.

    -Vou sim! Mas nada de morder dessa vez viu ursinho!

    Ela mostrava a língua e piscava brevemente, em uma clara e suave provocação para então ajudá-lo com as malas por toda a escadaria. Já no andar superior ela começava a falar:

    -Bem, agora deixa eu falar sobre algo importante. Nós sabemos que o dinheiro veio para Roma mas não sabemos exatamente para onde ele seguiu daqui né? Minha ideia é colocá-lo no computador de minha mãe, afinal, ela ainda tem acesso a informações essenciais dos membros locais e assim conseguiremos ter alguma informação! O que acha?

    Ela perguntava enquanto vocês andavam pelos lindos corredores, todos bem altos e decorados com peças de arte que certamente custeariam toda a sua vida por alguns anos sem esforços. Para enfim, a jovem parar em frente a uma quarto e abrir as portas duplas do mesmo:

    -Vamos ficar aqui, eu sempre quis dormir aqui!

    Quarto:
    avatar
    Jess

    Mensagens : 1602
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 25
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato IV - Vermelho e Dourado

    Mensagem por Jess em 18/9/2017, 19:47

    Ouvir que dormiriamos abraçados me fez sorrir de maneira boba, eu havia gostado da situação e não podia negar isso, além do mais Valentina era um encanto e carinhosa.

    - Ok sem mordidas, talvez eu lamba sua orelha, oque não vai ter o mesmo efeito, já que não temos saliva né!

    Eu respondia ao beijar de leve o alto da cabeça de Valentina, dividindo as malas com a jovem eu a seguia escutando suas ideias.

    "Isso pode nos dar muito mais informações do que as contas bancárias, pode até nos dar uma pista de quem está fazendo isso. Quanto mais eu penso, mais se torna claro que Olympia deixou a família para atras."

    Respirando fundo eu concordava com Valentina, aquela era nossa melhor chance e teríamos tempo o suficiente para fazer o nescessário.

    - Bom, vamos torcer que o sistema de segurança dela não seja tão bom. Mas sua ideia é boa, podemos garantir algum sucesso com isso.

    Sendo guiado, eu observava a bela e grande casa de Olympia, a clara ostentação me abrangia de forma opressora, algo bem comum entre os mais velhos.

    Entrar no quarto em que dormiriamos me fez sorrir, era claro que aquele quarto não havia sido o de Valentina.

    - Esse quarto não é o de hóspedes nãoa é?
    avatar
    Danto
    Admin

    Mensagens : 2826
    Data de inscrição : 04/06/2012
    Idade : 26

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato IV - Vermelho e Dourado

    Mensagem por Danto em 19/9/2017, 14:16

    -Cuidado com esse negócio de lamber eim ursinho!

    Respondia a jovem após receber o beijo dado por ti e rir baixinho com as possíveis interpretações que essa fala dúbia dela poderiam deixar nas entrelinhas. A jovem concordava com a sua fala sobre o sistema de segurança mas não adicionava nada ao assunto ainda, todavia, a mesma adentrava o quarto e deixava as malas no chão para correr e se atirar na cama. Rindo e fazendo um sinal para você também entrar.

    -Hóspedes? E você é hospede aqui porque?! Vem Ic! Esse quarto é da minha mãe, eu sempre quis passar uma noite aqui! Não tem problema né?

    Sentando-se na cama e tomando cuidado com o cruzar das pernas, a jovem observava as suas reações e comentava em seguida:

    -Ícaro, acho que deveríamos reunir essas informações e levá-las diretamente à Camarilla. Sinceramente, não sei se entregar elas aos nossos antigos vai ajudar a ajustar as coisas e eu realmente acredito que precisamos de um Príncipe e uma Camarilla moderna.
    avatar
    Jess

    Mensagens : 1602
    Data de inscrição : 12/01/2016
    Idade : 25
    Localização : Neverwere

    Re: Primeiro Arco de Icaro: Ato IV - Vermelho e Dourado

    Mensagem por Jess em 19/9/2017, 14:48

    As brincadeiras de Valentina me fizeram sorrir, ainda mais quando a piada claramente de duplo sentido ali feita, mas ve-la correr e se atirar na cama era uma das cenas mais calmas e divertidas que eu já havia visto.

    – Há é eu sou o penetra aqui! Tudo bem então abusarmos um pouco da boa vontade de sua mãe.

    Colocando as malas no chão eu me sentava na beirada da cama para me deitar ali e respirar profundamente, a questão levantada por Valentina me fez sentar na cama de forma pensativa, aquele era um assunto delicadamente complexo.

    “Ela está certa em vários aspectos. Mas o que eles pensariam se o fizermos?

    Coçando a nuca eu encarava Valentina por alguns instantes.

    – Temos que agir com calma, dependendo do que acharmos e como agirmos estaremos entrando quase que literalmente na lista vermelha dos mais velhos. Isso também pode implicar Mariano, agiremos com calma tudo bem? Mas o correto será feito.

      Data/hora atual: 23/9/2017, 11:33